15802
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Educação Infantil > Creche - Bebês

Atividade - Os diferentes sons do ambiente

Nesta atividade, as crianças irão se atentar para os barulhos presentes na escola e brincarão com objetos que podem servir de fonte sonora

Plano 02 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Tamira Paula Torres Martins

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Faça um levantamento sobre os espaços da sua escola e verifique quais são as possibilidades de exploração sonora que os locais oferecem, por exemplo: pisos, mobílias, objetos da escola de diferentes características (metais, plásticos, madeira, cerâmica).

Materiais:

Materiais de largo alcance feitos de madeira, metal e plástico. Para saber mais sobre o assunto, acesse este link.

Recipientes diversos: organizadores, lixeiras, pás, baldes, entre outros, previamente higienizados.

Máquina fotográfica ou celular para registro da atividade.

Espaços:

Organize os materiais, dispondo-os em um local da escola à sua escolha, considerando como critério aquele que mais propicie condições de exploração sonora aos bebês de modo instigante e seguro.

Tempo sugerido:

Aproximadamente 40 minutos.

Perguntas para guiar suas observações:

1. De que forma os bebês usaram o corpo para produzir sons ereagiram à observação dos eventos sonoros produzidos no ambiente? Ficaram surpresos, curiosos, interessados, se assustaram?

2.Diante das diferentes fontes sonoras, como se deram as iniciativas dos bebês para acompanhar as brincadeiras? Fizeram uso de imitação, de gestos repetidos ou diferentes?

3. Quais objetos e elementos que mais provocaram a pesquisa exploratória dos bebês na descoberta de possibilidades sonoras do ambiente?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender às necessidades e às diferenças de cada criança ou do grupo. Assegure condições para favorecer a participação de todos bebês, de modo que estejam inseridos com segurança nos processos de interação com colegas e materiais. Além disso, esteja atento e auxilie-os em suas iniciativas de locomoção. Garanta também espaços de mobilidade para aqueles que engatinham ou andam, com ou sem autonomia.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Conte aos bebês que vocês irão a um local da escola para explorar os diferentes sons do ambiente e de seus elementos. Pelo caminho, explore as possibilidades sonoras, chamando a atenção delespara os ruídos. Combine com eles para que todos saiam em silêncio para ouvir os sons da escola. Fique atento e, ao notar alguns sons distintos (como crianças brincando ou cantando, barulho da cozinha, som de telefone etc), ajude os bebês a perceber esses eventos sonoros que a escola tem. Pare próximo a esses barulhos, aponte em direção ao som, pergunte se estão ouvindo, observe também se os bebês fazem sua próprias paradas e converse com eles sobre o que escutam. Auxilie os menores a se deslocar, pegando-os no colo (é importante ter outro adulto presente durante a realização da proposta).


2

Combine previamente com um adulto a produção de sons que atraiam a atenção dos bebês (passar um objeto em uma grade, dar leves toques em uma porta, arrastar um objeto no chão) quando você e sua turma estiverem mais próximos do local da atividade. Nesse momento os bebês devem estar mais perceptíveis aos eventos sonoros. Observe se demonstram atenção ao som, curiosidade, se aqueles que têm autonomia quanto à mobilidade vão em direção a fonte sonora. Encoraje-os, tecendo alguns comentários como: Vocês ouviram esse som? De onde será que está vindo? Vamos descobrir? Então deixe que quem está se dirigindo ao local do barulho siga em frente e convide os demais para também ir até o local da atividade.


3

Deixe que explorem o local e façam suas descobertas sonoras, que brinquem com todos os objetos ali presentes e que atribuam significado aos mesmos, conforme experimentam as diversas possibilidades dos materiais ali dispostos. Esse é um momento oportuno para que você registre, por meio de foto ou de filmagem, o envolvimento dos pequenos no cenário sonoro.


4

Aproveite o contexto de exploração em que os bebês estão imersos e direcione o seu olhar para as iniciativas das crianças, valide suas ações. Aproxime-se daquele que individualmente descobre o som que se produz ao rolar um objeto de metal no chão. Observe outras possibilidades encontradas por um pequeno grupo, no qual as crianças batucam potes de plásticos inspirados pela iniciativa individual de um colega, batem uma tampa com a outra, arrastam os caixotes no chão, dentre tantas outras possibilidades de ações. Em interação com esses grupos, encoraje os bebês a experimentar novas possibilidades a partir das iniciativas dos colegas.


5

Após esse momento de exploração, incentive aos bebês a se posicionarem intencionalmente frente a um dos elementos do espaço. Auxilie aqueles que não possuem independência, dispondo-os próximos a um desses pontos sonoros, para favorecer a participação de todos. Inspire os pequenos por meio do significado que você dá ao elementos que manipula, acompanhando o ritmo e marcando os tempos de uma canção conhecida e apreciada pelo grupo, entoada por vocês.


Para finalizar:

Diga aos bebês que a brincadeira está chegando ao fim e que vocês vão cantar a última música. Comente que antes de voltar para a sala eles precisarão guardar os objetos. Quando a música terminar, conforme combinado anteriormente, solicite ajuda dos bebês e disponibilize um organizador para que, dentro das possibilidades deles, colaborem guardando os materiais. Retorne à sala e disponibilize livros de imagens para manuseio ou outros materiais do interesse dos bebês.

Desdobramentos

Construa estações sonoras na unidade, aproveite os recursos que o ambiente oferece e acrescente outros materiais que aguçam a percepção auditiva de todas as crianças da escola. Esses objetos precisam estar ao alcance delas e podem ser dispostos no formato de painéis sonoros, móbiles e instalações. Para repertoriar essa elaboração há na internet várias possibilidades de intervenções sonoras. Faça uma pesquisa sobre como confeccionar materiais para parque sonoros.

Engajando as famílias

Elabore um convite para as famílias, com o objetivo de que apreciarem, nos horários de entrada ou saída, uma instalação fotográfica e interativa no local onde os bebês fizeram as descobertas sonoras. Elabore um cartaz e/ou bilhete, veja aqui uma sugestão para o texto do convite. Além disso, reúna os registros fotográficos e os exponha no local onde as famílias irão realizar a experiência sonora, dando visibilidade à ação dos bebês naquele espaço. Em caso de área externa, plastifique as fotos ou use saquinhos para garantir a conservação das mesmas durante o período de exposição.

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Bebês :

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01CG03 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01ET02 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01TS01 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano