14868
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Educação Infantil > Pré Escola - Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Atividade - Acompanhando o crescimento das coleções

Nesta proposta, as crianças irão realizar a contagem e o registro da quantidade de itens nas coleções feitas em grupo.

Plano 03 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Leiry Kelly Silva Oliveira

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Para a realização desta atividade é necessário que as crianças já estejam engajadas em uma atividade de colecionar objetos de forma coletiva, em grupos de três a cinco crianças por coleção. É importante ainda, que os grupos já estejam colecionando há algum tempo de forma a possuírem uma quantidade de objetos suficientes na coleção para tornar a contagem mais desafiadora para os pequenos. Considere uma quantidade mínima de 50 objetos por grupo.

Este plano faz parte de uma sequência de cinco. São eles:

1. Iniciando coleções;

2. Classificando elementos das coleções;

3. Acompanhando o crescimento das coleções;

4. Estimativa de quantidade com coleções;

5. Montagem de acervo de coleções.

Espaços:

Prepare um espaço para a grande roda de conversa que será realizada no início da atividade, observe ainda, a necessidade de um espaço para que as crianças possam se reunir com seus grupos para contarem suas coleções.

Materiais:

É recomendado prato, potes diversos ou outros recipientes para cada grupo, de modo que eles tenham um espaço para organizar os objetos já contados, mantendo-os classificados. Será necessário ainda, que imprima, para cada coleção, uma tabela para que as crianças iniciem os registros de acompanhamento. Aqui você encontra um exemplo.

Tempo sugerido:

Aproximadamente 01 hora.

Perguntas para guiar suas observações:

1. De que forma as crianças realizaram a contagem? Utilizaram alguma estratégia? Organizaram ou agruparam os objetos para facilitar a contagem?

2. Como as crianças registraram as contagem? Utilizaram numerais, desenhos ou outras expressões gráficas? Conseguiram compreender o registro da contagem de outra dupla?

3. Como as crianças interagiram durante a contagem em dupla? Ajudaram umas às outras a contar? Contaram juntas?


<inicio-h1>

Para incluir todos:

<fim-h1>

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender as necessidades e diferenças de cada criança ou do grupo. Atente-se quanto às relações estabelecidas entre as crianças, especialmente nas duplas e no momento de troca de coleções para checagem, propondo alternativas para a qualidade das interações, traçando estratégias para que uma criança ajude a outra durante a contagem e o registro.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Convide as crianças para a grande roda, espere que todos se sentem e conte que você está feliz com o crescimento das coleções e que hoje vocês irão contar os elementos para ver quantos objetos há em cada coleção. Diga-lhes que você gostaria de propor que elas se organizem com seus grupos para que façam a contagem dos objetos de cada uma das coleções e o registro escrito do resultado da contagem. Conte que vocês darão continuidade ao preenchimento da tabela de acompanhamento das coleções, registrando as quantidades da coleção de cada grupo. Sugerimos que para potencializar sua mediação nesta atividade, você acesse o plano Iniciando coleções desta sequência. Nele você perceberá como as crianças podem iniciar os registros de suas coleções.

Possíveis falas do professor: “Crianças, vocês notaram como nossas coleções estão crescendo? Vocês tem ideia de quantos objetos temos em cada coleção? Como podemos descobrir quantos objetos tem em cada uma delas? Hoje eu gostaria de propor que nos organizássemos com nossos grupos de coleção, para realizar uma contagem e descobrir quantos objetos temos em cada uma das coleções. Assim, vamos acompanhando o crescimento delas. Vejam, aqui, nesta primeira linha está escrito: acompanhamento dos itens das coleções. Nesta segunda linha… (siga contando para as crianças a composição da tabela)”.


2

Ao revelar a tabela, acorde com o grande grupo a duração da atividade e que, ao fim da contagem e do registro, elas irão trocar de coleção com outro grupo para realizarem a checagem da contagem, pois essa é uma prática comum entre os colecionadores. Acorde também, que os grupos que terminarem todo o processo, poderão organizar as coleções de volta ao local adequado e começarem a se preparar para a próxima atividade da rotina.


3

Ajude as crianças a se organizarem em pequenos grupos, respeitando a organização dos colecionadores, ou seja, os grupos que planejaram e coletaram os objetos. Assegure-se de que as as composições de quantidades de cada coleção, esteja oportuna para que as crianças realizarem uma contagem desafiadora. É fundamental que cada grupo tenha no mínimo 50 objetos para contar. Observe ainda, a necessidade de organizá-las no espaço, seja no chão ou em mesas, para que as possam realizar a contagem e o registro com qualidade.


4

Enquanto as crianças contam, circule entre os pequenos grupos observando suas estratégias de contagem. Paute-se em perceber até que número estão conseguindo contar, como estão se organizando para realizar a contagem (todos estão contando?), se realizam correspondência termo-a-termo e de que forma estão realizando seus registros. Quem são aquelas crianças que o barulho ou a intervenção do colega, faz com que ela se perca na contagem. Atente-se para apoiá-las quando necessário. É recomendado o registro escrito e, se possível, em vídeo, das estratégias de contagem e das interações entre as crianças neste momento para utilizar como forma de reflexão para planejamentos de outras atividades.

Possíveis ações do professor: algumas crianças estão contando sua coleção, quando percebem que tem mais objetos do que são capazes de contar. O professor poderá se aproximar das crianças e revisar até quanto elas conseguiram contar, contando junto com elas. A partir disso, o professor poderá compartilhar com a turma o problema e perguntar se alguma das crianças tem alguma sugestão para os colegas. Por meio de um processo dialógico, professor e crianças, podem chegar a uma estratégia eficaz de contagem, como uma contagem e registro por grupos de objetos ao invés de uma contagem da coleção inteira, por exemplo.


5

Quando alguns dos grupos terminarem a contagem e o registro dos elementos de sua coleção, convide as crianças para trocarem de coleção com outro grupo, que também terminou a contagem, trocando também as tabelas entre si, de forma que se apoiem nos registros feitos e conheçam outras coleções. Apoie-as a compreenderem o registro do grupo anterior e incentive-as a contarem a coleção para checarem o registro. Caso algum grupo encontre resultados diferentes dos registrados, reúna os dois grupos, para que realizem uma contagem em conjunto. Neste momento apoie a nova contagem, oportunizando, reflexões e estratégias de ajuda mútua entre as crianças. Após o novo resultado, inicie um diálogo, a fim de investigar junto aos grupos, sobre a importância da checagem quando há muitos elementos a serem contados.


Para finalizar:

Observe que as crianças podem terminar a atividade em tempos diferentes. Assim, convide àquelas que terminaram, a guardarem os elementos das coleções no espaço apropriado e apreciarem histórias no espaço da leitura. Quando todo grupo finalizar a contagem, diga que fixará cada tabela, para que voltem a fazer contagens, a fim de perceberem o crescimento das coleções. Em seguida, convide o grupo para vivenciar a próxima atividade do dia.

Desdobramentos

Você poderá fixar próximo do espaço destinado ao acondicionamento das coleções, o registro de contagem que será continuado pelas crianças ao longo do processo de criação das coleções. Criando assim, uma excelente oportunidade de investigar com as crianças questões acerca do acompanhamento do crescimento da coleção, estimulando-as a criarem alternativas para esse acompanhamento que não exija a contagem de todos os itens sempre que adicionarem um novo objeto. O registro poderá ser feito com números, desenhos ou ambos.

Engajando as famílias

Você poderá organizar uma reunião diferente com a comunidade. Ao invés de uma reunião tradicional, em que você explica aos familiares o que as crianças podem fazer, você poderá organizar uma filmagem das crianças, em que elas sugerem no vídeo, atividades para vivenciarem junto às famílias. Uma das atividades, pode ser, por exemplo, a contagem das coleções checando os registros que estão sendo feitos para cada uma.

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses) :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03ET04 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03ET07 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03EO07 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano