13440
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Plano de aula - Formando palavras com sílabas diversas

POR: Kelly Naiara Rosário 24/11/2018
Código: LPO1_13ATS03

1º ano / Língua Portuguesa / Atividade de Sistematização

Plano de aula alinhado à BNCC:

(EF01LP08) Relacionar elementos sonoros (sílabas, fonemas, partes de palavras) com sua representação escrita.

(EF01LP09) Comparar palavras, identificando semelhanças e diferenças entre sons de sílabas iniciais, mediais e finais.

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 1º do Fundamental sobre formação de palavras com sílabas diversas

 

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a terceira aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. A finalidade desse conjunto de planos é identificar e comparar os diferentes fonemas da língua e a forma como se posicionam para formar diferentes palavras.

Materiais necessários:

  • Suporte amplo para leitura ou projeção da parlenda.
  • Garrafas com sílabas pré-determinadas.
  • Bola para acertar as garrafas.
  • Cópia da parlenda para todos os alunos.
  • Para que esta aula aconteça será necessário preparar o jogo de boliche descrito :CLIQUE AQUI

Dificuldades antecipadas: Os alunos pré-silábicos ou os que não fazem correspondência sonora necessitarão de apoio na composição silábica. Como a maior parte das atividades é coletiva, assuma o papel da mediação, produzindo perguntas que ajudarão os alunos a avançar em suas hipóteses, provocando-os a observar semelhanças e a identificar palavras que são escritas com as mesmas sílabas. Na leitura e comparação da parlenda, agrupe alunos em hipóteses aproximadas e faça as intervenções necessárias junto às crianças que ainda não têm valor sonoro. São ideais agrupamentos que reúnam:

  • pré-silábicos com silábicos;
  • silábicos sem valor sonoro com silábicos com valor sonoro;
  • silábicos com valor sonoro com os silábico-alfabéticos;
  • silábico-alfabéticos com os alfabéticos.

A ideia de jogar o boliche para selecionar as sílabas que poderão compor a palavra certamente empolgará os alunos, mas deve necessitar de uma organização mais cuidadosa, como a disposição em filas ou em grupos. Pense no ideal para sua turma.

Referências sobre o assunto:

GROSSI, Esther Pillar. Didática da Alfabetização. São Paulo: Paz e Terra, 2009.

LOPES, Flavia. O desenvolvimento da consciência fonológica e sua importância para o processo de alfabetização. Psicol. Esc. Educ. vol.8 no.2 Campinas Dec. 2004

DOLZ, J.; NOVERRAZ, M.; SCHNEUWLY, B. Sequência didática para o oral e a escrita: apresentação de um procedimento. In: SCHNEUWLY, B.; DOLZ, J. Gêneros orais e escritos na escola. São Paulo: Mercado de Letras, 2004

https://novaescola.org.br/conteudo/2486/leitura-feita-pelo-aluno-antes-de-saber-ler-convencionalmente

http://alfabetizarbrincando.com.br/a-sistematizacao-dos-conteudos-no-processo-de-alfabetizacao/

Tempo sugerido: 1 minuto

Orientações: Receba os alunos e apresente-lhes o tema da aula. Explique-lhes que vamos estudar palavras que terminam com o mesmo som.

Tempo sugerido: 09 minutos

Orientações:

  • Leia com os alunos a parlenda “Deu meio-dia”. Promova diferentes formas de leitura e garanta que os alunos saibam recitar a parlenda de memória. Nessa variação de leitura, o professor pode fazer a leitura inicial, como modelo de leitor; alunos voluntários podem ler, duplas ou trios, leitura individual e leitura coletiva.
  • Peça aos alunos que façam uma leitura da parlenda apontando com o dedo o que está sendo lido, ajustando o que se fala à palavra escrita, frase por frase.

Orientações:

Escolha algumas palavras da parlenda para que os alunos possam, pela leitura de ajuste, encontrar no texto. Pergunte a eles, por exemplo:

  • Onde está escrita a palavra FOGO?
  • E a palavra CARETA?

Se o aluno tiver dificuldade, peça a ele que recite a parlenda e retome a leitura até encontrar a palavra.

Se, por exemplo, você pedir para ele ler a palavra PELADO e ele parar na palavra PULAVA, desafie-o a analisar não apenas a primeira letra, mas a segunda também. Pergunte, ainda:

  • Que outras palavras começam com a letra P? (Panela, pelado, pulava, pra).
  • A segunda letra nessas palavras também é igual ou diferente?
  • Compare as palavras PANELA e PULAVA. Começam com o mesmo som? Que letra está mudando o som?
  • Que outras palavras você conhece que começam com a sílaba PE? (Listar) … e PU? (Listar também…)
  • Na palavra MACACO, se eu tirar a primeira sílaba, que palavra se forma? CACO.
  • Vocês conseguem formar duas novas palavras tirando uma sílaba por vez da palavra PELADO? PELA, LADO.

Saiba mais sobre “Leitura de ajuste” . CLIQUE AQUI.

Orientações:

Analise com os alunos as palavras da parlenda que rimam. Explique:

  • Vamos ler novamente para descobrirmos as rimas das palavras? As que terminam com o mesmo som?
  • Rima é a parte de uma palavra que combina com a parte parecida de uma outra palavra. Que palavras estão combinando nessa parlenda? (Sublinhe à medida que falarem as palavras DIA, VAZIA, SUBIA, MARIA).

Orientações:

Analise com os alunos as palavras da parlenda que rimam.

  • Escreva-as no quadro.
  • Peça-lhes que identifiquem qual parte exatamente da palavra combina; o que faz com que elas se aproximem, qual a parte que têm em comum.
  • Pinte o final das palavras diante deles: -IA.

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações:

  • Explique aos alunos que a parlenda será novamente apresentada, mas, desta vez, com algumas palavras diferentes.
  • Entregue uma cópia para duplas ou trios, mantendo em cada grupo um aluno alfabético para auxiliar alunos pré-silábicos ou silábicos sem valor sonoro, ou, ainda, aqueles que não leem sozinhos.
  • Peça aos alunos que sublinhem na parlenda as palavras que foram mudadas. Depois que trabalharem nos grupos, promova a partilha coletiva.
  • Registre no quadro as palavras - original e mudada - uma abaixo da outra, para que os alunos possam compará-las, questionando-os sobre a mudança.

Material Complementar: Acesse a parlenda original e modificada para impressão no link:CLIQUE AQUI

Orientações:

Registre no quadro as palavras - original e mudada - uma abaixo da outra, para que os alunos possam compará-las, questionando-os sobre a mudança:

  • Que parte se manteve igual na palavra? (Demarque de uma cor)
  • Que parte ficou diferente? (Demarque de outra cor)
  • A escrita dessas palavras é parecida. Elas têm o mesmo sentido ou são palavras diferentes?

Orientações:

Continue explorando as palavras - original e mudada - uma abaixo da outra, para que os alunos possam compará-las, questionando-os sobre a mudança:

  • Quem consegue falar outra palavra que termina com o mesmo som? (Aponte a palavra PULAVA) Os alunos poderão citar outras palavras e verbos como: sentava, brigava, pegava etc.
  • Seria possível, com esse som, do começo da palavra, formar outras palavras? (Mostre a palavra CANETA) Os alunos poderão citar: carro, caixa, cavalo etc.
  • Se trocarmos nas palavras PELADO ou GELADO o som do comecinho, podemos formar outras palavras? Vamos tentar com ME? CA? FA? Que outros mais você consegue?

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações:

1) Convide os alunos a realizar uma brincadeira: boliche de sílabas.

2) Apresente a eles as garrafas e delimite o espaçamento necessário entre a área de lance e as garrafas.

3) Combine as regras do jogo com os grupos:

I - Um aluno lança a bola e lê com a ajuda dos colegas as sílabas que derrubou.

II - A sala analisa as sílabas e procura registrar no quadro o maior número de palavras que puder formar com tais sílabas.

  • Dá para formar uma palavra com essas partes?
  • E se trocarmos a ordem? É possível formar ainda outra palavra?
  • Você conhece alguma palavra que rime com esta que você formou?
  • Que parte da palavra combina nessa rima?

III - Voltam-se as garrafas e o próximo aluno lança a bola.

IV - Os alunos precisam se alternar para que todos tenham a chance de participar.

4) Experimente a brincadeira com os alunos por várias rodadas até que o tempo se esgote.

Orientações:

Pergunte aos alunos se gostaram do jogo.

Peça aos alunos que registrem em seus cadernos as palavras que formaram.

Atenção, professor: Durante o ano, o professor pode usar listas de palavras significativas para os alunos, como nomes das turmas, rótulos trabalhados, listas de brincadeiras, etc e, com uma caixa de sapato, preparar um “banco de sílabas”, decompondo as palavras e deixando as sílabas à mão das crianças para que, em momentos de roda ou em outras rodadas de boliche, possam formar palavras.

 Este plano de aula foi produzido pelo Time de Autores NOVA ESCOLA
Professor-autor: Kelly Nayara Rosário
Mentor: Priscila Medeiros
Especialista: Tânia Rios

Título da aula: Formando palavras com sílabas diversas

Finalidade da aula: Identificar as sílabas constitutivas de uma palavra e observar que diferentes combinações e posicionamento de sílabas podem formar diferentes palavras.

Ano: 1º ano do Ensino Fundamental

Objeto(s) do conhecimento: Construção do Sistema Alfabético

Prática de linguagem: Análise linguística e semiótica

Habilidade(s) da BNCC: EF01LP08, EF01LP09

Sobre esta aula: Esta é a terceira aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. A finalidade desse conjunto de planos é identificar e comparar os diferentes fonemas da língua e a forma como se posicionam para formar diferentes palavras.

Materiais necessários:

  • Suporte amplo para leitura ou projeção da parlenda.
  • Garrafas com sílabas pré-determinadas.
  • Bola para acertar as garrafas.
  • Cópia da parlenda para todos os alunos.
  • Para que esta aula aconteça será necessário preparar o jogo de boliche descrito :CLIQUE AQUI

Dificuldades antecipadas: Os alunos pré-silábicos ou os que não fazem correspondência sonora necessitarão de apoio na composição silábica. Como a maior parte das atividades é coletiva, assuma o papel da mediação, produzindo perguntas que ajudarão os alunos a avançar em suas hipóteses, provocando-os a observar semelhanças e a identificar palavras que são  escritas com as mesmas sílabas. Na leitura e comparação da parlenda, agrupe alunos em hipóteses aproximadas e faça as intervenções necessárias junto às crianças que ainda não têm valor sonoro. São ideais agrupamentos que reúnam:

  • pré-silábicos com silábicos;
  • silábicos sem valor sonoro com silábicos com valor sonoro;
  • silábicos com valor sonoro com os silábico-alfabéticos;
  • silábico-alfabéticos com os alfabéticos.

A ideia de jogar o boliche para selecionar as sílabas que poderão compor a palavra certamente empolgará os alunos, mas deve necessitar de uma organização mais cuidadosa, como a disposição em filas ou em grupos. Pense no ideal para sua turma.

Referências sobre o assunto:

GROSSI, Esther Pillar. Didática da Alfabetização. São Paulo: Paz e Terra, 2009.

LOPES, Flavia. O desenvolvimento da consciência fonológica e sua importância para o processo de alfabetização. Psicol. Esc. Educ. vol.8 no.2 Campinas Dec. 2004

DOLZ, J.; NOVERRAZ, M.; SCHNEUWLY, B. Sequência didática para o oral e a escrita: apresentação de um procedimento. In: SCHNEUWLY, B.; DOLZ, J. Gêneros orais e escritos  na escola. São Paulo: Mercado de Letras, 2004

https://novaescola.org.br/conteudo/2486/leitura-feita-pelo-aluno-antes-de-saber-ler-convencionalmente

http://alfabetizarbrincando.com.br/a-sistematizacao-dos-conteudos-no-processo-de-alfabetizacao/


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

AULAS DESSA UNIDADE:

AULA 03

Formando palavras com sílabas diversas

VOCÊ ESTÁ AQUI

AULAS DESSA DISCIPLINA:

1º Ano / Língua Portuguesa / Atividade de Sistematização

2º Ano / Língua Portuguesa / Atividade de Sistematização

AULAS RELACIONADAS:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes