15201
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Atividade - Tapetes sensoriais

Nesta proposta, veja como confeccionar tapetes sensoriais e conduzir uma atividade de exploração desse material.

Plano 05 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Fernanda Zanatta

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Para a proposta serão utilizados dois tapetes. Para a confecção do primeiro, solicite anteriormente às famílias o envio de materiais de diferentes texturas, como tecidos, emborrachados, lixas e esponja. Monte o tapete colando os materiais um ao lado do outro sobre um pedaço quadrado de papelão (em torno de 1,5m x 1,5m). Faça algumas partes vazadas, como “janelas”, expondo a superfície do piso. Para o outro tapete, confeccione usando tecido, com algumas aberturas em formas geométricas. Nelas, prenda, costure ou cole com fita adesiva materiais como celofanes e plásticos coloridos, tecidos finos e leves (como o voal ou seda) que possibilitem observar a superfície do espaço com outros olhares. Caso você queira ter ideias de imagens com tapetes sensoriais para apoiar a manufatura do seu, observe alguns exemplos neste link:

Como fazer um painel sensorial para as crianças: http://coruja-prof.blogspot.com/2017/06/como-fazer-um-painel-sensorial-para-as.html, https://carolcampos.wordpress.com/2012/01/22/recurso-pedagogico-como-fazer-um-tapete-ou-painel-sensorial//

Relato de uma professora sobre o tapete sensorial:

https://carolcampos.wordpress.com/2012/01/22/recurso-pedagogico-como-fazer-um-tapete-ou-painel-sensorial/

Atividades com tapetes sensoriais são interessantes para os bebês bem pequenos. Caso no seu grupo haja bebês maiores que você acha que possam se desinteressar pela proposta, garanta que esteja acompanhada de outro professor. Divida o grupo: os bebês menores exploram o tapete sensorial e os bebês maiores podem participar de uma proposta de desenho com giz de cera grosso.

Materiais:

Tecidos de diferentes texturas, cores e grossuras, superfícies emborrachadas, de corino, vinílico, lixas, telas ou outros materiais que possuem texturas diferenciadas, celofanes coloridos, plásticos transparentes e texturizados ( plástico bolha, plástico de presente...). Cola,fita adesiva ou agulha e linha.

Espaços:

Espaços da escola internos ou externos, onde os bebês já tenham contato anterior em outras propostas.Coloque os tapetes estendidos sobre o chão distantes um do um outro, mantendo espaço entre eles para que as crianças se locomovam com autonomia.

Realize a proposta mais vezes em seu cotidiano, possibilitando que os bebês explorem os tapetes em diferentes espaços e momentos.

Tempo sugerido:

Aproximadamente 40 minutos

Perguntas para guiar suas observações:

1.De que forma os bebês exploram as diferentes possibilidades corporais sobre os tapetes(observam, colocam a mão, engatinham por cima, andam, deitam)?

2. A interação dos bebês entre eles e os adultos presentes possibilita novas descobertas? Quais são elas?

3. Como os contatos com superfícies diferentes (texturas oferecidas no tapete) ampliam as descobertas sensoriais e corporais dos bebês?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender as necessidades e diferenças de cada criança ou do grupo. Assegure que todos possam estar em atividade de acordo com suas preferências, ritmos e possibilidades. Fique atento aos bebês muito pequenos para auxiliá-los, se necessário, a explorar o espaço, se locomover e sentar-se próximos ao grupo de crianças e aos tapetes. Disponibilize uma caixa com brinquedos preferidos s para que tenham acesso caso desejarem.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Para essa proposta é indicado que dois professores acompanhem o grupo de bebês. A ideia é que todos participem da exploração dos tapetes sensoriais em pequenos grupos enquanto os demais estarão envolvidos em outra proposta com brinquedos favoritos e cesto com livros infantis (pode ser no mesmo espaço ou não, decida a partir da melhor possibilidade de organização). Fale para o grupo todo as orientações e sugestões da exploração dos tapetes sensoriais e, em seguida, repita junto aos pequenosgrupos de bebês. Convide as crianças para se aproximarem e proponha a exploração e o brincar sobre dois tapetes diferentes, repletos de materiais diferenciados. Posicione os bebês que não se locomovem com autonomia próximos aos tapetes. Permita que os que têm autonomia explorem o espaço. Deixe que escolham onde querem se aconchegar e qualdas superfícies dos tapetes querem explorar. Permita que esse primeiro momento seja de livre escolhae observe atentamente.


2

Acompanhe os bebês individualmente ou em duplas nas interações com a diversidade de superfícies dos tapetes. Observe como reagem com a presença deles no espaço. Repare se ficam olhando e como vão, aos poucos, explorando cada contato com as diferentes texturas. Entre junto na brincadeira exploratória, sente-se ao lado do tapete, coloque sua mão e convide para colocarem suas mãozinhas. Levante, pise descalço e instigue as crianças a sentirem as superfícies do tapete de papelão com seus pés também. Aproveite e dialogue com eles sobre as características dos materiais, destacando semelhanças e diferenças. Indique os mais macios e compare com os ásperos. Convide-os a brincar e esteja próximo, disponível e atento para intervenções que se façam necessárias. Proponha que utilizem partes diferentes do corpo para sentirem as diversas superfícies propostas pelo tapete. Encoste seu rosto sobre o tapete, dialogando sobre a ação. Faça registros por meio de fotos e vídeos para serem usados na documentação pedagógica.


3

Apoie os bebês individualmente ou em duplaspara que avancem em suas pesquisas exploratórias ao comparar as novas descobertas que estão realizando com os tapetes sensoriais em relação às superfícies já conhecidas (piso da área). É importante que o grupo se relacione com os amigos, observando, imitando, se divertindo e ampliando as aprendizagens a partir de suas iniciativas, desejos e interesses. Encoraje o bebê a explorar os vazados do tapete de papelão passando sua mão junto ao do bebê sobre o piso. Fale sobre a diferença que essa superfície tem com as outras e faça relações.

Possíveis ações da criança neste momento: Um bebê deita-se de bruços sobre o tapete de papelão com diferentes materiais e passa mão e braço sobre um tecido bem fininho e fofo. Faz expressão de agrado e sorri. Vê que ao lado há uma superfície diferente e arrasta-se até ela, passa a mão sobre o piso e sentindo suas características. Olha para a superfície fora do tapete e depois novamente para o vazado, como que comparandosemelhanças e diferenças entre elas.

Possíveis falas do professor: Veja, como é essa superfície? Sim, é emborrachada e diferente dessa outra que é de tecido. Essa aqui, com o que parece? Você já sentiu uma superfície assim? Ah, parece com o piso da nossa sala, não é!


4

Possibilite que todos os bebês tenham acesso aos tapetes.Para isso, proponha o rodízio entre os pequenos grupos nos tapetes, observando atentamente as necessidades que partem deles, acompanhando e oferecendo o apoio necessário. Ao ver que um dos bebês se aproxima dos vazados de celofane, coloque-se a disposição para brincar junto. Olhe pelo celofane ou tecidos transparentes e faça comentários, como:

“Olhe, o chão está colorido. Que cor é essa? Ouça, faz um som ao passar a mão sobre ele!”

Atente-se para o que instiga o bebê a querer descobrir mais formas de usar o tapete, o que faz quando olha pelo celofane, pelo tecido e pelo plástico. Aponte as diferenças e aproveite para fazer comparações entre essas novas formas de percepção e a própria superfície já conhecida (piso do espaço).

Possíveis ações da criança neste momento: Um bebê engatinha pelo tapete e olha com atenção as cores dos materiais presentes nele. Ele senta, levanta parte do tapete com o celofane e coloca na frente do seu rosto, olhando o colega por ele e demonstrando alegria pela descoberta.


Para finalizar:

Explique aos bebês que em alguns minutos irão finalizar a atividade e informe a próxima atividade da rotina. Passado o tempo, convide-os a auxiliar a guardar os tapetes. Deixe que ajudem a segurá-los para então dobrar. Caso estejam em outro ambiente da escola, convide os bebês a voltar para a sala, levando os menores ao colo e acompanhando aqueles que engatinham e caminham com autonomia. Tenha na sala um cesto com livros preferidos para que manuseiem conforme vão chegando.

Desdobramentos

Leve os tapetes para explorar com os bebês em diferentes espaços com superfícies diversas (piso, terra, grama, concreto). Oportunize que experimentem os materiais propostos sobre eles em diferentes superfícies. Disponha esse tapete na sala de referência para que possam ampliar seu campo exploratório no cotidiano.

Engajando as famílias

Organize um cronograma para que as crianças levem os tapetes para brincar com suas famílias em casa. Convide as famílias a ajudar a preservar os tapetes ao brincarem com as crianças e peça para que tragam suas observações e sugestões. Faça isso por meio de um bilhete, do mural de recados ou outro meio de comunicação que usa na sua escola. Compartilhe com a comunidade escolar no painel de entrada da sala, reunindo seus registros com os feitos pelas famílias.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Bebês :

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01CG02 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01ET04 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01EO03 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano