14233
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Atividade - Fotografando o meu entorno

POR: Adamari Rodolfo Depetris 30/11/2018
Código: EDI2_05UND05

2º ano / Educação Infantil

Atividade alinhada à BNCC:

(EI02EF09) Manusear diferentes instrumentos e suportes de escrita para desenhar, traçar letras e outros sinais gráficos.

(EI02CG01) Apropriar-se de gestos e movimentos de sua cultura no cuidado de si e nos jogos e brincadeiras.

(EI02CG02) Deslocar seu corpo no espaço, orientando-se por noções como em frente, atrás, no alto, embaixo, dentro, fora etc., ao se envolver em brincadeiras e atividades de diferentes naturezas.

Plano de atividade de Educação Infantil com atividades para Crianças bem pequenas sobre visitar e fotografar diversos espaços da escola e depois reconhecê-los pelas fotos tiradas

Resumo

ilustracao

Nesta atividade, as crianças irão visitar e fotografar outros espaços da escola. Depois, tentarão identificar as imagens feitas por elas.

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Converse com os outros profissionais da escola sobre a proposta, na qual as crianças escolherão espaços, situações ou pessoas para fotografar. Deixe-os previamente preparados para isso. Peça, com antecedência, o auxílio de outro profissional que esteja disponível para ficar com as crianças na sala enquanto você leva os pequenos grupos para fotografar. Verifique se a escola possui uma impressora com tinta para imprimir as fotografias.

Este plano faz parte de uma sequência de cinco. São eles:

Conhecendo a escola (link)

Brincando com as profissões do meu entorno (link)

Brincadeiras em um espaço da escola (link)

Encontrando objetos escondidos pelos espaços da escola (link)

Fotografando o meu entorno (link)

Materiais:

Para fotos e impressão: celular, tablet ou máquina fotográfica, cabo USB, impressora e folha sulfite. Para cantos de atividades diversificadas: jogos diversos, livros de literatura, massinha de modelar, riscantes, folhas em branco, caderno, bonecas, carrinhos, dentre outros que estiverem disponíveis. Para assinatura e exposição das fotos: canetas hidrográficas coloridas, fita para fixação. Para convite: papel sulfite A3 ou cartaz e caneta permanente.

Espaços:

A atividade se iniciará em roda na própria sala de atividades. Depois, enquanto algumas crianças ficarão na sala brincando em diferentes cantos, pequenos grupos irão se deslocar pelos espaços da Unidade para fotografar. Após as fotos serem impressas, será realizada uma nova roda de conversa na sala para exposição das fotografias.

Tempo sugerido:

Aproximadamente 1 hora.

Perguntas para guiar suas observações:

1. Quais atitudes demonstram se as crianças deslocam-se pelo espaço com autonomia? Quais demonstram que elas revelam-se pertencentes à ele?

2. Como elas demonstram as preferências pelos espaços, pessoas e/ou objetos, ao escolherem qual/quem fotografar? Quais são essas preferências?

3. As crianças demonstram conhecer os objetos ao manipulá-los, tendo cuidado com eles? De que maneira?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender as necessidades e diferenças de cada criança ou do grupo. Perceba, além da comunicação oral, os gestos e expressões das crianças, tendo uma escuta atenta para identificar as escolhas delas. Auxilie, se necessário, na manipulação do aparelho fotográfico. Incentive que elas apoiem umas as outras, se ajudando mutuamente.

O que fazer durante?

1

Em roda de conversa com o grande grupo, conte as crianças que elas irão escolher um local, objeto ou pessoa da Unidade para fotografar e que, depois, as fotos serão socializadas com todos. Converse com elas para que falem o que pensam e pretendem registrar. Caso queiram tirar fotos de outras pessoas, converse com elas que é necessário convidá-las antes de tirar a foto. Caso essa pessoa não queira, é preciso respeitar o espaço do próximo. Apresente o aparelho fotográfico, que pode ser uma câmera, celular, tablet, o que estiver disponível, identificando quem já conhece e sabe manusear. Peça para as crianças que já conhecem e manipulam o aparelho para mostrar as demais como fotografar nele. Se você for usar um celular ou tablet, oriente-as que, nesse momento, o que elas irão manusear é a câmera do aparelho.

Possíveis falas do professor neste momento: Hoje vamos escolher algum espaço, objeto ou pessoa da nossa Unidade para fotografar. O que vocês querem registrar? Quem já viu esse aparelho? Vocês já fotografaram antes? O quê ou quem? Alguém sabe tirar uma foto com ele? Pode ensinar os colegas?


2

Explique que você irá levá-las em pequenos grupos para fotografar e garanta que elas possam escolher seus parceiros para realizar a atividade. Enquanto isso, as que ficarem na sala poderão escolher alguns cantos para montar e brincar. As brincadeiras podem ser faz de conta, jogos de encaixe, artes, leitura, dentre outros, de acordo com os materiais da sua realidade. Peça ajuda de outro profissional que esteja disponível para ficar com as crianças. Incentive que elas brinquem individualmente ou escolham seus parceiros para explorar os cantinhos de atividades diversas enquanto você sai em pequenos grupos de 2 a 4 crianças para fotografar. Caso alguma criança não queira fotografar um espaço, respeite a decisão dela, mas convide-a outras vezes, instigando a criança a contar suas experiências para animá-la a participar.


3

Converse com as crianças que estão no pequeno grupo para que mostrem o que, quem ou qual lugar querem fotografar, escolhendo a melhor posição para tirar a foto. Para mostrar o local que irão fotografar, instigue-as a pensar sobre o que tem perto, ao lado, na frente, atrás, para que elas possam conduzir o grupo para o local através dessas informações. Deixe que manipulem o equipamento fotográfico, auxiliando se necessário. Depois, mostre a imagem no aparelho para que vejam o resultado da fotografia, se o aprovam ou querem tirar outra. Aproveite para tirar uma foto sua, assim você as inspira e se aproxima mais delas no contexto da atividade.

Possíveis falas do professor neste momento: O que você quer fotografar? Me leve até lá! Onde você quer ficar pra tirar a fotografia? Gostou da foto que tirou? Quer tirar outra?

Possíveis falas das crianças neste momento: Eu vou tirar foto do balanço do parque. Eu gosto de brincar lá. Posso tirar outra foto? Essa não ficou legal. Vou tirar ela daqui desse lado agora.


4

Depois que todas as crianças tiverem registrado a foto e enquanto elas brincam nos cantos na sala, vá até um computador ligado a uma impressora, conecte o aparelho fotográfico e imprima as fotografias em um tamanho que possibilite uma boa visualização (1 ou 2 por folha A4, por exemplo).


5

Peça auxílio das crianças para organizar a sala para uma roda de conversa. Disponibilize as fotografias impressas no centro para que elas identifiquem sua foto. Deixe que compartilhem as imagens com os colegas, discutindo sobre elas com eles. Converse sobre o local da imagem e os elementos que estão nela, o que eles lembram que têm perto, na frente, atrás, ao lado, relembrando as informações e construções presentes no espaço. Pode ser que as crianças achem que a foto que o colega tirou é a sua. Aproveite, se isso acontecer, para conversar com elas sobre este mesmo elemento que chamou a atenção de mais de uma delas e que foi registrado mais de uma vez.

Possíveis falas do professor neste momento: Vocês reconhecem sua foto no centro da roda? Qual será a que cada uma tirou? Podem pegá-las para mostrar aos colegas. Olha, você tirou foto da árvore que está na frente da secretaria! E essa, alguém sabe o que tem atrás dessa foto e não aparece na imagem?

Possíveis falas das crianças neste momento: Sua foto é igual a minha! No mesmo lugar. Nós tivemos a mesma idéia. Eu adoro brincar nesse brinquedo, por isso tirei a foto lá.


6

Disponibilize algumas canetinhas coloridas para as crianças fazerem sua “assinatura” na fotografia de forma espontânea, deixando sua marca. Se algumas ainda não conseguem escrever o nome, sugira que façam uma tentativa de escrita, um desenho ou marca. O importante é elas identificarem que são autoras da sua obra fotográfica. Não se esqueça de assinar a foto que você tirou, sendo um estímulo a mais para elas.

Possíveis falas do professor neste momento: Vamos assinar essas fotos? Podem escolher as cores que quiserem. Vocês podem escrever o nome como quiserem. Se não conseguirem, que tal fazer um desenho? Vocês escolhem, a obra é de vocês!

Possíveis falas das crianças neste momento: Eu não sei escrever o meu nome, mas posso fazer um desenho? Vou desenhar eu na foto.


Para finalizar:

Assim que finalizarem a assinatura, converse com as crianças sobre o fim da atividade e, para a conclusão, disponibilize pedaços de fita adesiva e sugira que colem as imagens no mural da sala, para que fique exposto para todos poderem visualizar. Nesse momento, aproveite para apreciar as fotos junto com as crianças, chamando a atenção delas para as diferenças entre as fotos, as preferências de cada uma ao escolher o que fotografar etc.

Desdobramentos

Em outro momento, é possível realizar a atividade novamente dando possibilidade às crianças de escolher outros espaços e situações para fotografar. Você ainda pode propor que fotografem momentos de seu dia a dia e dos colegas em atividades na sala ou na área interna e externa, usando a tecnologia que conhecem para registrar essas situações.

Engajando as famílias

Converse com as crianças sobre a ideia de as famílias se fotografarem em um espaço da Unidade. Elabore junto com elas um convite, escrevendo de acordo com as sugestões delas, lembrando de falar sobre quais informações deve ter um convite. Exponha-o na porta da sala e incentive-as a mostrá-lo para as famílias, convidando-as para a atividade. Peça aos pais que puderem que enviem as fotografias para expor em um mural para apreciação de todos.


Este plano de atividade foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor:  Adamari Rodolfo Depetris

Mentora: Vládia Maria Eulalio Raposo Freire Pires

Especialista do subgrupo etário: Karina Rizek

Sugestão de idade: 3 anos

Campos de Experiência: Corpo, gestos e movimentos;

Escuta, fala, pensamento e imaginação.

Objetivos e códigos da Base:

(EI02CG01) Apropriar-se de gestos e movimentos de sua cultura no cuidado de si e nos jogos e brincadeiras.

(EI02CG02) Deslocar seu corpo no espaço, orientando-se por noções como em frente, atrás, no alto, embaixo, dentro, fora etc., ao se envolver em brincadeiras e atividades de diferentes naturezas.

(EI02EF09) Manusear diferentes instrumentos e suportes de escrita para desenhar, traçar letras e outros sinais gráficos.

Abordagem didática: Ter autonomia para estar na escola significa conhecê-la. Para isso, é preciso alternar momentos em que a criança fica livre para indicar os caminhos e locais que quer explorar, com ações intencionais de visitas programadas aos espaços, bem como de interação com os adultos que ali trabalham. O aprendizado sobre as profissões de quem está na instituição pode ocorrer por meio de entrevistas ou brincadeiras de faz de conta, em que o professor pode observar e avaliar os conhecimentos que os pequenos colocam em jogo e como, com base neles, propor novos desafios.

Apoiador Técnico


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

ATIVIDADES DESSA UNIDADE:

ATIVIDADES DESSA DISCIPLINA:

ATIVIDADES RELACIONADAS:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes