15243
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Atividade - Explorando o boiar e o afundar

Nesta atividade, as crianças irão investigar quais objetos flutuam ou não ao entrar em contato com a água.

Plano 01 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Deborah Cristina Conceição Paiva

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Esta atividade envolve de uma vivência em área externa com o uso de água. Escolha uma boa data, para que esteja um clima favorável a esse tipo de atividade, prevenindo eventualidades (como friagem) que possam comprometer a saúde das crianças.

Materiais:

Bacias ou baldes com água e elementos de diferentes formas, pesos e cores (bolas, plásticos, potes, tampas, conchas, garrafas, pedras, galhos, madeira, pequenos brinquedos e peças de jogos de encaixe de diferentes materiais etc.). É importante considerar a variedade materiais e boas quantidades dos que flutuam e dos que afundam. Considere os materiais que existem na escola e outros que podem ser solicitados às famílias. Faça um teste com os objetos para que você mesmo conheça melhor aqueles que boiam ou afundam.

Espaços:

Prepare em ambiente externo um espaço com bacias ou baldes com água e selecione elementos de diferentes formas, pesos e cores como citados nos materiais. Organize as bacias em quantidades razoáveis (de acordo com o número de crianças e tamanho das bacias) para que pequenos grupos se formem em torno delas. Busque organizar o ambiente de forma atrativa para a exploração das crianças, organizando em cestas ou caixotes os materiais e sua variedade, como por exemplo, um recipiente para garrafinhas, potes e tampinhas, outro para elementos da natureza, outro para pequenos brinquedos etc. Pense em uma organização que colabore com a exploração dos pequenos, dando certa distância (de forma que as crianças tenham que se deslocar) entre as bacias com água e os recipientes com os materiais.

Tempo sugerido:

Uma hora.

Perguntas para guiar suas observações:

1. Como as crianças exploram e descrevem os diferentes objetos em contato com a água? Demonstram preferência ou resistência a certas texturas, massas, tamanhos? Quais?

2. De quais maneiras as crianças compartilham objetos e espaços oferecidos? Que tipo de conflitos elas vivenciam?

3. Quais ações demonstram que as crianças percebem as semelhanc?as e diferenc?as entre as caracteri?sticas dos objetos?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender às necessidades e às diferenças de cada criança ou do grupo. Todos os sentidos podem ser explorados em atividades que envolvem água, proporcione a exploração de cada um deles, garantindo assim que os pequenos tenham diversos caminhos para fazer descobertas.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Com o ambiente externo organizado, com os baldes ou bacias já com água e com os elementos à disposição das crianças (podendo estar no chão ou sobre uma mesa), traga o grande grupo. Permita que os pequenos transitem pelo o espaço e, à medida que observam os elementos, comece conversando sobre como está o dia, sugira que olhem para cima e observem o céu, e pergunte como se sentem em relação ao clima. A partir das respostas e expressões das crianças, pergunte o que elas gostam de fazer em dias quentes. Neste momento, deixe que elas tragam memórias de experiência anteriores e, a partir de suas respostas, contextualize a atividade. Verifique se expressam interesse ou mencionam brincadeiras com água e, caso não tenham expressado, diga que elas terão diversos objetos com os quais poderão brincar à vontade na água e comente que farão muitas descobertas com essa brincadeira.

Possíveis falas do professor neste momento: Como está o dia hoje? Está fazendo sol? Ou será que vai chover? O que vocês gostam de fazer em dias quentes? Brincar com água? Eu gosto! E vocês? Quem já brincou?

Possíveis ações do professor neste momento: Caminhe com as crianças ao redor dos materiais e pegue algum objeto que esteja ao seu alcance. Possíveis falas do professor neste momento: Eu adoraria brincar com esse objeto na água. O que você acha? Vamos ver?


2

O ambiente deverá ser organizado de forma convidativa, de modo que as crianças possam se posicionar ao redor dos itens dispostos e interajam com a água. Sugira que primeiro todas elas possam pegar um objeto para começar, demonstre modelos nesse momento e atue como brincante. Estimule-as a nomeá-los, indagando sobre o que são e suas características. Permita que explorem os objetos escolhidos em contato com a água. Pequenos grupos de livre escolha irão se formar em torno das bacias ou baldes e brevemente hipóteses irão começar a ser levantadas. Registre as descobertas dos pequenos ao longo da atividade por meio da escuta atenta e faça fotos, pois esse será um dos momentos da experiência em que você conhecerá muitas das percepções das crianças e poderá aproveitar o momento para propor desafios e situações problemas que estimulem o pensamento delas .

Possíveis falas do professor neste momento: Que objetos legais você escolheu! E o que aconteceu com eles na água? Poderia me mostrar como? Olha só, essa pedrinha foi lá para o fundo, afundou! Vamos ver se esse outro objeto também afunda? Quem quer tentar? Esse graveto não afundou, né? Ficou boiando.


3

Durante o momento em que a brincadeira transcorre, esteja próximo das crianças e atento às ações delas, pois elas estarão envolvidas em um jogo de exploração motora dos objetos e é sempre possível garantir maior investigação e exploração por parte delas. Por exemplo, ao brincar junto com as crianças, forneça modelos de como a criança pode explorar os diversos sentidos do corpo, seja ao tocar a água e perceber a sensação que causa, nomeando frio ou calor, seja ao mergulhar um objeto na água e aproximar o rosto para ouvir o som que essa ação produz, seja o observar da água a partir do movimento circular de um galho.

É comum que crianças requisitem o professor ou os colegas para mostrar o que estão fazendo. Esse contato proporciona muito prazer e descontração.

Possíveis ações do professor neste momento: Ao observar um mesmo objeto utilizado por crianças diferentes, por exemplo um pote, em que uma delas constata que afunda (pois colocou água dentro) e outra criança constata que boia (pois o colocou vazio sobre a água), as aproxime para que possam perceber as diferentes possibilidades de um mesmo item.


4

Tratando-se de uma atividade que envolve diversidade de objetos, alguns conflitos por disputa de espaço em torno da água ou de itens favoritos podem surgir. Esteja atento e direcione as crianças para que encontrem uma solução justa para ambas, seja encontrando um outro objeto de interesse ou mesmo dividindo algum material e explorando-o juntas. Caso seja recorrente, peça ajuda delas para que busquem com o professor novos objetos na área externa para que possam brincar com eles na água.


Para finalizar:

Faça uma grande roda para que as crianças possam se expressar sobre a vivência que tiveram, como se sentiram, se gostaram, o que perceberam, quais as semelhanças e diferenças entre os diversos objetos usados (esteja atento para aquelas que não façam uso da linguagem oral, expressando-se com o corpo). Coloque as bacias mais próximas da roda para que as crianças possam tanto falar como mostrar seus objetos e experiências preferidas. Depois da conversa, convide o grupo para ajudar na organização do ambiente, tirando todos os objetos da água para que possam ser guardados. Dê um destino para a água, que pode ser reutilizada para regar as plantas da escola.

Desdobramentos

Convide as crianças para apreciar as fotos que foram tiradas ao longo da atividade. Peça a elas que apontem os objetos com os quais mais gostaram de brincar e demonstrem o que aconteceu com ele (seja pela fala ou movimento), construindo assim um momento de troca de suas experiências.

A atividade pode ser repetida com objetos diferentes, encontrados na sala de atividades ou nos pertences pessoais dos pequenos. Outra possibilidade é solicitar às crianças que tragam materiais de casa que possam ser explorados em contato com a água.

Engajando as famílias

Exponha no mural da escola as fotos e uma breve descrição de como foi realizada essa atividade e solicite que as famílias também enviem fotos de experiências da criança com água. Para isso, envie um comunicado para elas. Exemplo:

Olá famílias e comunidade,

Nesse dia nossa turma aproveitou o sol fazendo uma divertida atividade com água e exploração de objetos. Vejam como as crianças se divertiram!

E em casa? Como vocês aproveitam os dias quentes?

Se puderem, nos enviem fotos desses prazerosos momentos de brincadeiras com água, elas poderão compor o mural da sala e servir de pontos de memória para os pequenos, proporcionando assim um ambiente ainda mais aconchegante e familiar na escola.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses) :

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02EO03 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02ET01 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano