16875
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 6º ano > A invenção do mundo clássico e o contraponto com outras sociedades

Plano de aula - Escrita cuneiforme

Plano de aula de História com atividades para 6º ano do EF sobre Escrita cuneiforme

Plano 03 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Jair Messias Ferreira Junior

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF06HI07 Identificar aspectos e formas de registro das sociedades antigas na África, no Oriente Médio e nas Américas, distinguindo alguns significados presentes na cultura material e na tradição oral dessas sociedades, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: 50 gramas de argila por aluno, um palito de dente por aluno, caderno, lápis, caneta, borracha e dicionário. Material complementar impresso ou projetor multimídia.

Material complementar:

Imagem, tábua suméria

https://docs.google.com/document/d/1nREN1r441f47kPuuKWX2BKXREP5t8t6f2VrfrPuH-PM/edit

Imagem, dispositivo eletrônico tablet

https://docs.google.com/document/d/1VfeTJh4LGexJFtTjKUTK4OHnbeCpTibN8emewdPs8fM/edit

Texto sobre escrita cuneiforme

https://docs.google.com/document/d/1RFnRBuU_AAzwxMMWBJDSEqfOcQ8qoOx1zVwLlY706T4/edit

Quadro evolução da escrita cuneiforme

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/6vASr3MqRsDPyVAa7DRNPvXqbSmxaPFYj8dcYCPA4kRjkq7XxBtzSK8Qqk2h/his6-07und03-quadro-evolucao-da-escrita-cuneiforme.pdf

Tabela de números suméricos em escrita cuneiforme

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/PfnxAKsQ4ykavfWj5uFde7hEz94xpwUbsG8HDCZk88vv6Bu3vbSthkfuSMNa/his6-07und03-tabela-de-numeros-sumericos-em-escrita-cuneiforme.pdf

Texto - A origem da escrita

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/nu44bxu4pf8vZpVcw3GfQdyNnAn8EKqfTqPd6mrsWUxue48nRBXatcqscgcE/his6-07und03-texto-origem-da-escrita.pdf

Para que os alunos aprendam a interpretar fontes históricas, é muito importante que você não forneça a eles as Informações básicas sobre a fonte histórica antes da leitura de cada uma delas. Não comece a aula com uma exposição sobre o contexto histórico destes documentos, pois isso os impediria de construir o Contexto com base nas fontes, que é o objetivo central da aula de História.

Para você saber mais: A escrita cuneiforme foi desenvolvida na Antiga Mesopotâmia entre os anos 3500 a.C. e 3000 a.C., provavelmente pelos sumérios. A escrita cuneiforme teve grande uso em toda região da Mesopotâmia por milhares de anos, sendo utilizada por diversos povos. A escola suméria de escrita era chamada, em sumério, de “e.dub.ba” e “bit Yuppi” em acádico, literalmente traduzido por “casa dos tabletes” nas duas línguas. Acredita-se que a escrita cuneiforme não foi uma escrita popular, sendo restrita a um pequeno grupo de pessoas. Por volta do século VI a.C., a escrita cuneiforme não foi mais utilizada, sendo substituída pelo sistema alfabético. A escrita cuneiforme era fonética, a palavra “solar”, por exemplo, seria escrita com dois símbolos diferentes, “Sol” e “Ar’. Com isto, a escrita cuneiforme utilizava menos símbolos do que a escrita pictográfica.

POZZER, Katia Maria Paim. Escritas e escribas: o cuneiforme no antigo Oriente Próximo. Universidade Luterana do Brasil, 1999. Disponível em https://revista.classica.org.br/classica/article/download/449/389 Acesso em: 7 de fevereiro de 2019.

GONÇALVES, Carlos. Introdução à escrita cuneiforme e oficina de tabletes. Programa de pós-graduação em estudos culturais, EACH-USP. Disponível em https://www.sbm.org.br/wp-content/uploads/sites/26/2017/07/Minicurso_Carlos_Matematica_Cuneiforme_e_Oficina_de_Tabletes.pdf Acesso em: 7 de janeiro de 2019.

Documentário Ecce Homo - A escrita. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=TOHP71q_VDU Acesso em: 30 de janeiro de 2019.
Série de documentários produzidos no Canadá pela Conscient Productions que aborda diversas características do ser humano. Neste episódio,
o documentário analisa a escrita.

QUEIROZ, Rita de C. R. A informação escrita, do manuscrito ao texto virtual. UFRS, 2016. Disponível em http://www.ufrgs.br/limc/escritacoletiva/pdf/a_info_escrita.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

Documentário A História da palavra (sistema cuneiforme). Documentário aborda a evolução da escrita pictográfica até a escrita cuneiforme. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=-dLe5d0FUIc Acesso em: 7 de fevereiro de 2019.

Vídeo Escrita cuneiforme. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=SifMwht0Z6g Acesso em: 7 de fevereiro de 2019. O vídeo mostra a técnica para escrever em cuneiforme em tabletes de argila.

Vídeo Escrita cuneiforme. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=09YTGi_0GKI Acesso em: 7 de fevereiro de 2019. O vídeo mostra a técnica para escrever em cuneiforme em tabletes de argila.

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 4 minutos.

Orientações: Projete, escreva no quadro ou leia o objetivo da aula para a turma. Em seguida, solicite que os alunos pesquisem no dicionário o significado da palavra “cuneiforme”. Segundo a definição do Dicionário Aurélio Online apresenta duas definições “Que tem a forma de cunha.
Diz-se de uma antiga escrita (dos sumérios, assírios, persas e medos) em forma de cunhas. V. ESCRITA CUNEIFORME”. Disponível em https://www.dicio.com.br/cuneiforme/ Acesso em: 2 de fevereiro de 2019.

É muito importante começar com a apresentação do objetivo para que os estudantes entendam o que farão e compreendam aonde se quer chegar no fim da aula. Contudo, tome cuidado para, ao fazer isso, não antecipar respostas desde o começo. É necessário sempre garantir que os alunos construam o raciocínio por conta própria.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 11 minutos.

Orientações: Organize a sala em trios. Tente deixar no mesmo trio alunos que possam se apoiar mutuamente para a realização da atividade. Em seguida, projete ou disponibilize aos estudantes as imagem “Tablete de argila sumério do quarto milênio antes de Cristo”

Escreva no quadro a pergunta Quais são as semelhanças e as diferenças entre as duas imagens? Solicite que os estudantes façam a discussão em trios. Em seguida, peça para que cada aluno, em seu respectivo caderno, escreva um parágrafo resumindo a discussão. Quando todos os alunos terminarem solicite que dois, voluntariamente, leiam seus parágrafos-sínteses para os demais alunos da turma. É esperado que o estudantes apontem que nas duas imagens estão presentes “tabletes”, o primeiro de argila, e o da segunda imagem, digital. É esperado que os alunos identifique na imagem da Mesopotâmia que o “tablete” é de argila ou de alguma rocha, já as crianças atuais usam um “tablet” eletrônico. É possível que eles apontem ainda que tanto o tablete mesopotâmico quanto os atuais tablets são mídias utilizadas para registrar informações. Não existe uma resposta fechada para as perguntas, deixe que os estudantes construam suas respostas.

Para você saber mais: A escrita cuneiforme foi desenvolvida na Antiga Mesopotâmia entre os anos 3500 a.C. e 3000 a.C., provavelmente pelos sumérios. A escrita cuneiforme teve grande uso em toda região da Mesopotâmia por milhares de anos, sendo utilizada por diversos povos. A escola era chamada, em sumério, de “e.dub.ba”, em e “bit Yuppi”, em acádico, literalmente traduzido por "casa dos tabletes". Acredita-se que a escrita cuneiforme não foi uma escrita popular, sendo restrita a um pequeno grupo de pessoas. Por volta do século VI a.C., a escrita cuneiforme não foi mais utilizada, sendo substituída pelo sistema alfabético. A escrita cuneiforme era fonética, a palavra “solar”, por exemplo, seria escrita com dois símbolos diferentes, “Sol” e “Ar’. Com isto, a escrita cuneiforme utilizava menos símbolos do que a escrita pictográfica.

POZZER, Katia Maria Paim. Escritas e escribas: o cuneiforme no antigo Oriente Próximo. Universidade Luterana do Brasil, 1999. Disponível em https://revista.classica.org.br/classica/article/download/449/389 Acesso em: 7 de fevereiro de 2019.

GONÇALVES, Carlos. Introdução à escrita cuneiforme e oficina de tabletes. Programa de pós-graduação em estudos culturais, EACH-USP. Disponível em https://www.sbm.org.br/wp-content/uploads/sites/26/2017/07/Minicurso_Carlos_Matematica_Cuneiforme_e_Oficina_de_Tabletes.pdf Acesso em: 7 de janeiro de 2019.

Documentário Ecce Homo - A escrita. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=TOHP71q_VDU Acesso em: 30 de janeiro de 2019.
Série de documentários produzidos no Canadá pela Conscient Productions que aborda diversas características do ser humano. Neste episódio,
o documentário analisa a escrita.

QUEIROZ, Rita de C. R. A informação escrita, do manuscrito ao texto virtual. UFRS, 2016. Disponível em http://www.ufrgs.br/limc/escritacoletiva/pdf/a_info_escrita.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

Documentário A História da palavra (sistema cuneiforme). Documentário aborda a evolução da escrita pictográfica até a escrita cuneiforme. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=-dLe5d0FUIc Acesso em: 7 de fevereiro de 2019.

Vídeo Escrita cuneiforme. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=SifMwht0Z6g Acesso em: 7 de fevereiro de 2019. O vídeo mostra a técnica para escrever em cuneiforme em tabletes de argila.

Vídeo Escrita cuneiforme. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=09YTGi_0GKI Acesso em: 7 de fevereiro de 2019. O vídeo mostra a técnica para escrever em cuneiforme em tabletes de argila.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações: Entregue um texto sobre escrita cuneiforme para cada trio, fonte: POZZER, Katia Maria Paim. Escritas e escribas: o cuneiforme no antigo Oriente Próximo. Universidade Luterana do Brasil, 1999. Disponível em https://revista.classica.org.br/classica/article/download/449/389 Acesso em: 7 de fevereiro de 2019; e um texto “origem da escrita”, fonte: Kan Academy, disponível em https://www.khanacademy.org/humanities/ancient-art-civilizations/ancient-near-east1/the-ancient-near-east-an-introduction/a/cuneiform Acesso em: 17 de fevereiro de 2019.

Solicite que os estudantes de cada grupo façam a leitura e discussão dos textos. Escreva no quadro ou projete as perguntas do slide 6 para os estudantes. Peça para que eles respondam as questões em seus cadernos. É esperado que os estudantes identifiquem que a escrita teve origem com a necessidade do ser humano registrar eventos do seu cotidiano, sobretudo transações comerciais em templos e órgãos do Estado. A palavra “cuneiforme” significa “forma de cunha”, que a escrita era usada em monumentos, tabletes de argila, estátuas e rochedos e que escrita cuneiforme era lida da direita para a esquerda, ao contrário da maneira como lemos atualmente no Ocidente.

Em seguida, entregue para cada trio, ou projete, a tabela da evolução da escrita cuneiforme. Solicite que os estudantes façam a análise da tabela e que discutam como se deu a evolução da escrita cuneiforme. Solicite que cada estudante faça o resumo das discussões em seu caderno. É esperado que os estudantes identifiquem que a escrita pictográfica deu origem à escrita cuneiforme. Solicite que dois alunos, voluntariamente, leiam seus resumos para os demais alunos. Pergunte aos estudantes por quais motivos se deu a transformação de escrita pictográfica em escrita cuneiforme. É esperado que os estudantes respondam que a escrita cuneiforme era uma simplificação da escrita pictográfica, o que tornava sua escrita mais rápida, fácil de ser escrita na argila e acessível a mais pessoas.

Como adequar à sua realidade: Em muitas regiões do Brasil existem pedreiras que produzem pedras que podem substituir a argila. Pedra São Thomé é um bom exemplo de pedra propícia para inscrições. Neste caso, no lugar do palito de dente, utilize um prego.

Para você saber mais: Levis-Jean Calvet, professor de Linguística da Universidade de Sorbonne, afirma que os pictogramas foram as primeiras formas de escrita. A escrita utilizando pictografias surgiu em três lugares diferentes, na antiga Mesopotâmia com os sumérios, na China e na América Central, provavelmente com os maias. Na Mesopotâmia, os pictogramas evoluíram até dar origem à escrita cuneiforme e, na China, os pictogramas evoluíram até os atuais caracteres do alfabeto chinês.

Documentário Ecce Homo - A escrita. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=TOHP71q_VDU Acesso em: 30 de janeiro de 2019.
Série de documentários produzidos no Canadá pela Conscient Productions que aborda diversas características do ser humano. Neste episódio,
o documentário analisa a escrita.

COSTA, Rosimeri Claudiano da Costa. A evolução e revolução da escrita: um estudo comparativo. UNIGRANRIO, 2012. Disponível em http://www.filologia.org.br/xvii_cnlf/trab_completos/Evolu%C3%A7%C3%A3o%20e%20revolu%C3%A7%C3%A3o%20da%20Escrita%20ROSIMERI.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

QUEIROZ, Rita de C. R. A informação escrita, do manuscrito ao texto virtual. UFRS, 2016. Disponível em http://www.ufrgs.br/limc/escritacoletiva/pdf/a_info_escrita.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

NEVES, João Vasco Matos. Conceber pictogramas. Disponível em https://repositorio.ipcb.pt/bitstream/10400.11/2102/1/conceber_pictogramas.pdf acesso em 30 de janeiro de 2019. Cartilha que define o conceito de pictograma e que expõe algumas técnicas que auxiliam na produção de um pictograma.

DRANKA, Lucas Kitt. Pictogramas: Teoria, desenvolvimento e splicação The Noun Project: Análise e adaptação ao português, Universidade Federal do Paraná, disponível em http://www.ciclovida.ufpr.br/wp-content/uploads/2013/03/Relat%C3%B3rio-Lucas-K.-Dranka-Pictogramas-Teoria-Desenvolvimento-e-Aplica%C3%A7%C3%A3o.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Entregue um texto sobre escrita cuneiforme para cada trio. Fonte: POZZER, Katia Maria Paim. Escritas e escribas: o cuneiforme no antigo Oriente Próximo. Universidade Luterana do Brasil, 1999. Disponível em https://revista.classica.org.br/classica/article/download/449/389 Acesso em: 7 de fevereiro de 2019; e um texto “origem da escrita”, fonte: Kan Academy, disponível em https://www.khanacademy.org/humanities/ancient-art-civilizations/ancient-near-east1/the-ancient-near-east-an-introduction/a/cuneiform Acesso em: 17 de fevereiro de 2019.

Solicite que os estudantes de cada grupo façam a leitura e a discussão dos textos. Escreva no quadro ou projete as perguntas do slide 6 para os estudantes. Peça para que eles respondam as questões em seus cadernos. É esperado que os estudantes identifiquem que a escrita teve origem com a necessidade do ser humano registrar eventos do seu cotidiano, sobretudo transações comerciais em templos e órgãos do Estado. A palavra “cuneiforme” significa “forma de cunha”, que a escrita era usada em monumentos, tabletes de argila, estátuas e rochedos e que escrita cuneiforme era lida da direita para a esquerda, ao contrário da maneira como lemos atualmente no Ocidente.

Em seguida, entregue para cada trio, ou projete, a tabela da evolução da escrita cuneiforme, adaptado de fonte: Pinterest, disponível em https://www.pinterest.co.uk/pin/635852041112965565/?lp=true Acesso em: 7 de fevereiro de 2019 (solicitei a imagem). Solicite que os estudantes façam a análise da tabela e que discutam como se deu a evolução da escrita cuneiforme. Solicite que cada estudante faça o resumo das discussões em seu caderno. É esperado que os estudantes identifiquem que a escrita pictográfica deu origem à escrita cuneiforme. Solicite que dois alunos, voluntariamente, leiam seus resumos para os demais alunos. Pergunte aos estudantes por quais motivos se deu a transformação de escrita pictográfica em escrita cuneiforme. É esperado que os estudantes respondam que a escrita cuneiforme era uma simplificação da escrita pictográfica, o que tornava sua escrita mais rápida, fácil de ser escrita na argila e acessível a mais pessoas.

Como adequar à sua realidade: Em muitas regiões do Brasil existem pedreiras que produzem pedras que podem substituir a argila. Pedra São Thomé é um bom exemplo de pedra propícia para inscrições. Neste caso, no lugar do palito de dente, utilize um prego.

Para você saber mais: Levis-Jean Calvet, professor de Linguística da Universidade de Sorbonne, afirma que os pictogramas foram as primeiras formas de escrita. A escrita utilizando pictografias surgiu em três lugares diferentes, na antiga Mesopotâmia com os sumérios, na China e na América Central, provavelmente com os maias. Na Mesopotâmia, os pictogramas evoluíram até dar origem à escrita cuneiforme e, na China, os pictogramas evoluíram até os atuais caracteres do alfabeto chinês.

Documentário Ecce Homo - A escrita. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=TOHP71q_VDU Acesso em: 30 de janeiro de 2019.
Série de documentários produzidos no Canadá pela Conscient Productions que aborda diversas características do ser humano. Neste episódio,
o documentário analisa a escrita.

COSTA, Rosimeri Claudiano da Costa. A evolução e revolução da escrita: um estudo comparativo. UNIGRANRIO, 2012. Disponível em http://www.filologia.org.br/xvii_cnlf/trab_completos/Evolu%C3%A7%C3%A3o%20e%20revolu%C3%A7%C3%A3o%20da%20Escrita%20ROSIMERI.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

QUEIROZ, Rita de C. R. A informação escrita, do manuscrito ao texto virtual. UFRS, 2016. Disponível em http://www.ufrgs.br/limc/escritacoletiva/pdf/a_info_escrita.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

NEVES, João Vasco Matos. Conceber pictogramas. Disponível em https://repositorio.ipcb.pt/bitstream/10400.11/2102/1/conceber_pictogramas.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019. Cartilha que define o conceito de pictograma e que expõe algumas técnicas que auxiliam na produção de um pictograma.

DRANKA, Lucas Kitt. Pictogramas: Teoria, desenvolvimento e aplicação The Noun Project: Análise e adaptação ao português, Universidade Federal do Paraná, disponível em http://www.ciclovida.ufpr.br/wp-content/uploads/2013/03/Relat%C3%B3rio-Lucas-K.-Dranka-Pictogramas-Teoria-Desenvolvimento-e-Aplica%C3%A7%C3%A3o.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Entregue um texto sobre escrita cuneiforme para cada trio. Fonte: POZZER, Katia Maria Paim. Escritas e escribas: o cuneiforme no antigo Oriente Próximo. Universidade Luterana do Brasil, 1999. Disponível em https://revista.classica.org.br/classica/article/download/449/389 Acesso em: 7 de fevereiro de 2019; e um texto “origem da escrita”, fonte: Kan Academy, disponível em https://www.khanacademy.org/humanities/ancient-art-civilizations/ancient-near-east1/the-ancient-near-east-an-introduction/a/cuneiform Acesso em: 17 de fevereiro de 2019.

Solicite que os estudantes de cada grupo façam a leitura e a discussão dos textos. Escreva no quadro ou projete as perguntas do slide 6 para os estudantes. Peça para que eles respondam as questões em seus cadernos. É esperado que os estudantes identifiquem que a escrita teve origem com a necessidade do ser humano registrar eventos do seu cotidiano, sobretudo transações comerciais em templos e órgãos do Estado. A palavra “cuneiforme” significa “forma de cunha”, que a escrita era usada em monumentos, tabletes de argila, estátuas e rochedos e que escrita cuneiforme era lida da direita para a esquerda, ao contrário da maneira como lemos atualmente no Ocidente.

Em seguida, entregue para cada trio, ou projete, a tabela da evolução da escrita cuneiforme, adaptado de fonte: Pinterest, disponível em https://www.pinterest.co.uk/pin/635852041112965565/?lp=true Acesso em: 7 de fevereiro de 2019 (solicitei a imagem). Solicite que os estudantes façam a análise da tabela e que discutam como se deu a evolução da escrita cuneiforme. Solicite que cada estudante faça o resumo das discussões em seu caderno. É esperado que os estudantes identifiquem que a escrita pictográfica deu origem à escrita cuneiforme. Solicite que dois alunos, voluntariamente, leiam seus resumos para os demais alunos. Pergunte aos estudantes por quais motivos se deu a transformação de escrita pictográfica em escrita cuneiforme. É esperado que os estudantes respondam que a escrita cuneiforme era uma simplificação da escrita pictográfica, o que tornava sua escrita mais rápida, fácil de ser escrita na argila e acessível a mais pessoas.

Como adequar à sua realidade: Em muitas regiões do Brasil existem pedreiras que produzem pedras que podem substituir a argila. Pedra São Thomé é um bom exemplo de pedra propícia para inscrições. Neste caso, no lugar do palito de dente, utilize um prego.

Para você saber mais: Levis-Jean Calvet, professor de Linguística da Universidade de Sorbonne, afirma que os pictogramas foram as primeiras formas de escrita. A escrita utilizando pictografias surgiu em três lugares diferentes, na antiga Mesopotâmia com os sumérios, na China e na América Central, provavelmente com os maias. Na Mesopotâmia, os pictogramas evoluíram até dar origem à escrita cuneiforme e, na China, os pictogramas evoluíram até os atuais caracteres do alfabeto chinês.

Documentário Ecce Homo - A escrita. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=TOHP71q_VDU Acesso em: 30 de janeiro de 2019.
Série de documentários produzidos no Canadá pela Conscient Productions que aborda diversas características do ser humano. Neste episódio,
o documentário analisa a escrita.

COSTA, Rosimeri Claudiano da Costa. A evolução e revolução da escrita: um estudo comparativo. UNIGRANRIO, 2012. Disponível em http://www.filologia.org.br/xvii_cnlf/trab_completos/Evolu%C3%A7%C3%A3o%20e%20revolu%C3%A7%C3%A3o%20da%20Escrita%20ROSIMERI.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

QUEIROZ, Rita de C. R. A informação escrita, do manuscrito ao texto virtual. UFRS, 2016. Disponível em http://www.ufrgs.br/limc/escritacoletiva/pdf/a_info_escrita.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

NEVES, João Vasco Matos. Conceber pictogramas. Disponível em https://repositorio.ipcb.pt/bitstream/10400.11/2102/1/conceber_pictogramas.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019. Cartilha que define o conceito de pictograma e que expõe algumas técnicas que auxiliam na produção de um pictograma.

DRANKA, Lucas Kitt. Pictogramas: Teoria, desenvolvimento e aplicação The Noun Project: Análise e adaptação ao português, Universidade Federal do Paraná, disponível em http://www.ciclovida.ufpr.br/wp-content/uploads/2013/03/Relat%C3%B3rio-Lucas-K.-Dranka-Pictogramas-Teoria-Desenvolvimento-e-Aplica%C3%A7%C3%A3o.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Entregue um texto sobre escrita cuneiforme para cada trio. Fonte: POZZER, Katia Maria Paim. Escritas e escribas: o cuneiforme no antigo Oriente Próximo. Universidade Luterana do Brasil, 1999. Disponível em https://revista.classica.org.br/classica/article/download/449/389 Acesso em: 7 de fevereiro de 2019; e um texto “origem da escrita”, fonte: Kan Academy, disponível em https://www.khanacademy.org/humanities/ancient-art-civilizations/ancient-near-east1/the-ancient-near-east-an-introduction/a/cuneiformAcesso em: 17 de fevereiro de 2019.

Solicite que os estudantes de cada grupo façam a leitura e discussão dos textos. Escreva no quadro ou projete as perguntas do slide 6 para os estudantes. Peça para que eles respondam em seus cadernos. É esperado que os estudantes identifiquem que a escrita teve origem com a necessidade do ser humano registrar eventos do seu cotidiano, sobretudo transações comerciais em templos e órgãos do Estado. A palavra “cuneiforme” significa “forma de cunha”, que a escrita era usada em monumentos, tabletes de argila, estátuas e rochedos e que escrita cuneiforme era lida da direita para a esquerda, ao contrário da maneira como lemos atualmente no Ocidente.

Em seguida, entregue para cada trio, ou projete, a tabela da evolução da escrita cuneiforme. Solicite que os estudantes façam a análise da tabela e que discutam como se deu a evolução da escrita cuneiforme. Solicite que cada estudante faça o resumo das discussões em seu caderno. É esperado que os estudantes identifiquem que a escrita pictográfica deu origem à escrita cuneiforme. Solicite que dois alunos, voluntariamente, leiam seus resumos para os demais alunos. Pergunte aos estudantes por quais motivos se deu a transformação de escrita pictográfica em escrita cuneiforme. É esperado que os estudantes respondam que a escrita cuneiforme era uma simplificação da escrita pictográfica, o que tornava sua escrita mais rápida, fácil de ser escrita na argila e acessível a mais pessoas.

Como adequar à sua realidade: Em muitas regiões do Brasil existem pedreiras que produzem pedras que podem substituir a argila. Pedra São Thomé é um bom exemplo de pedra propícia para inscrições. Neste caso, no lugar do palito de dente, utilize um prego.

Para você saber mais: Levis-Jean Calvet, professor de Linguística da Universidade de Sorbonne, afirma que os pictogramas foram as primeiras formas de escrita. A escrita utilizando pictografias surgiu em três lugares diferentes, na antiga Mesopotâmia com os sumérios, na China e na América Central, provavelmente com os maias. Na Mesopotâmia, os pictogramas evoluíram até dar origem à escrita cuneiforme e, na China, os pictogramas evoluíram até os atuais caracteres do alfabeto chinês.

Documentário Ecce Homo - A escrita. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=TOHP71q_VDU Acesso em: 30 de janeiro de 2019.
Série de documentários produzidos no Canadá pela Conscient Productions que aborda diversas características do ser humano. Neste episódio,
o documentário analisa a escrita.

COSTA, Rosimeri Claudiano da Costa. A evolução e revolução da escrita: um estudo comparativo. UNIGRANRIO, 2012. Disponível em http://www.filologia.org.br/xvii_cnlf/trab_completos/Evolu%C3%A7%C3%A3o%20e%20revolu%C3%A7%C3%A3o%20da%20Escrita%20ROSIMERI.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

QUEIROZ, Rita de C. R. A informação escrita, do manuscrito ao texto virtual. UFRS, 2016. Disponível em http://www.ufrgs.br/limc/escritacoletiva/pdf/a_info_escrita.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

NEVES, João Vasco Matos. Conceber pictogramas. Disponível em https://repositorio.ipcb.pt/bitstream/10400.11/2102/1/conceber_pictogramas.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019. Cartilha que define o conceito de pictograma e que expõe algumas técnicas que auxiliam na produção de um pictograma.

DRANKA, Lucas Kitt. Pictogramas: Teoria, desenvolvimento e aplicação The Noun Project: Análise e adaptação ao português, Universidade Federal do Paraná, disponível em http://www.ciclovida.ufpr.br/wp-content/uploads/2013/03/Relat%C3%B3rio-Lucas-K.-Dranka-Pictogramas-Teoria-Desenvolvimento-e-Aplica%C3%A7%C3%A3o.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Entregue para cada aluno um quadro dos “Números em escrita cuneiforme suméria” (slide 7). Fonte: Fundação Fiocruz, disponível em http://www.invivo.fiocruz.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=976&sid=9 Acesso em: 4 de fevereiro de 2019. Deixe que os estudantes analisem a lógica por trás dos números sumérios por 2 minutos. Depois, entregue para cada estudante um pedaço de argila, mais ou menos do tamanho de um isqueiro grande, juntamente com um palito de dente. Solicite que cada estudante escreva no seu tablete de argila a data do seu nascimento e um número aleatório qualquer com quatro dígitos utilizando os números sumérios. Pergunte em qual direção os sumérios escreviam e liam, antes de iniciar a atividade, para os estudantes se lembrarem de que o sistema cuneiforme é escrito da direita para a esquerda. Em relação ao ano de nascimento, solicite que escrevam apenas os dois últimos dígitos. Peça para que utilizem um traço para separar dia, mês e ano.

Este arquivo contém dois exemplos de datas de nascimento escritas com números cuneiformes sumérios, serve apenas para você compreender o sistema. Disponível em https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/G9w9PWX9q38hNSjU2jcVnPByYzvDDuqCj5hZzC5cMeAAjFFgmNBAQexyhtNj/his6-07und03-exemplo-de-datas-de-nascimento-em-escrita-cuneiforme-sumerica.pdf Acesso em: 7 de fevereiro de 2019.

Deixe que os alunos, em seus grupos, discutam sobre suas produções. Quando todos terminarem, solicite que os estudantes troquem suas placas de argila com colegas de outros grupos e tentem decifrá-las.

Você pode transformar os tabletes de argila em adobe, basta deixá-los secando no sol por cerca de três dias. Caso queira transformar os tabletes em cerâmica, asse-os no forno da escola, em uma forma, por 2 horas em fogo baixo. O tablete, quando não é assado ou é seco ao sol, se desfaz na água. Após o cozimento, a argila se torna cerâmica, impermeável. Caso disponha de mais uma aula e de mais argila, você pode fabricar utensílios mesopotâmicos cerâmicos, como lamparinas e carimbos cilíndricos.

Como adequar à sua realidade: Em vez de solicitar que os estudantes escrevam o parágrafo sobre sua experiência com a escrita cuneiforme, você pode solicitar que eles utilizem a página do Museu da Universidade da Pensilvânia para escrever seu nome em escrita cuneiforme, disponível em https://www.penn.museum/cgi/cuneiform.php Acesso em: 7 de fevereiro de 2019. O acesso pode ser feito no laboratório de informática ou pelo celular dos alunos. Você pode solicitar que os alunos copiem seus nomes em escrita cuneiforme em uma tira de papel e fixá-los no mural da sala para que todos alunos possam ver.

Para você saber mais: A escrita cuneiforme foi desenvolvida na Antiga Mesopotâmia entre os anos 3500 a.C. e 3000 a.C., provavelmente pelos sumérios. A escrita cuneiforme teve grande uso em toda região da Mesopotâmia por milhares de anos, sendo utilizada por diversos povos. A escola era chamada, em sumério, de “e.dub.ba”, em e “bit Yuppi”, em acádico, literalmente traduzido por "casa dos tabletes". Acredita-se que a escrita cuneiforme não foi uma escrita popular, sendo restrita a um pequeno grupo de pessoas. Por volta do século VI a.C., a escrita cuneiforme não foi mais utilizada, sendo substituída pelo sistema alfabético. A escrita cuneiforme era fonética, a palavra “solar”, por exemplo, seria escrita com dois símbolos diferentes, “Sol” e “Ar’. Com isto, a escrita cuneiforme utilizava menos símbolos do que a escrita pictográfica.

POZZER, Katia Maria Paim. Escritas e escribas: o cuneiforme no antigo Oriente Próximo. Universidade Luterana do Brasil, 1999. Disponível em https://revista.classica.org.br/classica/article/download/449/389 Acesso em: 7 de fevereiro de 2019.

GONÇALVES, Carlos. Introdução à escrita cuneiforme e oficina de tabletes. Programa de pós-graduação em estudos culturais, EACH-USP. Disponível em https://www.sbm.org.br/wp-content/uploads/sites/26/2017/07/Minicurso_Carlos_Matematica_Cuneiforme_e_Oficina_de_Tabletes.pdf Acesso em: 7 de janeiro de 2019.

Documentário Ecce Homo - A escrita. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=TOHP71q_VDU Acesso em: 30 de janeiro de 2019.
Série de documentários produzidos no Canadá pela Conscient Productions que aborda diversas características do ser humano. Neste episódio,
o documentário analisa a escrita.

QUEIROZ, Rita de C. R. A informação escrita, do manuscrito ao texto virtual. UFRS, 2016. Disponível em http://www.ufrgs.br/limc/escritacoletiva/pdf/a_info_escrita.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

Documentário A História da palavra (sistema cuneiforme). Documentário aborda a evolução da escrita pictográfica até a escrita cuneiforme. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=-dLe5d0FUIc Acesso em: 7 de fevereiro de 2019.

Vídeo Escrita cuneiforme. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=SifMwht0Z6g Acesso em: 7 de fevereiro de 2019. O vídeo mostra a técnica para escrever em cuneiforme em tabletes de argila.

Vídeo Escrita cuneiforme. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=09YTGi_0GKI Acesso em: 7 de fevereiro de 2019. O vídeo mostra a técnica para escrever em cuneiforme em tabletes de argila.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Entregue para cada aluno um quadro dos “Números em escrita cuneiforme suméria” (slide 7). Fonte: Fundação Fiocruz, disponível em http://www.invivo.fiocruz.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=976&sid=9 Acesso em: 4 de fevereiro de 2019. Deixe que os estudantes analisem a lógica por trás dos números sumérios por 2 minutos. Depois, entregue para cada estudante um pedaço de argila, mais ou menos do tamanho de um isqueiro grande, juntamente com um palito de dente. Solicite que cada estudante escreva no seu tablete de argila a data do seu nascimento e um número aleatório qualquer com quatro dígitos utilizando os números sumérios. Pergunte em qual direção os sumérios escreviam e liam, antes de iniciar a atividade, para os estudantes se lembrarem de que o sistema cuneiforme é escrito da direita para a esquerda. Em relação ao ano de nascimento, solicite que escrevam apenas os dois últimos dígitos. Peça para que utilizem um traço para separar dia, mês e ano.

Este arquivo contém dois exemplos de datas de nascimento escritas com números cuneiformes sumérios, serve apenas para você compreender o sistema. Disponível em https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/G9w9PWX9q38hNSjU2jcVnPByYzvDDuqCj5hZzC5cMeAAjFFgmNBAQexyhtNj/his6-07und03-exemplo-de-datas-de-nascimento-em-escrita-cuneiforme-sumerica.pdf Acesso em: 7 de fevereiro de 2019.

Deixe que os alunos, em seus grupos, discutam sobre suas produções. Quando todos terminarem, solicite que os estudantes troquem suas placas de argila com colegas de outros grupos e tentem decifrá-las.

Você pode transformar os tabletes de argila em adobe, basta deixá-los secando no sol por cerca de três dias. Caso queira transformar os tabletes em cerâmica, asse-os no forno da escola, em uma forma, por 2 horas em fogo baixo. O tablete, quando não é assado ou é seco ao sol, se desfaz na água. Após o cozimento, a argila se torna cerâmica, impermeável. Caso disponha de mais uma aula e de mais argila, você pode fabricar utensílios mesopotâmicos cerâmicos, como lamparinas e carimbos cilíndricos.

Como adequar à sua realidade: Em vez de solicitar que os estudantes escrevam o parágrafo sobre sua experiência com a escrita cuneiforme, você pode solicitar que eles utilizem a página do Museu da Universidade da Pensilvânia para escrever seu nome em escrita cuneiforme, disponível em https://www.penn.museum/cgi/cuneiform.php Acesso em: 7 de fevereiro de 2019. O acesso pode ser feito no laboratório de informática ou pelo celular dos alunos. Você pode solicitar que os alunos copiem seus nomes em escrita cuneiforme em uma tira de papel e fixá-los no mural da sala para que todos alunos possam ver.

Para você saber mais: A escrita cuneiforme foi desenvolvida na Antiga Mesopotâmia entre os anos 3500 a.C. e 3000 a.C., provavelmente pelos sumérios. A escrita cuneiforme teve grande uso em toda região da Mesopotâmia por milhares de anos, sendo utilizada por diversos povos. A escola era chamada, em sumério, de “e.dub.ba”, em e “bit Yuppi”, em acádico, literalmente traduzido por “casa dos tabletes”. Acredita-se que a escrita cuneiforme não foi uma escrita popular, sendo restrita a um pequeno grupo de pessoas. Por volta do século VI a.C., a escrita cuneiforme não foi mais utilizada, sendo substituída pelo sistema alfabético. A escrita cuneiforme era fonética, a palavra “solar”, por exemplo, seria escrita com dois símbolos diferentes, “Sol” e “Ar’. Com isto, a escrita cuneiforme utilizava menos símbolos do que a escrita pictográfica.

POZZER, Katia Maria Paim. Escritas e escribas: o cuneiforme no antigo Oriente Próximo. Universidade Luterana do Brasil, 1999. Disponível em https://revista.classica.org.br/classica/article/download/449/389 Acesso em: 7 de fevereiro de 2019.

GONÇALVES, Carlos. Introdução à escrita cuneiforme e oficina de tabletes. Programa de pós-graduação em estudos culturais, EACH-USP. Disponível em https://www.sbm.org.br/wp-content/uploads/sites/26/2017/07/Minicurso_Carlos_Matematica_Cuneiforme_e_Oficina_de_Tabletes.pdf Acesso em: 7 de janeiro de 2019.

Documentário Ecce Homo - A escrita. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=TOHP71q_VDU Acesso em: 30 de janeiro de 2019.
Série de documentários produzidos no Canadá pela Conscient Productions que aborda diversas características do ser humano. Neste episódio,
o documentário analisa a escrita.

QUEIROZ, Rita de C. R. A informação escrita, do manuscrito ao texto virtual. UFRS, 2016. Disponível em http://www.ufrgs.br/limc/escritacoletiva/pdf/a_info_escrita.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

Documentário A História da palavra (sistema cuneiforme). Documentário aborda a evolução da escrita pictográfica até a escrita cuneiforme. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=-dLe5d0FUIc Acesso em: 7 de fevereiro de 2019.

Vídeo Escrita cuneiforme. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=SifMwht0Z6g Acesso em: 7 de fevereiro de 2019. O vídeo mostra a técnica para escrever em cuneiforme em tabletes de argila.

Vídeo Escrita cuneiforme. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=09YTGi_0GKI Acesso em: 7 de fevereiro de 2019. O vídeo mostra a técnica para e escrever em cuneiforme em tabletes de argila.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF06HI07 Identificar aspectos e formas de registro das sociedades antigas na África, no Oriente Médio e nas Américas, distinguindo alguns significados presentes na cultura material e na tradição oral dessas sociedades, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: 50 gramas de argila por aluno, um palito de dente por aluno, caderno, lápis, caneta, borracha e dicionário. Material complementar impresso ou projetor multimídia.

Material complementar:

Imagem, tábua suméria

https://docs.google.com/document/d/1nREN1r441f47kPuuKWX2BKXREP5t8t6f2VrfrPuH-PM/edit

Imagem, dispositivo eletrônico tablet

https://docs.google.com/document/d/1VfeTJh4LGexJFtTjKUTK4OHnbeCpTibN8emewdPs8fM/edit

Texto sobre escrita cuneiforme

https://docs.google.com/document/d/1RFnRBuU_AAzwxMMWBJDSEqfOcQ8qoOx1zVwLlY706T4/edit

Quadro evolução da escrita cuneiforme

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/6vASr3MqRsDPyVAa7DRNPvXqbSmxaPFYj8dcYCPA4kRjkq7XxBtzSK8Qqk2h/his6-07und03-quadro-evolucao-da-escrita-cuneiforme.pdf

Tabela de números suméricos em escrita cuneiforme

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/PfnxAKsQ4ykavfWj5uFde7hEz94xpwUbsG8HDCZk88vv6Bu3vbSthkfuSMNa/his6-07und03-tabela-de-numeros-sumericos-em-escrita-cuneiforme.pdf

Texto - A origem da escrita

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/nu44bxu4pf8vZpVcw3GfQdyNnAn8EKqfTqPd6mrsWUxue48nRBXatcqscgcE/his6-07und03-texto-origem-da-escrita.pdf

Para que os alunos aprendam a interpretar fontes históricas, é muito importante que você não forneça a eles as Informações básicas sobre a fonte histórica antes da leitura de cada uma delas. Não comece a aula com uma exposição sobre o contexto histórico destes documentos, pois isso os impediria de construir o Contexto com base nas fontes, que é o objetivo central da aula de História.

Para você saber mais: A escrita cuneiforme foi desenvolvida na Antiga Mesopotâmia entre os anos 3500 a.C. e 3000 a.C., provavelmente pelos sumérios. A escrita cuneiforme teve grande uso em toda região da Mesopotâmia por milhares de anos, sendo utilizada por diversos povos. A escola suméria de escrita era chamada, em sumério, de “e.dub.ba” e “bit Yuppi” em acádico, literalmente traduzido por “casa dos tabletes” nas duas línguas. Acredita-se que a escrita cuneiforme não foi uma escrita popular, sendo restrita a um pequeno grupo de pessoas. Por volta do século VI a.C., a escrita cuneiforme não foi mais utilizada, sendo substituída pelo sistema alfabético. A escrita cuneiforme era fonética, a palavra “solar”, por exemplo, seria escrita com dois símbolos diferentes, “Sol” e “Ar’. Com isto, a escrita cuneiforme utilizava menos símbolos do que a escrita pictográfica.

POZZER, Katia Maria Paim. Escritas e escribas: o cuneiforme no antigo Oriente Próximo. Universidade Luterana do Brasil, 1999. Disponível em https://revista.classica.org.br/classica/article/download/449/389 Acesso em: 7 de fevereiro de 2019.

GONÇALVES, Carlos. Introdução à escrita cuneiforme e oficina de tabletes. Programa de pós-graduação em estudos culturais, EACH-USP. Disponível em https://www.sbm.org.br/wp-content/uploads/sites/26/2017/07/Minicurso_Carlos_Matematica_Cuneiforme_e_Oficina_de_Tabletes.pdf Acesso em: 7 de janeiro de 2019.

Documentário Ecce Homo - A escrita. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=TOHP71q_VDU Acesso em: 30 de janeiro de 2019.
Série de documentários produzidos no Canadá pela Conscient Productions que aborda diversas características do ser humano. Neste episódio,
o documentário analisa a escrita.

QUEIROZ, Rita de C. R. A informação escrita, do manuscrito ao texto virtual. UFRS, 2016. Disponível em http://www.ufrgs.br/limc/escritacoletiva/pdf/a_info_escrita.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

Documentário A História da palavra (sistema cuneiforme). Documentário aborda a evolução da escrita pictográfica até a escrita cuneiforme. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=-dLe5d0FUIc Acesso em: 7 de fevereiro de 2019.

Vídeo Escrita cuneiforme. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=SifMwht0Z6g Acesso em: 7 de fevereiro de 2019. O vídeo mostra a técnica para escrever em cuneiforme em tabletes de argila.

Vídeo Escrita cuneiforme. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=09YTGi_0GKI Acesso em: 7 de fevereiro de 2019. O vídeo mostra a técnica para escrever em cuneiforme em tabletes de argila.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 4 minutos.

Orientações: Projete, escreva no quadro ou leia o objetivo da aula para a turma. Em seguida, solicite que os alunos pesquisem no dicionário o significado da palavra “cuneiforme”. Segundo a definição do Dicionário Aurélio Online apresenta duas definições “Que tem a forma de cunha.
Diz-se de uma antiga escrita (dos sumérios, assírios, persas e medos) em forma de cunhas. V. ESCRITA CUNEIFORME”. Disponível em https://www.dicio.com.br/cuneiforme/ Acesso em: 2 de fevereiro de 2019.

É muito importante começar com a apresentação do objetivo para que os estudantes entendam o que farão e compreendam aonde se quer chegar no fim da aula. Contudo, tome cuidado para, ao fazer isso, não antecipar respostas desde o começo. É necessário sempre garantir que os alunos construam o raciocínio por conta própria.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 11 minutos.

Orientações: Organize a sala em trios. Tente deixar no mesmo trio alunos que possam se apoiar mutuamente para a realização da atividade. Em seguida, projete ou disponibilize aos estudantes as imagem “Tablete de argila sumério do quarto milênio antes de Cristo”

Escreva no quadro a pergunta Quais são as semelhanças e as diferenças entre as duas imagens? Solicite que os estudantes façam a discussão em trios. Em seguida, peça para que cada aluno, em seu respectivo caderno, escreva um parágrafo resumindo a discussão. Quando todos os alunos terminarem solicite que dois, voluntariamente, leiam seus parágrafos-sínteses para os demais alunos da turma. É esperado que o estudantes apontem que nas duas imagens estão presentes “tabletes”, o primeiro de argila, e o da segunda imagem, digital. É esperado que os alunos identifique na imagem da Mesopotâmia que o “tablete” é de argila ou de alguma rocha, já as crianças atuais usam um “tablet” eletrônico. É possível que eles apontem ainda que tanto o tablete mesopotâmico quanto os atuais tablets são mídias utilizadas para registrar informações. Não existe uma resposta fechada para as perguntas, deixe que os estudantes construam suas respostas.

Para você saber mais: A escrita cuneiforme foi desenvolvida na Antiga Mesopotâmia entre os anos 3500 a.C. e 3000 a.C., provavelmente pelos sumérios. A escrita cuneiforme teve grande uso em toda região da Mesopotâmia por milhares de anos, sendo utilizada por diversos povos. A escola era chamada, em sumério, de “e.dub.ba”, em e “bit Yuppi”, em acádico, literalmente traduzido por "casa dos tabletes". Acredita-se que a escrita cuneiforme não foi uma escrita popular, sendo restrita a um pequeno grupo de pessoas. Por volta do século VI a.C., a escrita cuneiforme não foi mais utilizada, sendo substituída pelo sistema alfabético. A escrita cuneiforme era fonética, a palavra “solar”, por exemplo, seria escrita com dois símbolos diferentes, “Sol” e “Ar’. Com isto, a escrita cuneiforme utilizava menos símbolos do que a escrita pictográfica.

POZZER, Katia Maria Paim. Escritas e escribas: o cuneiforme no antigo Oriente Próximo. Universidade Luterana do Brasil, 1999. Disponível em https://revista.classica.org.br/classica/article/download/449/389 Acesso em: 7 de fevereiro de 2019.

GONÇALVES, Carlos. Introdução à escrita cuneiforme e oficina de tabletes. Programa de pós-graduação em estudos culturais, EACH-USP. Disponível em https://www.sbm.org.br/wp-content/uploads/sites/26/2017/07/Minicurso_Carlos_Matematica_Cuneiforme_e_Oficina_de_Tabletes.pdf Acesso em: 7 de janeiro de 2019.

Documentário Ecce Homo - A escrita. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=TOHP71q_VDU Acesso em: 30 de janeiro de 2019.
Série de documentários produzidos no Canadá pela Conscient Productions que aborda diversas características do ser humano. Neste episódio,
o documentário analisa a escrita.

QUEIROZ, Rita de C. R. A informação escrita, do manuscrito ao texto virtual. UFRS, 2016. Disponível em http://www.ufrgs.br/limc/escritacoletiva/pdf/a_info_escrita.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

Documentário A História da palavra (sistema cuneiforme). Documentário aborda a evolução da escrita pictográfica até a escrita cuneiforme. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=-dLe5d0FUIc Acesso em: 7 de fevereiro de 2019.

Vídeo Escrita cuneiforme. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=SifMwht0Z6g Acesso em: 7 de fevereiro de 2019. O vídeo mostra a técnica para escrever em cuneiforme em tabletes de argila.

Vídeo Escrita cuneiforme. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=09YTGi_0GKI Acesso em: 7 de fevereiro de 2019. O vídeo mostra a técnica para escrever em cuneiforme em tabletes de argila.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações: Entregue um texto sobre escrita cuneiforme para cada trio, fonte: POZZER, Katia Maria Paim. Escritas e escribas: o cuneiforme no antigo Oriente Próximo. Universidade Luterana do Brasil, 1999. Disponível em https://revista.classica.org.br/classica/article/download/449/389 Acesso em: 7 de fevereiro de 2019; e um texto “origem da escrita”, fonte: Kan Academy, disponível em https://www.khanacademy.org/humanities/ancient-art-civilizations/ancient-near-east1/the-ancient-near-east-an-introduction/a/cuneiform Acesso em: 17 de fevereiro de 2019.

Solicite que os estudantes de cada grupo façam a leitura e discussão dos textos. Escreva no quadro ou projete as perguntas do slide 6 para os estudantes. Peça para que eles respondam as questões em seus cadernos. É esperado que os estudantes identifiquem que a escrita teve origem com a necessidade do ser humano registrar eventos do seu cotidiano, sobretudo transações comerciais em templos e órgãos do Estado. A palavra “cuneiforme” significa “forma de cunha”, que a escrita era usada em monumentos, tabletes de argila, estátuas e rochedos e que escrita cuneiforme era lida da direita para a esquerda, ao contrário da maneira como lemos atualmente no Ocidente.

Em seguida, entregue para cada trio, ou projete, a tabela da evolução da escrita cuneiforme. Solicite que os estudantes façam a análise da tabela e que discutam como se deu a evolução da escrita cuneiforme. Solicite que cada estudante faça o resumo das discussões em seu caderno. É esperado que os estudantes identifiquem que a escrita pictográfica deu origem à escrita cuneiforme. Solicite que dois alunos, voluntariamente, leiam seus resumos para os demais alunos. Pergunte aos estudantes por quais motivos se deu a transformação de escrita pictográfica em escrita cuneiforme. É esperado que os estudantes respondam que a escrita cuneiforme era uma simplificação da escrita pictográfica, o que tornava sua escrita mais rápida, fácil de ser escrita na argila e acessível a mais pessoas.

Como adequar à sua realidade: Em muitas regiões do Brasil existem pedreiras que produzem pedras que podem substituir a argila. Pedra São Thomé é um bom exemplo de pedra propícia para inscrições. Neste caso, no lugar do palito de dente, utilize um prego.

Para você saber mais: Levis-Jean Calvet, professor de Linguística da Universidade de Sorbonne, afirma que os pictogramas foram as primeiras formas de escrita. A escrita utilizando pictografias surgiu em três lugares diferentes, na antiga Mesopotâmia com os sumérios, na China e na América Central, provavelmente com os maias. Na Mesopotâmia, os pictogramas evoluíram até dar origem à escrita cuneiforme e, na China, os pictogramas evoluíram até os atuais caracteres do alfabeto chinês.

Documentário Ecce Homo - A escrita. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=TOHP71q_VDU Acesso em: 30 de janeiro de 2019.
Série de documentários produzidos no Canadá pela Conscient Productions que aborda diversas características do ser humano. Neste episódio,
o documentário analisa a escrita.

COSTA, Rosimeri Claudiano da Costa. A evolução e revolução da escrita: um estudo comparativo. UNIGRANRIO, 2012. Disponível em http://www.filologia.org.br/xvii_cnlf/trab_completos/Evolu%C3%A7%C3%A3o%20e%20revolu%C3%A7%C3%A3o%20da%20Escrita%20ROSIMERI.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

QUEIROZ, Rita de C. R. A informação escrita, do manuscrito ao texto virtual. UFRS, 2016. Disponível em http://www.ufrgs.br/limc/escritacoletiva/pdf/a_info_escrita.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

NEVES, João Vasco Matos. Conceber pictogramas. Disponível em https://repositorio.ipcb.pt/bitstream/10400.11/2102/1/conceber_pictogramas.pdf acesso em 30 de janeiro de 2019. Cartilha que define o conceito de pictograma e que expõe algumas técnicas que auxiliam na produção de um pictograma.

DRANKA, Lucas Kitt. Pictogramas: Teoria, desenvolvimento e splicação The Noun Project: Análise e adaptação ao português, Universidade Federal do Paraná, disponível em http://www.ciclovida.ufpr.br/wp-content/uploads/2013/03/Relat%C3%B3rio-Lucas-K.-Dranka-Pictogramas-Teoria-Desenvolvimento-e-Aplica%C3%A7%C3%A3o.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

Slide Plano Aula

Orientações: Entregue um texto sobre escrita cuneiforme para cada trio. Fonte: POZZER, Katia Maria Paim. Escritas e escribas: o cuneiforme no antigo Oriente Próximo. Universidade Luterana do Brasil, 1999. Disponível em https://revista.classica.org.br/classica/article/download/449/389 Acesso em: 7 de fevereiro de 2019; e um texto “origem da escrita”, fonte: Kan Academy, disponível em https://www.khanacademy.org/humanities/ancient-art-civilizations/ancient-near-east1/the-ancient-near-east-an-introduction/a/cuneiform Acesso em: 17 de fevereiro de 2019.

Solicite que os estudantes de cada grupo façam a leitura e a discussão dos textos. Escreva no quadro ou projete as perguntas do slide 6 para os estudantes. Peça para que eles respondam as questões em seus cadernos. É esperado que os estudantes identifiquem que a escrita teve origem com a necessidade do ser humano registrar eventos do seu cotidiano, sobretudo transações comerciais em templos e órgãos do Estado. A palavra “cuneiforme” significa “forma de cunha”, que a escrita era usada em monumentos, tabletes de argila, estátuas e rochedos e que escrita cuneiforme era lida da direita para a esquerda, ao contrário da maneira como lemos atualmente no Ocidente.

Em seguida, entregue para cada trio, ou projete, a tabela da evolução da escrita cuneiforme, adaptado de fonte: Pinterest, disponível em https://www.pinterest.co.uk/pin/635852041112965565/?lp=true Acesso em: 7 de fevereiro de 2019 (solicitei a imagem). Solicite que os estudantes façam a análise da tabela e que discutam como se deu a evolução da escrita cuneiforme. Solicite que cada estudante faça o resumo das discussões em seu caderno. É esperado que os estudantes identifiquem que a escrita pictográfica deu origem à escrita cuneiforme. Solicite que dois alunos, voluntariamente, leiam seus resumos para os demais alunos. Pergunte aos estudantes por quais motivos se deu a transformação de escrita pictográfica em escrita cuneiforme. É esperado que os estudantes respondam que a escrita cuneiforme era uma simplificação da escrita pictográfica, o que tornava sua escrita mais rápida, fácil de ser escrita na argila e acessível a mais pessoas.

Como adequar à sua realidade: Em muitas regiões do Brasil existem pedreiras que produzem pedras que podem substituir a argila. Pedra São Thomé é um bom exemplo de pedra propícia para inscrições. Neste caso, no lugar do palito de dente, utilize um prego.

Para você saber mais: Levis-Jean Calvet, professor de Linguística da Universidade de Sorbonne, afirma que os pictogramas foram as primeiras formas de escrita. A escrita utilizando pictografias surgiu em três lugares diferentes, na antiga Mesopotâmia com os sumérios, na China e na América Central, provavelmente com os maias. Na Mesopotâmia, os pictogramas evoluíram até dar origem à escrita cuneiforme e, na China, os pictogramas evoluíram até os atuais caracteres do alfabeto chinês.

Documentário Ecce Homo - A escrita. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=TOHP71q_VDU Acesso em: 30 de janeiro de 2019.
Série de documentários produzidos no Canadá pela Conscient Productions que aborda diversas características do ser humano. Neste episódio,
o documentário analisa a escrita.

COSTA, Rosimeri Claudiano da Costa. A evolução e revolução da escrita: um estudo comparativo. UNIGRANRIO, 2012. Disponível em http://www.filologia.org.br/xvii_cnlf/trab_completos/Evolu%C3%A7%C3%A3o%20e%20revolu%C3%A7%C3%A3o%20da%20Escrita%20ROSIMERI.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

QUEIROZ, Rita de C. R. A informação escrita, do manuscrito ao texto virtual. UFRS, 2016. Disponível em http://www.ufrgs.br/limc/escritacoletiva/pdf/a_info_escrita.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

NEVES, João Vasco Matos. Conceber pictogramas. Disponível em https://repositorio.ipcb.pt/bitstream/10400.11/2102/1/conceber_pictogramas.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019. Cartilha que define o conceito de pictograma e que expõe algumas técnicas que auxiliam na produção de um pictograma.

DRANKA, Lucas Kitt. Pictogramas: Teoria, desenvolvimento e aplicação The Noun Project: Análise e adaptação ao português, Universidade Federal do Paraná, disponível em http://www.ciclovida.ufpr.br/wp-content/uploads/2013/03/Relat%C3%B3rio-Lucas-K.-Dranka-Pictogramas-Teoria-Desenvolvimento-e-Aplica%C3%A7%C3%A3o.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

Slide Plano Aula

Orientações: Entregue um texto sobre escrita cuneiforme para cada trio. Fonte: POZZER, Katia Maria Paim. Escritas e escribas: o cuneiforme no antigo Oriente Próximo. Universidade Luterana do Brasil, 1999. Disponível em https://revista.classica.org.br/classica/article/download/449/389 Acesso em: 7 de fevereiro de 2019; e um texto “origem da escrita”, fonte: Kan Academy, disponível em https://www.khanacademy.org/humanities/ancient-art-civilizations/ancient-near-east1/the-ancient-near-east-an-introduction/a/cuneiform Acesso em: 17 de fevereiro de 2019.

Solicite que os estudantes de cada grupo façam a leitura e a discussão dos textos. Escreva no quadro ou projete as perguntas do slide 6 para os estudantes. Peça para que eles respondam as questões em seus cadernos. É esperado que os estudantes identifiquem que a escrita teve origem com a necessidade do ser humano registrar eventos do seu cotidiano, sobretudo transações comerciais em templos e órgãos do Estado. A palavra “cuneiforme” significa “forma de cunha”, que a escrita era usada em monumentos, tabletes de argila, estátuas e rochedos e que escrita cuneiforme era lida da direita para a esquerda, ao contrário da maneira como lemos atualmente no Ocidente.

Em seguida, entregue para cada trio, ou projete, a tabela da evolução da escrita cuneiforme, adaptado de fonte: Pinterest, disponível em https://www.pinterest.co.uk/pin/635852041112965565/?lp=true Acesso em: 7 de fevereiro de 2019 (solicitei a imagem). Solicite que os estudantes façam a análise da tabela e que discutam como se deu a evolução da escrita cuneiforme. Solicite que cada estudante faça o resumo das discussões em seu caderno. É esperado que os estudantes identifiquem que a escrita pictográfica deu origem à escrita cuneiforme. Solicite que dois alunos, voluntariamente, leiam seus resumos para os demais alunos. Pergunte aos estudantes por quais motivos se deu a transformação de escrita pictográfica em escrita cuneiforme. É esperado que os estudantes respondam que a escrita cuneiforme era uma simplificação da escrita pictográfica, o que tornava sua escrita mais rápida, fácil de ser escrita na argila e acessível a mais pessoas.

Como adequar à sua realidade: Em muitas regiões do Brasil existem pedreiras que produzem pedras que podem substituir a argila. Pedra São Thomé é um bom exemplo de pedra propícia para inscrições. Neste caso, no lugar do palito de dente, utilize um prego.

Para você saber mais: Levis-Jean Calvet, professor de Linguística da Universidade de Sorbonne, afirma que os pictogramas foram as primeiras formas de escrita. A escrita utilizando pictografias surgiu em três lugares diferentes, na antiga Mesopotâmia com os sumérios, na China e na América Central, provavelmente com os maias. Na Mesopotâmia, os pictogramas evoluíram até dar origem à escrita cuneiforme e, na China, os pictogramas evoluíram até os atuais caracteres do alfabeto chinês.

Documentário Ecce Homo - A escrita. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=TOHP71q_VDU Acesso em: 30 de janeiro de 2019.
Série de documentários produzidos no Canadá pela Conscient Productions que aborda diversas características do ser humano. Neste episódio,
o documentário analisa a escrita.

COSTA, Rosimeri Claudiano da Costa. A evolução e revolução da escrita: um estudo comparativo. UNIGRANRIO, 2012. Disponível em http://www.filologia.org.br/xvii_cnlf/trab_completos/Evolu%C3%A7%C3%A3o%20e%20revolu%C3%A7%C3%A3o%20da%20Escrita%20ROSIMERI.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

QUEIROZ, Rita de C. R. A informação escrita, do manuscrito ao texto virtual. UFRS, 2016. Disponível em http://www.ufrgs.br/limc/escritacoletiva/pdf/a_info_escrita.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

NEVES, João Vasco Matos. Conceber pictogramas. Disponível em https://repositorio.ipcb.pt/bitstream/10400.11/2102/1/conceber_pictogramas.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019. Cartilha que define o conceito de pictograma e que expõe algumas técnicas que auxiliam na produção de um pictograma.

DRANKA, Lucas Kitt. Pictogramas: Teoria, desenvolvimento e aplicação The Noun Project: Análise e adaptação ao português, Universidade Federal do Paraná, disponível em http://www.ciclovida.ufpr.br/wp-content/uploads/2013/03/Relat%C3%B3rio-Lucas-K.-Dranka-Pictogramas-Teoria-Desenvolvimento-e-Aplica%C3%A7%C3%A3o.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

Slide Plano Aula

Orientações: Entregue um texto sobre escrita cuneiforme para cada trio. Fonte: POZZER, Katia Maria Paim. Escritas e escribas: o cuneiforme no antigo Oriente Próximo. Universidade Luterana do Brasil, 1999. Disponível em https://revista.classica.org.br/classica/article/download/449/389 Acesso em: 7 de fevereiro de 2019; e um texto “origem da escrita”, fonte: Kan Academy, disponível em https://www.khanacademy.org/humanities/ancient-art-civilizations/ancient-near-east1/the-ancient-near-east-an-introduction/a/cuneiformAcesso em: 17 de fevereiro de 2019.

Solicite que os estudantes de cada grupo façam a leitura e discussão dos textos. Escreva no quadro ou projete as perguntas do slide 6 para os estudantes. Peça para que eles respondam em seus cadernos. É esperado que os estudantes identifiquem que a escrita teve origem com a necessidade do ser humano registrar eventos do seu cotidiano, sobretudo transações comerciais em templos e órgãos do Estado. A palavra “cuneiforme” significa “forma de cunha”, que a escrita era usada em monumentos, tabletes de argila, estátuas e rochedos e que escrita cuneiforme era lida da direita para a esquerda, ao contrário da maneira como lemos atualmente no Ocidente.

Em seguida, entregue para cada trio, ou projete, a tabela da evolução da escrita cuneiforme. Solicite que os estudantes façam a análise da tabela e que discutam como se deu a evolução da escrita cuneiforme. Solicite que cada estudante faça o resumo das discussões em seu caderno. É esperado que os estudantes identifiquem que a escrita pictográfica deu origem à escrita cuneiforme. Solicite que dois alunos, voluntariamente, leiam seus resumos para os demais alunos. Pergunte aos estudantes por quais motivos se deu a transformação de escrita pictográfica em escrita cuneiforme. É esperado que os estudantes respondam que a escrita cuneiforme era uma simplificação da escrita pictográfica, o que tornava sua escrita mais rápida, fácil de ser escrita na argila e acessível a mais pessoas.

Como adequar à sua realidade: Em muitas regiões do Brasil existem pedreiras que produzem pedras que podem substituir a argila. Pedra São Thomé é um bom exemplo de pedra propícia para inscrições. Neste caso, no lugar do palito de dente, utilize um prego.

Para você saber mais: Levis-Jean Calvet, professor de Linguística da Universidade de Sorbonne, afirma que os pictogramas foram as primeiras formas de escrita. A escrita utilizando pictografias surgiu em três lugares diferentes, na antiga Mesopotâmia com os sumérios, na China e na América Central, provavelmente com os maias. Na Mesopotâmia, os pictogramas evoluíram até dar origem à escrita cuneiforme e, na China, os pictogramas evoluíram até os atuais caracteres do alfabeto chinês.

Documentário Ecce Homo - A escrita. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=TOHP71q_VDU Acesso em: 30 de janeiro de 2019.
Série de documentários produzidos no Canadá pela Conscient Productions que aborda diversas características do ser humano. Neste episódio,
o documentário analisa a escrita.

COSTA, Rosimeri Claudiano da Costa. A evolução e revolução da escrita: um estudo comparativo. UNIGRANRIO, 2012. Disponível em http://www.filologia.org.br/xvii_cnlf/trab_completos/Evolu%C3%A7%C3%A3o%20e%20revolu%C3%A7%C3%A3o%20da%20Escrita%20ROSIMERI.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

QUEIROZ, Rita de C. R. A informação escrita, do manuscrito ao texto virtual. UFRS, 2016. Disponível em http://www.ufrgs.br/limc/escritacoletiva/pdf/a_info_escrita.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

NEVES, João Vasco Matos. Conceber pictogramas. Disponível em https://repositorio.ipcb.pt/bitstream/10400.11/2102/1/conceber_pictogramas.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019. Cartilha que define o conceito de pictograma e que expõe algumas técnicas que auxiliam na produção de um pictograma.

DRANKA, Lucas Kitt. Pictogramas: Teoria, desenvolvimento e aplicação The Noun Project: Análise e adaptação ao português, Universidade Federal do Paraná, disponível em http://www.ciclovida.ufpr.br/wp-content/uploads/2013/03/Relat%C3%B3rio-Lucas-K.-Dranka-Pictogramas-Teoria-Desenvolvimento-e-Aplica%C3%A7%C3%A3o.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Entregue para cada aluno um quadro dos “Números em escrita cuneiforme suméria” (slide 7). Fonte: Fundação Fiocruz, disponível em http://www.invivo.fiocruz.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=976&sid=9 Acesso em: 4 de fevereiro de 2019. Deixe que os estudantes analisem a lógica por trás dos números sumérios por 2 minutos. Depois, entregue para cada estudante um pedaço de argila, mais ou menos do tamanho de um isqueiro grande, juntamente com um palito de dente. Solicite que cada estudante escreva no seu tablete de argila a data do seu nascimento e um número aleatório qualquer com quatro dígitos utilizando os números sumérios. Pergunte em qual direção os sumérios escreviam e liam, antes de iniciar a atividade, para os estudantes se lembrarem de que o sistema cuneiforme é escrito da direita para a esquerda. Em relação ao ano de nascimento, solicite que escrevam apenas os dois últimos dígitos. Peça para que utilizem um traço para separar dia, mês e ano.

Este arquivo contém dois exemplos de datas de nascimento escritas com números cuneiformes sumérios, serve apenas para você compreender o sistema. Disponível em https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/G9w9PWX9q38hNSjU2jcVnPByYzvDDuqCj5hZzC5cMeAAjFFgmNBAQexyhtNj/his6-07und03-exemplo-de-datas-de-nascimento-em-escrita-cuneiforme-sumerica.pdf Acesso em: 7 de fevereiro de 2019.

Deixe que os alunos, em seus grupos, discutam sobre suas produções. Quando todos terminarem, solicite que os estudantes troquem suas placas de argila com colegas de outros grupos e tentem decifrá-las.

Você pode transformar os tabletes de argila em adobe, basta deixá-los secando no sol por cerca de três dias. Caso queira transformar os tabletes em cerâmica, asse-os no forno da escola, em uma forma, por 2 horas em fogo baixo. O tablete, quando não é assado ou é seco ao sol, se desfaz na água. Após o cozimento, a argila se torna cerâmica, impermeável. Caso disponha de mais uma aula e de mais argila, você pode fabricar utensílios mesopotâmicos cerâmicos, como lamparinas e carimbos cilíndricos.

Como adequar à sua realidade: Em vez de solicitar que os estudantes escrevam o parágrafo sobre sua experiência com a escrita cuneiforme, você pode solicitar que eles utilizem a página do Museu da Universidade da Pensilvânia para escrever seu nome em escrita cuneiforme, disponível em https://www.penn.museum/cgi/cuneiform.php Acesso em: 7 de fevereiro de 2019. O acesso pode ser feito no laboratório de informática ou pelo celular dos alunos. Você pode solicitar que os alunos copiem seus nomes em escrita cuneiforme em uma tira de papel e fixá-los no mural da sala para que todos alunos possam ver.

Para você saber mais: A escrita cuneiforme foi desenvolvida na Antiga Mesopotâmia entre os anos 3500 a.C. e 3000 a.C., provavelmente pelos sumérios. A escrita cuneiforme teve grande uso em toda região da Mesopotâmia por milhares de anos, sendo utilizada por diversos povos. A escola era chamada, em sumério, de “e.dub.ba”, em e “bit Yuppi”, em acádico, literalmente traduzido por "casa dos tabletes". Acredita-se que a escrita cuneiforme não foi uma escrita popular, sendo restrita a um pequeno grupo de pessoas. Por volta do século VI a.C., a escrita cuneiforme não foi mais utilizada, sendo substituída pelo sistema alfabético. A escrita cuneiforme era fonética, a palavra “solar”, por exemplo, seria escrita com dois símbolos diferentes, “Sol” e “Ar’. Com isto, a escrita cuneiforme utilizava menos símbolos do que a escrita pictográfica.

POZZER, Katia Maria Paim. Escritas e escribas: o cuneiforme no antigo Oriente Próximo. Universidade Luterana do Brasil, 1999. Disponível em https://revista.classica.org.br/classica/article/download/449/389 Acesso em: 7 de fevereiro de 2019.

GONÇALVES, Carlos. Introdução à escrita cuneiforme e oficina de tabletes. Programa de pós-graduação em estudos culturais, EACH-USP. Disponível em https://www.sbm.org.br/wp-content/uploads/sites/26/2017/07/Minicurso_Carlos_Matematica_Cuneiforme_e_Oficina_de_Tabletes.pdf Acesso em: 7 de janeiro de 2019.

Documentário Ecce Homo - A escrita. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=TOHP71q_VDU Acesso em: 30 de janeiro de 2019.
Série de documentários produzidos no Canadá pela Conscient Productions que aborda diversas características do ser humano. Neste episódio,
o documentário analisa a escrita.

QUEIROZ, Rita de C. R. A informação escrita, do manuscrito ao texto virtual. UFRS, 2016. Disponível em http://www.ufrgs.br/limc/escritacoletiva/pdf/a_info_escrita.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

Documentário A História da palavra (sistema cuneiforme). Documentário aborda a evolução da escrita pictográfica até a escrita cuneiforme. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=-dLe5d0FUIc Acesso em: 7 de fevereiro de 2019.

Vídeo Escrita cuneiforme. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=SifMwht0Z6g Acesso em: 7 de fevereiro de 2019. O vídeo mostra a técnica para escrever em cuneiforme em tabletes de argila.

Vídeo Escrita cuneiforme. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=09YTGi_0GKI Acesso em: 7 de fevereiro de 2019. O vídeo mostra a técnica para escrever em cuneiforme em tabletes de argila.

Slide Plano Aula

Orientações: Entregue para cada aluno um quadro dos “Números em escrita cuneiforme suméria” (slide 7). Fonte: Fundação Fiocruz, disponível em http://www.invivo.fiocruz.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=976&sid=9 Acesso em: 4 de fevereiro de 2019. Deixe que os estudantes analisem a lógica por trás dos números sumérios por 2 minutos. Depois, entregue para cada estudante um pedaço de argila, mais ou menos do tamanho de um isqueiro grande, juntamente com um palito de dente. Solicite que cada estudante escreva no seu tablete de argila a data do seu nascimento e um número aleatório qualquer com quatro dígitos utilizando os números sumérios. Pergunte em qual direção os sumérios escreviam e liam, antes de iniciar a atividade, para os estudantes se lembrarem de que o sistema cuneiforme é escrito da direita para a esquerda. Em relação ao ano de nascimento, solicite que escrevam apenas os dois últimos dígitos. Peça para que utilizem um traço para separar dia, mês e ano.

Este arquivo contém dois exemplos de datas de nascimento escritas com números cuneiformes sumérios, serve apenas para você compreender o sistema. Disponível em https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/G9w9PWX9q38hNSjU2jcVnPByYzvDDuqCj5hZzC5cMeAAjFFgmNBAQexyhtNj/his6-07und03-exemplo-de-datas-de-nascimento-em-escrita-cuneiforme-sumerica.pdf Acesso em: 7 de fevereiro de 2019.

Deixe que os alunos, em seus grupos, discutam sobre suas produções. Quando todos terminarem, solicite que os estudantes troquem suas placas de argila com colegas de outros grupos e tentem decifrá-las.

Você pode transformar os tabletes de argila em adobe, basta deixá-los secando no sol por cerca de três dias. Caso queira transformar os tabletes em cerâmica, asse-os no forno da escola, em uma forma, por 2 horas em fogo baixo. O tablete, quando não é assado ou é seco ao sol, se desfaz na água. Após o cozimento, a argila se torna cerâmica, impermeável. Caso disponha de mais uma aula e de mais argila, você pode fabricar utensílios mesopotâmicos cerâmicos, como lamparinas e carimbos cilíndricos.

Como adequar à sua realidade: Em vez de solicitar que os estudantes escrevam o parágrafo sobre sua experiência com a escrita cuneiforme, você pode solicitar que eles utilizem a página do Museu da Universidade da Pensilvânia para escrever seu nome em escrita cuneiforme, disponível em https://www.penn.museum/cgi/cuneiform.php Acesso em: 7 de fevereiro de 2019. O acesso pode ser feito no laboratório de informática ou pelo celular dos alunos. Você pode solicitar que os alunos copiem seus nomes em escrita cuneiforme em uma tira de papel e fixá-los no mural da sala para que todos alunos possam ver.

Para você saber mais: A escrita cuneiforme foi desenvolvida na Antiga Mesopotâmia entre os anos 3500 a.C. e 3000 a.C., provavelmente pelos sumérios. A escrita cuneiforme teve grande uso em toda região da Mesopotâmia por milhares de anos, sendo utilizada por diversos povos. A escola era chamada, em sumério, de “e.dub.ba”, em e “bit Yuppi”, em acádico, literalmente traduzido por “casa dos tabletes”. Acredita-se que a escrita cuneiforme não foi uma escrita popular, sendo restrita a um pequeno grupo de pessoas. Por volta do século VI a.C., a escrita cuneiforme não foi mais utilizada, sendo substituída pelo sistema alfabético. A escrita cuneiforme era fonética, a palavra “solar”, por exemplo, seria escrita com dois símbolos diferentes, “Sol” e “Ar’. Com isto, a escrita cuneiforme utilizava menos símbolos do que a escrita pictográfica.

POZZER, Katia Maria Paim. Escritas e escribas: o cuneiforme no antigo Oriente Próximo. Universidade Luterana do Brasil, 1999. Disponível em https://revista.classica.org.br/classica/article/download/449/389 Acesso em: 7 de fevereiro de 2019.

GONÇALVES, Carlos. Introdução à escrita cuneiforme e oficina de tabletes. Programa de pós-graduação em estudos culturais, EACH-USP. Disponível em https://www.sbm.org.br/wp-content/uploads/sites/26/2017/07/Minicurso_Carlos_Matematica_Cuneiforme_e_Oficina_de_Tabletes.pdf Acesso em: 7 de janeiro de 2019.

Documentário Ecce Homo - A escrita. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=TOHP71q_VDU Acesso em: 30 de janeiro de 2019.
Série de documentários produzidos no Canadá pela Conscient Productions que aborda diversas características do ser humano. Neste episódio,
o documentário analisa a escrita.

QUEIROZ, Rita de C. R. A informação escrita, do manuscrito ao texto virtual. UFRS, 2016. Disponível em http://www.ufrgs.br/limc/escritacoletiva/pdf/a_info_escrita.pdf Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

Documentário A História da palavra (sistema cuneiforme). Documentário aborda a evolução da escrita pictográfica até a escrita cuneiforme. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=-dLe5d0FUIc Acesso em: 7 de fevereiro de 2019.

Vídeo Escrita cuneiforme. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=SifMwht0Z6g Acesso em: 7 de fevereiro de 2019. O vídeo mostra a técnica para escrever em cuneiforme em tabletes de argila.

Vídeo Escrita cuneiforme. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=09YTGi_0GKI Acesso em: 7 de fevereiro de 2019. O vídeo mostra a técnica para e escrever em cuneiforme em tabletes de argila.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE A invenção do mundo clássico e o contraponto com outras sociedades do 6º ano :

6º ano / História / A invenção do mundo clássico e o contraponto com outras sociedades

6º ano / História / A invenção do mundo clássico e o contraponto com outras sociedades

6º ano / História / A invenção do mundo clássico e o contraponto com outras sociedades

6º ano / História / A invenção do mundo clássico e o contraponto com outras sociedades

MAIS AULAS DE História do 6º ano:

6º ano / História / História: tempo, espaço e formas de registros

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF06HI07 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano