16705
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Geografia > 8º ano > Formas de representação e pensamento espacial

Plano de aula - Analisando o mapa de IDH da África

Plano de aula de Geografia com atividades para 8º ano do Fundamental sobre comparar o desenvolvimento humano dos países da África a partir de mapas temáticos

Plano 01 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Fabiana Machado Leal

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF08GE19 de Geografia, que consta na BNCC.

Esta habilidade diz respeito à interpretação de cartogramas, mapas esquemáticos (croquis) e anamorfoses geográficas com informações geográficas acerca da África e América; em razão disso, a leitura e interpretação de dados, mapas temáticos e outras representações cartográficas são fundamentais para o desenvolvimento da aula. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários:

  • Cópia da tabela Os 10 maiores Índices de Desenvolvimento Humano do mundo (2018) para cada aluno;
  • Cópia da tabela Os 10 menores Índices de Desenvolvimento Humano do mundo (2018) para cada aluno;
  • Cópia das Atividades da Ação Propositiva para cada grupo;
  • Cópia da tabela Índice de Desenvolvimento Humano dos países da África (2018) para cada grupo;
  • Cópia do mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo para cada grupo;
  • Cópia do mapa Divisão Regional da África para cada grupo;
  • Lápis preto, caneta e borracha;
  • Atlas Geográfico Escolar.

Todas as tabelas e mapas deverão ser entregues pelo professor.

Material complementar:

  • Tabela Os 10 maiores Índices de Desenvolvimento Humano do mundo (2018), disponível no arquivo GEO08_19UND01_Planilha_10 maiores IDH do mundo:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/nr7NNcz8fCEzQKDe4PY97stKPA8x9CmVyT8CfPvWrDYc89sWc8YsdJ9Vtdd2/planilha-10-maiores-idh-do-mundo-pagina1.pdf

  • Tabela Os 10 menores Índices de Desenvolvimento Humano do mundo (2018), disponível no arquivo GEO08_19UND01_Planilha_10 menores IDH do mundo:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/kJ6aDXBzujU8HGcJQw6zTtpzCMdwx4gRJv88BZxTwKNYRzJbuHpPVg9BKrnW/planilha-10-menores-idh-do-mundo-pagina1.pdf

  • Tabela Índice de Desenvolvimento Humano dos países da África (2018), disponível no arquivo GEO08_19UND01_Planilha_IDH África:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/4gaVg3kvQMXRVC6Nf9mfzE88WKmsY4Br6hAGM44Mrzdp4cHjaeq2749eUesc/planilha-idh-africa-pagina1.pdf

  • Atividades da Ação Propositiva, disponível no arquivo GEO08_19UND01_Atividades da Ação Propositiva:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/bbD5BEg2Bact529mUTwBxyyd6csJTHJAq4R8yYSsPtJzWzU9Ys7HfKSuV49C/atividades-da-acao-propositiva.pdf

Link para os mapas:

  • Mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo, disponível no arquivo GEO08_19UND01_ Mapa_Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qkWUnkMByWkrJb5yV2ke56EpWgBMcT2UhUdVDTEqngYdUsayKNbnrcfbN2nh/mapa-indice-de-desenvolvimento-humano-do-mundo.pdf

  • Mapa Divisão Regional da África, disponível no arquivo GEO08_19UND01_ Mapa_Divisão Regional da África:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/sg5TGzCc7k4b7fbS4EG6e5n5HYhX3sJkgXX6fxTaxYrQQpwF8rNmqUYjS473/mapa-divisao-regional-da-africa.pdf

Para você saber mais:

Contextos prévios: Mapas temáticos; Índice de Desenvolvimento Humano (IDH); pobreza na África.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Comente com os alunos que nesta aula eles irão comparar o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos países da África a partir da interpretação de dados, mapas temáticos e os elementos que representam os fenômenos abordados.

Para você saber mais:

  • O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é um indicador socioeconômico criado pela Organização das Nações Unidas (ONU) para avaliar o desenvolvimento econômico e a qualidade de vida da população de uma determinada localidade.

O índice, criado na década de 1990, é mensurado anualmente pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e associa critérios econômicos, como a renda per capita, a critérios sociais que atestam a qualidade de vida das pessoas, como a esperança de vida ao nascer e o grau de instrução.

O IDH varia em uma escala de 0 a 1 (quanto mais próximo de 1, melhor o IDH) e classifica as localidades em quatro categorias: IDH muito alto, IDH alto, IDH médio e IDH baixo, com ¼ dos países em cada uma das categorias.

  • O mapa é uma representação gráfica reduzida da realidade e possui alguns elementos que facilitam a sua leitura e análise: título, fonte, orientação, escala e legenda. Todos os elementos são importantes para a correta interpretação dos fenômenos realizados, todavia, é a legenda que decodifica os recursos visuais representados no mapa.

A correta leitura da legenda é de fundamental importância para o entendimento dos fenômenos representados pelos mapas temáticos e cartogramas, uma vez que a Cartografia Temática faz uso de uma série de símbolos, cores, códigos e linhas para mostrar a variação visual das informações acerca do fenômeno que se deseja representar.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: As imagens apresentadas nos slides mostram a situação de vulnerabilidade social a qual grande parte da população africana é sujeitada. Ao apresentá-las para a turma, peça para que os alunos apontem, em cada uma das imagens, elementos que revelam as condições desfavoráveis da população do continente africano, sobretudo, na África Subsaariana. Você pode aproveitar esse momento, para refletir com os alunos que a África apresenta dados alarmantes sobre mortalidade infantil, doenças crônicas, epidemias, fome, desnutrição, taxas de analfabetismo e desemprego.

Após ouvir os comentários dos alunos, comente que a imagem do slide mostra uma mulher captando água em uma fonte na cidade de Shinyanga, na Tanzânia. Vale destacar que o acesso à água é bastante precário em muitos países da África e que boa parte da população convive com a carência ou escassez desse recurso.

Imagem disponível em https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Mwamongu_water_source.jpg, acesso em 4 de novembro de 2018.

Como adequar à sua realidade: Nesse momento de contextualização, você pode perguntar aos alunos se essas imagens se assemelham à realidade brasileira. Caso julgue necessário, você pode selecionar imagens ou dados sobre a vulnerabilidade social de sua região, Estado, município ou bairro, para que os alunos analisem e comparem as duas realidades. Essas referências podem ser encontradas em jornais locais ou em arquivos particulares das pessoas da comunidade escolar.

Para você saber mais:

As condições desfavoráveis de boa parte da população africana são fruto do processo de colonização exploratório sofrido pelo continente, sobretudo no século XIX, e da demarcação de fronteiras artificiais. Os conflitos e as guerras civis, que marcam as políticas interna e externa desses países, também são responsáveis pela ampliação dos problemas sociais. Além disso, a estrutura agrária baseada em grandes latifúndios, a exploração da mão de obra e os problemas ambientais também colaboram para essa situação.

A África Subsaariana, que abarca os países localizados ao sul do deserto do Saara, é palco da maior parte desses problemas e engloba os países mais pobres e com os menores índices de desenvolvimento humano do mundo.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: As imagens apresentadas nos slides mostram a situação de vulnerabilidade social a qual grande parte da população africana é sujeitada. Ao apresentá-las para a turma, peça para que os alunos apontem, em cada uma das imagens, elementos que revelam as condições desfavoráveis da população do continente africano, sobretudo, na África Subsaariana. Você pode aproveitar esse momento para refletir com os alunos que a África apresenta dados alarmantes sobre mortalidade infantil, doenças crônicas, epidemias, fome, desnutrição, taxas de analfabetismo e desemprego.

Após ouvir os comentários dos alunos, comente que a imagem do slide mostra a cidade de Adigrat, localizada no norte da Etiópia, próxima à fronteira com a Eritreia. Trata-se de um dos países mais pobres do mundo, em que a população convive com epidemias, conflitos e violação dos direitos humanos.

Imagem disponível em https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Any_Day,_Adigrat_(12582724894).jpg, acesso em 4 de novembro de 2018.

Como adequar à sua realidade: Nesse momento de contextualização, você pode perguntar aos alunos se essas imagens se assemelham à realidade brasileira. Caso julgue necessário, você pode selecionar imagens ou dados sobre a vulnerabilidade social de sua região, Estado, município ou bairro, para que os alunos analisem e comparem as duas realidades. Essas referências podem ser encontradas em jornais locais ou em arquivos particulares das pessoas da comunidade escolar.

Para você saber mais:

As condições desfavoráveis de boa parte da população africana são fruto do processo de colonização exploratório sofrido pelo continente, sobretudo no século XIX, e da demarcação de fronteiras artificiais. Os conflitos e as guerras civis, que marcam as políticas interna e externa desses países, também são responsáveis pela ampliação dos problemas sociais. Além disso, a estrutura agrária baseada em grandes latifúndios, a exploração da mão de obra e os problemas ambientais também colaboram para essa situação.

A África Subsaariana, que abarca os países localizados ao sul do deserto do Saara, é palco da maior parte desses problemas e engloba os países mais pobres e com os menores índices de desenvolvimento humano do mundo.

Obs.: originalmente, a foto foi postada no flickr e seu uso está permitido nos termos da licença cc 2.0

https://www.flickr.com/photos/rod_waddington/12582724894/

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: As imagens apresentadas nos slides mostram a situação de vulnerabilidade social a qual grande parte da população africana é sujeitada. Ao apresentá-las para a turma, peça para que os alunos apontem, em cada uma das imagens, elementos que revelam as condições desfavoráveis da população do continente africano, sobretudo, na África Subsaariana. Você pode aproveitar esse momento, para refletir com os alunos que a África apresenta dados alarmantes sobre mortalidade infantil, doenças crônicas, epidemias, fome, desnutrição, taxas de analfabetismo e desemprego.

Após ouvir os comentários dos alunos, comente que a imagem do slide mostra um mercado na cidade de Adigrat, localizada no norte da Etiópia, próxima à fronteira com a Eritreia. Trata-se de um dos países mais pobres do mundo, em que a população convive com epidemias, conflitos e violação dos direitos humanos.

Imagem disponível em https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Adigrat_Market,_Ethiopia_(12581353584).jpg, acesso em 4 de novembro de 2018.

Como adequar à sua realidade: Nesse momento de contextualização, você pode perguntar aos alunos se essas imagens se assemelham à realidade brasileira. Caso julgue necessário, você pode selecionar imagens ou dados sobre a vulnerabilidade social de sua região, Estado, município ou bairro, para que os alunos analisem e comparem as duas realidades. Essas referências podem ser encontradas em jornais locais ou em arquivos particulares das pessoas da comunidade escolar.

Para você saber mais:

As condições desfavoráveis de boa parte da população africana são fruto do processo de colonização exploratório sofrido pelo continente, sobretudo no século XIX, e da demarcação de fronteiras artificiais. Os conflitos e as guerras civis, que marcam as políticas interna e externa desses países, também são responsáveis pela ampliação dos problemas sociais. Além disso, a estrutura agrária baseada em grandes latifúndios, a exploração da mão de obra e os problemas ambientais também colaboram para essa situação.

A África Subsaariana, que abarca os países localizados ao sul do deserto do Saara, é palco da maior parte desses problemas e engloba os países mais pobres e com os menores índices de desenvolvimento humano do mundo.

Obs.: originalmente, a foto foi postada no flickr e seu uso está permitido nos termos da licença cc 2.0 https://www.flickr.com/photos/64607715@N05/12581353584

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Nos próximos slides, irá se discutir o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos países da África a partir da leitura e interpretação de dados e de representações cartográficas.

Para iniciar, pergunte aos alunos se eles conhecem o indicador IDH. Se necessário, anote os apontamentos apresentados por eles no quadro e acrescente as informações apresentadas no tópico “Para você saber mais”.

Projete o slide ou apresente a tabela Os 10 maiores Índices de Desenvolvimento Humano do mundo (2018), disponível no arquivo GEO08_19UND01_Planilha_10 maiores IDH do mundo https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/nr7NNcz8fCEzQKDe4PY97stKPA8x9CmVyT8CfPvWrDYc89sWc8YsdJ9Vtdd2/planilha-10-maiores-idh-do-mundo-pagina1.pdf

De forma colaborativa, interprete os dados da tabela e questione os alunos sobre os países que apresentam os maiores IDH do mundo. Veja se eles apontam que dentre os países mencionados, nenhum pertence ao continente africano (Noruega, Suíça, Irlanda, Alemanha, Islândia, Suécia e Países Baixos são países europeus; Austrália pertence à Oceania; Hong Kong e Singapura estão localizados na Ásia).

Na sequência, projete o próximo slide ou entregue a tabela Os 10 menores Índices de Desenvolvimento Humano do mundo (2018), disponível no arquivo GEO08_19UND01_Planilha_10 menores IDH do mundo https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/kJ6aDXBzujU8HGcJQw6zTtpzCMdwx4gRJv88BZxTwKNYRzJbuHpPVg9BKrnW/planilha-10-menores-idh-do-mundo-pagina1.pdf

Interprete a tabela de forma conjunta, e incentive os alunos a perceber que os 10 menores índices de desenvolvimento humano do mundo são de países dos continente africano.

Retome as três imagens da Tanzânia e da Etiópia, apresentadas na “Contextualização” e relacione-as ao IDH desses países (Tanzânia: 0,538 e Etiópia: 0,463). Incentive os alunos a perceber que os dois países das imagens apresentam péssimas condições de vida, fato que se reflete no baixo índice de desenvolvimento humano.

Comente que na Atualização Estatística de 2018, a ONU classificou o IDH de 189 países. Além desses, outros 6 países (Coreia do Norte, Mônaco, Nauru, San Marino, Somália e Tuvalu) não apresentaram dados para classificação. Vale destacar que o Saara Ocidental, que ainda luta por sua independência política, também não apresenta dados oficiais.

Como adequar à sua realidade: Ao questionar os alunos sobre o IDH dos países da África, aproveite para apresentar que, no mesmo relatório, o IDH do Brasil foi de 0,759, o que deixou o país em 79º no ranking, classificado no grupo de 25% dos países com IDH alto.

Se desejar, você também pode apresentar o IDHM aos alunos. Esse indicador apresenta o índice de desenvolvimento humano dos municípios brasileiros. Essa informação pode ser acessada no Atlas do Desenvolvimento Humano do Brasil, disponível em: http://www.atlasbrasil.org.br/2013/, acesso em 9 de novembro de 2018.

Para você saber mais:

O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é um indicador socioeconômico criado pela Organização das Nações Unidas (ONU) para avaliar o desenvolvimento econômico e a qualidade de vida da população de uma determinada localidade.

O índice, criado na década de 1990, é mensurado anualmente pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e associa critérios econômicos, como a renda per capita, a critérios sociais que atestam a qualidade de vida das pessoas, como a esperança de vida ao nascer e o grau de instrução.

O IDH varia em uma escala de 0 a 1 (quanto mais próximo de 1, melhor o IDH) e classifica as localidades em quatro categorias: IDH muito alto, IDH alto, IDH médio e IDH baixo, com ¼ dos países em cada uma das categorias.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Nos próximos slides, irá se discutir o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos países da África a partir da leitura e interpretação de dados e de representações cartográficas.

Para iniciar, pergunte aos alunos se eles conhecem o indicador IDH. Se necessário, anote os apontamentos apresentados por eles no quadro e acrescente as informações apresentadas no tópico “Para você saber mais”.

Projete o slide ou apresente a tabela Os 10 maiores Índices de Desenvolvimento Humano do mundo (2018), disponível no arquivo GEO08_19UND01_Planilha_10 maiores IDH do mundo https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/nr7NNcz8fCEzQKDe4PY97stKPA8x9CmVyT8CfPvWrDYc89sWc8YsdJ9Vtdd2/planilha-10-maiores-idh-do-mundo-pagina1.pdf

De forma colaborativa, interprete os dados da tabela e questione os alunos sobre os países que apresentam os maiores IDH do mundo. Veja se eles apontam que dentre os países mencionados, nenhum pertence ao continente africano (Noruega, Suíça, Irlanda, Alemanha, Islândia, Suécia e Países Baixos são países europeus; Austrália pertence à Oceania; Hong Kong e Singapura estão localizados na Ásia).

Na sequência, projete o próximo slide ou entregue a tabela Os 10 menores Índices de Desenvolvimento Humano do mundo (2018), disponível no arquivo GEO08_19UND01_Planilha_10 menores IDH do mundo https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/kJ6aDXBzujU8HGcJQw6zTtpzCMdwx4gRJv88BZxTwKNYRzJbuHpPVg9BKrnW/planilha-10-menores-idh-do-mundo-pagina1.pdf

Interprete a tabela de forma conjunta, e incentive os alunos a perceber que os 10 menores índices de desenvolvimento humano do mundo são de países dos continente africano.

Retome as três imagens da Tanzânia e da Etiópia, apresentadas na “Contextualização” e relacione-as ao IDH desses países (Tanzânia: 0,538 e Etiópia: 0,463). Incentive os alunos a perceber que os dois países das imagens apresentam péssimas condições de vida, fato que se reflete no baixo índice de desenvolvimento humano.

Comente que na Atualização Estatística de 2018, a ONU classificou o IDH de 189 países. Além desses, outros 6 países (Coreia do Norte, Mônaco, Nauru, San Marino, Somália e Tuvalu) não apresentaram dados para classificação. Vale destacar que o Saara Ocidental, que ainda luta por sua independência política, também não apresenta dados oficiais.

Como adequar à sua realidade: Ao questionar os alunos sobre o IDH dos países da África, aproveite para apresentar que, no mesmo relatório, o IDH do Brasil foi de 0,759, o que deixou o país em 79º no ranking, classificado no grupo de 25% dos países com IDH alto.

Se desejar, você também pode apresentar o IDHM aos alunos. Esse indicador apresenta o índice de desenvolvimento humano dos municípios brasileiros. Essa informação pode ser acessada no Atlas do Desenvolvimento Humano do Brasil, disponível em: http://www.atlasbrasil.org.br/2013/, acesso em 9 de novembro de 2018.

Para você saber mais:

O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é um indicador socioeconômico criado pela Organização das Nações Unidas (ONU) para avaliar o desenvolvimento econômico e a qualidade de vida da população de uma determinada localidade.

O índice, criado na década de 1990, é mensurado anualmente pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e associa critérios econômicos, como a renda per capita, a critérios sociais que atestam a qualidade de vida das pessoas, como a esperança de vida ao nascer e o grau de instrução.

O IDH varia em uma escala de 0 a 1 (quanto mais próximo de 1, melhor o IDH) e classifica as localidades em quatro categorias: IDH muito alto, IDH alto, IDH médio e IDH baixo, com ¼ dos países em cada uma das categorias.

Ação Propositiva select-down

Slide Plano Aula

Tempo Sugerido: 23 minutos (12 minutos para as atividades 1 e 2; 11 minutos para a atividade 3)

Orientações: Divida a turma em grupos de 4 alunos e, em seguida, apresente as orientações para a realização das atividades. Você pode apresentar as informações no slide, escrever no quadro ou imprimi-las.

As orientações para essa etapa da aula estão disponíveis no arquivo GEO08_19UND01_Atividades da Ação Propositiva https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/bbD5BEg2Bact529mUTwBxyyd6csJTHJAq4R8yYSsPtJzWzU9Ys7HfKSuV49C/atividades-da-acao-propositiva.pdf

Durante a Ação Propositiva, se possível, deixe um Atlas Escolar à disposição dos grupos, para que eles possam consultar a localização dos países. Se preferir, você pode imprimir, ou reproduzir o Planisfério Político elaborado pelo IBGE, disponível em https://atlasescolar.ibge.gov.br/images/atlas/mapas_mundo/mundo_planisferio_politico_a3.pdf, acesso em 11 de novembro de 2018.

Entregue a tabela Índice de Desenvolvimento Humano dos países da África (2018) e uma cópia do mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo para cada grupo.

A tabela está disponível no arquivo GEO08_19UND01_Planilha_IDH África https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/4gaVg3kvQMXRVC6Nf9mfzE88WKmsY4Br6hAGM44Mrzdp4cHjaeq2749eUesc/planilha-idh-africa-pagina1.pdf e o mapa GEO08_19UND01_ Mapa_Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qkWUnkMByWkrJb5yV2ke56EpWgBMcT2UhUdVDTEqngYdUsayKNbnrcfbN2nh/mapa-indice-de-desenvolvimento-humano-do-mundo.pdf

Caso preferir, você também pode reproduzir o mapa no slide.

Durante a atividade, circule pela sala e observe se os grupos estão trabalhando de forma colaborativa. Tire dúvidas e retome as reflexões feitas nas etapas anteriores, caso os grupos tenham dúvidas sobre a interpretação das informações contidas no mapa, a elaboração da legenda ou o conceito de IDH.

Ao explicar as etapas da Ação Propositiva, questione os alunos sobre quais informações eles podem extrair do mapa apresentado. Peça para que eles leiam o título do mapa e discutam sobre como esse elemento pode auxiliar na interpretação, bem como dar pistas sobre o fenômeno representado.

Além disso, pergunte a eles sobre a importância da legenda para a interpretação dos mapas temáticos, uma vez que se trata do elemento que facilita e instrumentaliza a comunicação das informações que se pretende divulgar.

Da mesma forma, incentive os alunos a observar a variação das cores utilizadas na representação, de modo que eles percebam que existe uma relação de ordem entre as cores mais escuras (IDH muito alto) e as cores mais claras (IDH baixo). Em outras palavras, o mapa temático representa um único indicador, o IDH, sendo que a variação das cores mostra quais localidades apresentam valores maiores ou menores para àquele dado.

Sendo assim, é importante que os alunos compreendam que a ausência de um título que comunique corretamente as informações (de preferência o quê?, quando? e onde?), e de uma legenda, que traduza corretamente os símbolos e as demais informações apresentadas, seria praticamente impossível compreender as intenções daquele mapa temático.

Após essa discussão e a realização das atividades 1 e 2, apresente o modelo com a legenda preenchida que está reproduzido no slide subsequente. Em seguida, apresente-o a turma e compare-o às produções de cada grupo, corrigindo eventuais dúvidas.

Na sequência, entregue uma cópia do mapa Divisão Regional da África, disponível no arquivo GEO08_19UND01_ Mapa_Divisão Regional da África https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/sg5TGzCc7k4b7fbS4EG6e5n5HYhX3sJkgXX6fxTaxYrQQpwF8rNmqUYjS473/mapa-divisao-regional-da-africa.pdf, para que os alunos realizem a atividade 3. Vale lembrar que o mapa também está reproduzido no slide.

Nesse momento, os alunos devem comparar o mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo e Divisão Regional da África, a fim de verificar quais regiões da África apresentam os maiores e os menores índices de desenvolvimento humano do continente.

Durante a atividade, incentive os alunos a compreender que o mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo diz respeito a uma representação em que o fenômeno (IDH) é representado por meio da variação ordenada de cores. Isto é, as cores mais escuras representam as localidades com IDH muito alto, ao passo que as tonalidades mais claras representam as localidades com IDH baixo. Vale destacar que, por meio dessa análise comparativa, os alunos são capazes de perceber que nenhum país da África possui IDH muito alto.

Já no segundo mapa, Divisão Regional da África, temos um mapa temático político em que o fenômeno, apesar de estar representado por cores diferenciadas, não expressa uma relação de ordem e/ou intensidade de ocorrência, uma vez que não há alternância das tonalidades de uma mesma cor (por exemplo, tons de azul mais escuros e mais claros). Nesse caso, a intenção é apenas mostrar que existe uma variação zonal do fenômeno, ou seja, as cinco regiões do continente africano.

Utilize o momento da Sistematização para que os grupos compartilhem as produções realizadas ao longo da Ação Propositiva, tirem dúvidas e reflitam sobre as atividades.

Ação Propositiva select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Divida a turma em grupos de 4 alunos e, em seguida, apresente as orientações para a realização das atividades. Você pode apresentar as informações no slide, escrever no quadro ou imprimi-las.

As orientações para essa etapa da aula estão disponíveis no arquivo GEO08_19UND01_Atividades da Ação Propositiva https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/bbD5BEg2Bact529mUTwBxyyd6csJTHJAq4R8yYSsPtJzWzU9Ys7HfKSuV49C/atividades-da-acao-propositiva.pdf

Durante a Ação Propositiva, se possível, deixe um Atlas Escolar à disposição dos grupos, para que eles possam consultar a localização dos países. Se preferir, você pode imprimir, ou reproduzir o Planisfério Político elaborado pelo IBGE, disponível em https://atlasescolar.ibge.gov.br/images/atlas/mapas_mundo/mundo_planisferio_politico_a3.pdf, acesso em 11 de novembro de 2018.

Entregue a tabela Índice de Desenvolvimento Humano dos países da África (2018) e uma cópia do mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo para cada grupo.

A tabela está disponível no arquivo GEO08_19UND01_Planilha_IDH África https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/4gaVg3kvQMXRVC6Nf9mfzE88WKmsY4Br6hAGM44Mrzdp4cHjaeq2749eUesc/planilha-idh-africa-pagina1.pdf e o mapa GEO08_19UND01_ Mapa_Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qkWUnkMByWkrJb5yV2ke56EpWgBMcT2UhUdVDTEqngYdUsayKNbnrcfbN2nh/mapa-indice-de-desenvolvimento-humano-do-mundo.pdf

Caso preferir, você também pode reproduzir o mapa no slide.

Durante a atividade, circule pela sala e observe se os grupos estão trabalhando de forma colaborativa. Tire dúvidas e retome as reflexões feitas nas etapas anteriores, caso os grupos tenham dúvidas sobre a interpretação das informações contidas no mapa, a elaboração da legenda ou o conceito de IDH.

Ao explicar as etapas da Ação Propositiva, questione os alunos sobre quais informações eles podem extrair do mapa apresentado. Peça para que eles leiam o título do mapa e discutam sobre como esse elemento pode auxiliar na interpretação, bem como dar pistas sobre o fenômeno representado.

Além disso, pergunte a eles sobre a importância da legenda para a interpretação dos mapas temáticos, uma vez que se trata do elemento que facilita e instrumentaliza a comunicação das informações que se pretende divulgar.

Da mesma forma, incentive os alunos a observar a variação das cores utilizadas na representação, de modo que eles percebam que existe uma relação de ordem entre as cores mais escuras (IDH muito alto) e as cores mais claras (IDH baixo). Em outras palavras, o mapa temático representa um único indicador, o IDH, sendo que a variação das cores mostra quais localidades apresentam valores maiores ou menores para àquele dado.

Sendo assim, é importante que os alunos compreendam que a ausência de um título que comunique corretamente as informações (de preferência o quê?, quando? e onde?), e de uma legenda, que traduza corretamente os símbolos e as demais informações apresentadas, seria praticamente impossível compreender as intenções daquele mapa temático.

Após essa discussão e a realização das atividades 1 e 2, apresente o modelo com a legenda preenchida que está reproduzido no slide subsequente. Em seguida, apresente-o a turma e compare-o às produções de cada grupo, corrigindo eventuais dúvidas.

Na sequência, entregue uma cópia do mapa Divisão Regional da África, disponível no arquivo GEO08_19UND01_ Mapa_Divisão Regional da África https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/sg5TGzCc7k4b7fbS4EG6e5n5HYhX3sJkgXX6fxTaxYrQQpwF8rNmqUYjS473/mapa-divisao-regional-da-africa.pdf, para que os alunos realizem a atividade 3. Vale lembrar que o mapa também está reproduzido no slide.

Nesse momento, os alunos devem comparar o mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo e Divisão Regional da África, a fim de verificar quais regiões da África apresentam os maiores e os menores índices de desenvolvimento humano do continente.

Durante a atividade, incentive os alunos a compreender que o mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo diz respeito a uma representação em que o fenômeno (IDH) é representado por meio da variação ordenada de cores. Isto é, as cores mais escuras representam as localidades com IDH muito alto, ao passo que as tonalidades mais claras representam as localidades com IDH baixo. Vale destacar que, por meio dessa análise comparativa, os alunos são capazes de perceber que nenhum país da África possui IDH muito alto.

Já no segundo mapa, Divisão Regional da África, temos um mapa temático político em que o fenômeno, apesar de estar representado por cores diferenciadas, não expressa uma relação de ordem e/ou intensidade de ocorrência, uma vez que não há alternância das tonalidades de uma mesma cor (por exemplo, tons de azul mais escuros e mais claros). Nesse caso, a intenção é apenas mostrar que existe uma variação zonal do fenômeno, ou seja, as cinco regiões do continente africano.

Utilize o momento da Sistematização para que os grupos compartilhem as produções realizadas ao longo da Ação Propositiva, tirem dúvidas e reflitam sobre as atividades.

Mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo disponível em https://commons.wikimedia.org/wiki/File:2018_UN_Human_Development_Report.svg, acesso em 11 de novembro de 2018.

Ação Propositiva select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Divida a turma em grupos de 4 alunos e, em seguida, apresente as orientações para a realização das atividades. Você pode apresentar as informações no slide, escrever no quadro ou imprimi-las.

As orientações para essa etapa da aula estão disponíveis no arquivo GEO08_19UND01_Atividades da Ação Propositiva https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/bbD5BEg2Bact529mUTwBxyyd6csJTHJAq4R8yYSsPtJzWzU9Ys7HfKSuV49C/atividades-da-acao-propositiva.pdf

Durante a Ação Propositiva, se possível, deixe um Atlas Escolar à disposição dos grupos, para que eles possam consultar a localização dos países. Se preferir, você pode imprimir, ou reproduzir o Planisfério Político elaborado pelo IBGE, disponível em https://atlasescolar.ibge.gov.br/images/atlas/mapas_mundo/mundo_planisferio_politico_a3.pdf, acesso em 11 de novembro de 2018.

Entregue a tabela Índice de Desenvolvimento Humano dos países da África (2018) e uma cópia do mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo para cada grupo.

A tabela está disponível no arquivo GEO08_19UND01_Planilha_IDH África https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/4gaVg3kvQMXRVC6Nf9mfzE88WKmsY4Br6hAGM44Mrzdp4cHjaeq2749eUesc/planilha-idh-africa-pagina1.pdf e o mapa GEO08_19UND01_ Mapa_Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qkWUnkMByWkrJb5yV2ke56EpWgBMcT2UhUdVDTEqngYdUsayKNbnrcfbN2nh/mapa-indice-de-desenvolvimento-humano-do-mundo.pdf

Caso preferir, você também pode reproduzir o mapa no slide.

Durante a atividade, circule pela sala e observe se os grupos estão trabalhando de forma colaborativa. Tire dúvidas e retome as reflexões feitas nas etapas anteriores, caso os grupos tenham dúvidas sobre a interpretação das informações contidas no mapa, a elaboração da legenda ou o conceito de IDH.

Ao explicar as etapas da Ação Propositiva, questione os alunos sobre quais informações eles podem extrair do mapa apresentado. Peça para que eles leiam o título do mapa e discutam sobre como esse elemento pode auxiliar na interpretação, bem como dar pistas sobre o fenômeno representado.

Além disso, pergunte a eles sobre a importância da legenda para a interpretação dos mapas temáticos, uma vez que se trata do elemento que facilita e instrumentaliza a comunicação das informações que se pretende divulgar.

Da mesma forma, incentive os alunos a observar a variação das cores utilizadas na representação, de modo que eles percebam que existe uma relação de ordem entre as cores mais escuras (IDH muito alto) e as cores mais claras (IDH baixo). Em outras palavras, o mapa temático representa um único indicador, o IDH, sendo que a variação das cores mostra quais localidades apresentam valores maiores ou menores para àquele dado.

Sendo assim, é importante que os alunos compreendam que a ausência de um título que comunique corretamente as informações (de preferência o quê?, quando? e onde?), e de uma legenda, que traduza corretamente os símbolos e as demais informações apresentadas, seria praticamente impossível compreender as intenções daquele mapa temático.

Após essa discussão e a realização das atividades 1 e 2, apresente o modelo com a legenda preenchida que está reproduzido no slide subsequente. Em seguida, apresente-o a turma e compare-o às produções de cada grupo, corrigindo eventuais dúvidas.

Na sequência, entregue uma cópia do mapa Divisão Regional da África, disponível no arquivo GEO08_19UND01_ Mapa_Divisão Regional da África https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/sg5TGzCc7k4b7fbS4EG6e5n5HYhX3sJkgXX6fxTaxYrQQpwF8rNmqUYjS473/mapa-divisao-regional-da-africa.pdf, para que os alunos realizem a atividade 3. Vale lembrar que o mapa também está reproduzido no slide.

Nesse momento, os alunos devem comparar o mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo e Divisão Regional da África, a fim de verificar quais regiões da África apresentam os maiores e os menores índices de desenvolvimento humano do continente.

Durante a atividade, incentive os alunos a compreender que o mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo diz respeito a uma representação em que o fenômeno (IDH) é representado por meio da variação ordenada de cores. Isto é, as cores mais escuras representam as localidades com IDH muito alto, ao passo que as tonalidades mais claras representam as localidades com IDH baixo. Vale destacar que, por meio dessa análise comparativa, os alunos são capazes de perceber que nenhum país da África possui IDH muito alto.

Já no segundo mapa, Divisão Regional da África, temos um mapa temático político em que o fenômeno, apesar de estar representado por cores diferenciadas, não expressa uma relação de ordem e/ou intensidade de ocorrência, uma vez que não há alternância das tonalidades de uma mesma cor (por exemplo, tons de azul mais escuros e mais claros). Nesse caso, a intenção é apenas mostrar que existe uma variação zonal do fenômeno, ou seja, as cinco regiões do continente africano.

Utilize o momento da Sistematização para que os grupos compartilhem as produções realizadas ao longo da Ação Propositiva, tirem dúvidas e reflitam sobre as atividades.

Mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo disponível em https://commons.wikimedia.org/wiki/File:2018_UN_Human_Development_Report.svg, acesso em 11 de novembro de 2018.

Ação Propositiva select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Divida a turma em grupos de 4 alunos e, em seguida, apresente as orientações para a realização das atividades. Você pode apresentar as informações no slide, escrever no quadro ou imprimi-las.

As orientações para essa etapa da aula estão disponíveis no arquivo GEO08_19UND01_Atividades da Ação Propositiva https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/bbD5BEg2Bact529mUTwBxyyd6csJTHJAq4R8yYSsPtJzWzU9Ys7HfKSuV49C/atividades-da-acao-propositiva.pdf.

Durante a Ação Propositiva, se possível, deixe um Atlas Escolar à disposição dos grupos, para que eles possam consultar a localização dos países. Se preferir, você pode imprimir, ou reproduzir o Planisfério Político elaborado pelo IBGE, disponível em https://atlasescolar.ibge.gov.br/images/atlas/mapas_mundo/mundo_planisferio_politico_a3.pdf, acesso em 11 de novembro de 2018.

Entregue a tabela Índice de Desenvolvimento Humano dos países da África (2018) e uma cópia do mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo para cada grupo.

A tabela está disponível no arquivo GEO08_19UND01_Planilha_IDH África https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/4gaVg3kvQMXRVC6Nf9mfzE88WKmsY4Br6hAGM44Mrzdp4cHjaeq2749eUesc/planilha-idh-africa-pagina1.pdf e o mapa GEO08_19UND01_ Mapa_Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qkWUnkMByWkrJb5yV2ke56EpWgBMcT2UhUdVDTEqngYdUsayKNbnrcfbN2nh/mapa-indice-de-desenvolvimento-humano-do-mundo.pdf

Caso preferir, você também pode reproduzir o mapa no slide.

Durante a atividade, circule pela sala e observe se os grupos estão trabalhando de forma colaborativa. Tire dúvidas e retome as reflexões feitas nas etapas anteriores, caso os grupos tenham dúvidas sobre a interpretação das informações contidas no mapa, a elaboração da legenda ou o conceito de IDH.

Ao explicar as etapas da Ação Propositiva, questione os alunos sobre quais informações eles podem extrair do mapa apresentado. Peça para que eles leiam o título do mapa e discutam sobre como esse elemento pode auxiliar na interpretação, bem como dar pistas sobre o fenômeno representado.

Além disso, pergunte a eles sobre a importância da legenda para a interpretação dos mapas temáticos, uma vez que se trata do elemento que facilita e instrumentaliza a comunicação das informações que se pretende divulgar.

Da mesma forma, incentive os alunos a observar a variação das cores utilizadas na representação, de modo que eles percebam que existe uma relação de ordem entre as cores mais escuras (IDH muito alto) e as cores mais claras (IDH baixo). Em outras palavras, o mapa temático representa um único indicador, o IDH, sendo que a variação das cores mostra quais localidades apresentam valores maiores ou menores para àquele dado.

Sendo assim, é importante que os alunos compreendam que a ausência de um título que comunique corretamente as informações (de preferência o quê?, quando? e onde?), e de uma legenda, que traduza corretamente os símbolos e as demais informações apresentadas, seria praticamente impossível compreender as intenções daquele mapa temático.

Após essa discussão e a realização das atividades 1 e 2, apresente o modelo com a legenda preenchida que está reproduzido no slide subsequente. Em seguida, apresente-o a turma e compare-o às produções de cada grupo, corrigindo eventuais dúvidas.

Na sequência, entregue uma cópia do mapa Divisão Regional da África, disponível no arquivo GEO08_19UND01_ Mapa_Divisão Regional da África https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/sg5TGzCc7k4b7fbS4EG6e5n5HYhX3sJkgXX6fxTaxYrQQpwF8rNmqUYjS473/mapa-divisao-regional-da-africa.pdf, para que os alunos realizem a atividade 3. Vale lembrar que o mapa também está reproduzido no slide.

Nesse momento, os alunos devem comparar o mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo e Divisão Regional da África, a fim de verificar quais regiões da África apresentam os maiores e os menores índices de desenvolvimento humano do continente.

Durante a atividade, incentive os alunos a compreender que o mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo diz respeito a uma representação em que o fenômeno (IDH) é representado por meio da variação ordenada de cores. Isto é, as cores mais escuras representam as localidades com IDH muito alto, ao passo que as tonalidades mais claras representam as localidades com IDH baixo. Vale destacar que, por meio dessa análise comparativa, os alunos são capazes de perceber que nenhum país da África possui IDH muito alto.

Já no segundo mapa, Divisão Regional da África, temos um mapa temático político em que o fenômeno, apesar de estar representado por cores diferenciadas, não expressa uma relação de ordem e/ou intensidade de ocorrência, uma vez que não há alternância das tonalidades de uma mesma cor (por exemplo, tons de azul mais escuros e mais claros). Nesse caso, a intenção é apenas mostrar que existe uma variação zonal do fenômeno, ou seja, as cinco regiões do continente africano.

Utilize o momento da Sistematização para que os grupos compartilhem as produções realizadas ao longo da Ação Propositiva, tirem dúvidas e reflitam sobre as atividades.

Mapa Divisão Regional da África disponível em https://en.wikipedia.org/wiki/File:Africa-regions.png, acesso em 11 de novembro de 2018.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

Após a interpretação das informações dos mapas apresentados e a elaboração da legenda do mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo, utilize os momentos finais da aula para que os grupos compartilhem suas reflexões.

Nesse momento de sistematização, espera-se que os alunos percebam que a África é o continente com os menores índices de desenvolvimento humano do mundo. Ao comparar os dados da tabela ao mapa temático de IDH do mundo, os alunos devem ser capazes de perceber a variação ordenada de cores que representam esses indicadores e elaborar uma legenda que contemple os 4 grupos de países de IDH muito alto, alto, médio e baixo, além dos países sem dados. Comente com os alunos que, por convenção cartográfica, as localidades sem dados são representadas em branco ou em cinza.

Ao comparar o mapa temático de IDH do mundo (atentando-se para as informações do continente africano) ao mapa temático que contempla a divisão regional da África, espera-se que os grupos percebam a situação de pobreza e vulnerabilidade do continente, sobretudo, dos países das regiões Central, Oriental e Ocidental.

Nesse momento de encerramento da aula, é importante que os alunos reflitam sobre a importância dos mapas temáticos para a compreensão do fenômeno estudado. Em razão disso, use a etapa da Sistematização para debater com os alunos sobre como um mapa pode facilitar a localização, a comparação e a interpretação das informações que se deseja estudar.

Em outras palavras, para concluir, incentive os alunos a refletir se a posse de mapas temáticos facilita ou dificulta a análise espacial de um determinado fenômeno. Para tanto, você pode perguntar aos grupos se foi mais fácil discutir e analisar o Índice de Desenvolvimento Humano dos países da África por meio das tabelas ou da interpretação dos mapas.

Nas próximas aulas, você pode dar sequência e aprofundar essa atividade, pesquisando sobre outros dados e mapas temáticos que refletem a qualidade de vida da população africana. Apesar da situação alarmante em que vive boa parte dessa população, é importante que se utilize esses momentos para desmistificar alguns estereótipos, retomando com os alunos que, apesar da pobreza e da vulnerabilidade social, nos últimos anos, os países africanos apresentaram consideráveis índices de crescimento econômico, ao passo que, aos poucos, buscam alternativas viáveis para a melhora da qualidade de vida da população.

Com isso, a turma poderá aprofundar o estudo sobre indicadores sociais e ter a oportunidade de interpretar as representações cartográficas referentes aos fenômenos estudados.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF08GE19 de Geografia, que consta na BNCC.

Esta habilidade diz respeito à interpretação de cartogramas, mapas esquemáticos (croquis) e anamorfoses geográficas com informações geográficas acerca da África e América; em razão disso, a leitura e interpretação de dados, mapas temáticos e outras representações cartográficas são fundamentais para o desenvolvimento da aula. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários:

  • Cópia da tabela Os 10 maiores Índices de Desenvolvimento Humano do mundo (2018) para cada aluno;
  • Cópia da tabela Os 10 menores Índices de Desenvolvimento Humano do mundo (2018) para cada aluno;
  • Cópia das Atividades da Ação Propositiva para cada grupo;
  • Cópia da tabela Índice de Desenvolvimento Humano dos países da África (2018) para cada grupo;
  • Cópia do mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo para cada grupo;
  • Cópia do mapa Divisão Regional da África para cada grupo;
  • Lápis preto, caneta e borracha;
  • Atlas Geográfico Escolar.

Todas as tabelas e mapas deverão ser entregues pelo professor.

Material complementar:

  • Tabela Os 10 maiores Índices de Desenvolvimento Humano do mundo (2018), disponível no arquivo GEO08_19UND01_Planilha_10 maiores IDH do mundo:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/nr7NNcz8fCEzQKDe4PY97stKPA8x9CmVyT8CfPvWrDYc89sWc8YsdJ9Vtdd2/planilha-10-maiores-idh-do-mundo-pagina1.pdf

  • Tabela Os 10 menores Índices de Desenvolvimento Humano do mundo (2018), disponível no arquivo GEO08_19UND01_Planilha_10 menores IDH do mundo:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/kJ6aDXBzujU8HGcJQw6zTtpzCMdwx4gRJv88BZxTwKNYRzJbuHpPVg9BKrnW/planilha-10-menores-idh-do-mundo-pagina1.pdf

  • Tabela Índice de Desenvolvimento Humano dos países da África (2018), disponível no arquivo GEO08_19UND01_Planilha_IDH África:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/4gaVg3kvQMXRVC6Nf9mfzE88WKmsY4Br6hAGM44Mrzdp4cHjaeq2749eUesc/planilha-idh-africa-pagina1.pdf

  • Atividades da Ação Propositiva, disponível no arquivo GEO08_19UND01_Atividades da Ação Propositiva:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/bbD5BEg2Bact529mUTwBxyyd6csJTHJAq4R8yYSsPtJzWzU9Ys7HfKSuV49C/atividades-da-acao-propositiva.pdf

Link para os mapas:

  • Mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo, disponível no arquivo GEO08_19UND01_ Mapa_Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qkWUnkMByWkrJb5yV2ke56EpWgBMcT2UhUdVDTEqngYdUsayKNbnrcfbN2nh/mapa-indice-de-desenvolvimento-humano-do-mundo.pdf

  • Mapa Divisão Regional da África, disponível no arquivo GEO08_19UND01_ Mapa_Divisão Regional da África:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/sg5TGzCc7k4b7fbS4EG6e5n5HYhX3sJkgXX6fxTaxYrQQpwF8rNmqUYjS473/mapa-divisao-regional-da-africa.pdf

Para você saber mais:

Contextos prévios: Mapas temáticos; Índice de Desenvolvimento Humano (IDH); pobreza na África.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Comente com os alunos que nesta aula eles irão comparar o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos países da África a partir da interpretação de dados, mapas temáticos e os elementos que representam os fenômenos abordados.

Para você saber mais:

  • O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é um indicador socioeconômico criado pela Organização das Nações Unidas (ONU) para avaliar o desenvolvimento econômico e a qualidade de vida da população de uma determinada localidade.

O índice, criado na década de 1990, é mensurado anualmente pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e associa critérios econômicos, como a renda per capita, a critérios sociais que atestam a qualidade de vida das pessoas, como a esperança de vida ao nascer e o grau de instrução.

O IDH varia em uma escala de 0 a 1 (quanto mais próximo de 1, melhor o IDH) e classifica as localidades em quatro categorias: IDH muito alto, IDH alto, IDH médio e IDH baixo, com ¼ dos países em cada uma das categorias.

  • O mapa é uma representação gráfica reduzida da realidade e possui alguns elementos que facilitam a sua leitura e análise: título, fonte, orientação, escala e legenda. Todos os elementos são importantes para a correta interpretação dos fenômenos realizados, todavia, é a legenda que decodifica os recursos visuais representados no mapa.

A correta leitura da legenda é de fundamental importância para o entendimento dos fenômenos representados pelos mapas temáticos e cartogramas, uma vez que a Cartografia Temática faz uso de uma série de símbolos, cores, códigos e linhas para mostrar a variação visual das informações acerca do fenômeno que se deseja representar.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: As imagens apresentadas nos slides mostram a situação de vulnerabilidade social a qual grande parte da população africana é sujeitada. Ao apresentá-las para a turma, peça para que os alunos apontem, em cada uma das imagens, elementos que revelam as condições desfavoráveis da população do continente africano, sobretudo, na África Subsaariana. Você pode aproveitar esse momento, para refletir com os alunos que a África apresenta dados alarmantes sobre mortalidade infantil, doenças crônicas, epidemias, fome, desnutrição, taxas de analfabetismo e desemprego.

Após ouvir os comentários dos alunos, comente que a imagem do slide mostra uma mulher captando água em uma fonte na cidade de Shinyanga, na Tanzânia. Vale destacar que o acesso à água é bastante precário em muitos países da África e que boa parte da população convive com a carência ou escassez desse recurso.

Imagem disponível em https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Mwamongu_water_source.jpg, acesso em 4 de novembro de 2018.

Como adequar à sua realidade: Nesse momento de contextualização, você pode perguntar aos alunos se essas imagens se assemelham à realidade brasileira. Caso julgue necessário, você pode selecionar imagens ou dados sobre a vulnerabilidade social de sua região, Estado, município ou bairro, para que os alunos analisem e comparem as duas realidades. Essas referências podem ser encontradas em jornais locais ou em arquivos particulares das pessoas da comunidade escolar.

Para você saber mais:

As condições desfavoráveis de boa parte da população africana são fruto do processo de colonização exploratório sofrido pelo continente, sobretudo no século XIX, e da demarcação de fronteiras artificiais. Os conflitos e as guerras civis, que marcam as políticas interna e externa desses países, também são responsáveis pela ampliação dos problemas sociais. Além disso, a estrutura agrária baseada em grandes latifúndios, a exploração da mão de obra e os problemas ambientais também colaboram para essa situação.

A África Subsaariana, que abarca os países localizados ao sul do deserto do Saara, é palco da maior parte desses problemas e engloba os países mais pobres e com os menores índices de desenvolvimento humano do mundo.

Slide Plano Aula

Orientações: As imagens apresentadas nos slides mostram a situação de vulnerabilidade social a qual grande parte da população africana é sujeitada. Ao apresentá-las para a turma, peça para que os alunos apontem, em cada uma das imagens, elementos que revelam as condições desfavoráveis da população do continente africano, sobretudo, na África Subsaariana. Você pode aproveitar esse momento para refletir com os alunos que a África apresenta dados alarmantes sobre mortalidade infantil, doenças crônicas, epidemias, fome, desnutrição, taxas de analfabetismo e desemprego.

Após ouvir os comentários dos alunos, comente que a imagem do slide mostra a cidade de Adigrat, localizada no norte da Etiópia, próxima à fronteira com a Eritreia. Trata-se de um dos países mais pobres do mundo, em que a população convive com epidemias, conflitos e violação dos direitos humanos.

Imagem disponível em https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Any_Day,_Adigrat_(12582724894).jpg, acesso em 4 de novembro de 2018.

Como adequar à sua realidade: Nesse momento de contextualização, você pode perguntar aos alunos se essas imagens se assemelham à realidade brasileira. Caso julgue necessário, você pode selecionar imagens ou dados sobre a vulnerabilidade social de sua região, Estado, município ou bairro, para que os alunos analisem e comparem as duas realidades. Essas referências podem ser encontradas em jornais locais ou em arquivos particulares das pessoas da comunidade escolar.

Para você saber mais:

As condições desfavoráveis de boa parte da população africana são fruto do processo de colonização exploratório sofrido pelo continente, sobretudo no século XIX, e da demarcação de fronteiras artificiais. Os conflitos e as guerras civis, que marcam as políticas interna e externa desses países, também são responsáveis pela ampliação dos problemas sociais. Além disso, a estrutura agrária baseada em grandes latifúndios, a exploração da mão de obra e os problemas ambientais também colaboram para essa situação.

A África Subsaariana, que abarca os países localizados ao sul do deserto do Saara, é palco da maior parte desses problemas e engloba os países mais pobres e com os menores índices de desenvolvimento humano do mundo.

Obs.: originalmente, a foto foi postada no flickr e seu uso está permitido nos termos da licença cc 2.0

https://www.flickr.com/photos/rod_waddington/12582724894/

Slide Plano Aula

Orientações: As imagens apresentadas nos slides mostram a situação de vulnerabilidade social a qual grande parte da população africana é sujeitada. Ao apresentá-las para a turma, peça para que os alunos apontem, em cada uma das imagens, elementos que revelam as condições desfavoráveis da população do continente africano, sobretudo, na África Subsaariana. Você pode aproveitar esse momento, para refletir com os alunos que a África apresenta dados alarmantes sobre mortalidade infantil, doenças crônicas, epidemias, fome, desnutrição, taxas de analfabetismo e desemprego.

Após ouvir os comentários dos alunos, comente que a imagem do slide mostra um mercado na cidade de Adigrat, localizada no norte da Etiópia, próxima à fronteira com a Eritreia. Trata-se de um dos países mais pobres do mundo, em que a população convive com epidemias, conflitos e violação dos direitos humanos.

Imagem disponível em https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Adigrat_Market,_Ethiopia_(12581353584).jpg, acesso em 4 de novembro de 2018.

Como adequar à sua realidade: Nesse momento de contextualização, você pode perguntar aos alunos se essas imagens se assemelham à realidade brasileira. Caso julgue necessário, você pode selecionar imagens ou dados sobre a vulnerabilidade social de sua região, Estado, município ou bairro, para que os alunos analisem e comparem as duas realidades. Essas referências podem ser encontradas em jornais locais ou em arquivos particulares das pessoas da comunidade escolar.

Para você saber mais:

As condições desfavoráveis de boa parte da população africana são fruto do processo de colonização exploratório sofrido pelo continente, sobretudo no século XIX, e da demarcação de fronteiras artificiais. Os conflitos e as guerras civis, que marcam as políticas interna e externa desses países, também são responsáveis pela ampliação dos problemas sociais. Além disso, a estrutura agrária baseada em grandes latifúndios, a exploração da mão de obra e os problemas ambientais também colaboram para essa situação.

A África Subsaariana, que abarca os países localizados ao sul do deserto do Saara, é palco da maior parte desses problemas e engloba os países mais pobres e com os menores índices de desenvolvimento humano do mundo.

Obs.: originalmente, a foto foi postada no flickr e seu uso está permitido nos termos da licença cc 2.0 https://www.flickr.com/photos/64607715@N05/12581353584

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Nos próximos slides, irá se discutir o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos países da África a partir da leitura e interpretação de dados e de representações cartográficas.

Para iniciar, pergunte aos alunos se eles conhecem o indicador IDH. Se necessário, anote os apontamentos apresentados por eles no quadro e acrescente as informações apresentadas no tópico “Para você saber mais”.

Projete o slide ou apresente a tabela Os 10 maiores Índices de Desenvolvimento Humano do mundo (2018), disponível no arquivo GEO08_19UND01_Planilha_10 maiores IDH do mundo https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/nr7NNcz8fCEzQKDe4PY97stKPA8x9CmVyT8CfPvWrDYc89sWc8YsdJ9Vtdd2/planilha-10-maiores-idh-do-mundo-pagina1.pdf

De forma colaborativa, interprete os dados da tabela e questione os alunos sobre os países que apresentam os maiores IDH do mundo. Veja se eles apontam que dentre os países mencionados, nenhum pertence ao continente africano (Noruega, Suíça, Irlanda, Alemanha, Islândia, Suécia e Países Baixos são países europeus; Austrália pertence à Oceania; Hong Kong e Singapura estão localizados na Ásia).

Na sequência, projete o próximo slide ou entregue a tabela Os 10 menores Índices de Desenvolvimento Humano do mundo (2018), disponível no arquivo GEO08_19UND01_Planilha_10 menores IDH do mundo https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/kJ6aDXBzujU8HGcJQw6zTtpzCMdwx4gRJv88BZxTwKNYRzJbuHpPVg9BKrnW/planilha-10-menores-idh-do-mundo-pagina1.pdf

Interprete a tabela de forma conjunta, e incentive os alunos a perceber que os 10 menores índices de desenvolvimento humano do mundo são de países dos continente africano.

Retome as três imagens da Tanzânia e da Etiópia, apresentadas na “Contextualização” e relacione-as ao IDH desses países (Tanzânia: 0,538 e Etiópia: 0,463). Incentive os alunos a perceber que os dois países das imagens apresentam péssimas condições de vida, fato que se reflete no baixo índice de desenvolvimento humano.

Comente que na Atualização Estatística de 2018, a ONU classificou o IDH de 189 países. Além desses, outros 6 países (Coreia do Norte, Mônaco, Nauru, San Marino, Somália e Tuvalu) não apresentaram dados para classificação. Vale destacar que o Saara Ocidental, que ainda luta por sua independência política, também não apresenta dados oficiais.

Como adequar à sua realidade: Ao questionar os alunos sobre o IDH dos países da África, aproveite para apresentar que, no mesmo relatório, o IDH do Brasil foi de 0,759, o que deixou o país em 79º no ranking, classificado no grupo de 25% dos países com IDH alto.

Se desejar, você também pode apresentar o IDHM aos alunos. Esse indicador apresenta o índice de desenvolvimento humano dos municípios brasileiros. Essa informação pode ser acessada no Atlas do Desenvolvimento Humano do Brasil, disponível em: http://www.atlasbrasil.org.br/2013/, acesso em 9 de novembro de 2018.

Para você saber mais:

O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é um indicador socioeconômico criado pela Organização das Nações Unidas (ONU) para avaliar o desenvolvimento econômico e a qualidade de vida da população de uma determinada localidade.

O índice, criado na década de 1990, é mensurado anualmente pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e associa critérios econômicos, como a renda per capita, a critérios sociais que atestam a qualidade de vida das pessoas, como a esperança de vida ao nascer e o grau de instrução.

O IDH varia em uma escala de 0 a 1 (quanto mais próximo de 1, melhor o IDH) e classifica as localidades em quatro categorias: IDH muito alto, IDH alto, IDH médio e IDH baixo, com ¼ dos países em cada uma das categorias.

Slide Plano Aula

Orientações: Nos próximos slides, irá se discutir o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos países da África a partir da leitura e interpretação de dados e de representações cartográficas.

Para iniciar, pergunte aos alunos se eles conhecem o indicador IDH. Se necessário, anote os apontamentos apresentados por eles no quadro e acrescente as informações apresentadas no tópico “Para você saber mais”.

Projete o slide ou apresente a tabela Os 10 maiores Índices de Desenvolvimento Humano do mundo (2018), disponível no arquivo GEO08_19UND01_Planilha_10 maiores IDH do mundo https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/nr7NNcz8fCEzQKDe4PY97stKPA8x9CmVyT8CfPvWrDYc89sWc8YsdJ9Vtdd2/planilha-10-maiores-idh-do-mundo-pagina1.pdf

De forma colaborativa, interprete os dados da tabela e questione os alunos sobre os países que apresentam os maiores IDH do mundo. Veja se eles apontam que dentre os países mencionados, nenhum pertence ao continente africano (Noruega, Suíça, Irlanda, Alemanha, Islândia, Suécia e Países Baixos são países europeus; Austrália pertence à Oceania; Hong Kong e Singapura estão localizados na Ásia).

Na sequência, projete o próximo slide ou entregue a tabela Os 10 menores Índices de Desenvolvimento Humano do mundo (2018), disponível no arquivo GEO08_19UND01_Planilha_10 menores IDH do mundo https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/kJ6aDXBzujU8HGcJQw6zTtpzCMdwx4gRJv88BZxTwKNYRzJbuHpPVg9BKrnW/planilha-10-menores-idh-do-mundo-pagina1.pdf

Interprete a tabela de forma conjunta, e incentive os alunos a perceber que os 10 menores índices de desenvolvimento humano do mundo são de países dos continente africano.

Retome as três imagens da Tanzânia e da Etiópia, apresentadas na “Contextualização” e relacione-as ao IDH desses países (Tanzânia: 0,538 e Etiópia: 0,463). Incentive os alunos a perceber que os dois países das imagens apresentam péssimas condições de vida, fato que se reflete no baixo índice de desenvolvimento humano.

Comente que na Atualização Estatística de 2018, a ONU classificou o IDH de 189 países. Além desses, outros 6 países (Coreia do Norte, Mônaco, Nauru, San Marino, Somália e Tuvalu) não apresentaram dados para classificação. Vale destacar que o Saara Ocidental, que ainda luta por sua independência política, também não apresenta dados oficiais.

Como adequar à sua realidade: Ao questionar os alunos sobre o IDH dos países da África, aproveite para apresentar que, no mesmo relatório, o IDH do Brasil foi de 0,759, o que deixou o país em 79º no ranking, classificado no grupo de 25% dos países com IDH alto.

Se desejar, você também pode apresentar o IDHM aos alunos. Esse indicador apresenta o índice de desenvolvimento humano dos municípios brasileiros. Essa informação pode ser acessada no Atlas do Desenvolvimento Humano do Brasil, disponível em: http://www.atlasbrasil.org.br/2013/, acesso em 9 de novembro de 2018.

Para você saber mais:

O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é um indicador socioeconômico criado pela Organização das Nações Unidas (ONU) para avaliar o desenvolvimento econômico e a qualidade de vida da população de uma determinada localidade.

O índice, criado na década de 1990, é mensurado anualmente pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e associa critérios econômicos, como a renda per capita, a critérios sociais que atestam a qualidade de vida das pessoas, como a esperança de vida ao nascer e o grau de instrução.

O IDH varia em uma escala de 0 a 1 (quanto mais próximo de 1, melhor o IDH) e classifica as localidades em quatro categorias: IDH muito alto, IDH alto, IDH médio e IDH baixo, com ¼ dos países em cada uma das categorias.

Slide Plano Aula

Tempo Sugerido: 23 minutos (12 minutos para as atividades 1 e 2; 11 minutos para a atividade 3)

Orientações: Divida a turma em grupos de 4 alunos e, em seguida, apresente as orientações para a realização das atividades. Você pode apresentar as informações no slide, escrever no quadro ou imprimi-las.

As orientações para essa etapa da aula estão disponíveis no arquivo GEO08_19UND01_Atividades da Ação Propositiva https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/bbD5BEg2Bact529mUTwBxyyd6csJTHJAq4R8yYSsPtJzWzU9Ys7HfKSuV49C/atividades-da-acao-propositiva.pdf

Durante a Ação Propositiva, se possível, deixe um Atlas Escolar à disposição dos grupos, para que eles possam consultar a localização dos países. Se preferir, você pode imprimir, ou reproduzir o Planisfério Político elaborado pelo IBGE, disponível em https://atlasescolar.ibge.gov.br/images/atlas/mapas_mundo/mundo_planisferio_politico_a3.pdf, acesso em 11 de novembro de 2018.

Entregue a tabela Índice de Desenvolvimento Humano dos países da África (2018) e uma cópia do mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo para cada grupo.

A tabela está disponível no arquivo GEO08_19UND01_Planilha_IDH África https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/4gaVg3kvQMXRVC6Nf9mfzE88WKmsY4Br6hAGM44Mrzdp4cHjaeq2749eUesc/planilha-idh-africa-pagina1.pdf e o mapa GEO08_19UND01_ Mapa_Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qkWUnkMByWkrJb5yV2ke56EpWgBMcT2UhUdVDTEqngYdUsayKNbnrcfbN2nh/mapa-indice-de-desenvolvimento-humano-do-mundo.pdf

Caso preferir, você também pode reproduzir o mapa no slide.

Durante a atividade, circule pela sala e observe se os grupos estão trabalhando de forma colaborativa. Tire dúvidas e retome as reflexões feitas nas etapas anteriores, caso os grupos tenham dúvidas sobre a interpretação das informações contidas no mapa, a elaboração da legenda ou o conceito de IDH.

Ao explicar as etapas da Ação Propositiva, questione os alunos sobre quais informações eles podem extrair do mapa apresentado. Peça para que eles leiam o título do mapa e discutam sobre como esse elemento pode auxiliar na interpretação, bem como dar pistas sobre o fenômeno representado.

Além disso, pergunte a eles sobre a importância da legenda para a interpretação dos mapas temáticos, uma vez que se trata do elemento que facilita e instrumentaliza a comunicação das informações que se pretende divulgar.

Da mesma forma, incentive os alunos a observar a variação das cores utilizadas na representação, de modo que eles percebam que existe uma relação de ordem entre as cores mais escuras (IDH muito alto) e as cores mais claras (IDH baixo). Em outras palavras, o mapa temático representa um único indicador, o IDH, sendo que a variação das cores mostra quais localidades apresentam valores maiores ou menores para àquele dado.

Sendo assim, é importante que os alunos compreendam que a ausência de um título que comunique corretamente as informações (de preferência o quê?, quando? e onde?), e de uma legenda, que traduza corretamente os símbolos e as demais informações apresentadas, seria praticamente impossível compreender as intenções daquele mapa temático.

Após essa discussão e a realização das atividades 1 e 2, apresente o modelo com a legenda preenchida que está reproduzido no slide subsequente. Em seguida, apresente-o a turma e compare-o às produções de cada grupo, corrigindo eventuais dúvidas.

Na sequência, entregue uma cópia do mapa Divisão Regional da África, disponível no arquivo GEO08_19UND01_ Mapa_Divisão Regional da África https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/sg5TGzCc7k4b7fbS4EG6e5n5HYhX3sJkgXX6fxTaxYrQQpwF8rNmqUYjS473/mapa-divisao-regional-da-africa.pdf, para que os alunos realizem a atividade 3. Vale lembrar que o mapa também está reproduzido no slide.

Nesse momento, os alunos devem comparar o mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo e Divisão Regional da África, a fim de verificar quais regiões da África apresentam os maiores e os menores índices de desenvolvimento humano do continente.

Durante a atividade, incentive os alunos a compreender que o mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo diz respeito a uma representação em que o fenômeno (IDH) é representado por meio da variação ordenada de cores. Isto é, as cores mais escuras representam as localidades com IDH muito alto, ao passo que as tonalidades mais claras representam as localidades com IDH baixo. Vale destacar que, por meio dessa análise comparativa, os alunos são capazes de perceber que nenhum país da África possui IDH muito alto.

Já no segundo mapa, Divisão Regional da África, temos um mapa temático político em que o fenômeno, apesar de estar representado por cores diferenciadas, não expressa uma relação de ordem e/ou intensidade de ocorrência, uma vez que não há alternância das tonalidades de uma mesma cor (por exemplo, tons de azul mais escuros e mais claros). Nesse caso, a intenção é apenas mostrar que existe uma variação zonal do fenômeno, ou seja, as cinco regiões do continente africano.

Utilize o momento da Sistematização para que os grupos compartilhem as produções realizadas ao longo da Ação Propositiva, tirem dúvidas e reflitam sobre as atividades.

Slide Plano Aula

Orientações: Divida a turma em grupos de 4 alunos e, em seguida, apresente as orientações para a realização das atividades. Você pode apresentar as informações no slide, escrever no quadro ou imprimi-las.

As orientações para essa etapa da aula estão disponíveis no arquivo GEO08_19UND01_Atividades da Ação Propositiva https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/bbD5BEg2Bact529mUTwBxyyd6csJTHJAq4R8yYSsPtJzWzU9Ys7HfKSuV49C/atividades-da-acao-propositiva.pdf

Durante a Ação Propositiva, se possível, deixe um Atlas Escolar à disposição dos grupos, para que eles possam consultar a localização dos países. Se preferir, você pode imprimir, ou reproduzir o Planisfério Político elaborado pelo IBGE, disponível em https://atlasescolar.ibge.gov.br/images/atlas/mapas_mundo/mundo_planisferio_politico_a3.pdf, acesso em 11 de novembro de 2018.

Entregue a tabela Índice de Desenvolvimento Humano dos países da África (2018) e uma cópia do mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo para cada grupo.

A tabela está disponível no arquivo GEO08_19UND01_Planilha_IDH África https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/4gaVg3kvQMXRVC6Nf9mfzE88WKmsY4Br6hAGM44Mrzdp4cHjaeq2749eUesc/planilha-idh-africa-pagina1.pdf e o mapa GEO08_19UND01_ Mapa_Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qkWUnkMByWkrJb5yV2ke56EpWgBMcT2UhUdVDTEqngYdUsayKNbnrcfbN2nh/mapa-indice-de-desenvolvimento-humano-do-mundo.pdf

Caso preferir, você também pode reproduzir o mapa no slide.

Durante a atividade, circule pela sala e observe se os grupos estão trabalhando de forma colaborativa. Tire dúvidas e retome as reflexões feitas nas etapas anteriores, caso os grupos tenham dúvidas sobre a interpretação das informações contidas no mapa, a elaboração da legenda ou o conceito de IDH.

Ao explicar as etapas da Ação Propositiva, questione os alunos sobre quais informações eles podem extrair do mapa apresentado. Peça para que eles leiam o título do mapa e discutam sobre como esse elemento pode auxiliar na interpretação, bem como dar pistas sobre o fenômeno representado.

Além disso, pergunte a eles sobre a importância da legenda para a interpretação dos mapas temáticos, uma vez que se trata do elemento que facilita e instrumentaliza a comunicação das informações que se pretende divulgar.

Da mesma forma, incentive os alunos a observar a variação das cores utilizadas na representação, de modo que eles percebam que existe uma relação de ordem entre as cores mais escuras (IDH muito alto) e as cores mais claras (IDH baixo). Em outras palavras, o mapa temático representa um único indicador, o IDH, sendo que a variação das cores mostra quais localidades apresentam valores maiores ou menores para àquele dado.

Sendo assim, é importante que os alunos compreendam que a ausência de um título que comunique corretamente as informações (de preferência o quê?, quando? e onde?), e de uma legenda, que traduza corretamente os símbolos e as demais informações apresentadas, seria praticamente impossível compreender as intenções daquele mapa temático.

Após essa discussão e a realização das atividades 1 e 2, apresente o modelo com a legenda preenchida que está reproduzido no slide subsequente. Em seguida, apresente-o a turma e compare-o às produções de cada grupo, corrigindo eventuais dúvidas.

Na sequência, entregue uma cópia do mapa Divisão Regional da África, disponível no arquivo GEO08_19UND01_ Mapa_Divisão Regional da África https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/sg5TGzCc7k4b7fbS4EG6e5n5HYhX3sJkgXX6fxTaxYrQQpwF8rNmqUYjS473/mapa-divisao-regional-da-africa.pdf, para que os alunos realizem a atividade 3. Vale lembrar que o mapa também está reproduzido no slide.

Nesse momento, os alunos devem comparar o mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo e Divisão Regional da África, a fim de verificar quais regiões da África apresentam os maiores e os menores índices de desenvolvimento humano do continente.

Durante a atividade, incentive os alunos a compreender que o mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo diz respeito a uma representação em que o fenômeno (IDH) é representado por meio da variação ordenada de cores. Isto é, as cores mais escuras representam as localidades com IDH muito alto, ao passo que as tonalidades mais claras representam as localidades com IDH baixo. Vale destacar que, por meio dessa análise comparativa, os alunos são capazes de perceber que nenhum país da África possui IDH muito alto.

Já no segundo mapa, Divisão Regional da África, temos um mapa temático político em que o fenômeno, apesar de estar representado por cores diferenciadas, não expressa uma relação de ordem e/ou intensidade de ocorrência, uma vez que não há alternância das tonalidades de uma mesma cor (por exemplo, tons de azul mais escuros e mais claros). Nesse caso, a intenção é apenas mostrar que existe uma variação zonal do fenômeno, ou seja, as cinco regiões do continente africano.

Utilize o momento da Sistematização para que os grupos compartilhem as produções realizadas ao longo da Ação Propositiva, tirem dúvidas e reflitam sobre as atividades.

Mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo disponível em https://commons.wikimedia.org/wiki/File:2018_UN_Human_Development_Report.svg, acesso em 11 de novembro de 2018.

Slide Plano Aula

Orientações: Divida a turma em grupos de 4 alunos e, em seguida, apresente as orientações para a realização das atividades. Você pode apresentar as informações no slide, escrever no quadro ou imprimi-las.

As orientações para essa etapa da aula estão disponíveis no arquivo GEO08_19UND01_Atividades da Ação Propositiva https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/bbD5BEg2Bact529mUTwBxyyd6csJTHJAq4R8yYSsPtJzWzU9Ys7HfKSuV49C/atividades-da-acao-propositiva.pdf

Durante a Ação Propositiva, se possível, deixe um Atlas Escolar à disposição dos grupos, para que eles possam consultar a localização dos países. Se preferir, você pode imprimir, ou reproduzir o Planisfério Político elaborado pelo IBGE, disponível em https://atlasescolar.ibge.gov.br/images/atlas/mapas_mundo/mundo_planisferio_politico_a3.pdf, acesso em 11 de novembro de 2018.

Entregue a tabela Índice de Desenvolvimento Humano dos países da África (2018) e uma cópia do mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo para cada grupo.

A tabela está disponível no arquivo GEO08_19UND01_Planilha_IDH África https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/4gaVg3kvQMXRVC6Nf9mfzE88WKmsY4Br6hAGM44Mrzdp4cHjaeq2749eUesc/planilha-idh-africa-pagina1.pdf e o mapa GEO08_19UND01_ Mapa_Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qkWUnkMByWkrJb5yV2ke56EpWgBMcT2UhUdVDTEqngYdUsayKNbnrcfbN2nh/mapa-indice-de-desenvolvimento-humano-do-mundo.pdf

Caso preferir, você também pode reproduzir o mapa no slide.

Durante a atividade, circule pela sala e observe se os grupos estão trabalhando de forma colaborativa. Tire dúvidas e retome as reflexões feitas nas etapas anteriores, caso os grupos tenham dúvidas sobre a interpretação das informações contidas no mapa, a elaboração da legenda ou o conceito de IDH.

Ao explicar as etapas da Ação Propositiva, questione os alunos sobre quais informações eles podem extrair do mapa apresentado. Peça para que eles leiam o título do mapa e discutam sobre como esse elemento pode auxiliar na interpretação, bem como dar pistas sobre o fenômeno representado.

Além disso, pergunte a eles sobre a importância da legenda para a interpretação dos mapas temáticos, uma vez que se trata do elemento que facilita e instrumentaliza a comunicação das informações que se pretende divulgar.

Da mesma forma, incentive os alunos a observar a variação das cores utilizadas na representação, de modo que eles percebam que existe uma relação de ordem entre as cores mais escuras (IDH muito alto) e as cores mais claras (IDH baixo). Em outras palavras, o mapa temático representa um único indicador, o IDH, sendo que a variação das cores mostra quais localidades apresentam valores maiores ou menores para àquele dado.

Sendo assim, é importante que os alunos compreendam que a ausência de um título que comunique corretamente as informações (de preferência o quê?, quando? e onde?), e de uma legenda, que traduza corretamente os símbolos e as demais informações apresentadas, seria praticamente impossível compreender as intenções daquele mapa temático.

Após essa discussão e a realização das atividades 1 e 2, apresente o modelo com a legenda preenchida que está reproduzido no slide subsequente. Em seguida, apresente-o a turma e compare-o às produções de cada grupo, corrigindo eventuais dúvidas.

Na sequência, entregue uma cópia do mapa Divisão Regional da África, disponível no arquivo GEO08_19UND01_ Mapa_Divisão Regional da África https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/sg5TGzCc7k4b7fbS4EG6e5n5HYhX3sJkgXX6fxTaxYrQQpwF8rNmqUYjS473/mapa-divisao-regional-da-africa.pdf, para que os alunos realizem a atividade 3. Vale lembrar que o mapa também está reproduzido no slide.

Nesse momento, os alunos devem comparar o mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo e Divisão Regional da África, a fim de verificar quais regiões da África apresentam os maiores e os menores índices de desenvolvimento humano do continente.

Durante a atividade, incentive os alunos a compreender que o mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo diz respeito a uma representação em que o fenômeno (IDH) é representado por meio da variação ordenada de cores. Isto é, as cores mais escuras representam as localidades com IDH muito alto, ao passo que as tonalidades mais claras representam as localidades com IDH baixo. Vale destacar que, por meio dessa análise comparativa, os alunos são capazes de perceber que nenhum país da África possui IDH muito alto.

Já no segundo mapa, Divisão Regional da África, temos um mapa temático político em que o fenômeno, apesar de estar representado por cores diferenciadas, não expressa uma relação de ordem e/ou intensidade de ocorrência, uma vez que não há alternância das tonalidades de uma mesma cor (por exemplo, tons de azul mais escuros e mais claros). Nesse caso, a intenção é apenas mostrar que existe uma variação zonal do fenômeno, ou seja, as cinco regiões do continente africano.

Utilize o momento da Sistematização para que os grupos compartilhem as produções realizadas ao longo da Ação Propositiva, tirem dúvidas e reflitam sobre as atividades.

Mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo disponível em https://commons.wikimedia.org/wiki/File:2018_UN_Human_Development_Report.svg, acesso em 11 de novembro de 2018.

Slide Plano Aula

Orientações: Divida a turma em grupos de 4 alunos e, em seguida, apresente as orientações para a realização das atividades. Você pode apresentar as informações no slide, escrever no quadro ou imprimi-las.

As orientações para essa etapa da aula estão disponíveis no arquivo GEO08_19UND01_Atividades da Ação Propositiva https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/bbD5BEg2Bact529mUTwBxyyd6csJTHJAq4R8yYSsPtJzWzU9Ys7HfKSuV49C/atividades-da-acao-propositiva.pdf.

Durante a Ação Propositiva, se possível, deixe um Atlas Escolar à disposição dos grupos, para que eles possam consultar a localização dos países. Se preferir, você pode imprimir, ou reproduzir o Planisfério Político elaborado pelo IBGE, disponível em https://atlasescolar.ibge.gov.br/images/atlas/mapas_mundo/mundo_planisferio_politico_a3.pdf, acesso em 11 de novembro de 2018.

Entregue a tabela Índice de Desenvolvimento Humano dos países da África (2018) e uma cópia do mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo para cada grupo.

A tabela está disponível no arquivo GEO08_19UND01_Planilha_IDH África https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/4gaVg3kvQMXRVC6Nf9mfzE88WKmsY4Br6hAGM44Mrzdp4cHjaeq2749eUesc/planilha-idh-africa-pagina1.pdf e o mapa GEO08_19UND01_ Mapa_Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qkWUnkMByWkrJb5yV2ke56EpWgBMcT2UhUdVDTEqngYdUsayKNbnrcfbN2nh/mapa-indice-de-desenvolvimento-humano-do-mundo.pdf

Caso preferir, você também pode reproduzir o mapa no slide.

Durante a atividade, circule pela sala e observe se os grupos estão trabalhando de forma colaborativa. Tire dúvidas e retome as reflexões feitas nas etapas anteriores, caso os grupos tenham dúvidas sobre a interpretação das informações contidas no mapa, a elaboração da legenda ou o conceito de IDH.

Ao explicar as etapas da Ação Propositiva, questione os alunos sobre quais informações eles podem extrair do mapa apresentado. Peça para que eles leiam o título do mapa e discutam sobre como esse elemento pode auxiliar na interpretação, bem como dar pistas sobre o fenômeno representado.

Além disso, pergunte a eles sobre a importância da legenda para a interpretação dos mapas temáticos, uma vez que se trata do elemento que facilita e instrumentaliza a comunicação das informações que se pretende divulgar.

Da mesma forma, incentive os alunos a observar a variação das cores utilizadas na representação, de modo que eles percebam que existe uma relação de ordem entre as cores mais escuras (IDH muito alto) e as cores mais claras (IDH baixo). Em outras palavras, o mapa temático representa um único indicador, o IDH, sendo que a variação das cores mostra quais localidades apresentam valores maiores ou menores para àquele dado.

Sendo assim, é importante que os alunos compreendam que a ausência de um título que comunique corretamente as informações (de preferência o quê?, quando? e onde?), e de uma legenda, que traduza corretamente os símbolos e as demais informações apresentadas, seria praticamente impossível compreender as intenções daquele mapa temático.

Após essa discussão e a realização das atividades 1 e 2, apresente o modelo com a legenda preenchida que está reproduzido no slide subsequente. Em seguida, apresente-o a turma e compare-o às produções de cada grupo, corrigindo eventuais dúvidas.

Na sequência, entregue uma cópia do mapa Divisão Regional da África, disponível no arquivo GEO08_19UND01_ Mapa_Divisão Regional da África https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/sg5TGzCc7k4b7fbS4EG6e5n5HYhX3sJkgXX6fxTaxYrQQpwF8rNmqUYjS473/mapa-divisao-regional-da-africa.pdf, para que os alunos realizem a atividade 3. Vale lembrar que o mapa também está reproduzido no slide.

Nesse momento, os alunos devem comparar o mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo e Divisão Regional da África, a fim de verificar quais regiões da África apresentam os maiores e os menores índices de desenvolvimento humano do continente.

Durante a atividade, incentive os alunos a compreender que o mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo diz respeito a uma representação em que o fenômeno (IDH) é representado por meio da variação ordenada de cores. Isto é, as cores mais escuras representam as localidades com IDH muito alto, ao passo que as tonalidades mais claras representam as localidades com IDH baixo. Vale destacar que, por meio dessa análise comparativa, os alunos são capazes de perceber que nenhum país da África possui IDH muito alto.

Já no segundo mapa, Divisão Regional da África, temos um mapa temático político em que o fenômeno, apesar de estar representado por cores diferenciadas, não expressa uma relação de ordem e/ou intensidade de ocorrência, uma vez que não há alternância das tonalidades de uma mesma cor (por exemplo, tons de azul mais escuros e mais claros). Nesse caso, a intenção é apenas mostrar que existe uma variação zonal do fenômeno, ou seja, as cinco regiões do continente africano.

Utilize o momento da Sistematização para que os grupos compartilhem as produções realizadas ao longo da Ação Propositiva, tirem dúvidas e reflitam sobre as atividades.

Mapa Divisão Regional da África disponível em https://en.wikipedia.org/wiki/File:Africa-regions.png, acesso em 11 de novembro de 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

Após a interpretação das informações dos mapas apresentados e a elaboração da legenda do mapa Índice de Desenvolvimento Humano do Mundo, utilize os momentos finais da aula para que os grupos compartilhem suas reflexões.

Nesse momento de sistematização, espera-se que os alunos percebam que a África é o continente com os menores índices de desenvolvimento humano do mundo. Ao comparar os dados da tabela ao mapa temático de IDH do mundo, os alunos devem ser capazes de perceber a variação ordenada de cores que representam esses indicadores e elaborar uma legenda que contemple os 4 grupos de países de IDH muito alto, alto, médio e baixo, além dos países sem dados. Comente com os alunos que, por convenção cartográfica, as localidades sem dados são representadas em branco ou em cinza.

Ao comparar o mapa temático de IDH do mundo (atentando-se para as informações do continente africano) ao mapa temático que contempla a divisão regional da África, espera-se que os grupos percebam a situação de pobreza e vulnerabilidade do continente, sobretudo, dos países das regiões Central, Oriental e Ocidental.

Nesse momento de encerramento da aula, é importante que os alunos reflitam sobre a importância dos mapas temáticos para a compreensão do fenômeno estudado. Em razão disso, use a etapa da Sistematização para debater com os alunos sobre como um mapa pode facilitar a localização, a comparação e a interpretação das informações que se deseja estudar.

Em outras palavras, para concluir, incentive os alunos a refletir se a posse de mapas temáticos facilita ou dificulta a análise espacial de um determinado fenômeno. Para tanto, você pode perguntar aos grupos se foi mais fácil discutir e analisar o Índice de Desenvolvimento Humano dos países da África por meio das tabelas ou da interpretação dos mapas.

Nas próximas aulas, você pode dar sequência e aprofundar essa atividade, pesquisando sobre outros dados e mapas temáticos que refletem a qualidade de vida da população africana. Apesar da situação alarmante em que vive boa parte dessa população, é importante que se utilize esses momentos para desmistificar alguns estereótipos, retomando com os alunos que, apesar da pobreza e da vulnerabilidade social, nos últimos anos, os países africanos apresentaram consideráveis índices de crescimento econômico, ao passo que, aos poucos, buscam alternativas viáveis para a melhora da qualidade de vida da população.

Com isso, a turma poderá aprofundar o estudo sobre indicadores sociais e ter a oportunidade de interpretar as representações cartográficas referentes aos fenômenos estudados.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Formas de representação e pensamento espacial do 8º ano :

8º ano / Geografia / Formas de representação e pensamento espacial

MAIS AULAS DE Geografia do 8º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF08GE19 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Geografia

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano