16535
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 4º ano > Circulação de pessoas, produtos e culturas

Plano de aula - Radionovela: imagens que nascem na mente

Plano de aula de História com atividades para 4º ano do EF sobre Radionovela: imagens que nascem na mente

Plano 05 de 10 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Ana Paula Afonso De Borborema

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF04HI08 de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários:

ou https://www.youtube.com/watch?v=TX9CXTu-2rs entre outras. (Acesso em 26 de fevereiro de 2016)

  • Folhas impressas para a atividade da problematização.
  • Aparelho com gravador, caso seja possível gravar a última atividade proposta na aula.

Material complementar:

Para você saber mais:

Resumo da história do rádio no mundo e no Brasil - https://www.brlogic.com/blog/conheca-a-historia-do-radio-no-brasil-e-no-mundo/ (Acesso em 26 de fevereiro de 2016)

Reportagem sobre o início e o sucesso das radionovelas no Brasil.- https://acervo.estadao.com.br/noticias/acervo,radionovela-emocoes-a-moda-antiga,10275,0.htm (Acesso em 26 de fevereiro de 2016)

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações: Os alunos deverão estar sentados em meio círculo. Projete o objetivo do plano ou escreva no quadro e realize uma leitura coletiva. Oriente a conversa com as seguintes questões:

  • Quem ouve rádio? Em caso de resposta positiva: que tipo de programa assistem? Na hora em que ouvem a voz do locutor, eles conseguem imaginá-lo? Qual a utilidade do rádio nos dias de hoje?
  • Seus pais ou avós ouvem ou ouviam rádio? O que eles ouvem ou ouviam?
  • Na época de seus bisavós não havia televisão. Alguém conhece algo sobre esse tempo?
  • O que seria uma “experiência radiofônica”?

Essa parte da aula objetiva é somente uma introdução dos alunos ao tema e para averiguar o seu conhecimento prévio sobre o assunto. Não precisa dedicar-se ao aprofundamento do assunto; Isto será feito ao longo da mesma.

Para você saber mais:

Resumo da história do rádio no mundo e no Brasil - https://www.brlogic.com/blog/conheca-a-historia-do-radio-no-brasil-e-no-mundo/ Acesso em 16 de Janeiro de 2019.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: O título do plano deve ser escrito no quadro ou projetado para os alunos e lido em voz alta. Em seguida, motive os alunos a refletirem sobre a primeira pergunta do slide. Ouça as hipóteses dos alunos, não precisa corrigi-las. Oriente o debate com as seguintes questões:

  • Em qual veículo as imagens devem nascer na mente: televisão, internet ou rádio? Provavelmente, os alunos responderão o rádio, pois é o único que não transmite imagens.
  • Pode haver uma novela ou um seriado sem imagem? Como seria? Espera-se que os alunos deem respostas negativas, mas instigue sua imaginação com as possibilidades.

Para completar o debate, escolha 5 alunos e explique a experiência para eles. Em seguida, leia o restante do slide e convide os demais a fecharem seus olhos. Cada um dos alunos escolhidos devem criar um som usando o corpo ou objetos da sala de aula. Durante 20 segundos, essas crianças farão cinco sons diferentes, simultaneamente. Ao findar o tempo, as crianças deverão abrir os olhos e descrever o que ouviram. Quando todas acertarem, pergunte novamente se a imagem pode nascer na mente.

Ao final, convide-os a uma nova experiência e projete o próximo slide.

Fonte da imagem: Banco de imagem da Nova Escola.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos

Orientações: Projete o slide ou copie-o no quadro.

Inicie o áudio da radionovela. Se possível, diminua as luzes da sala.

Ao término da transmissão, se o ambiente estiver com pouca luz, deve permanecer. Peça para que alguns alunos descrevam o Jerônimo, a Aninha, o Moleque Saci, o Caveira, Chumbinho, o esconderijo, o circo e outras descrições de personagens ou espaços que se lembrem. Enquanto cada aluno descreve um destes itens, pergunte aos demais se concordam, se também imaginaram desta maneira.

Acenda novamente as luzes. Para orientar o debate, questione:

  • E os sons? Como foram produzidos?
  • Eles gravaram nos ambientes descritos: esconderijo, circo, etc? Nesse momento use os objetos que levou para a sonoplastia e surpreenda os alunos usando-os. Esclareça que todos os sons eram produzidos dentro do estúdio com objetos ou sons humanos e tais recursos são chamados de sonoplastia.
  • Por que será que radionovela faziam tanto sucesso na sua época? É provável que eles digam porque não havia televisão ou porque era muito interessante. Escute suas resposta e acrescente que a televisão só chegou ao Brasil em 1950, 27 anos depois do rádio.

Fonte da imagem: Pond5 disponível em: https://images.pond5.com/front-view-arvin-radio-model-photo-045101035_iconl.jpeg Acesso em 26 de outubro de 2018.

Fonte do vídeo: Jerônimo o Heroi do Sertão, Moysés Weltman - Radio Nacional, Brasil , 1958. EP 01. Disponível em:

https://www.google.com/url?q=https://www.youtube.com/watch?v%3DP0OWuMSOkUk&sa=D&ust=1540122842238000&usg=AFQjCNGqFh8FSklC1vFUJWnxWZsilr1HCQ São 11m:47s Acesso em 26 de outubro de 2018.

Para você saber mais:

O filme “A Era do Rádio”,de Woody Allen, mostra uma família em Nova York cujos sonhos são alimentados pelo rádio.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Projete o slide ou copie no quadro. Converse com a turma sobre a citação apresentada.

Oriente a turma adicionando algumas informações como: a rádio foi fundada com fins educativos, tanto que mais tarde se incorporaria ao Ministério da Educação. O rádio possuía a vantagem do ouvinte não precisar ser alfabetizado para se inteirar das notícias do país e do mundo. Os aparelhos de rádio popularizaram-se rapidamente, mas também estavam presentes em estabelecimentos comerciais e locais públicos. A programação foi se diversificando e servindo de entretenimento. O rádio passou a fazer companhia aos brasileiros.

Fonte da citação - Roquette Pinto: o precursor da Educação no Rádio de Mara Lúcia Martins. Disponível em:

http://www.educacaopublica.rj.gov.br/biblioteca/educacao/0069_06.html Acesso em 18 de janeiro de 2019.

Para você saber mais:

Um resumo das participações de Roquette Pinto no rádio, na televisão e no cinema. http://www.educacaopublica.rj.gov.br/biblioteca/educacao/0069_06.html Acesso em 18 de janeiro de 2019.

Resumo da história do rádio no mundo e no Brasil até as web rádios https://www.brlogic.com/blog/conheca-a-historia-do-radio-no-brasil-e-no-mundo/ Acesso em 18 de janeiro de 2019.

Cronologia completa da história do rádio http://www.sarmento.eng.br/Historia.htm Acesso em 18 de janeiro de 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Projete o slide e entregue as cópias impressas aos alunos. Antes de começar a atividade, leia a pergunta como um convite e incite um breve debate sobre as fotos: O que representam? Todos elas são ambientes radiofônicos em momentos diferentes. A primeira coluna representa uma entrevista atual com a cantora Zizi Possi e a transmissão de uma radionovela americana. Na segunda coluna temos o presidente Getúlio Vargas discursando em uma transmissão e uma rádio comunitária da comunidade do Borel no Rio de Janeiro.

Logo depois, disponha a turma em duplas e proponha que os alunos leiam as informações e ordenem cronologicamente os acontecimentos da história do rádio em três minutos, conforme eles acreditem que ocorreram.

Em seguida, escreva as respostas das duplas da seguinte forma: pergunte as respostas do 1° acontecimento para todas as duplas. A alternativa mais escolhida deverá ser escrita no quadro. Em seguida, peça para que uma das duplas explique porque a selecionou. Caso seja a resposta errada, corrija colocando a certa, fazendo pequenas intervenções utilizando os contextos abaixo. Repita o processo até terminar. As ordem correta das frases é: A, F, C, E, B, G, H, D.

  • A - Foi a primeira transmissão de rádio do Brasil, realizado graças a 80 aparelhos difusores espalhados em locais públicos nas cidades do Rio de Janeiro, de Niterói e São Paulo. A primeira transmissora de rádio foi a Roquette Pinto, inaugurada em 1923 no Rio de Janeiro, enquanto que no mesmo ano era fundada a Rádio Clube de Pernambuco, em Recife.
  • F - A chamada Era de Ouro do rádio iniciou-se em 1927 e é marcada pelo grande sucesso da sua programação. Como o áudio não precisava ser gravado, os programas diversificaram-se por serem transmitidos direto do microfone: radionovela, humorísticos e programas de auditório eram uma febre no Brasil. Houve a profissionalização do ramo.
  • C - Foi em meio ao sucesso que Vargas resolveu explorar o rádio como um meio de divulgação de seu governo interna e externamente, forma de repressão e controle de informações feitas pelo Estado (através do DIP – Departamento de Imprensa e Propaganda) e criando mecanismos para difundir seus interesses para o Brasil durante o período que estava no poder. A partir desses princípios, instituiu as emissoras de rádio brasileiras a transmitirem obrigatoriamente o seu programa.
  • E - A televisão causou um grande impacto no rádio e no cinema, fazendo com que eles perdessem patrocinadores, anunciantes e artistas. A TV Tupi, primeira emissora de televisão do Brasil, foi inaugurada em 1950. Era o fim da Era do Rádio.
  • B - Com a diminuição da sua popularidade em consequência do aparecimento da televisão, o rádio precisou se modernizar e reinventar. A sua programação voltou-se para a música popular, transmissão de esportes e noticiário.
  • G - Em 1964, um agente de jovens músicos comprou um barco com aparelhagem radiofônica e saiu da Irlanda para operar no Mar do Norte para fugir da concessão de frequência de rádio que apenas era dada pelo governo e pôde tocar os novos talentos do Rock. Como outros dois agentes seguiram seu exemplo de instalarem-se em navios, esse tipo de rádio e ficou conhecida como “rádio pirata”. A ideia espalhou-se pelo mundo e as ondas sonoras foram usadas como símbolo e meio de resistência política em diversos países.
  • H - Em 1970, nasceu no Espírito Santo a primeira rádio clandestina contrária a moral orientada pela ditadura militar. A rádio foi desmontada em poucos dias, mas serviu como exemplo para muitas outras aparecerem pelo país. As frequências clandestinas começaram a ser usadas e são, até hoje uma voz das comunidades. A partir de 1998 começaram a ser criadas legislações que as tirassem da ilegalidade, reconhecendo nas rádios comunitárias uma necessidade das camadas sociais mais baixas, além de ser uma forma de expressão.
  • D - Hoje, as rádios ainda são ouvidas por todo país em AM e FM, e agora nas web rádio. Muitas estações criaram plataformas digitais e tantas funcionam exclusivamente de maneira online. As principais vantagens da internet é não ter limite de alcance e o baixo custo da transmissão. As web rádios necessitam apenas de uma conexão de Internet, um computador, um fornecedor de streaming e do locutor.

Ao término da atividade, peça aos alunos para recortar as informações sobre a história do rádio que lhes foi entregue anteriormente e colarem na ordem certa em seu caderno.

Fontes das imagens - Wikimedia Commons. Disponível em:

https://commons.wikimedia.org/w/index.php?search=Getulio+Vargas+radio&title=Special%3ASearch&go=+Go#/media/File:Get%C3%BAlio_Vargas_faz_discurso_pelo_r%C3%A1dio.tif

https://commons.wikimedia.org/w/index.php?search=cantoras+do+radio&title=Special%3ASearch&profile=advanced&fulltext=1&advancedSearch-current=%7B%22namespaces%22%3A%5B6%2C12%2C14%2C100%2C106%2C0%5D%7D&ns6=1&ns12=1&ns14=1&ns100=1&ns106=1&ns0=1#/media/File:Luiza_Possi_-_R%C3%A1dio_Senado_(4).jpg

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:07-06-2012_Jornada_fotogr%C3%A1fica_MootiroMaps_Morro_do_Borel_44.JPG

https://commons.wikimedia.org/wiki/Radio#/media/File:You_Can%27t_Do_Business_with_Hitler_rehearsal.jpg

Para você saber mais:

Rádio, poder e política, de Cláudia Figueiredo Modesto. Disponível em http://observatoriodaimprensa.com.br/interesse-publico/radio_poder_e_politica/

Roquette Pinto: o precursor da Educação no Rádio de Mara Lúcia Martins. Disponível em: http://www.educacaopublica.rj.gov.br/biblioteca/educacao/0069_06.html Acesso em 18 de janeiro de 2019.

Resumo da história do rádio no mundo e no Brasil até as web rádios . Disponível em: https://www.brlogic.com/blog/conheca-a-historia-do-radio-no-brasil-e-no-mundo/ Acesso em 18 de janeiro de 2019.

Cronologia completa da história do rádio http://www.sarmento.eng.br/Historia.htm Acesso em 18 de janeiro de 2019.

O aparecimento das “rádios piratas”, de Ivan Rodrigues. Disponível em: http://www.aminharadio.com/radio/radio_pirata Acesso em 18 de janeiro de 2019.

Legislação sobre as rádios comunitárias. Disponível em: https://espectro.org.br/pt-br/content/radiodifus%C3%A3o-comunit%C3%A1ria-plano-nacional-de-outorgas-20182019 Acesso em 18 de janeiro de 2019.

O filme brasileiro “Uma onda no ar”,de 2002, ilustra muito bem a importância de uma rádio comunitária, os limites da frequência legal e a perseguição.

Nosso Século (Nova Edição) Documentos Sonoros - Narração Sérgio Viotti - 1980. Disponível em:,https://www.youtube.com/watch?v=QdsaWXwLeEg . Acesso em 19 de janeiro de 2019.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 17 minutos

Orientações:

Leia o slide em voz alta, pautando cada tópico para responder às dúvidas da turma. Oriente os alunos a escreverem um texto simples que tenha até cinco minutos de apresentação. Lembrando que: não necessita de final, pois todos devem aguardar o próximo capítulo. Cada grupo deve selecionar o narrador e os leitores da sua história, os escritores e os sonoplastas, levando em consideração a sonoplastia disponível em sala de aula, incluindo as que eles mesmos possam fabricar.

Divida a turma em dois ou três grupos. Cada um deve produzir sua própria radionovela e, se possível, gravá-la ou encená-la para outras turmas atrás de um tecido.

Como adequar à sua realidade: O tema da radionovela, produzida pelos alunos, pode ser livre ou se adequar a um determinado conteúdo do programa escolar ou a assuntos da realidade da turma.

Para você saber mais:

Assim são feitos estes 10 sons famosos do cinema. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=FZvZCEMHWqw Acesso em 26 de outubro de 2018.

Sonoplastia. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=TX9CXTu-2rs Acesso em 26 de outubro de 2018..

Exemplo de histórias de terror em radionovela de turmas do EF. Disponível em: http://www.escoladavila.com.br/blog/?p=12180 Acesso em 26 de outubro de 2018.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF04HI08 de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários:

ou https://www.youtube.com/watch?v=TX9CXTu-2rs entre outras. (Acesso em 26 de fevereiro de 2016)

  • Folhas impressas para a atividade da problematização.
  • Aparelho com gravador, caso seja possível gravar a última atividade proposta na aula.

Material complementar:

Para você saber mais:

Resumo da história do rádio no mundo e no Brasil - https://www.brlogic.com/blog/conheca-a-historia-do-radio-no-brasil-e-no-mundo/ (Acesso em 26 de fevereiro de 2016)

Reportagem sobre o início e o sucesso das radionovelas no Brasil.- https://acervo.estadao.com.br/noticias/acervo,radionovela-emocoes-a-moda-antiga,10275,0.htm (Acesso em 26 de fevereiro de 2016)

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações: Os alunos deverão estar sentados em meio círculo. Projete o objetivo do plano ou escreva no quadro e realize uma leitura coletiva. Oriente a conversa com as seguintes questões:

  • Quem ouve rádio? Em caso de resposta positiva: que tipo de programa assistem? Na hora em que ouvem a voz do locutor, eles conseguem imaginá-lo? Qual a utilidade do rádio nos dias de hoje?
  • Seus pais ou avós ouvem ou ouviam rádio? O que eles ouvem ou ouviam?
  • Na época de seus bisavós não havia televisão. Alguém conhece algo sobre esse tempo?
  • O que seria uma “experiência radiofônica”?

Essa parte da aula objetiva é somente uma introdução dos alunos ao tema e para averiguar o seu conhecimento prévio sobre o assunto. Não precisa dedicar-se ao aprofundamento do assunto; Isto será feito ao longo da mesma.

Para você saber mais:

Resumo da história do rádio no mundo e no Brasil - https://www.brlogic.com/blog/conheca-a-historia-do-radio-no-brasil-e-no-mundo/ Acesso em 16 de Janeiro de 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: O título do plano deve ser escrito no quadro ou projetado para os alunos e lido em voz alta. Em seguida, motive os alunos a refletirem sobre a primeira pergunta do slide. Ouça as hipóteses dos alunos, não precisa corrigi-las. Oriente o debate com as seguintes questões:

  • Em qual veículo as imagens devem nascer na mente: televisão, internet ou rádio? Provavelmente, os alunos responderão o rádio, pois é o único que não transmite imagens.
  • Pode haver uma novela ou um seriado sem imagem? Como seria? Espera-se que os alunos deem respostas negativas, mas instigue sua imaginação com as possibilidades.

Para completar o debate, escolha 5 alunos e explique a experiência para eles. Em seguida, leia o restante do slide e convide os demais a fecharem seus olhos. Cada um dos alunos escolhidos devem criar um som usando o corpo ou objetos da sala de aula. Durante 20 segundos, essas crianças farão cinco sons diferentes, simultaneamente. Ao findar o tempo, as crianças deverão abrir os olhos e descrever o que ouviram. Quando todas acertarem, pergunte novamente se a imagem pode nascer na mente.

Ao final, convide-os a uma nova experiência e projete o próximo slide.

Fonte da imagem: Banco de imagem da Nova Escola.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos

Orientações: Projete o slide ou copie-o no quadro.

Inicie o áudio da radionovela. Se possível, diminua as luzes da sala.

Ao término da transmissão, se o ambiente estiver com pouca luz, deve permanecer. Peça para que alguns alunos descrevam o Jerônimo, a Aninha, o Moleque Saci, o Caveira, Chumbinho, o esconderijo, o circo e outras descrições de personagens ou espaços que se lembrem. Enquanto cada aluno descreve um destes itens, pergunte aos demais se concordam, se também imaginaram desta maneira.

Acenda novamente as luzes. Para orientar o debate, questione:

  • E os sons? Como foram produzidos?
  • Eles gravaram nos ambientes descritos: esconderijo, circo, etc? Nesse momento use os objetos que levou para a sonoplastia e surpreenda os alunos usando-os. Esclareça que todos os sons eram produzidos dentro do estúdio com objetos ou sons humanos e tais recursos são chamados de sonoplastia.
  • Por que será que radionovela faziam tanto sucesso na sua época? É provável que eles digam porque não havia televisão ou porque era muito interessante. Escute suas resposta e acrescente que a televisão só chegou ao Brasil em 1950, 27 anos depois do rádio.

Fonte da imagem: Pond5 disponível em: https://images.pond5.com/front-view-arvin-radio-model-photo-045101035_iconl.jpeg Acesso em 26 de outubro de 2018.

Fonte do vídeo: Jerônimo o Heroi do Sertão, Moysés Weltman - Radio Nacional, Brasil , 1958. EP 01. Disponível em:

https://www.google.com/url?q=https://www.youtube.com/watch?v%3DP0OWuMSOkUk&sa=D&ust=1540122842238000&usg=AFQjCNGqFh8FSklC1vFUJWnxWZsilr1HCQ São 11m:47s Acesso em 26 de outubro de 2018.

Para você saber mais:

O filme “A Era do Rádio”,de Woody Allen, mostra uma família em Nova York cujos sonhos são alimentados pelo rádio.

Slide Plano Aula

Orientações: Projete o slide ou copie no quadro. Converse com a turma sobre a citação apresentada.

Oriente a turma adicionando algumas informações como: a rádio foi fundada com fins educativos, tanto que mais tarde se incorporaria ao Ministério da Educação. O rádio possuía a vantagem do ouvinte não precisar ser alfabetizado para se inteirar das notícias do país e do mundo. Os aparelhos de rádio popularizaram-se rapidamente, mas também estavam presentes em estabelecimentos comerciais e locais públicos. A programação foi se diversificando e servindo de entretenimento. O rádio passou a fazer companhia aos brasileiros.

Fonte da citação - Roquette Pinto: o precursor da Educação no Rádio de Mara Lúcia Martins. Disponível em:

http://www.educacaopublica.rj.gov.br/biblioteca/educacao/0069_06.html Acesso em 18 de janeiro de 2019.

Para você saber mais:

Um resumo das participações de Roquette Pinto no rádio, na televisão e no cinema. http://www.educacaopublica.rj.gov.br/biblioteca/educacao/0069_06.html Acesso em 18 de janeiro de 2019.

Resumo da história do rádio no mundo e no Brasil até as web rádios https://www.brlogic.com/blog/conheca-a-historia-do-radio-no-brasil-e-no-mundo/ Acesso em 18 de janeiro de 2019.

Cronologia completa da história do rádio http://www.sarmento.eng.br/Historia.htm Acesso em 18 de janeiro de 2019.

Slide Plano Aula

Orientações: Projete o slide e entregue as cópias impressas aos alunos. Antes de começar a atividade, leia a pergunta como um convite e incite um breve debate sobre as fotos: O que representam? Todos elas são ambientes radiofônicos em momentos diferentes. A primeira coluna representa uma entrevista atual com a cantora Zizi Possi e a transmissão de uma radionovela americana. Na segunda coluna temos o presidente Getúlio Vargas discursando em uma transmissão e uma rádio comunitária da comunidade do Borel no Rio de Janeiro.

Logo depois, disponha a turma em duplas e proponha que os alunos leiam as informações e ordenem cronologicamente os acontecimentos da história do rádio em três minutos, conforme eles acreditem que ocorreram.

Em seguida, escreva as respostas das duplas da seguinte forma: pergunte as respostas do 1° acontecimento para todas as duplas. A alternativa mais escolhida deverá ser escrita no quadro. Em seguida, peça para que uma das duplas explique porque a selecionou. Caso seja a resposta errada, corrija colocando a certa, fazendo pequenas intervenções utilizando os contextos abaixo. Repita o processo até terminar. As ordem correta das frases é: A, F, C, E, B, G, H, D.

  • A - Foi a primeira transmissão de rádio do Brasil, realizado graças a 80 aparelhos difusores espalhados em locais públicos nas cidades do Rio de Janeiro, de Niterói e São Paulo. A primeira transmissora de rádio foi a Roquette Pinto, inaugurada em 1923 no Rio de Janeiro, enquanto que no mesmo ano era fundada a Rádio Clube de Pernambuco, em Recife.
  • F - A chamada Era de Ouro do rádio iniciou-se em 1927 e é marcada pelo grande sucesso da sua programação. Como o áudio não precisava ser gravado, os programas diversificaram-se por serem transmitidos direto do microfone: radionovela, humorísticos e programas de auditório eram uma febre no Brasil. Houve a profissionalização do ramo.
  • C - Foi em meio ao sucesso que Vargas resolveu explorar o rádio como um meio de divulgação de seu governo interna e externamente, forma de repressão e controle de informações feitas pelo Estado (através do DIP – Departamento de Imprensa e Propaganda) e criando mecanismos para difundir seus interesses para o Brasil durante o período que estava no poder. A partir desses princípios, instituiu as emissoras de rádio brasileiras a transmitirem obrigatoriamente o seu programa.
  • E - A televisão causou um grande impacto no rádio e no cinema, fazendo com que eles perdessem patrocinadores, anunciantes e artistas. A TV Tupi, primeira emissora de televisão do Brasil, foi inaugurada em 1950. Era o fim da Era do Rádio.
  • B - Com a diminuição da sua popularidade em consequência do aparecimento da televisão, o rádio precisou se modernizar e reinventar. A sua programação voltou-se para a música popular, transmissão de esportes e noticiário.
  • G - Em 1964, um agente de jovens músicos comprou um barco com aparelhagem radiofônica e saiu da Irlanda para operar no Mar do Norte para fugir da concessão de frequência de rádio que apenas era dada pelo governo e pôde tocar os novos talentos do Rock. Como outros dois agentes seguiram seu exemplo de instalarem-se em navios, esse tipo de rádio e ficou conhecida como “rádio pirata”. A ideia espalhou-se pelo mundo e as ondas sonoras foram usadas como símbolo e meio de resistência política em diversos países.
  • H - Em 1970, nasceu no Espírito Santo a primeira rádio clandestina contrária a moral orientada pela ditadura militar. A rádio foi desmontada em poucos dias, mas serviu como exemplo para muitas outras aparecerem pelo país. As frequências clandestinas começaram a ser usadas e são, até hoje uma voz das comunidades. A partir de 1998 começaram a ser criadas legislações que as tirassem da ilegalidade, reconhecendo nas rádios comunitárias uma necessidade das camadas sociais mais baixas, além de ser uma forma de expressão.
  • D - Hoje, as rádios ainda são ouvidas por todo país em AM e FM, e agora nas web rádio. Muitas estações criaram plataformas digitais e tantas funcionam exclusivamente de maneira online. As principais vantagens da internet é não ter limite de alcance e o baixo custo da transmissão. As web rádios necessitam apenas de uma conexão de Internet, um computador, um fornecedor de streaming e do locutor.

Ao término da atividade, peça aos alunos para recortar as informações sobre a história do rádio que lhes foi entregue anteriormente e colarem na ordem certa em seu caderno.

Fontes das imagens - Wikimedia Commons. Disponível em:

https://commons.wikimedia.org/w/index.php?search=Getulio+Vargas+radio&title=Special%3ASearch&go=+Go#/media/File:Get%C3%BAlio_Vargas_faz_discurso_pelo_r%C3%A1dio.tif

https://commons.wikimedia.org/w/index.php?search=cantoras+do+radio&title=Special%3ASearch&profile=advanced&fulltext=1&advancedSearch-current=%7B%22namespaces%22%3A%5B6%2C12%2C14%2C100%2C106%2C0%5D%7D&ns6=1&ns12=1&ns14=1&ns100=1&ns106=1&ns0=1#/media/File:Luiza_Possi_-_R%C3%A1dio_Senado_(4).jpg

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:07-06-2012_Jornada_fotogr%C3%A1fica_MootiroMaps_Morro_do_Borel_44.JPG

https://commons.wikimedia.org/wiki/Radio#/media/File:You_Can%27t_Do_Business_with_Hitler_rehearsal.jpg

Para você saber mais:

Rádio, poder e política, de Cláudia Figueiredo Modesto. Disponível em http://observatoriodaimprensa.com.br/interesse-publico/radio_poder_e_politica/

Roquette Pinto: o precursor da Educação no Rádio de Mara Lúcia Martins. Disponível em: http://www.educacaopublica.rj.gov.br/biblioteca/educacao/0069_06.html Acesso em 18 de janeiro de 2019.

Resumo da história do rádio no mundo e no Brasil até as web rádios . Disponível em: https://www.brlogic.com/blog/conheca-a-historia-do-radio-no-brasil-e-no-mundo/ Acesso em 18 de janeiro de 2019.

Cronologia completa da história do rádio http://www.sarmento.eng.br/Historia.htm Acesso em 18 de janeiro de 2019.

O aparecimento das “rádios piratas”, de Ivan Rodrigues. Disponível em: http://www.aminharadio.com/radio/radio_pirata Acesso em 18 de janeiro de 2019.

Legislação sobre as rádios comunitárias. Disponível em: https://espectro.org.br/pt-br/content/radiodifus%C3%A3o-comunit%C3%A1ria-plano-nacional-de-outorgas-20182019 Acesso em 18 de janeiro de 2019.

O filme brasileiro “Uma onda no ar”,de 2002, ilustra muito bem a importância de uma rádio comunitária, os limites da frequência legal e a perseguição.

Nosso Século (Nova Edição) Documentos Sonoros - Narração Sérgio Viotti - 1980. Disponível em:,https://www.youtube.com/watch?v=QdsaWXwLeEg . Acesso em 19 de janeiro de 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 17 minutos

Orientações:

Leia o slide em voz alta, pautando cada tópico para responder às dúvidas da turma. Oriente os alunos a escreverem um texto simples que tenha até cinco minutos de apresentação. Lembrando que: não necessita de final, pois todos devem aguardar o próximo capítulo. Cada grupo deve selecionar o narrador e os leitores da sua história, os escritores e os sonoplastas, levando em consideração a sonoplastia disponível em sala de aula, incluindo as que eles mesmos possam fabricar.

Divida a turma em dois ou três grupos. Cada um deve produzir sua própria radionovela e, se possível, gravá-la ou encená-la para outras turmas atrás de um tecido.

Como adequar à sua realidade: O tema da radionovela, produzida pelos alunos, pode ser livre ou se adequar a um determinado conteúdo do programa escolar ou a assuntos da realidade da turma.

Para você saber mais:

Assim são feitos estes 10 sons famosos do cinema. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=FZvZCEMHWqw Acesso em 26 de outubro de 2018.

Sonoplastia. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=TX9CXTu-2rs Acesso em 26 de outubro de 2018..

Exemplo de histórias de terror em radionovela de turmas do EF. Disponível em: http://www.escoladavila.com.br/blog/?p=12180 Acesso em 26 de outubro de 2018.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Circulação de pessoas, produtos e culturas do 4º ano :

MAIS AULAS DE História do 4º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF04HI08 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano