13370
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Atividade - Brincadeiras em um espaço da escola

POR: Adamari Rodolfo Depetris 16/11/2018
Código: EDI2_05UND03

2º ano / Educação Infantil

Atividade alinhada à BNCC:

(EI02EO01) Demonstrar atitudes de cuidado e solidariedade na interação com crianças e adultos.

(EI02EF05) Relatar experiências e fatos acontecidos, histórias ouvidas, filmes ou peças teatrais assistidos etc.

(EI02EO06) Respeitar regras básicas de convívio social nas interações e brincadeiras.

Plano de atividade de Educação Infantil com atividades para Crianças bem pequenas sobre interações e brincadeiras

Resumo

ilustracao

As crianças vão eleger um local da instituição e planejar brincadeiras para realizar nesse ambiente.

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Combine com antecedência com os profissionais da Unidade a atividade, explicando que quem definirá o espaço que será realizado a brincadeira serão as crianças, portanto, deixe-os previamente preparados para caso o deles seja escolhido. Prepare o cartaz com as fotos dos espaços para ser visualizado e explorado na roda de conversa. Considere que as crianças podem escolher um espaço para brincar que não comporte todo o grupo de forma confortável, sendo necessário dividir a turma. Neste caso, verifique se há algum profissional na unidade que poderia te ajudar. Organize o ambiente em alguns cantos de atividade diversificadas, para que este profissional e as crianças interajam espontaneamente e com autonomia.

Materiais:

Cartaz com fotos dos espaços da Unidade, coladas uma abaixo da outra, para garantir espaço ao lado delas para votação; Materiais e brinquedos que possam ser encontrados na própria unidade de acordo com a escolha das crianças. Ex: Cozinha (colheres, pratos, panelas, etc), maternagem (bonecas, paninhos, mamadeiras, etc), carrinhos diversos, livros de literatura, bolas, folhas e riscantes para desenho, massinha de modelar, etc; Papel para fazer o convite às famílias no tamanho A3 para colar no mural e em A4 para ser enviado, fita para fixação, caneta permanente; Materiais para observação e registro do professor: celular, câmera fotográfica, caderno e caneta.

Espaços:

A atividade iniciará em roda na própria sala de atividades, sendo necessário a organização de um espaço para essa finalidade. Após isso as crianças se deslocarão para o espaço escolhido por elas para a brincadeira. Após o momento do brincar, elas voltarão para a sala para conversar sobre as percepções e vivências que tiveram ao participar da mesma.

Tempo sugerido:

Aproximadamente 1 hora.

Perguntas para guiar suas observações:

1. Como as crianças interagem e se comunicam entre si e com adultos? De que forma isso acontece?

2. Como elas cuidam e dividem entre si o espaço e os materiais escolhidos?

3. Como as crianças expressam suas vontades, preferências e opiniões nas decisões?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender as necessidades e diferenças de cada criança ou do grupo. Perceba, além da comunicação oral, as reações, intenções, expressões corporais nos momentos de conversa, interação e escolha de preferências. Incentive as crianças que se revelam mais tímidas a participar da interação com as demais crianças e adultos, respeitando sempre suas preferências.

O que fazer durante?

1

Reúna o grande grupo na sala de atividades em roda de conversa e contextualize como será realizada a atividade, deixando claro o papel das crianças ao longo da proposta. mostre um cartaz com fotos dos diferentes espaços da Unidade, coladas uma abaixo da outra. Coloque-o no centro para que todos possam visualizá-lo. Inicie a discussão perguntando que espaços estão nas fotografias e fique atenta para identificar quais elas têm maior interesse.

Possíveis falas do professor neste momento: Vamos observar esse cartaz? Do que se trata as imagens que estão nele? Que espaços vocês conseguem identificar?

Possíveis falas das crianças neste momento: Olha essa foto parece a sala do meu irmão! Esse é o parque onde brincamos. Aqui é a cozinha, onde fazem nossa comida!


2

Proponha que elas escolham um local para fazer uma integração com brincadeiras lá. Para isso, utilize o mesmo cartaz e faça uma contagem marcando ao lado de cada foto as opções que as crianças sugerirem, uma a uma, até que perceba qual espaço foi o mais indicado. Pelas fotos estarem coladas uma abaixo da outra, as próprias crianças poderão perceber qual espaço foi o mais votado.

Ex:Elas podem escolher a sala dos bebês, a dos mais velhos, a área externa, a sala de estudos dos professores, a cozinha, biblioteca, dentre outros espaços de acordo com a sua realidade.

Possíveis falas do professor neste momento: Vamos escolher um espaço para brincar nele? Onde vocês querem ir? Eu vou marcar no cartaz para vermos qual espaço vocês vão escolher. E aí, qual espaço foi o mais votado?

Possíveis falas das crianças neste momento: Eu quero ir brincar na cozinha. E eu quero brincar no parque. Eu quero ir na sala do meu irmão!


3

Com o local já definido, instigue as crianças a definir que brincadeiras serão realizadas nesse espaço. Elas podem optar por cantos de faz de conta, como maternagem, corrida de carrinhos; artes, como massinha de modelar, desenhos com riscantes diversos; jogos de quebra-cabeças ou encaixes; brincadeiras de movimento com bolas, cordas; brincadeiras no espaço externo ou parque; canto da leitura; dentre outras possibilidades de acordo com o local escolhido. Se atente para que as brincadeiras escolhidas sejam apropriadas para as diferentes faixas etárias que elas poderão encontrar nestes espaços, como no caso dos bebês ou das crianças maiores e também para as limitações e especificidades deste local.

Ex: se a brincadeira for na cozinha, peça aos profissionais que preparem esse espaço para que esteja seguro para as crianças irem, e enquanto isso, instigue-as a definir os melhores cantos que são possíveis nesse local.

Possíveis falas do professor neste momento: Vamos decidir que brincadeiras vamos realizar neste espaço? Que brinquedos podemos levar na cozinha? O que podemos fazer lá?


4

Escolhidas as brincadeiras, convide as crianças a ajudar a reunir os materiais e então leve-as para organizá-las nesse espaço, auxiliando-as se necessário.

Caso o local escolhido seja pequeno, divida a turma em pequenos grupos nesse momento, para que não fique tumultuado e acabe prejudicando a qualidade das interações e brincadeiras. Caso essa seja a sua realidade, para as crianças que ficarão na sala, explique que haverá uma troca de grupos durante a brincadeira e que todos irão participar da mesma no seu tempo, então organize alguns cantos de atividades diversificadas para que estas possam interagir entre si e peça ajuda de um outro profissional que esteja disponível para ficar atento à elas na sala.


5

Sugira que convidem os outros adultos e crianças que frequentam o espaço escolhido para interagirem nas brincadeiras com eles. Aproveite o momento para observar e registrar com fotos, vídeos e relatos a interação entre entre os pares, percebendo como se relacionam e se comunicam com os demais, como se ajudam mutuamente, se demonstram atitudes de cuidado e solidariedade com o outro.


Para finalizar:

Comunique as crianças que a atividade está chegando ao fim. Se necessário, deixe-as brincar por mais alguns minutos, enquanto se despedem dos demais com quem estão interagindo. Solicite a ajuda deles para organizarem os materiais e o espaço. De volta à sala reúna o grupo, antes de encerrar a atividade, para conversar sobre o momento dando-lhes a oportunidade de falar sobre a vivência no espaço, o que mais gostaram de fazer, com quem mais gostaram de brincar, etc.

Desdobramentos

É possível repetir essa atividade em outros espaços e em outros momentos, garantindo assim que os pequenos interajam com um número crescente de adultos e crianças de diferentes faixas etárias em diversos espaços da Unidade.

Engajando as famílias

Sugira em roda de conversa que as crianças convidem as famílias para uma integração junto com elas na Unidade. Elaborem juntos então um convite para as famílias, expondo-o no mural e também enviando uma cópia com cada criança. Instigue-as ainda a escolher que brincadeiras querem realizar nesse dia, fazendo uma lista das sugestões que as crianças mais se interessaram. Essa atividade pode ser realizada logo após o horário de entrada das crianças, ou pouco antes do horário de saída, assim é mais garantido a participação das famílias. Vale lembrar, porém, a importância de se combinar sempre com os profissionais que trabalham em cada espaço sobre uma possível visita também dos familiares.


Este plano de atividade foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor:  Adamari Rodolfo Depetris

Mentora: Vládia Maria Eulalio Raposo Freire Pires

Especialista do subgrupo etário: Karina Rizek

Sugestão de idade: 3 anos

Campos de Experiência:  O eu, o outro e o nós;

Escuta, Fala, Pensamento e Imaginação.

Objetivos e códigos da Base
Centrais:

(EI02EF05) Relatar experiências e fatos acontecidos, histórias ouvidas, filmes ou peças teatrais assistidos etc.

(EI02EO06) Respeitar regras básicas de convívio social nas interações e brincadeiras.

Transversal:

(EI02EO01) Demonstrar atitudes de cuidado e solidariedade na interação com crianças e adultos.

Abordagem didática: Ter autonomia para estar na escola significa conhecê-la. Para isso, é preciso alternar momentos em que a criança fica livre para indicar os caminhos e locais que quer explorar, com ações intencionais de visitas programadas aos espaços, bem como de interação com os adultos que ali trabalham. O aprendizado sobre as profissões de quem está na instituição pode ocorrer por meio de entrevistas ou brincadeiras de faz de conta, em que o professor pode observar e avaliar os conhecimentos que os pequenos colocam em jogo e como, com base neles, propor novos desafios.

Apoiador Técnico


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

ATIVIDADES DESSA UNIDADE:

ATIVIDADE 03

Brincadeiras em um espaço da escola

VOCÊ ESTÁ AQUI

ATIVIDADES DESSA DISCIPLINA:

ATIVIDADES RELACIONADAS:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes