19238
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Educação Empreendedora > 1º ano > Unidade

Plano de aula - Planejamento coletivo

Plano de aula de Educação Empreendedora para Ensino Fundamental 1 sobre Planejar ações para intervir diante de situações diagnosticadas coletivamente. Organizar estratégias para resolução dos problemas diagnosticados pela turma.

Plano 02 de 4 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Eliane de Siqueira

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre o plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Resumo da sequência: a sequência “Escambo de ideias simples e poderosas” objetiva fazer o diagnóstico de situações presentes no contexto dos alunos, incluindo a participação da família e um olhar crítico sobre diversos aspectos presentes na escola. A partir do diagnóstico, coletivamente, devem escolher uma situação que atenda às necessidades do grupo e, a partir dela, elaborar propostas para mudança. Cada plano (essa sequência propõe 4 planos com previsão de duas aulas cada - 100 minutos cada) contemplará uma etapa deste desenvolvimento para que, no final do quarto plano, as ações possam ser efetivadas no dia a dia dos estudantes.

Sobre esse plano: essa proposta faz parte de uma sequência de 4 planos que tem como ideia central possibilitar a investigação, reflexão e escolhas, tendo como ponto de partida a análise crítica da realidade na qual estudantes e escolas estão inseridos. Ele está previsto para ser desenvolvido em uma aula de 100 minutos, e precisa ter como pré-requisito o desenvolvimento do plano “Diagnóstico do espaço escolar”, desta sequência.

A partir da investigação e do diagnóstico realizado anteriormente, a turma terá selecionado as situações que considera mais emergenciais e identificado as responsabilidades de mudanças e melhorias. Essas situações serão agora discutidas em pequenos grupos para planejamento das ações a serem desenvolvidas pelos alunos para gerar melhorias.

A sequência inclui as habilidades EF35LP15, EF05GE11, EF05GE12, presentes na BNCC. Como as habilidades devem ser desenvolvidas ao longo de todo o ano, você observará que elas não serão contempladas na totalidade aqui.

Algumas competências gerais previstas na BNCC foram selecionadas para serem trabalhadas com maior ênfase nesse plano:

7 - Argumentação - Argumentar com base em fatos, dados e informações confiáveis, para formular, negociar e defender ideias, pontos de vista e decisões comuns que respeitem e promovam os direitos humanos, a consciência socioambiental e o consumo responsável em âmbito local, regional e global, com posicionamento ético em relação ao cuidado de si mesmo, dos outros e do planeta.

9 - Empatia e cooperação - Exercitar a empatia, o diálogo, a resolução de conflitos e a cooperação, fazendo-se respeitar e promovendo o respeito ao outro e aos direitos humanos, com acolhimento e valorização da diversidade de indivíduos e de grupos sociais, seus saberes, identidades, culturas e potencialidades, sem preconceitos de qualquer natureza.

10 - Responsabilidade e cidadania - Agir pessoal e coletivamente com autonomia, responsabilidade, flexibilidade, resiliência e determinação, tomando decisões com base em princípios éticos, democráticos, inclusivos, sustentáveis e solidários.

É importante lembrar que o material se trata de uma sugestão para o desenvolvimento das competências e habilidades sobre o assunto e que adaptações podem ser realizadas ao longo das aulas, para potencializar outras aprendizagens e adequar-se ao contexto escolar. O protagonismo dos alunos deve ser sempre incentivado e a intencionalidade docente nas intervenções e proposições é essencial.

Organização das aulas: a turma deverá ser organizada em grupos a partir da quantidade de situações registradas anteriormente como emergenciais ou que causam mais incômodo. A sugestão foi para seleção de 5 situações e, então, 5 grupos seriam formados. Essa escolha e organização deve considerar as especificidades da escola e da turma e, portanto, podem ser modificadas de acordo com a necessidade. Como a ação principal nesse momento é o planejamento, nem todos os alunos podem estar familiarizados com essa proposta e, com isso, apresentarem dificuldades na organização e no desenvolvimento. Como sugestão, disponibilizamos nos materiais complementares um modelo para que os grupos possam estruturar as ideias desse planejamento.

Ação prévia: antes dessa aula, é necessário que o diagnóstico da escola tenha sido concluído e que a turma tenha selecionado as situações que terão ações de intervenção planejadas neste momento, conforme proposto no plano de aula anterior.

Alinhamento da sequência com a Educação Empreendedora: a sequência foi pensada colocando em evidência o espaço escolar e as ideias sobre convivência, respeito, empatia, coletividade, diálogo e escolhas conscientes que foram progressivamente estimuladas. A partir das escolhas que representam a turma e não aspectos individuais, temos a etapa de planejamento sendo proposta. Planejar é projetar-se diante de algo que se pretende realizar e isso pode ser aplicado em diferentes situações e contextos.

Materiais necessários:

  • Registro feito a partir do plano de aula anterior “Diagnóstico do espaço escolar”;
  • Cartolinas, folhas de flip chart ou outro tipo de papel disponível na escola que favoreça a construção de um mapa mental (um por grupo);
  • Internet e material para projeção do vídeo sobre Facilitação gráfica, disponível no link https://www.youtube.com/watch?v=ATCbwRtrIhE;
  • Lápis de cor, canetinha ou giz de cera.

Atenção professor: não se esqueça de registrar imagens das etapas propostas. Elas serão úteis no último plano dessa sequência e têm relação com a culminância do projeto proposto.

Possibilidade de adaptação: caso não seja possível passar o vídeo sobre facilitação gráfica para a turma, leve um exemplo de mapa mental pronto e explique para os alunos o que ele representa e que recursos podem ser usados para sua construção.

Para saber mais:

Assuntos como ética e cidadania podem aparecer ao longo da discussão desta sequência. Caso perceba ser necessário esse aprofundamento com a turma, sugerimos o desenvolvimento do plano de aula “Percepção e conscientização de direitos e cidadania”. Você pode acessá-lo pelo link https://novaescola.org.br/plano-de-aula/sequencia/percepcao-e-conscientizacao-de-direitos-de-cidadania/951. Acesso em: 25 de fevereiro de 2020.

Além disso, para saber um pouco mais sobre as Metodologias Ativas e a rotação por estação que será usada neste plano, sugerimos a leitura do material “Para uma aula diferente, aposte na Rotação por Estações de Aprendizagem”. Disponível em: https://novaescola.org.br/conteudo/3352/blog-aula-diferente-rotacao-estacoes-de-aprendizagem. Acesso em: 27 de fevereiro de 2020.

Para saber o que é um Mapa Mental e como fazer: https://pt.wikipedia.org/wiki/Mapa_mental. Acesso em: 8 de maio de 2020.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: nessa etapa será desenvolvido o planejamento das ações com a turma. Como no plano anterior os problemas considerados mais relevantes foram escolhidos, teremos agora de selecionar apenas uma para colocar em prática. Reforce com a turma que essa escolha não descarta as outras ações, apenas coloca uma delas para ser feita primeiro. Divida a turma em grupos de acordo com a quantidade de problemas escolhidos na etapa anterior. Para que todos possam planejar, expor ideias e propor ações para os demais grupos, a atividade prevê a elaboração de mapas mentais a partir de uma adaptação da rotação por estações.

Projete o slide para a turma e questione-os se sabem o que é um mapa mental. Nesse momento, observe as percepções das crianças sobre o assunto. Alguns questionamentos podem contribuir com essa reflexão, tais como:

- O que vocês acham que é um mapa mental?

- Para que serve um mapa mental?

- Será que organizar um mapa mental facilita a compreensão de algo?

- O que podemos fazer que facilite a compreensão das ideias que usamos em um mapa mental?

- Será que podemos usar só palavras? Só imagens? As duas coisas?

Utilize esses dois últimos questionamentos para mostrar aos alunos o vídeo sobre facilitação gráfica. Explique que essa é apenas uma sugestão e que outras formas para construção do mapa mental podem ser pensadas por eles.

Passe o vídeo sobre Facilitação gráfica disponível no link: https://www.youtube.com/watch?v=ATCbwRtrIhE.

Após a discussão, certifique-se de que todos os alunos compreenderam o que é um mapa mental e que recursos podem ser usados para a construção de um. Explique que essa será a missão de cada grupo a partir da problemática escolhida pela turma e só então passe para a próxima etapa.

Possibilidade de adaptação: caso não seja possível apresentar o slide e o vídeo, use os questionamentos acima como ação disparadora, e, em seguida, apresente um modelo de mapa mental, previamente selecionado, para que a mediação possa ser feita.

Observação: caso perceba que a ideia ainda não ficou clara, escolha uma palavra que faça parte do repertório da turma e construa, coletivamente no quadro, um mapa mental que favoreça a compreensão sobre o que será feito nas outras etapas.

Existem muitos programas disponíveis na internet que podem ser usados como exemplo, mas, nesse caso, a construção dos grupos precisa ser feita manualmente, pois o mesmo formato será usada posteriormente.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 35 minutos

Orientações: com a turma já dividida, entregue para cada grupo a tabela sugerida para planejamento disponível nos materiais complementares. Lembre-se de que esta é apenas uma sugestão para que você possa organizar as ações, considerando que muitos alunos não têm familiaridade com esse processo de planejamento. Essa tabela orientará as informações que serão transcritas para o mapa mental e que serão socializadas com os demais grupos, permitindo que possam complementar as ideias e as ações de forma mais dinâmica.

Solicite que os alunos, primeiramente, pensem na organização de cada um dos itens da tabela e, em seguida, transponham isso para o mapa mental de forma que os demais grupos compreendam a ideia e possam opinar a respeito no próprio mapa.

Entregue a folha escolhida para construção do mapa mental (cartolina, flip chart ou outro material à sua escolha). É importante que seja uma folha grande para que os alunos tenham espaço de criar e utilizar diferentes recursos de facilitação gráfica.

Oriente os grupos para que especifiquem quem será(ão) o(s) escriba(s) e quem fará a gestão do tempo. Outras funções, como orador da turma, organizador e mediador podem ser designadas.

Oriente que cada grupo fique responsável por uma situação, e deverá pensar sobre estratégias para que possam, coletivamente, resolver o problema de forma prática.

A distribuição da problemática por grupo pode ser feita a partir de escolha livre ou sorteio, lembrando o que ficou estabelecido na aula anterior: as situações escolhidas representam os interesses de toda a turma e o trabalho nos grupos é apenas para favorecer a organização do planejamento e diversificar as propostas que serão apresentadas posteriormente.

Durante o desenvolvimento da atividade, circule pelos grupos esclarecendo possíveis dúvidas e mediando a construção do mapa mental. Determine que a palavra central do problema esteja em destaque na folha e que as ações pensadas componham a lateral do mapa. Essa decisão depende das características da turma e dos grupos de trabalho, pois, dependendo da articulação deles, não é necessária nenhuma sugestão e o mapa será construído a partir dessas reflexões.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações: concluídos os mapas mentais, informe aos alunos que a próxima etapa envolve uma Rotação por Estação.

Apresente o slide para eles e questione se sabem o que essa estratégia envolve. Converse com a turma se já ouviram falar a respeito ou se imaginam o que é isso.

Caso não seja possível apresentar a projeção, escreva no quadro “rotação por estações” e, com uma seta, coloque o questionamento “o que é isso?”.

Explique que a rotação por estações é uma estratégia de metodologia ativa que inclui um circuito em que diferentes atividades são desenvolvidas e que, geralmente, uma das estações faz uso de recursos tecnológicos. Em cada estação, desafios são propostos aos grupos que devem concluí-los no tempo determinado. Reforce com eles que a proposta que desenvolverão é uma adaptação da rotação por estação, onde a interação e o movimento colaborativo serão evidenciados. Vale lembrar que o trabalho com a colaboração é um dos pontos valorizados na educação empreendedora.

Feita a explicação, oriente para que os grupos deixem o mapa mental no centro das mesas e explique que quem vai trocar de lugar são os grupos. Determine um número para cada grupo ter como referência (grupo 1, grupo 2, grupo 3 e assim sucessivamente).

Peça para os alunos observarem, em cada estação, as produções, sugerindo complementos que possibilitem o desenvolvimento de outras ações. As sugestões devem ser anotadas no mapa mental que está na mesa, a lápis e com a identificação do grupo.

Informe que a cada 5 minutos você sinalizará a troca. Organize o lado pelo qual a rotação será realizada - sentido horário ou anti-horário.

Durante o desenvolvimento da atividade, circule pelas estações, esclarecendo dúvidas e mediando as anotações, chamando a atenção dos alunos para aspectos presentes no mapa mental e cuide de sinalizar quando o tempo tiver terminado para a troca das estações.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

 

Orientações: com todas as estações concluídas, os grupos estarão com os respectivos mapas novamente. Peça que observem as sugestões e analisem a viabilidade de serem colocadas em prática.

Em seguida, peça para que todos os mapas sejam fixados em local visível para toda a turma. Cada grupo terá 1 minuto para apresentar o problema e as ações que pensam ser essenciais para solucioná-lo, considerando a colaboração dos demais grupos.

Com todas as propostas apresentadas, explique que os grupos devem discutir e escolher uma que será colocada em prática. Deixe claro que a viabilidade das ações devem ser consideradas e que a escolha de uma proposta não significa que as demais não serão utilizadas para ações futuras. Desenvolva a mediação, questionando-os:

- Qual das propostas tem as pessoas da escola, incluindo vocês, como responsáveis pela solução?

- Em qual delas podemos ter as famílias como apoio?

- Qual mudança é mais significativa para o coletivo da nossa escola?

- O que podemos fazer que traz resultados benéficos para todos da escola?

Com isso você já consegue fazer um filtro nas ideias sugeridas e encaminhar as discussões para a escolha da proposta que será usada para a prática nas etapas seguintes desta sequência.

Dependendo do nível de articulação da turma, essa votação pode ser feita oralmente. Caso contrário, simule uma votação e contabilize o resultado.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

 

Orientações: com o problema escolhido, solicite que os alunos registrem no caderno as ações explicitadas no mapa mental para que essas ações serão colocadas em prática e mais uma vez possam representar uma decisão coletiva. É importante refletirem sobre a hierarquia e prioridades. Com os registros feitos, explique que os grupos devem pensar em ações para colocá-las em prática.

A mediação do professor deve possibilitar que percebam a necessidade das seguintes etapas:

- Problematização

- Sensibilização dos demais membros da escola

- Intervenção/Desenvolvimento/Prática

- Verificação dos resultados

- Replanejamento/Continuidade

A ideia é que a partir das discussões nos grupos e das anotações feitas no caderno, considerando o mapa mental do problema escolhido, as ações pensadas por cada grupo sejam agora socializadas e uma lista coletiva montada no quadro, contemplando cada etapa, para orientar as principais ações da sala e representar o que será executado a partir da próxima aula.

Observação: com a problemática selecionada pela turma, faça o registro fotográfico da situação ou outra forma de registro onde seja possível evidenciar o antes e o depois da situação.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Resumo da sequência: a sequência “Escambo de ideias simples e poderosas” objetiva fazer o diagnóstico de situações presentes no contexto dos alunos, incluindo a participação da família e um olhar crítico sobre diversos aspectos presentes na escola. A partir do diagnóstico, coletivamente, devem escolher uma situação que atenda às necessidades do grupo e, a partir dela, elaborar propostas para mudança. Cada plano (essa sequência propõe 4 planos com previsão de duas aulas cada - 100 minutos cada) contemplará uma etapa deste desenvolvimento para que, no final do quarto plano, as ações possam ser efetivadas no dia a dia dos estudantes.

Sobre esse plano: essa proposta faz parte de uma sequência de 4 planos que tem como ideia central possibilitar a investigação, reflexão e escolhas, tendo como ponto de partida a análise crítica da realidade na qual estudantes e escolas estão inseridos. Ele está previsto para ser desenvolvido em uma aula de 100 minutos, e precisa ter como pré-requisito o desenvolvimento do plano “Diagnóstico do espaço escolar”, desta sequência.

A partir da investigação e do diagnóstico realizado anteriormente, a turma terá selecionado as situações que considera mais emergenciais e identificado as responsabilidades de mudanças e melhorias. Essas situações serão agora discutidas em pequenos grupos para planejamento das ações a serem desenvolvidas pelos alunos para gerar melhorias.

A sequência inclui as habilidades EF35LP15, EF05GE11, EF05GE12, presentes na BNCC. Como as habilidades devem ser desenvolvidas ao longo de todo o ano, você observará que elas não serão contempladas na totalidade aqui.

Algumas competências gerais previstas na BNCC foram selecionadas para serem trabalhadas com maior ênfase nesse plano:

7 - Argumentação - Argumentar com base em fatos, dados e informações confiáveis, para formular, negociar e defender ideias, pontos de vista e decisões comuns que respeitem e promovam os direitos humanos, a consciência socioambiental e o consumo responsável em âmbito local, regional e global, com posicionamento ético em relação ao cuidado de si mesmo, dos outros e do planeta.

9 - Empatia e cooperação - Exercitar a empatia, o diálogo, a resolução de conflitos e a cooperação, fazendo-se respeitar e promovendo o respeito ao outro e aos direitos humanos, com acolhimento e valorização da diversidade de indivíduos e de grupos sociais, seus saberes, identidades, culturas e potencialidades, sem preconceitos de qualquer natureza.

10 - Responsabilidade e cidadania - Agir pessoal e coletivamente com autonomia, responsabilidade, flexibilidade, resiliência e determinação, tomando decisões com base em princípios éticos, democráticos, inclusivos, sustentáveis e solidários.

É importante lembrar que o material se trata de uma sugestão para o desenvolvimento das competências e habilidades sobre o assunto e que adaptações podem ser realizadas ao longo das aulas, para potencializar outras aprendizagens e adequar-se ao contexto escolar. O protagonismo dos alunos deve ser sempre incentivado e a intencionalidade docente nas intervenções e proposições é essencial.

Organização das aulas: a turma deverá ser organizada em grupos a partir da quantidade de situações registradas anteriormente como emergenciais ou que causam mais incômodo. A sugestão foi para seleção de 5 situações e, então, 5 grupos seriam formados. Essa escolha e organização deve considerar as especificidades da escola e da turma e, portanto, podem ser modificadas de acordo com a necessidade. Como a ação principal nesse momento é o planejamento, nem todos os alunos podem estar familiarizados com essa proposta e, com isso, apresentarem dificuldades na organização e no desenvolvimento. Como sugestão, disponibilizamos nos materiais complementares um modelo para que os grupos possam estruturar as ideias desse planejamento.

Ação prévia: antes dessa aula, é necessário que o diagnóstico da escola tenha sido concluído e que a turma tenha selecionado as situações que terão ações de intervenção planejadas neste momento, conforme proposto no plano de aula anterior.

Alinhamento da sequência com a Educação Empreendedora: a sequência foi pensada colocando em evidência o espaço escolar e as ideias sobre convivência, respeito, empatia, coletividade, diálogo e escolhas conscientes que foram progressivamente estimuladas. A partir das escolhas que representam a turma e não aspectos individuais, temos a etapa de planejamento sendo proposta. Planejar é projetar-se diante de algo que se pretende realizar e isso pode ser aplicado em diferentes situações e contextos.

Materiais necessários:

  • Registro feito a partir do plano de aula anterior “Diagnóstico do espaço escolar”;
  • Cartolinas, folhas de flip chart ou outro tipo de papel disponível na escola que favoreça a construção de um mapa mental (um por grupo);
  • Internet e material para projeção do vídeo sobre Facilitação gráfica, disponível no link https://www.youtube.com/watch?v=ATCbwRtrIhE;
  • Lápis de cor, canetinha ou giz de cera.

Atenção professor: não se esqueça de registrar imagens das etapas propostas. Elas serão úteis no último plano dessa sequência e têm relação com a culminância do projeto proposto.

Possibilidade de adaptação: caso não seja possível passar o vídeo sobre facilitação gráfica para a turma, leve um exemplo de mapa mental pronto e explique para os alunos o que ele representa e que recursos podem ser usados para sua construção.

Para saber mais:

Assuntos como ética e cidadania podem aparecer ao longo da discussão desta sequência. Caso perceba ser necessário esse aprofundamento com a turma, sugerimos o desenvolvimento do plano de aula “Percepção e conscientização de direitos e cidadania”. Você pode acessá-lo pelo link https://novaescola.org.br/plano-de-aula/sequencia/percepcao-e-conscientizacao-de-direitos-de-cidadania/951. Acesso em: 25 de fevereiro de 2020.

Além disso, para saber um pouco mais sobre as Metodologias Ativas e a rotação por estação que será usada neste plano, sugerimos a leitura do material “Para uma aula diferente, aposte na Rotação por Estações de Aprendizagem”. Disponível em: https://novaescola.org.br/conteudo/3352/blog-aula-diferente-rotacao-estacoes-de-aprendizagem. Acesso em: 27 de fevereiro de 2020.

Para saber o que é um Mapa Mental e como fazer: https://pt.wikipedia.org/wiki/Mapa_mental. Acesso em: 8 de maio de 2020.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: nessa etapa será desenvolvido o planejamento das ações com a turma. Como no plano anterior os problemas considerados mais relevantes foram escolhidos, teremos agora de selecionar apenas uma para colocar em prática. Reforce com a turma que essa escolha não descarta as outras ações, apenas coloca uma delas para ser feita primeiro. Divida a turma em grupos de acordo com a quantidade de problemas escolhidos na etapa anterior. Para que todos possam planejar, expor ideias e propor ações para os demais grupos, a atividade prevê a elaboração de mapas mentais a partir de uma adaptação da rotação por estações.

Projete o slide para a turma e questione-os se sabem o que é um mapa mental. Nesse momento, observe as percepções das crianças sobre o assunto. Alguns questionamentos podem contribuir com essa reflexão, tais como:

- O que vocês acham que é um mapa mental?

- Para que serve um mapa mental?

- Será que organizar um mapa mental facilita a compreensão de algo?

- O que podemos fazer que facilite a compreensão das ideias que usamos em um mapa mental?

- Será que podemos usar só palavras? Só imagens? As duas coisas?

Utilize esses dois últimos questionamentos para mostrar aos alunos o vídeo sobre facilitação gráfica. Explique que essa é apenas uma sugestão e que outras formas para construção do mapa mental podem ser pensadas por eles.

Passe o vídeo sobre Facilitação gráfica disponível no link: https://www.youtube.com/watch?v=ATCbwRtrIhE.

Após a discussão, certifique-se de que todos os alunos compreenderam o que é um mapa mental e que recursos podem ser usados para a construção de um. Explique que essa será a missão de cada grupo a partir da problemática escolhida pela turma e só então passe para a próxima etapa.

Possibilidade de adaptação: caso não seja possível apresentar o slide e o vídeo, use os questionamentos acima como ação disparadora, e, em seguida, apresente um modelo de mapa mental, previamente selecionado, para que a mediação possa ser feita.

Observação: caso perceba que a ideia ainda não ficou clara, escolha uma palavra que faça parte do repertório da turma e construa, coletivamente no quadro, um mapa mental que favoreça a compreensão sobre o que será feito nas outras etapas.

Existem muitos programas disponíveis na internet que podem ser usados como exemplo, mas, nesse caso, a construção dos grupos precisa ser feita manualmente, pois o mesmo formato será usada posteriormente.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 35 minutos

Orientações: com a turma já dividida, entregue para cada grupo a tabela sugerida para planejamento disponível nos materiais complementares. Lembre-se de que esta é apenas uma sugestão para que você possa organizar as ações, considerando que muitos alunos não têm familiaridade com esse processo de planejamento. Essa tabela orientará as informações que serão transcritas para o mapa mental e que serão socializadas com os demais grupos, permitindo que possam complementar as ideias e as ações de forma mais dinâmica.

Solicite que os alunos, primeiramente, pensem na organização de cada um dos itens da tabela e, em seguida, transponham isso para o mapa mental de forma que os demais grupos compreendam a ideia e possam opinar a respeito no próprio mapa.

Entregue a folha escolhida para construção do mapa mental (cartolina, flip chart ou outro material à sua escolha). É importante que seja uma folha grande para que os alunos tenham espaço de criar e utilizar diferentes recursos de facilitação gráfica.

Oriente os grupos para que especifiquem quem será(ão) o(s) escriba(s) e quem fará a gestão do tempo. Outras funções, como orador da turma, organizador e mediador podem ser designadas.

Oriente que cada grupo fique responsável por uma situação, e deverá pensar sobre estratégias para que possam, coletivamente, resolver o problema de forma prática.

A distribuição da problemática por grupo pode ser feita a partir de escolha livre ou sorteio, lembrando o que ficou estabelecido na aula anterior: as situações escolhidas representam os interesses de toda a turma e o trabalho nos grupos é apenas para favorecer a organização do planejamento e diversificar as propostas que serão apresentadas posteriormente.

Durante o desenvolvimento da atividade, circule pelos grupos esclarecendo possíveis dúvidas e mediando a construção do mapa mental. Determine que a palavra central do problema esteja em destaque na folha e que as ações pensadas componham a lateral do mapa. Essa decisão depende das características da turma e dos grupos de trabalho, pois, dependendo da articulação deles, não é necessária nenhuma sugestão e o mapa será construído a partir dessas reflexões.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações: concluídos os mapas mentais, informe aos alunos que a próxima etapa envolve uma Rotação por Estação.

Apresente o slide para eles e questione se sabem o que essa estratégia envolve. Converse com a turma se já ouviram falar a respeito ou se imaginam o que é isso.

Caso não seja possível apresentar a projeção, escreva no quadro “rotação por estações” e, com uma seta, coloque o questionamento “o que é isso?”.

Explique que a rotação por estações é uma estratégia de metodologia ativa que inclui um circuito em que diferentes atividades são desenvolvidas e que, geralmente, uma das estações faz uso de recursos tecnológicos. Em cada estação, desafios são propostos aos grupos que devem concluí-los no tempo determinado. Reforce com eles que a proposta que desenvolverão é uma adaptação da rotação por estação, onde a interação e o movimento colaborativo serão evidenciados. Vale lembrar que o trabalho com a colaboração é um dos pontos valorizados na educação empreendedora.

Feita a explicação, oriente para que os grupos deixem o mapa mental no centro das mesas e explique que quem vai trocar de lugar são os grupos. Determine um número para cada grupo ter como referência (grupo 1, grupo 2, grupo 3 e assim sucessivamente).

Peça para os alunos observarem, em cada estação, as produções, sugerindo complementos que possibilitem o desenvolvimento de outras ações. As sugestões devem ser anotadas no mapa mental que está na mesa, a lápis e com a identificação do grupo.

Informe que a cada 5 minutos você sinalizará a troca. Organize o lado pelo qual a rotação será realizada - sentido horário ou anti-horário.

Durante o desenvolvimento da atividade, circule pelas estações, esclarecendo dúvidas e mediando as anotações, chamando a atenção dos alunos para aspectos presentes no mapa mental e cuide de sinalizar quando o tempo tiver terminado para a troca das estações.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

 

Orientações: com todas as estações concluídas, os grupos estarão com os respectivos mapas novamente. Peça que observem as sugestões e analisem a viabilidade de serem colocadas em prática.

Em seguida, peça para que todos os mapas sejam fixados em local visível para toda a turma. Cada grupo terá 1 minuto para apresentar o problema e as ações que pensam ser essenciais para solucioná-lo, considerando a colaboração dos demais grupos.

Com todas as propostas apresentadas, explique que os grupos devem discutir e escolher uma que será colocada em prática. Deixe claro que a viabilidade das ações devem ser consideradas e que a escolha de uma proposta não significa que as demais não serão utilizadas para ações futuras. Desenvolva a mediação, questionando-os:

- Qual das propostas tem as pessoas da escola, incluindo vocês, como responsáveis pela solução?

- Em qual delas podemos ter as famílias como apoio?

- Qual mudança é mais significativa para o coletivo da nossa escola?

- O que podemos fazer que traz resultados benéficos para todos da escola?

Com isso você já consegue fazer um filtro nas ideias sugeridas e encaminhar as discussões para a escolha da proposta que será usada para a prática nas etapas seguintes desta sequência.

Dependendo do nível de articulação da turma, essa votação pode ser feita oralmente. Caso contrário, simule uma votação e contabilize o resultado.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

 

Orientações: com o problema escolhido, solicite que os alunos registrem no caderno as ações explicitadas no mapa mental para que essas ações serão colocadas em prática e mais uma vez possam representar uma decisão coletiva. É importante refletirem sobre a hierarquia e prioridades. Com os registros feitos, explique que os grupos devem pensar em ações para colocá-las em prática.

A mediação do professor deve possibilitar que percebam a necessidade das seguintes etapas:

- Problematização

- Sensibilização dos demais membros da escola

- Intervenção/Desenvolvimento/Prática

- Verificação dos resultados

- Replanejamento/Continuidade

A ideia é que a partir das discussões nos grupos e das anotações feitas no caderno, considerando o mapa mental do problema escolhido, as ações pensadas por cada grupo sejam agora socializadas e uma lista coletiva montada no quadro, contemplando cada etapa, para orientar as principais ações da sala e representar o que será executado a partir da próxima aula.

Observação: com a problemática selecionada pela turma, faça o registro fotográfico da situação ou outra forma de registro onde seja possível evidenciar o antes e o depois da situação.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Unidade do 1º ano :

MAIS AULAS DE Educação Empreendedora do 1º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF04GE03 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF05HI04 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF05GE11 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF35LP15 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF05GE12 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Empreendedora

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano