Em Dia | IMPERDÍVEL

Documentário, exposição, livros e sites para aproveitar em março

As melhores indicações do mês selecionadas pelo time de Nova Escola

POR:
Fernando de Souza
Luta pelo acesso à Educação levou Malala a ganhar o Nobel da Paz, em 2014. Foto: Divulgação

1 Documentário

Uma garota (nada) comum

Todos conhecem a história de Malala Yousafzai. Mas talvez muitos não saibam a origem de seu nome, uma homenagem à Malalai de Maiwand, maior heroína do Afeganistão. Em uma batalha, ela ergueu seu véu como bandeira e incentivou os afegãos a lutarem contra os invasores britânicos. No confronto, Maiwand foi morta por se rebelar contra a dominação colonial, assim como Malala foi baleada por enfrentar as proibições do grupo Talibã, contrário à Educação para meninas. Mas a paquistanesa sobreviveu e hoje dá voz a muitas outras jovens na luta pelo acesso ao ensino.

No documentário Malala, de Davis Guggenheim, agora disponível na Netflix, a mais jovem ganhadora do Prêmio Nobel mostra que, para além do ativismo internacional, há o cotidiano comum de uma aluna, que, ao chegar da escola, precisa fazer a lição de casa.

Em um mundo globalizado, parece estranho que meninas ainda sejam proibidas de estudar. Mas a realidade mostra que, mesmo onde elas têm acesso ao sistema educacional, há outras barreiras a superar. Na Olimpíada Internacional de Matemática de 2017, elas somavam somente 10% entre os competidores. Pesquisas também revelam que o desempenho de garotas é inferior ao dos meninos em Ciências Exatas e Tecnologia.

Esses dados nos dizem duas coisas: é urgente combater a desigualdade de gênero na Educação. Precisamos também de mais Malalas. Não por ela ser excepcional, mas por ser uma garota comum que conseguiu fazer sua voz ser ouvida. Perdoado o clichê, sua história prova que meninas comuns podem fazer coisas extraordinárias. E, quando isso ocorre, a igualdade entre homens e mulheres ica mais perto de existir.

2 Livro

Alfabetização em debate

Referência em Educação, a professora Magda Soares recebeu, por este livro, dois prêmios Jabuti no ano passado, um na categoria Educação e Pedagogia e outro de melhor obra de não ficção. E não é por menos: nele, a autora combina décadas de pesquisa em alfabetização com o conhecimento de quem dedicou a vida à sala de aula para debater as várias abordagens utilizadas na área e a importância de entender o processo de aprendizagem da criança.

Alfabetização – A Questão dos Métodos,

Magda Soares, 384 págs., 59,90 reais (impresso)

3 EXPOSIÇÃO

Janela para a África

Obra do fotógrafo senegalês Omar Victor Diop. Foto: Omar Victor Diop

Esta exposição apresenta o maior panorama da arte contemporânea africana já realizado no Brasil. São 20 artistas de oito países que utilizam pinturas, fotografias, esculturas, vídeos e performances para compor trabalhos críticos ao colonialismo, por meio de temáticas como a cidade, o corpo e a história. Depois do Rio, a exposição também passará por São Paulo e Brasília.

Ex Africa, Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro, até 26/3, todos os dias, exceto terças, das 9 às 21 horas, gratuito. Agendar visitas monitoradas pelos tels.: (21) 3808-2070 ou (21) 3808-2254

4 SITE

Como trabalhar História em sala

O site da Olimpíada Nacional de História do Brasil (ONHB), competição organizada pela Unicamp com professores e alunos de 8º e 9º anos e Ensino Médio de todo o país, disponibiliza 200 planos de aula sobre o passado do Brasil. Os temas são História da África, História dos Índios, Ditadura Civil-Militar e Imagens em Sala de Aula. Tudo gratuito e selecionado por uma equipe de especialistas.

Planos de aula da ONHB,
disponíveis em olimpiadadehistoria.com.br

5 COLETÂNEA

O olhar para o outro

Foto: Divulgação

Respeito, solidariedade, justiça e convivência democrática são os temas abordados nesta coletânea. Resultado de uma pesquisa coordenada pela Fundação Carlos Chagas (FCC) com mais de 10 mil alunos e professores, a coleção de cinco volumes faz uma análise de como são (ou como deveriam ser) trabalhados esses valores na escola.

Valores Sociomorais - Reflexões para a Educação,
39,90 reais cada volume, à venda em gostinhodeleitura.com.br