O que foi o fordismo e o que ele representou para o Brasil?

Conflitos

POR:
Beatriz Santomauro, Caroline Ferreira, NOVA ESCOLA

O fordismo é um sistema de produção industrial baseado na fabricação em larga escala, na especialização do trabalho e na linha de montagem. Sua denominação mais adequada é taylorismo-fordismo, já que foi criado em 1913 pelo industrial norte-americano Henry Ford (1863-1947) com base nas ideias do engenheiro norte-americano Frederick W. Taylor (1856-1915). O modelo foi inicialmente utilizado na indústria automobilística e trouxe redução de tempo e de custo em relação ao sistema anterior, que era quase artesanal. No Brasil, foi adotado por grandes empresas na década de 1940. Mas desde os anos 1920 o país já abrigava outra iniciativa de Ford: seringais nas cidades de Fordlândia e Belterra, no Pará, que tinham como objetivo produzir matéria-prima para a fabricação de pneus. As rígidas regras nem sempre foram bem recebidas pelos funcionários, e parte da infraestrutura local chegou a ser destruída (veja a foto abaixo). As cidades foram abandonadas na década de 1940 por causa de pragas nas plantações e, mais adiante, devido às experiências bem-sucedidas de produção de borracha sintética com base em petróleo.

O que foi o fordismo e o que ele representou para o Brasil? Reprodução do livro Fordlândia (Greg Grandin, Ed. Rocco)/Fundação Henry Ford
Em Fordlândia Insatisfeitos, operários destruíram a fábrica e até o relógio de ponto


Fonte Carlos Eduardo Matos, professor de História, jornalista e editor de livros didáticos e paradidáticos. 

Pergunta enviada por Maria das Graças de Abrantes, Sousa, PB

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias