10525
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Matemática > 4º ano > Números

Plano de aula - Códigos numéricos com base 10

Plano de aula de Matemática com atividades para 4º ano do Fundamental sobre Representar os números naturais de até cinco ordens. Ler e escrever números até 99999. Comparar os números naturais de até cinco ordens.

Plano 05 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Cíntia Diógenes,

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
ESTE É UM CONTEÚDO PARA O SAEB Ver Mais >
 

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autora: Cíntia Diógenes

Mentora: Elisa Greenhalgh Vilalta

Revisora pedagógica: Eliane Zanin

Especialista de área: Luciana Tenuta

Habilidade da BNCC

EF04MA01 - Ler, escrever e ordenar números naturais até a ordem de dezenas de milhar.

Objetivos específicos

  • Representar os números naturais de até cinco ordens;
  • Ler e escrever números até 99999;
  • Comparar os números naturais de até cinco ordens;
  • Identificar padrões em sequências numéricas;
  • Produzir um código de escrita numérica, diferente do usual, com base em sistema de numeração decimal.

Conceito-chave

Sistema de Numeração Decimal; Comparação de números naturais; Sequência numérica.

Recursos necessários

  • Folha de papel A4 branca;
  • Atividades impressas em folhas, coladas no caderno ou não;
  • Projetor (opcional );
  • Ábaco aberto.




  • Tempo sugerido: 2 minutos.
  • Orientação: Projete ou leia o objetivo para a turma.
  • Propósito: Compartilhar o objetivo da aula.

Retomada select-down

Slide Plano Aula

Tempo previsto: 5 minutos.

Orientações: Projete este slide ou escreva o conteúdo dele no quadro. Solicite que as crianças observem a tabela de símbolos criada por Mariana e expliquem oralmente como ela organizou o seu código de escrita numérica. Nesse momento, incentive a participação dos alunos valorizando a fala de cada um e intervindo com novos questionamento que os levem a refletir sobre o nosso sistema de numeração, comparando-o com o código de Mariana. Por fim, proponha que os alunos discutam em grupos de três ou quatro sobre qual teria sido o ano de nascimento de Mariana. Cada grupo deve compartilhar suas respostas com toda a sala, explicando como chegaram a essa conclusão.

Discuta com a turma:

  • Quais ordens são representadas pelos símbolos criados por Mariana?
  • Como seria a representação do número 4?
  • Como você representaria o número 40, utilizando a menor quantidade de símbolos possíveis?
  • Podemos representar o número 40 utilizando outro símbolo? Qual? Como seria essa representação?
  • Como você representaria o número 400 utilizando a menor quantidade de símbolos possíveis? Podemos representar esse mesmo número utilizando outros símbolos? Quais? Como seria essa representação?
  • Por que você acha que Mariana criou um novo símbolo para cada ordem? Esse sistema facilitou ou dificultou a representação do ano do seu nascimento?
  • Em que ano Mariana nasceu?
  • Por que, para representar o ano do seu nascimento, Mariana não fez uso de “sóis”, “estrelas” ou “raios”?
  • Precisamos juntar quantas “nuvens” para termos um “sol”? Quantos “sóis” para termos uma “estrela”? Quantas “estrelas” para termos uma “lua”? Quantas “luas” para termos um “raio”?
  • Quais semelhanças podemos verificar entre o código de escrita numérica que Mariana criou e o nosso sistema de numeração?
  • E quais as diferenças entre eles?
  • Como você representaria o número 44 444, utilizando a menor quantidade de símbolos possível do código criado por Mariana?
  • Escreva o ano do seu nascimento, utilizando o código de Mariana.

Propósito: Decifrar um código de escrita numérica diferente do convencional.

Resposta esperada:

O ano que Mariana nasceu foi 2007.

Atividade principal select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.( slides 4 a 7)

Orientações: Peça que as crianças individualmente observem o sistema de numeração egípcio e reflitam sobre suas semelhanças e diferenças com o sistema de numeração que utilizamos em nosso dia a dia. Depois, peça que elas se reúnam em grupos de 4 ou 5 para discutirem acerca das suas observações. Fique atento para as colocações dos alunos, mediando a partir de novos questionamentos e permitindo a participação de todos. O desafio para os grupos é que eles criem um código de escrita numérica de base 10, assim como é o nosso. Esse deve ser um momento criativo e lúdico para os grupos. Peça para que eles criem um nome para o código que eles criaram, utilizem símbolos criativos, que não se assemelhem aos símbolos egípcios ou à atividade anteriormente proposta nesta aula. Permita que as crianças tenham um momento de trocas e que a sala seja envolvida por um barulho produtivo. A intervenção do professor deve ter como objetivo motivar as crianças a desenvolverem a atividade, induzindo a participação de todos e verificar se, para a produção do código, as crianças estão levando em consideração que os códigos devem partir da ideia de agrupamentos de base 10. Após os códigos criados, o professor deve solicitar que os alunos, em seus grupos, representem os números da sequência utilizando o código criado por eles. Quando todos tiverem finalizado essa etapa da atividade, discutir com os alunos qual o padrão verificado entre os números que fazem deles uma sequência numérica e qual seria o próximo número da sequência.

Você pode fazer o download desta atividade para imprimir para os seus alunos aqui.

Utilize o guia de intervenções para refletir sobre as possíveis dificuldades ou os possíveis erros que as crianças podem apresentar ao tentar resolver a situação problema e quais intervenções você pode estabelecer para a promoção da aprendizagem da turma.

Discuta com a turma:

  • Quais números do nosso sistema de numeração os símbolos egípcios representam?
  • Como você explicaria a representação do número 51 324 com símbolos egípcios?
  • Qual o valor posicional do algarismo 5 no número 51 324?
  • Para representar o algarismo cinco qual o símbolo utilizado? Quantas vezes ele foi desenhado? Por quê?
  • Qual o valor posicional do algarismo 2 no número 51 324?
  • Para representar o algarismo dois qual o símbolo utilizado? Quantas vezes ele foi desenhado? Por quê?
  • A que conclusão você chegou sobre como representamos os números utilizando os símbolos egípcios?
  • Para criar o seu código numérico, cada símbolo deve representar que número, respectivamente?
  • Você consegue perceber o padrão na sequência numérica apresentada na atividade?
  • Como você representaria cada número da sequência numérica da atividade utilizando os símbolos criados por você?
  • Após representar os números utilizando o seu código de escrita numérica, foi mais fácil identificar o padrão da sequência?
  • Que padrão é esse?
  • Qual é o próximo número dessa sequência?

Propósito: Criar um código de escrita numérica, utilizando símbolos não convencionais para representar os algarismos.

Material Complementar:

Atividade Principal

Guia de intervenção

Material complementar para o professor:

Conheça a história dos números.

Fonte:

http://www.ebc.com.br/infantil/voce-sabia/2015/05/conheca-historia-dos-numeros

Como agrupo meus alunos.

Fonte:

https://novaescola.org.br/conteudo/1475/como-agrupo-meus-alunos

As trocas que fazem a turma avançar

Fonte:

https://novaescola.org.br/conteudo/366/as-trocas-que-fazem-a-turma-avancar

Atividade principal select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.( slides 4 a 7)

Orientações: Esse será o momento em que você mediará a construção de um novo código de escrita numérica pelos alunos. Eles devem estar dispostos em grupos de quatro ou cinco crianças e criar coletivamente o seu código. Fique atento aos grupos, se estão levando em consideração que cada símbolo deve representar uma ordem do sistema de numeração decimal. Veja se existe lógica no código elaborado pelo grupo, se não há símbolos parecidos ou repetidos para representar cada ordem, então, além de circular pela sala, observe, se for necessário, interfira para que os símbolos criados por cada grupo obedeçam a lógica do sistema decimal, para depois dar prosseguimento à atividade. Para consertar a criação dos símbolos quando os alunos já estiverem trabalhando na representação dos números e na sequência será mais complicado. Além disso, medie esse momento, a fim de propiciar um ambiente criativo e permitindo a interação e participação de todos. Quando todos os grupos tiverem finalizado esse processo criativo, iremos para o próximo passo da atividade.

Propósito: Medira a resolução da atividade, propiciando a participação e interação dos alunos.

Discuta com a turma:

  • Quais símbolos vocês escolheram em seu código para representar os números?
  • Que número é representado por cada símbolo?
  • Quais semelhanças você observa entre o seu código e o sistema de numeração decimal? E quais diferenças?

Atividade principal select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.( slides 4 a 7)

Orientações: Solicite que os grupos escrevam os dois primeiros números da sequência utilizando o código que criaram. Eles devem observar a diferença entre os dois números, a partir dos símbolos que foram incluídos ou retirados. É provável que eles verifiquem que o segundo número diferencia-se do primeiro por uma unidade e queiram generalizar essa situação para toda a continuidade da sequência. Porém, solicite que as crianças continuem escrevendo cada número da atividade. O padrão dessa sequência não é o acréscimo igual de uma quantidade entre um número e seu subsequente, mas uma determinada ordem sofre um aumento por número, por exemplo, do primeiro para o segundo acrescentamos uma unidade, já do segundo para o terceiro acrescentamos uma dezena, no próximo número verificamos o aumento de uma centena, e assim por diante. É importante que as crianças cheguem a essa conclusão após bastante discussão e reflexão, sendo importante a sua mediação de forma construtiva essa descoberta, a partir do levantamento de novos questionamentos e da observação.

Propósito: Mediar a resolução da atividade propiciando a participação e interação dos alunos.

Discuta com a turma:

  • Quais os símbolos que vocês utilizaram para escrever os dois primeiros números da sequência?
  • Quantas vezes vocês escreveram cada símbolo em cada um desses dois primeiros números?
  • Qual a diferença que vocês observaram entre o primeiro e o segundo número?
  • Olhando a sequência na atividade, você acredita que a diferença entre o primeiro e o segundo número é o padrão da sequência?

Atividade principal select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.( slides 4 a 7)

Orientações: Proponha aos alunos que escrevam o terceiro número da sequência utilizando o código que o grupo criou. Esse deve ser um trabalho colaborativo, por isso fique atento para perceber se todos os membros do grupo estão participando ativamente da resolução da atividade. Após a escrita do terceiro número, os alunos perceberão que não foi acrescentado uma unidade ao número subsequente, mas uma dezena. É possível que eles argumentem haver um erro na sequência. Proponha que o grupo dê continuidade à escrita da sequência e tire suas conclusões a partir do que eles irão observar. Observando a escrita do quarto e do quinto número é provável que as crianças percebam que a cada novo número cada ordem sofre o acréscimo de uma mesma quantidade. Portanto, no quarto número é acrescentado uma centena ao número antecedente. Já no quinto número é acrescentado uma unidade de milhar.

Propósito: Mediar a resolução da atividade, propiciando a participação e interação dos alunos.

Discuta com a turma:

  • Ao escrever o terceiro número, o que você observou? Houve algo que o seu grupo considerou estranho?
  • Seu grupo está enfrentando alguma dificuldade nessa atividade? Explique.
  • Já é possível verificar o padrão dessa sequência?

Discussão de soluções select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Após a escrita de todos os números, os grupos apresentarão a quais conclusões chegaram durante a atividade, quais estratégias utilizaram para verificarem o padrão da sequência e como foi a construção do código que criaram. Seria interessante que os códigos de cada grupo ficassem expostos na sala, para posteriormente a turma retomar a ideia, quando forem trabalhar a composição e a decomposição dos números naturais. Ao final, coletivamente, pergunte à turma qual é o próximo número da sequência.

Propósito: Compartilhar a resolução da atividade, propiciando a participação e interação dos alunos.

Discuta com a turma:

  • Quais as maiores dificuldades enfrentadas pelo grupo para escrever os números da sequência? E para descobrir o padrão?
  • Quais as semelhanças e diferenças entre o código criado pelo seu grupo e os outros?
  • Como seu grupo chegou à conclusão de qual é o padrão da sequência?
  • Partindo das suas descobertas, qual é o próximo número dessa sequência? Como vocês chegaram a essa conclusão?

Material Complementar:

Resolução da Atividade Principal

Encerramento select-down

Slide Plano Aula
  • Tempo sugerido: 3 minutos.
  • Orientações: Encerre a atividade retomando com os estudantes os conceitos estudados nesta aula.
  • Propósito: Resumir a aprendizagem da aula.

Raio X select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: As crianças irão utilizar o código numérico que eles mesmos criaram durante a atividade principal desse plano de aula, baseado no sistema de numeração de base 10. A atividade Raio-X deve ser realizada individualmente, portanto, cada aluno deve ter a cópia dos símbolos que seu grupo criou. Peça que a turma se atente para os valores descritos no texto, para reescrevê-lo, substituindo os números escritos com o código numérico convencional do nosso sistema de numeração pelos símbolos que eles criaram na aula. O raio x é um momento para você avaliar se todos os estudantes conseguiram avançar no conteúdo proposto, então procure identificar e anotar os comentários de cada um. No final, reserve um tempo para um debate coletivo registrando as soluções na lousa. Você pode fazer o download desta atividade para imprimir para os seus alunos.

Discuta com a turma:

  • Como lemos esses números?
  • Qual o valor posicional de cada número?
  • Por que a pessoa não poderia comprar o carro, mesmo com o desconto dado pelo vendedor?

Materiais complementares para impressão:

Raio X

Resolução do Raio X

Atividade complementar

Resolução da Atividade Complementar

Resumo da aula

download Baixar plano
  • Tempo sugerido: 2 minutos.
  • Orientação: Projete ou leia o objetivo para a turma.
  • Propósito: Compartilhar o objetivo da aula.

  • Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

    Autora: Cíntia Diógenes

    Mentora: Elisa Greenhalgh Vilalta

    Revisora pedagógica: Eliane Zanin

    Especialista de área: Luciana Tenuta

    Habilidade da BNCC

    EF04MA01 - Ler, escrever e ordenar números naturais até a ordem de dezenas de milhar.

    Objetivos específicos

    • Representar os números naturais de até cinco ordens;
    • Ler e escrever números até 99999;
    • Comparar os números naturais de até cinco ordens;
    • Identificar padrões em sequências numéricas;
    • Produzir um código de escrita numérica, diferente do usual, com base em sistema de numeração decimal.

    Conceito-chave

    Sistema de Numeração Decimal; Comparação de números naturais; Sequência numérica.

    Recursos necessários

    • Folha de papel A4 branca;
    • Atividades impressas em folhas, coladas no caderno ou não;
    • Projetor (opcional );
    • Ábaco aberto.



Slide Plano Aula

Tempo previsto: 5 minutos.

Orientações: Projete este slide ou escreva o conteúdo dele no quadro. Solicite que as crianças observem a tabela de símbolos criada por Mariana e expliquem oralmente como ela organizou o seu código de escrita numérica. Nesse momento, incentive a participação dos alunos valorizando a fala de cada um e intervindo com novos questionamento que os levem a refletir sobre o nosso sistema de numeração, comparando-o com o código de Mariana. Por fim, proponha que os alunos discutam em grupos de três ou quatro sobre qual teria sido o ano de nascimento de Mariana. Cada grupo deve compartilhar suas respostas com toda a sala, explicando como chegaram a essa conclusão.

Discuta com a turma:

  • Quais ordens são representadas pelos símbolos criados por Mariana?
  • Como seria a representação do número 4?
  • Como você representaria o número 40, utilizando a menor quantidade de símbolos possíveis?
  • Podemos representar o número 40 utilizando outro símbolo? Qual? Como seria essa representação?
  • Como você representaria o número 400 utilizando a menor quantidade de símbolos possíveis? Podemos representar esse mesmo número utilizando outros símbolos? Quais? Como seria essa representação?
  • Por que você acha que Mariana criou um novo símbolo para cada ordem? Esse sistema facilitou ou dificultou a representação do ano do seu nascimento?
  • Em que ano Mariana nasceu?
  • Por que, para representar o ano do seu nascimento, Mariana não fez uso de “sóis”, “estrelas” ou “raios”?
  • Precisamos juntar quantas “nuvens” para termos um “sol”? Quantos “sóis” para termos uma “estrela”? Quantas “estrelas” para termos uma “lua”? Quantas “luas” para termos um “raio”?
  • Quais semelhanças podemos verificar entre o código de escrita numérica que Mariana criou e o nosso sistema de numeração?
  • E quais as diferenças entre eles?
  • Como você representaria o número 44 444, utilizando a menor quantidade de símbolos possível do código criado por Mariana?
  • Escreva o ano do seu nascimento, utilizando o código de Mariana.

Propósito: Decifrar um código de escrita numérica diferente do convencional.

Resposta esperada:

O ano que Mariana nasceu foi 2007.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.( slides 4 a 7)

Orientações: Peça que as crianças individualmente observem o sistema de numeração egípcio e reflitam sobre suas semelhanças e diferenças com o sistema de numeração que utilizamos em nosso dia a dia. Depois, peça que elas se reúnam em grupos de 4 ou 5 para discutirem acerca das suas observações. Fique atento para as colocações dos alunos, mediando a partir de novos questionamentos e permitindo a participação de todos. O desafio para os grupos é que eles criem um código de escrita numérica de base 10, assim como é o nosso. Esse deve ser um momento criativo e lúdico para os grupos. Peça para que eles criem um nome para o código que eles criaram, utilizem símbolos criativos, que não se assemelhem aos símbolos egípcios ou à atividade anteriormente proposta nesta aula. Permita que as crianças tenham um momento de trocas e que a sala seja envolvida por um barulho produtivo. A intervenção do professor deve ter como objetivo motivar as crianças a desenvolverem a atividade, induzindo a participação de todos e verificar se, para a produção do código, as crianças estão levando em consideração que os códigos devem partir da ideia de agrupamentos de base 10. Após os códigos criados, o professor deve solicitar que os alunos, em seus grupos, representem os números da sequência utilizando o código criado por eles. Quando todos tiverem finalizado essa etapa da atividade, discutir com os alunos qual o padrão verificado entre os números que fazem deles uma sequência numérica e qual seria o próximo número da sequência.

Você pode fazer o download desta atividade para imprimir para os seus alunos aqui.

Utilize o guia de intervenções para refletir sobre as possíveis dificuldades ou os possíveis erros que as crianças podem apresentar ao tentar resolver a situação problema e quais intervenções você pode estabelecer para a promoção da aprendizagem da turma.

Discuta com a turma:

  • Quais números do nosso sistema de numeração os símbolos egípcios representam?
  • Como você explicaria a representação do número 51 324 com símbolos egípcios?
  • Qual o valor posicional do algarismo 5 no número 51 324?
  • Para representar o algarismo cinco qual o símbolo utilizado? Quantas vezes ele foi desenhado? Por quê?
  • Qual o valor posicional do algarismo 2 no número 51 324?
  • Para representar o algarismo dois qual o símbolo utilizado? Quantas vezes ele foi desenhado? Por quê?
  • A que conclusão você chegou sobre como representamos os números utilizando os símbolos egípcios?
  • Para criar o seu código numérico, cada símbolo deve representar que número, respectivamente?
  • Você consegue perceber o padrão na sequência numérica apresentada na atividade?
  • Como você representaria cada número da sequência numérica da atividade utilizando os símbolos criados por você?
  • Após representar os números utilizando o seu código de escrita numérica, foi mais fácil identificar o padrão da sequência?
  • Que padrão é esse?
  • Qual é o próximo número dessa sequência?

Propósito: Criar um código de escrita numérica, utilizando símbolos não convencionais para representar os algarismos.

Material Complementar:

Atividade Principal

Guia de intervenção

Material complementar para o professor:

Conheça a história dos números.

Fonte:

http://www.ebc.com.br/infantil/voce-sabia/2015/05/conheca-historia-dos-numeros

Como agrupo meus alunos.

Fonte:

https://novaescola.org.br/conteudo/1475/como-agrupo-meus-alunos

As trocas que fazem a turma avançar

Fonte:

https://novaescola.org.br/conteudo/366/as-trocas-que-fazem-a-turma-avancar

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.( slides 4 a 7)

Orientações: Esse será o momento em que você mediará a construção de um novo código de escrita numérica pelos alunos. Eles devem estar dispostos em grupos de quatro ou cinco crianças e criar coletivamente o seu código. Fique atento aos grupos, se estão levando em consideração que cada símbolo deve representar uma ordem do sistema de numeração decimal. Veja se existe lógica no código elaborado pelo grupo, se não há símbolos parecidos ou repetidos para representar cada ordem, então, além de circular pela sala, observe, se for necessário, interfira para que os símbolos criados por cada grupo obedeçam a lógica do sistema decimal, para depois dar prosseguimento à atividade. Para consertar a criação dos símbolos quando os alunos já estiverem trabalhando na representação dos números e na sequência será mais complicado. Além disso, medie esse momento, a fim de propiciar um ambiente criativo e permitindo a interação e participação de todos. Quando todos os grupos tiverem finalizado esse processo criativo, iremos para o próximo passo da atividade.

Propósito: Medira a resolução da atividade, propiciando a participação e interação dos alunos.

Discuta com a turma:

  • Quais símbolos vocês escolheram em seu código para representar os números?
  • Que número é representado por cada símbolo?
  • Quais semelhanças você observa entre o seu código e o sistema de numeração decimal? E quais diferenças?

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.( slides 4 a 7)

Orientações: Solicite que os grupos escrevam os dois primeiros números da sequência utilizando o código que criaram. Eles devem observar a diferença entre os dois números, a partir dos símbolos que foram incluídos ou retirados. É provável que eles verifiquem que o segundo número diferencia-se do primeiro por uma unidade e queiram generalizar essa situação para toda a continuidade da sequência. Porém, solicite que as crianças continuem escrevendo cada número da atividade. O padrão dessa sequência não é o acréscimo igual de uma quantidade entre um número e seu subsequente, mas uma determinada ordem sofre um aumento por número, por exemplo, do primeiro para o segundo acrescentamos uma unidade, já do segundo para o terceiro acrescentamos uma dezena, no próximo número verificamos o aumento de uma centena, e assim por diante. É importante que as crianças cheguem a essa conclusão após bastante discussão e reflexão, sendo importante a sua mediação de forma construtiva essa descoberta, a partir do levantamento de novos questionamentos e da observação.

Propósito: Mediar a resolução da atividade propiciando a participação e interação dos alunos.

Discuta com a turma:

  • Quais os símbolos que vocês utilizaram para escrever os dois primeiros números da sequência?
  • Quantas vezes vocês escreveram cada símbolo em cada um desses dois primeiros números?
  • Qual a diferença que vocês observaram entre o primeiro e o segundo número?
  • Olhando a sequência na atividade, você acredita que a diferença entre o primeiro e o segundo número é o padrão da sequência?

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.( slides 4 a 7)

Orientações: Proponha aos alunos que escrevam o terceiro número da sequência utilizando o código que o grupo criou. Esse deve ser um trabalho colaborativo, por isso fique atento para perceber se todos os membros do grupo estão participando ativamente da resolução da atividade. Após a escrita do terceiro número, os alunos perceberão que não foi acrescentado uma unidade ao número subsequente, mas uma dezena. É possível que eles argumentem haver um erro na sequência. Proponha que o grupo dê continuidade à escrita da sequência e tire suas conclusões a partir do que eles irão observar. Observando a escrita do quarto e do quinto número é provável que as crianças percebam que a cada novo número cada ordem sofre o acréscimo de uma mesma quantidade. Portanto, no quarto número é acrescentado uma centena ao número antecedente. Já no quinto número é acrescentado uma unidade de milhar.

Propósito: Mediar a resolução da atividade, propiciando a participação e interação dos alunos.

Discuta com a turma:

  • Ao escrever o terceiro número, o que você observou? Houve algo que o seu grupo considerou estranho?
  • Seu grupo está enfrentando alguma dificuldade nessa atividade? Explique.
  • Já é possível verificar o padrão dessa sequência?

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Após a escrita de todos os números, os grupos apresentarão a quais conclusões chegaram durante a atividade, quais estratégias utilizaram para verificarem o padrão da sequência e como foi a construção do código que criaram. Seria interessante que os códigos de cada grupo ficassem expostos na sala, para posteriormente a turma retomar a ideia, quando forem trabalhar a composição e a decomposição dos números naturais. Ao final, coletivamente, pergunte à turma qual é o próximo número da sequência.

Propósito: Compartilhar a resolução da atividade, propiciando a participação e interação dos alunos.

Discuta com a turma:

  • Quais as maiores dificuldades enfrentadas pelo grupo para escrever os números da sequência? E para descobrir o padrão?
  • Quais as semelhanças e diferenças entre o código criado pelo seu grupo e os outros?
  • Como seu grupo chegou à conclusão de qual é o padrão da sequência?
  • Partindo das suas descobertas, qual é o próximo número dessa sequência? Como vocês chegaram a essa conclusão?

Material Complementar:

Resolução da Atividade Principal

Slide Plano Aula
  • Tempo sugerido: 3 minutos.
  • Orientações: Encerre a atividade retomando com os estudantes os conceitos estudados nesta aula.
  • Propósito: Resumir a aprendizagem da aula.
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: As crianças irão utilizar o código numérico que eles mesmos criaram durante a atividade principal desse plano de aula, baseado no sistema de numeração de base 10. A atividade Raio-X deve ser realizada individualmente, portanto, cada aluno deve ter a cópia dos símbolos que seu grupo criou. Peça que a turma se atente para os valores descritos no texto, para reescrevê-lo, substituindo os números escritos com o código numérico convencional do nosso sistema de numeração pelos símbolos que eles criaram na aula. O raio x é um momento para você avaliar se todos os estudantes conseguiram avançar no conteúdo proposto, então procure identificar e anotar os comentários de cada um. No final, reserve um tempo para um debate coletivo registrando as soluções na lousa. Você pode fazer o download desta atividade para imprimir para os seus alunos.

Discuta com a turma:

  • Como lemos esses números?
  • Qual o valor posicional de cada número?
  • Por que a pessoa não poderia comprar o carro, mesmo com o desconto dado pelo vendedor?

Materiais complementares para impressão:

Raio X

Resolução do Raio X

Atividade complementar

Resolução da Atividade Complementar

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Números do 4º ano :

Com o plano de aula sobre números, os alunos aprendem representação e comparação de números naturais de até 5 ordens, decomposição com adições e multiplicações por potências de 10; operações de adição, subtração, multiplicação e divisão, incluindo cálculo mental e resolução de problemas envolvendo contagem; frações unitárias (1/2, 1/3, 1/4, 1/5, 1/0 e 1/100) e representação das frações 1/10 e 1/100 na forma decimal, na reta numerada e em valores monetários.

MAIS AULAS DE Matemática do 4º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF04MA01 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Curso relacionado ao Plano

Resolução de Problemas em Matemática com Esforço Produtivo

Neste curso, Kátia Smole ensina como estimular o raciocínio matemático dos alunos, por meio de sugestões de atividade, textos com dicas e a realização de uma prática de sala de aula.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Matemática

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano