Plano de Aula

Plano de aula: Minha história, nossa história

Plano 2 de uma sequência de 3 planos. Veja todos os planos sobre Intercâmbio de histórias

mais ações

Aula

Sobre esse plano
Sobre esse plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Resumo da sequência: nessa sequência, os estudantes vão compartilhar histórias que misturam a vida real com ficção. A partir de um levantamento de histórias reais e divertidas vividas em família, trabalharão para transformá-las, introduzindo elementos ficcionais e traduzindo-as em formatos diversos, que serão compartilhados e apresentados a outras turmas da escola. A sequência é composta por 3 planos de aula que se relacionam entre si. O primeiro plano com tempo previsto para 1 aula (50 minutos) e o segundo e terceiro plano com tempo previsto para 2 aulas (100 minutos).

Sobre esse plano: previsto para ser realizado no decorrer de duas aulas (totalizando 100 minutos), este plano de aula propõe que a turma se divida em grupos de acordo com o interesse individual pelas histórias previamente selecionadas. Os alunos se engajarão na tarefa de traduzi-las para um formato de narrativa que seja compartilhável - pode ser um texto escrito, mas também um vídeo, uma esquete e assim por diante. Os grupos serão desafiados a inserir elementos ficcionais (sejam eles elementos fantásticos, reapropriados de outras histórias contadas na sala ou conhecidas por eles na internet ou outros meios). A aula é dedicada ao planejamento da ação, ou seja, à definição de como será a narrativa produzida por cada grupo e como irão construí-la.

Esse plano de aula aborda aspectos que fazem parte do trabalho com as habilidades EF35LP10, EF35LP20 e EF04MA28, contemplando os componentes de Matemática e Língua Portuguesa que constam na BNCC. Como as habilidades devem ser desenvolvidas ao longo de todo o ano, você observará que elas não serão contempladas na totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes. Além disso, a sequência contempla as seguintes Competências Gerais da Educação Básica previstas na BNCC:

3 - Repertório cultural - Valorizar e fruir as diversas manifestações artísticas e culturais, das locais às mundiais, e também participar de práticas diversificadas da produção artístico-cultural.

4 - Comunicação - Utilizar diferentes linguagens – verbal (oral ou visual-motora, como Libras, e escrita), corporal, visual, sonora e digital –, bem como conhecimentos das linguagens artística, matemática e científica, para se expressar e partilhar informações, experiências, ideias e sentimentos em diferentes contextos e produzir sentidos que levem ao entendimento mútuo.

Como adequar à sua realidade: o intento dessa sequência é promover a circulação dos estudantes e das produções por diferentes turmas, fortalecendo um processo de reconhecimento, exploração, produção e exposição de trabalhos autorais. Essa estrutura permite o uso de diferentes estratégias de mobilização e o trabalho com variados gêneros textuais e linguagens artísticas. Nessa proposição, sugerimos a construção de narrativas que misturem histórias reais a elementos ficcionais. Também é viável recorrer a outras formas artísticas, como, por exemplo, danças, pintura, desenho, artesanato etc. É importante ressaltar que, ao trabalhar com histórias reais dos estudantes, tenha cuidado na mediação docente para que as crianças e os adolescentes lidem com tais narrativas de modo respeitoso, evitando que sejam expostas à situações ou reações desrespeitosas, invasivas e vexaminosas. Uma boa estratégia para construir o cuidado em relação à história do outro é, no início da aula, você trazer algo que você e sua família vivenciaram e que seja curioso, inesperado e engraçado.

Organização das aulas: esta sequência pode acontecer no contexto de um único componente ou combinar encontros de Matemática e de Língua Portuguesa. O primeiro e o segundo planos podem ser realizados em aulas separadas. Já as aulas 3 e 4 podem ser sequenciadas, no mesmo dia. Organize as aulas de outra forma, tendo em vista os objetivos e especificidades da sequência.

Ação prévia: inicie a aula retomando as folhas de votação preenchidas pelos alunos na aula anterior. Durante a aula, os alunos também devem ter acesso ao texto produzido por eles, para que possam planejar a tradução das histórias a fim de serem contadas para outras turmas.

Alinhamento da sequência com a Educação Empreendedora: a sequência favorece a colaboração e a iniciativa por oportunizar que os estudantes trabalhem em grupos e acordem sobre as decisões acerca das produções. Ela prevê um lugar de protagonismo, pois as histórias pessoais deverão ser a base para a construção de novas narrativas, sempre partindo de ideias dos próprios estudantes. Também envolve planejamento, criatividade e imaginação no processo de construção das narrativas.

Materiais necessários: Lápis, borracha, recursos tecnológicos para produção de gráfico (computador, retroprojetor).

Material complementar:

  • Tabela: Minha história, nossa história.

Para você saber mais: aqui, disponibilizamos materiais de embasamento e aprofundamento para que o professor possa utilizar para conhecimento próprio ou, caso julgue interessante, com a turma.

Introdução
Introdução

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações: a atividade que será feita agora tem como objetivo realizar a apuração da votação realizada na aula passada e fazer uma análise gráfica dos resultados. Para isso, solicite que os alunos se dividam em seis grupos, de preferência com a mesma quantidade de alunos em cada grupo. Apresente as cartelas de votação que os estudantes preencheram na aula passada e divida a quantidade igualmente para os seis grupos. Solicite que os alunos façam a contagem dos votos e registre o título das histórias e o número de votos que cada uma recebeu.

Passe entre os grupos e observe as estratégias que os alunos estão utilizando para fazer as contagens e registros. Como sugestão, utilize os seguintes questionamentos:

- Quantos papéis de votação vocês receberam?

- Quais histórias foram votadas?

- Como vocês estão realizando a contagem dos votos?

- Como estão registrando o que estão apurando?

- Seria possível construir um gráfico com o número de votos de cada história? Como ele ficaria?

- Alguém do grupo está responsável por conferir os votos?

- Por que é importante que alguém confira os registros dos votos?

Após cada grupo finalizar a contagem dos votos das cartelas, anuncie que chegou o momento de socializar os resultados para definirem as as histórias escolhidas pela turma para serem traduzidas e contadas para a escola.

Alfabetização

Confira mais de 700 planos de aula e atividades para 1º e 2º ano do Fundamental

ACESSAR AGORA