12369
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Ciências > 8º ano > Terra e Universo

Plano de aula - Movimentos terrestres e estações do ano

Plano de aula de Ciências com atividades para 8o ano do EF sobre Movimentos terrestres e estações do ano

Plano 04 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Danilo Pereira Pinseta

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Este plano é o quarto de uma sequência de cinco que tem por objetivo caracterizar nossos biomas e os fatores determinantes de cada um deles. O objetivo desta aula é tratar da influência das posições relativas do sistema Terra-Sol na determinação das estações do ano, permitindo caracterizar a ocorrência dos solstícios e equinócios. Vale lembrar que os alunos já têm contato prévio com alguns dos conceitos e habilidades que serão tratados aqui. No 6º ano, a EF06CI14 da base preconiza que o aluno possa “Inferir que as mudanças na sombra de uma vara (gnômon) ao longo do dia em diferentes períodos do ano são uma evidência dos movimentos relativos entre a Terra e o Sol, que podem ser explicados por meio dos movimentos de rotação e translação da Terra e da inclinação de seu eixo de rotação em relação ao plano de sua órbita em torno do Sol”. Uma das habilidades de 8º ano, a EF08CI13, diretamente relacionada à esta aula, diz que o aluno deve estar apto a “Representar os movimentos de rotação e translação da Terra e analisar o papel da inclinação do eixo de rotação da Terra em relação à sua órbita na ocorrência das estações do ano, com a utilização de modelos tridimensional.

Materiais necessários para a aula: Globo terrestre* (é necessário que o globo utilizado respeite a inclinação do eixo terrestre em relação ao plano da órbita), fonte de luz (lâmpada), palitos e massinha, roteiro de orientação da atividade (disponível em https://docs.google.com/document/d/1dJnZrFntDay1xv0-DSmXie_GwYzfAS4LLM0tVce2ogs/edit?usp=sharing). O experimento que será realizado utilizando-se estes materiais pode ser melhor realizado se houver, à disposição, mesas mais amplas ou mesmo no chão.

*Se não houver globos terrestres disponíveis, os alunos poderão construir os seus próprios globos. Material de orientação disponível em https://novaescola.org.br/conteudo/3304/todo-mundo-com-seu-globo.

Título da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 4 minutos.

Orientações: Projete o slide referente ao título da aula. Retome com os alunos que a Terra orbita em torno do Sol em seu movimento de translação (movimento este que se completa e serve de base para a definição do período de um ano), enquanto gira em torno de seu próprio eixo de rotação, cuja inclinação em relação ao plano de translação é de aproximadamente 23,5o.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: Contextualize a discussão com base na apresentação da concepção alternativa da explicação para as estações do ano, ilustrada no slide. A seguir, encaminhe os alunos para que realizem a pesquisa das datas de início das estações inverno e verão em diferentes países. A lista de países pesquisados não necessita ser extensa, mas deve conter ao menos um país de cada hemisfério (norte e sul). A ideia é que o aluno descubra que quando é verão em países do hemisfério norte é inverno nos países do hemisfério sul, e vice-versa. Isso contradiz a ideia que associa as estações à maior ou menor distância da Terra ao Sol, pois não há como o hemisfério sul estar mais afastado e o hemisfério norte estar mais próximo do astro simultaneamente.

Questão disparadora select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Apresente a Questão disparadora aos alunos e encaminhe-os para a atividade de modelagem do sistema Terra-Sol. Vale lembrar que a diferença entre a menor e a maior distância da Terra ao Sol (periélio e afélio, respectivamente) é de 5 milhões de km. Isso pode parecer muito, mas representa uma variação de menos de 3%, já que, no periélio, que ocorre no mês de janeiro, a distância é de 147 milhões de km, enquanto que no afélio, que ocorre em julho, a distância aumenta para 152 milhões de km.

Mão na massa select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 22 minutos.

Orientações: A etapa Mão na massa desta aula é destinada à modelagem do sistema Terra-Sol. A intenção desta etapa é que os alunos constatem que a posição do Sol está diretamente acima do Equador nas datas referentes aos equinócios, e sobre um dos trópicos nas datas referentes aos solstícios. Também deverá ser constatado que, nas configurações relativas aos solstícios, um dos polos recebe luz de forma constante enquanto o outro não recebe luz alguma ao longo dos dias que se sucedem. O resultado será tanto melhor quanto o filamento da fonte de luz estiver posicionado na altura do centro da Terra e quanto mais escura for a sala.

Divida a sala em grupos de quatro a seis alunos. Cada grupo deverá receber o folheto de instruções (disponível em https://docs.google.com/document/d/1dJnZrFntDay1xv0-DSmXie_GwYzfAS4LLM0tVce2ogs/edit?usp=sharing), um globo terrestre, uma base com soquete e lâmpada, palitos e uma pequena quantidade de massinha, que será usada para fixar os palitos no globo. Chame a atenção dos alunos para o fato de que as posições relativas de Terra-Sol que serão estudadas são modeladoras justamente das configurações do sistema “real” quando do início das quatro estações do ano.

Mão na massa select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido:

Orientações: Figura citada nas instruções do slide anterior, para servir de apoio à atividade.

Mão na massa select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido:

Orientações: Reserve 4 a 6 minutos para que os alunos compartilhem as observações que fizeram e debatam acerca de suas conclusões. Convém, neste momento da aula, que o professor tenha um esquema como o da figura (slide 6) impresso ou projetado no quadro, para registrar as informações que surgirem.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos.

Orientações: De posse das informações compartilhadas pelos grupos, deve ser possível concluir que:

  • As estações mais quentes estão associadas não à maior proximidade do Sol, mas à incidência solar direta, enquanto as estações mais frias estão associadas à incidência solar oblíqua.
  • Aproximadamente em 21 de junho e 21 de dezembro o Sol fica posicionado exatamente sobre os trópicos. A determinação destes paralelos tem este fenômeno como fundamento. Também nestas datas a incidência solar num dos polos é contínua ao longo dos dias, enquanto que no outro polo não há absolutamente nenhuma incidência solar.
  • Aproximadamente em 23 de março e 23 de setembro o Sol posiciona-se exatamente sobre o Equador. São estas as datas dos equinócios, palavra cujo significado etimológico é “noite igual” (do latim, aequinoctium) posto que, quando o sistema Terra-Sol encontra-se nestas configurações, a duração dos dias
    é igual à duração das noites (12 horas com luz solar, 12 horas sem luz solar) em qualquer região do planeta.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Este plano é o quarto de uma sequência de cinco que tem por objetivo caracterizar nossos biomas e os fatores determinantes de cada um deles. O objetivo desta aula é tratar da influência das posições relativas do sistema Terra-Sol na determinação das estações do ano, permitindo caracterizar a ocorrência dos solstícios e equinócios. Vale lembrar que os alunos já têm contato prévio com alguns dos conceitos e habilidades que serão tratados aqui. No 6º ano, a EF06CI14 da base preconiza que o aluno possa “Inferir que as mudanças na sombra de uma vara (gnômon) ao longo do dia em diferentes períodos do ano são uma evidência dos movimentos relativos entre a Terra e o Sol, que podem ser explicados por meio dos movimentos de rotação e translação da Terra e da inclinação de seu eixo de rotação em relação ao plano de sua órbita em torno do Sol”. Uma das habilidades de 8º ano, a EF08CI13, diretamente relacionada à esta aula, diz que o aluno deve estar apto a “Representar os movimentos de rotação e translação da Terra e analisar o papel da inclinação do eixo de rotação da Terra em relação à sua órbita na ocorrência das estações do ano, com a utilização de modelos tridimensional.

Materiais necessários para a aula: Globo terrestre* (é necessário que o globo utilizado respeite a inclinação do eixo terrestre em relação ao plano da órbita), fonte de luz (lâmpada), palitos e massinha, roteiro de orientação da atividade (disponível em https://docs.google.com/document/d/1dJnZrFntDay1xv0-DSmXie_GwYzfAS4LLM0tVce2ogs/edit?usp=sharing). O experimento que será realizado utilizando-se estes materiais pode ser melhor realizado se houver, à disposição, mesas mais amplas ou mesmo no chão.

*Se não houver globos terrestres disponíveis, os alunos poderão construir os seus próprios globos. Material de orientação disponível em https://novaescola.org.br/conteudo/3304/todo-mundo-com-seu-globo.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 4 minutos.

Orientações: Projete o slide referente ao título da aula. Retome com os alunos que a Terra orbita em torno do Sol em seu movimento de translação (movimento este que se completa e serve de base para a definição do período de um ano), enquanto gira em torno de seu próprio eixo de rotação, cuja inclinação em relação ao plano de translação é de aproximadamente 23,5o.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: Contextualize a discussão com base na apresentação da concepção alternativa da explicação para as estações do ano, ilustrada no slide. A seguir, encaminhe os alunos para que realizem a pesquisa das datas de início das estações inverno e verão em diferentes países. A lista de países pesquisados não necessita ser extensa, mas deve conter ao menos um país de cada hemisfério (norte e sul). A ideia é que o aluno descubra que quando é verão em países do hemisfério norte é inverno nos países do hemisfério sul, e vice-versa. Isso contradiz a ideia que associa as estações à maior ou menor distância da Terra ao Sol, pois não há como o hemisfério sul estar mais afastado e o hemisfério norte estar mais próximo do astro simultaneamente.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Apresente a Questão disparadora aos alunos e encaminhe-os para a atividade de modelagem do sistema Terra-Sol. Vale lembrar que a diferença entre a menor e a maior distância da Terra ao Sol (periélio e afélio, respectivamente) é de 5 milhões de km. Isso pode parecer muito, mas representa uma variação de menos de 3%, já que, no periélio, que ocorre no mês de janeiro, a distância é de 147 milhões de km, enquanto que no afélio, que ocorre em julho, a distância aumenta para 152 milhões de km.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 22 minutos.

Orientações: A etapa Mão na massa desta aula é destinada à modelagem do sistema Terra-Sol. A intenção desta etapa é que os alunos constatem que a posição do Sol está diretamente acima do Equador nas datas referentes aos equinócios, e sobre um dos trópicos nas datas referentes aos solstícios. Também deverá ser constatado que, nas configurações relativas aos solstícios, um dos polos recebe luz de forma constante enquanto o outro não recebe luz alguma ao longo dos dias que se sucedem. O resultado será tanto melhor quanto o filamento da fonte de luz estiver posicionado na altura do centro da Terra e quanto mais escura for a sala.

Divida a sala em grupos de quatro a seis alunos. Cada grupo deverá receber o folheto de instruções (disponível em https://docs.google.com/document/d/1dJnZrFntDay1xv0-DSmXie_GwYzfAS4LLM0tVce2ogs/edit?usp=sharing), um globo terrestre, uma base com soquete e lâmpada, palitos e uma pequena quantidade de massinha, que será usada para fixar os palitos no globo. Chame a atenção dos alunos para o fato de que as posições relativas de Terra-Sol que serão estudadas são modeladoras justamente das configurações do sistema “real” quando do início das quatro estações do ano.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido:

Orientações: Figura citada nas instruções do slide anterior, para servir de apoio à atividade.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido:

Orientações: Reserve 4 a 6 minutos para que os alunos compartilhem as observações que fizeram e debatam acerca de suas conclusões. Convém, neste momento da aula, que o professor tenha um esquema como o da figura (slide 6) impresso ou projetado no quadro, para registrar as informações que surgirem.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos.

Orientações: De posse das informações compartilhadas pelos grupos, deve ser possível concluir que:

  • As estações mais quentes estão associadas não à maior proximidade do Sol, mas à incidência solar direta, enquanto as estações mais frias estão associadas à incidência solar oblíqua.
  • Aproximadamente em 21 de junho e 21 de dezembro o Sol fica posicionado exatamente sobre os trópicos. A determinação destes paralelos tem este fenômeno como fundamento. Também nestas datas a incidência solar num dos polos é contínua ao longo dos dias, enquanto que no outro polo não há absolutamente nenhuma incidência solar.
  • Aproximadamente em 23 de março e 23 de setembro o Sol posiciona-se exatamente sobre o Equador. São estas as datas dos equinócios, palavra cujo significado etimológico é “noite igual” (do latim, aequinoctium) posto que, quando o sistema Terra-Sol encontra-se nestas configurações, a duração dos dias
    é igual à duração das noites (12 horas com luz solar, 12 horas sem luz solar) em qualquer região do planeta.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Terra e Universo do 8º ano :

MAIS AULAS DE Ciências do 8º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF08CI14 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Ciências

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano