Compartilhe:

Jornalismo

5 brincadeiras africanas para você ensinar aos seus alunos

Garrafinha, labirinto, matacuzana, mete-mete e mancala: veja como levar para a sala de aula

PorLarissa Darc

15/10/2019

Crédito: Minna Miná

Confira uma lista com 5 sugestões de brincadeiras africanas que você pode ensinar aos seus alunos, tanto no mês da Consciência Negra quanto ao longo do ano.

1. GARRAFINHA

A brincadeira angolana é realizada por dois grupos de três a oito pessoas cada um. No centro do espaço para o jogo (pode ser uma quadra, ou qualquer outro espaço livre), uma equipe enche e esvazia garrafinhas com areia.

Enquanto isso, a outra equipe arremessa uma bolinha, tentando atingir as pessoas do centro. A dinâmica lembra o jogo de queimada. Quando acertam alguém, as equipes trocam de lugar. O objetivo não é ganhar ou perder, e sim, se divertir (veja o vídeo aqui).

2. LABIRINTO

Vinda de Moçambique, pode ser brincada na quadra ou no pátio da escola.

Com um giz, desenha-se um labirinto no chão e as crianças devem começar na extremidade externa do desenho (elas podem ficar em pé ou usar uma pedra para representar cada jogador).

Para avançar pelo caminho, os jogadores tiram par ou ímpar e o vencedor de cada rodada avança para a posição seguinte. Isso se repete várias vezes e quem chegar ao final primeiro, ganha a partida (veja vídeo aqui).


LEIA MAIS


Crédito: Minna Miná

3. MATACUZANA

O desafio, que deu origem a jogos como "três-marias", exige pedrinhas e um buraco no chão.

Caso não esteja em um lugar com terra, recorte um círculo de papel para delimitar o campo. O objetivo é jogar as pedrinhas para cima, tirar uma ou mais do buraco e pegar de volta a sua antes que ela caia no chão.

Quem erra passa a vez. Vence quem tirar mais pedras do buraco.

4. METE-METE

Para brincar, basta ter um elástico e três crianças.

Duas esticam o elástico, colocando-o em volta das pernas, enquanto a do meio salta e canta "Mete-Mete/tira-tira/ mete vai ao meio e sai para fora/ mete e tira". Ela deve pular uma vez dentro e outra fora.

Há variações de passos e formas de pular e as crianças podem aumentar o desafio subindo a altura do elástico. Quem tocar nele passa a vez.

5. MANCALA

O jogo, famoso em muitos países africanos, pode ser jogado entre dois jogadores por vez.

Leia também: Como trabalhar as relações étnico-raciais nas aulas de Matemática

São necessários 36 sementes (ou qualquer outro grão) e um tabuleiro com duas cavidades maiores, os oásis (que servem de reservatório), e 12 ou mais cavas menores.

O objetivo é distribuir as sementes uma a uma até que vença quem terminar com o maior número delas no oásis. Pode parecer simples, mas há quem compare o jogo a uma partida de xadrez (veja aqui as regras da partida e baixe o tabuleiro para jogar com sua turma).

continuar lendo

Veja mais sobre:

Últimas notícias