15101
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Educação Infantil > Creche - Bebês

Atividade - O jardim de chás: brincadeiras com bebês potencializando o tato

Nesta atividade, as crianças irão participar do plantio de ervas em uma horta na escola.

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Bruna Bonfá Terra da Silva

Apresente a proposta
Nesta sequência, convide as famílias a preparar um ambiente para a interação com as ervas aromáticas. De acordo com o contexto familiar, serão propostas algumas adaptações possíveis de serem feitas em casa. Grave um vídeo explicando que, nesse momento, é importante incentivar o bebê a vivenciar experiências de contato com a natureza da forma que seja possível, devido à necessidade de distanciamento social para preservação da saúde. Para exemplificar, envie fotos de crianças plantando uma horta ou explorando um vaso de plantas. Se tiver fotos de alunos da sua escola, melhor ainda, ou busque na internet. Continue falando sobre a importância da exploração sensorial e descobertas através do cheiro, gosto, cor e textura envolvidos no preparo e degustação dos chás. Se tiver um vaso ou canteiro em casa, mostre, de forma animada, ações como preparar e afofar a terra, plantar uma semente ou mesmo regar seu vaso de planta, destacando esse cuidado diário como forma de acompanhar o crescimento. Conclua dizendo que esta é uma maneira de o bebê se relacionar com a natureza dada a situação que estamos vivenciando agora. Envie o vídeo por WhatsApp ou outra plataforma de comunicação com as famílias.

Adaptações necessárias
Convide a família a buscar adaptações possíveis, dentro do contexto que elas têm em casa, para que oportunizem as experimentações. Se não puderem plantar sementes, sugira uma muda da erva para chá, replantando alguma que já esteja em desenvolvimento. Caso não seja possível, sugira que tirem as ervas de chá dos saquinhos industrializados e explorem esse material. Depois, podem complementar a ação com o vaso de plantas que têm em casa como uma alternativa nesse momento.

Sugira às famílias
Convide os familiares a envolver o bebê nas relações de cuidado com a natureza, permitindo que ele interaja com seus elementos ao tocar, ver, ouvir, cheirar e saborear as possibilidades da erva aromática escolhida. Reafirme que é importante incentivar o bebê a vivenciar experiências de contato com a natureza da forma que for possível agora que estão em casa. Oriente que acompanhem sempre o bebê para sua segurança. Sugira que um familiar registre o processo enquanto os demais interagem com ele.

1) Na atividade “O jardim dos chás: brincadeiras com bebês potencializando o tato”, convide a visualizar o material enviado por você, observando as reações do bebê. Proponha que produzam o plantio ou manipulem um vaso, propiciando, assim, explorações táteis e brincadeiras de acordo com o local onde vivem. Reitere que sejam parceiros de descobertas e respeitem os interesses e preferências do bebê.

2) Na proposta “O jardim de chás: brincadeiras com bebês despertando o olhar”, convide a cuidar da horta de erva que plantaram ou do vaso que tenham em casa. Oriente que contemplem juntos o desenvolvimento dela diariamente, por meio da observação atenta. Essa é uma habilidade aprendida que poderá beneficiar não somente o bebê como também todos os familiares envolvidos. Proponha que coloquem água, observem se estão maiores que antes, as folhas que caem, outras novas que brotam etc.

3) Durante a atividade “O jardim de chás: bebês sensibilizando o olfato”, convide a explorar os cheiros exalados pelas ervas plantadas pela família. Caso não tenham condições para plantar em casa, os sachês sugeridos no plano poderão ser feitos com ervas retiradas dos chás de saquinho industrializados. Oriente que permitam ao bebê a livre escolha, para que manuseiem e possam explorar os diversos aromas à disposição num móvel da casa, por exemplo.

4) No plano “O jardim de chás: bebês experimentando sabores”, a proposta é convidar a preparar juntos um chá e degustar com o bebê. É importante orientar os familiares que podem agir conforme o plano, conversando sempre com o bebê, atentos a suas reações, incentivando a participação e o acompanhando sempre para evitar acidentes. Ao final, peça que registrem com um breve relato como foi essa vivência em família e enviem a receita do chá que fizeram.

5) Para a última atividade, “Jardim de chás: brincadeiras com bebês e famílias”, convide a relembrar todo o percurso até aqui por meio das fotos que você reuniu e socializou com as famílias. Oriente que vejam juntos o material enviado por você e se divirtam com a música “Para germinar”, disponível aqui, para animar ainda mais esse momento. Assim, podem dançar e cantar divertidamente.

Para compartilhar com o grupo
Convide os familiares a enviar para você, pela plataforma que estão usando ou via WhatsApp, os registros de cada proposta à medida que as realizarem. Socialize os registros com todas as famílias para que se inspirem e façam também. Por meio das trocas, poderão descobrir outras formas de brincar e explorar a natureza em casa com seus bebês. Quando voltarem à escola, você poderá preparar uma exposição interativa, descrevendo um pouco das vivências, para expor junto com os registros enviados e o álbum “Receitas de chás das famílias”. Para isso, você poderá usar o Apresentações Google. Considerando que nem todos puderam fazer uma plantação em casa, convide a fazer juntos uma horta com ervas aromáticas na escola, com experiências afetivas com os elementos da natureza. Para isso, poderá espalhar alguns sachês no percurso que conduz ao local. Nos momentos de entrada e saída, você poderá rever com os bebês esses registros de casa, além de vivenciar, na horta da escola, experiências com as famílias e entre pares. Assim, o fazer em casa terá conexão com o fazer na escola, estabelecendo, de forma concreta, essa parceria fundamental, que tende a apoiar o retorno ao convívio escolar.

Sugestão Enviada Por: Keli Patricia Luca e Bruna Bonfá Terra da Silva


Código: EDI1_27UND01

(EI01CG03) Imitar gestos e movimentos de outras crianças, adultos e animais.

(EI01ET03) Explorar o ambiente pela ação e observação, manipulando, experimentando e fazendo descobertas.

(EI01EO06) Interagir com outras crianças da mesma faixa etária e adultos, adaptando-se ao convívio social.

Apoiador Técnico


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Bebês:

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas