16153
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 3º ano > O lugar em que vive

Plano de aula - Marco histórico: Monumento

Plano de aula de História com atividades para 3º ano do EF sobre Marco histórico: Monumento

Plano 03 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Renata da Silva Gonçalves

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade (EF03HI05) de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Projetor, argila ou massinha de modelar, jornais, aparelho de som e palitos.

Material complementar:

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações: Apresente o objetivo da aula aos alunos escrevendo-o no quadro ou lendo-o para a turma. Se estiver fazendo uso de projetor, apresente esse slide e faça uma leitura coletiva.

Este é o momento oportuno para começar a instigar os alunos a respeito da temática da aula - Os monumentos como marcos históricos uma vez que as estátuas, também são construídas para a manutenção de uma memória. Inicie a conversa, explorando o objetivo e o significado de monumentos que as crianças carregam.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos

Orientações:

  • Inicie a aula convidando os alunos a brincarem de estátua.
  • Espalhe os alunos na sala para iniciar a brincadeira. Se necessário afaste as carteiras para conseguir um espaço maior para a brincadeira. Escolha um juiz, que será aquele que controlará o aparelho de som para que os participantes possam dançar. Quanto mais engraçada for a dança, mais divertida será a brincadeira. Enquanto a música tocar, os dançarinos devem se movimentar, assim que a música parar é hora de congelar o movimento e se tornar uma estátua. Quem se mexer primeiro sai da brincadeira. O vencedor será o último dançarino que conseguir se manter como estátua por mais tempo.
  • Após a brincadeira abra uma discussão com as crianças perguntando se eles já viram alguma estátua pessoalmente, questione como ela era o que chamou mais a atenção deles. Pergunte qual a função dessas estátuas, será que é apenas decorativa? Ressalte que, de um lado existe a função decorativa das cidades, porém existe outros sentidos e motivações para a construção, expressando assim um marco da história local.

Para você saber mais:

Sobre os monumentos apresentados nesta etapa:

Nesta referência destaca-se os monumentos e as relações sociais, acesse :

SÁ, Salma D. A. A cidade, os monumentos públicos e suas relações com o social. In: III Encontro de Estudos Multidiciplinares em Cultura (ENECULT), 2007. 15 p. Faculdade de Comunicação/UFBa, Salvador, 2007. Disponível em: . Acesso em: 10 dez. 2018.

Para saber mais sobre Brigitte Bardot , acesse:

Fonte: IDIOMAS RIO link de acesso http://idiomasrio.com.br/buzios-a-visita-de-brigitte-bardot-em-1964/ Acesso em 06/12/2018;

Para saber mais sobre Borba Gato, acesse:

Borba Gato. Só História. Disponível em: <https://www.sohistoria.com.br/biografias/borba/>. Acesso em 19 dez. 2018.

Monumento de Borba Gato. Disponível em: <http://www.saopauloantiga.com.br/borba-gato/>. Acesso em 06 dez. 2018.

Para saber mais sobre Noel Rosa , acesse:

Fonte: FERNANDES, F. Noel Rosa e uma história que deu samba. Disponível em: ttp://www.multirio.rj.gov.br/index.php/leia/reportagens-artigos/reportagens/11902-noel-rosa-e-uma-hist%C3%B3ria-que-deu-samba>. Acesso em 06 dez. 2018.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações: Nessa atividade os alunos farão uma investigação e estabelecerão uma análise da fotografia do Monumento às Bandeiras . Esse Monumento está localizado no Parque Ibirapuera, na área da Praça Armando de Salles Oliveira, e representa os bandeirantes que desbravaram o território brasileiro no período colonial. Pode-se observar portugueses, negros, mamelucos e índios puxando uma canoa de monções.

Utilize a fotografia indicada no slide para exemplificação da aula. Se preferir use uma foto local de um Monumento da sua cidade e proceda com os questionamentos para o estudo da fonte.

  • Por que vocês acham que é importante todos os monumentos terem uma placa?
  • O que um monumento representa?
  • Qual o nome do monumento? Onde podemos encontrar essa informação? Quando foi feita? Por quem? Com qual objetivo?
  • Vocês acham esse nome pertinente para o monumento?
  • Quais as características físicas das pessoas representadas no monumento? Elas imitam a realidade?
  • Qual o material utilizado na confecção das estátuas?
  • Qual o local que está exposto esse monumento? Porque ela está exposta neste local? Essa pergunta é importante para a problemática, pois envolve memória local e história regional.
  • Vocês conhecem outros monumentos? Onde vocês já os viram? Anote no quadro os nomes e locais que forem trazidos pelos alunos.

Reforce com os alunos que a noção de monumento é considerada como uma ideia muito importante para o conhecimento histórico, especialmente nos estudos sobre as localidades. Ao compreender o que é e porque são construídos estes espaços de memória, os alunos podem consolidar possibilidades cognitivas e generalizar outros estudos. Existe a intenção de construir estes monumentos para representar momentos históricos, fatos que marcaram a história de um local, de uma cidade. Eles são construídos para que todos se lembrem ou tenham conhecimento da história que ocorreu naquele lugar ou cidade, mantendo assim viva a memória histórica de um povo.

PROFESSOR: Ao escolhermos este monumento, não estamos aqui trabalhando com a história dos heróis ou de caráter positivista, pois defendemos uma História plural, diversa, construída por homens e mulheres comuns, paulatinamente, dentro da perspectiva da Nova História Cultural, utilizando desta escolha somente como ilustração para que você tenha a possibilidade de adaptar e/ou trocar por outras do lugar de vivência das crianças.

Como adequar à sua realidade: Se na sua região tiver um artesão local , convide-o para participar deste momento, explicando para os alunos como é uma das técnicas utilizadas para esculpir estátuas.

Para você saber mais:

Para conhecer mais sobre o Monumento as Bandeiras , acesse:

IMBROISI, M. Monumentos às Bandeiras. Disponível em: <https://www.historiadasartes.com/sala-dos-professores/monumento-as-bandeiras/>. Acesso em 01 dez. 2018.

Para saber mais sobre os Monumentos, como espaço de memória , acesse:

LE GOFF, J. Documento e Monumento. In: História e Memória. 4ed. Campinas-SP: Unicamp, 1996. Disponível em: <http://ahr.upf.br/download/TextoJacquesLeGoff2.pdf>. Acesso em: 19 dez. 2018.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 min

Orientações: Organize a sala para a produção do monumento com argila. Faça grupos com 4 alunos, forre as mesas com jornal e distribua o material: argila, palitos para modelar o monumento e, água para hidratar a argila.

Informe aos alunos que eles irão produzir um monumento para o lugar em que vivem. Peça para pensarem em um local importante para eles ou para a população local e moldem um monumento que faça referência ao local. Reforce que para o monumento ter sentido ele precisa ter importância histórica ou cultural para a população local. Oriente que os alunos também deverão produzir uma plaquinha informando o nome do monumento criado, o que ele significa, onde ele deverá ser colocado e a importância atribuída a ele.

Para imprimir a atividade acesse: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/gJtzbTFdUwX9BzAPGfep9XzgQVfygvw8rF92VZ2bz4sFHF3cskzN45u86XDW/his3-05und03-placa-do-monumento.pdf

Após a atividade , organize uma exposição com os monumentos criados com suas respectivas plaquinhas informativas.

Como adequar à sua realidade: Caso não seja possível o uso de argila, você poderá usar sucatas ou ainda confeccionar massinha de farinha de trigo.

Para você saber mais:

ZARBATO, J.A.M.; SANTOS, C.V. Memória e patrimônio na aula de História: o uso do monumento histórico-cultural na aprendizagem histórica. Fronteiras: Revista de História, v.17, n.30, 2015. Disponível em: <http://ojs.ufgd.edu.br/index.php/FRONTEIRAS/article/view/4865>. Acesso em 02 dez. 2018.

Para fazer massinha caseira acesse: https://www.omo.com/br/se-sujar-faz-bem/arte-artesanato/massa-de-modelar-aprenda-a-fazer-a-sua-massinha-em-casa.html. Acesso em: 06 dez. 2018.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade (EF03HI05) de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Projetor, argila ou massinha de modelar, jornais, aparelho de som e palitos.

Material complementar:

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações: Apresente o objetivo da aula aos alunos escrevendo-o no quadro ou lendo-o para a turma. Se estiver fazendo uso de projetor, apresente esse slide e faça uma leitura coletiva.

Este é o momento oportuno para começar a instigar os alunos a respeito da temática da aula - Os monumentos como marcos históricos uma vez que as estátuas, também são construídas para a manutenção de uma memória. Inicie a conversa, explorando o objetivo e o significado de monumentos que as crianças carregam.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos

Orientações:

  • Inicie a aula convidando os alunos a brincarem de estátua.
  • Espalhe os alunos na sala para iniciar a brincadeira. Se necessário afaste as carteiras para conseguir um espaço maior para a brincadeira. Escolha um juiz, que será aquele que controlará o aparelho de som para que os participantes possam dançar. Quanto mais engraçada for a dança, mais divertida será a brincadeira. Enquanto a música tocar, os dançarinos devem se movimentar, assim que a música parar é hora de congelar o movimento e se tornar uma estátua. Quem se mexer primeiro sai da brincadeira. O vencedor será o último dançarino que conseguir se manter como estátua por mais tempo.
  • Após a brincadeira abra uma discussão com as crianças perguntando se eles já viram alguma estátua pessoalmente, questione como ela era o que chamou mais a atenção deles. Pergunte qual a função dessas estátuas, será que é apenas decorativa? Ressalte que, de um lado existe a função decorativa das cidades, porém existe outros sentidos e motivações para a construção, expressando assim um marco da história local.

Para você saber mais:

Sobre os monumentos apresentados nesta etapa:

Nesta referência destaca-se os monumentos e as relações sociais, acesse :

SÁ, Salma D. A. A cidade, os monumentos públicos e suas relações com o social. In: III Encontro de Estudos Multidiciplinares em Cultura (ENECULT), 2007. 15 p. Faculdade de Comunicação/UFBa, Salvador, 2007. Disponível em: . Acesso em: 10 dez. 2018.

Para saber mais sobre Brigitte Bardot , acesse:

Fonte: IDIOMAS RIO link de acesso http://idiomasrio.com.br/buzios-a-visita-de-brigitte-bardot-em-1964/ Acesso em 06/12/2018;

Para saber mais sobre Borba Gato, acesse:

Borba Gato. Só História. Disponível em: <https://www.sohistoria.com.br/biografias/borba/>. Acesso em 19 dez. 2018.

Monumento de Borba Gato. Disponível em: <http://www.saopauloantiga.com.br/borba-gato/>. Acesso em 06 dez. 2018.

Para saber mais sobre Noel Rosa , acesse:

Fonte: FERNANDES, F. Noel Rosa e uma história que deu samba. Disponível em: ttp://www.multirio.rj.gov.br/index.php/leia/reportagens-artigos/reportagens/11902-noel-rosa-e-uma-hist%C3%B3ria-que-deu-samba>. Acesso em 06 dez. 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações: Nessa atividade os alunos farão uma investigação e estabelecerão uma análise da fotografia do Monumento às Bandeiras . Esse Monumento está localizado no Parque Ibirapuera, na área da Praça Armando de Salles Oliveira, e representa os bandeirantes que desbravaram o território brasileiro no período colonial. Pode-se observar portugueses, negros, mamelucos e índios puxando uma canoa de monções.

Utilize a fotografia indicada no slide para exemplificação da aula. Se preferir use uma foto local de um Monumento da sua cidade e proceda com os questionamentos para o estudo da fonte.

  • Por que vocês acham que é importante todos os monumentos terem uma placa?
  • O que um monumento representa?
  • Qual o nome do monumento? Onde podemos encontrar essa informação? Quando foi feita? Por quem? Com qual objetivo?
  • Vocês acham esse nome pertinente para o monumento?
  • Quais as características físicas das pessoas representadas no monumento? Elas imitam a realidade?
  • Qual o material utilizado na confecção das estátuas?
  • Qual o local que está exposto esse monumento? Porque ela está exposta neste local? Essa pergunta é importante para a problemática, pois envolve memória local e história regional.
  • Vocês conhecem outros monumentos? Onde vocês já os viram? Anote no quadro os nomes e locais que forem trazidos pelos alunos.

Reforce com os alunos que a noção de monumento é considerada como uma ideia muito importante para o conhecimento histórico, especialmente nos estudos sobre as localidades. Ao compreender o que é e porque são construídos estes espaços de memória, os alunos podem consolidar possibilidades cognitivas e generalizar outros estudos. Existe a intenção de construir estes monumentos para representar momentos históricos, fatos que marcaram a história de um local, de uma cidade. Eles são construídos para que todos se lembrem ou tenham conhecimento da história que ocorreu naquele lugar ou cidade, mantendo assim viva a memória histórica de um povo.

PROFESSOR: Ao escolhermos este monumento, não estamos aqui trabalhando com a história dos heróis ou de caráter positivista, pois defendemos uma História plural, diversa, construída por homens e mulheres comuns, paulatinamente, dentro da perspectiva da Nova História Cultural, utilizando desta escolha somente como ilustração para que você tenha a possibilidade de adaptar e/ou trocar por outras do lugar de vivência das crianças.

Como adequar à sua realidade: Se na sua região tiver um artesão local , convide-o para participar deste momento, explicando para os alunos como é uma das técnicas utilizadas para esculpir estátuas.

Para você saber mais:

Para conhecer mais sobre o Monumento as Bandeiras , acesse:

IMBROISI, M. Monumentos às Bandeiras. Disponível em: <https://www.historiadasartes.com/sala-dos-professores/monumento-as-bandeiras/>. Acesso em 01 dez. 2018.

Para saber mais sobre os Monumentos, como espaço de memória , acesse:

LE GOFF, J. Documento e Monumento. In: História e Memória. 4ed. Campinas-SP: Unicamp, 1996. Disponível em: <http://ahr.upf.br/download/TextoJacquesLeGoff2.pdf>. Acesso em: 19 dez. 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 min

Orientações: Organize a sala para a produção do monumento com argila. Faça grupos com 4 alunos, forre as mesas com jornal e distribua o material: argila, palitos para modelar o monumento e, água para hidratar a argila.

Informe aos alunos que eles irão produzir um monumento para o lugar em que vivem. Peça para pensarem em um local importante para eles ou para a população local e moldem um monumento que faça referência ao local. Reforce que para o monumento ter sentido ele precisa ter importância histórica ou cultural para a população local. Oriente que os alunos também deverão produzir uma plaquinha informando o nome do monumento criado, o que ele significa, onde ele deverá ser colocado e a importância atribuída a ele.

Para imprimir a atividade acesse: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/gJtzbTFdUwX9BzAPGfep9XzgQVfygvw8rF92VZ2bz4sFHF3cskzN45u86XDW/his3-05und03-placa-do-monumento.pdf

Após a atividade , organize uma exposição com os monumentos criados com suas respectivas plaquinhas informativas.

Como adequar à sua realidade: Caso não seja possível o uso de argila, você poderá usar sucatas ou ainda confeccionar massinha de farinha de trigo.

Para você saber mais:

ZARBATO, J.A.M.; SANTOS, C.V. Memória e patrimônio na aula de História: o uso do monumento histórico-cultural na aprendizagem histórica. Fronteiras: Revista de História, v.17, n.30, 2015. Disponível em: <http://ojs.ufgd.edu.br/index.php/FRONTEIRAS/article/view/4865>. Acesso em 02 dez. 2018.

Para fazer massinha caseira acesse: https://www.omo.com/br/se-sujar-faz-bem/arte-artesanato/massa-de-modelar-aprenda-a-fazer-a-sua-massinha-em-casa.html. Acesso em: 06 dez. 2018.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE O lugar em que vive do 3º ano :

MAIS AULAS DE História do 3º ano:

3º ano / História / As pessoas e os grupos que compõem a cidade e o município

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF03HI05 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano