Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias
71

Ciências e a BNCC: como ensinar vida e evolução

Confira o que esse eixo temático, novidade da BNCC, contempla

Autor:

Este eixo temático engloba o estudo de tudo que se relaciona com os seres vivos: características e necessidades, processo evolutivo, interação entre os seres vivos – principalmente a que o ser humano estabelece entre si e com os demais seres vivos e elementos não vivos do ambiente – e preservação da biodiversidade. Também inclui o aprendizado sobre aspectos relativos à saúde individual e coletiva, inclusive no âmbito das políticas públicas.



 
Fundamental 1

  • Nos anos iniciais, a expectativa é de que as crianças aprendam sobre os seres vivos (plantas e animais) do entorno delas, compreendendo suas características e também os elos nutricionais estabelecidos entre eles no ambiente natural.

  • Espera-se que consigam identificar as partes do corpo humano, bem como descrever suas funções. A unidade também inclui identificar e discutir as características físicas dos seres humanos para que o aluno constate, e respeite, a existência da diversidade étnico-cultural e faça conexões sobre sua relação com colegas, familiares e as demais pessoas com as quais convive. Também é necessário que entendam a importância da adoção de hábitos de higiene e de alimentação saudáveis para os cuidados com o próprio corpo e a prevenção de doenças causadas por microrganismos (como a cárie) ou transmitidas por vírus e bactérias (caso da gripe, por exemplo).  

Na prática

As vivências das crianças podem servir de pontapé inicial para a discussão sobre hábitos alimentares. Nesta reportagem, a professora utilizou as observações que surgiram no debate com a turma de 4º ano para explicar sobre o funcionamento do organismo, a diferença entre alimento e nutriente e a importância das refeições.

Na prática

Observar, registrar com fotos ou desenho, buscar respostas para dúvidas e reunir informações para apresentar aos colegas é uma opção para levar os alunos a investigar sobre fauna e flora. Conheça o exemplo da professora Luana Portilio, uma das vencedoras do Prêmio Educador Nota 10 de 2017, que propôs à turma o estudo dos pássaros da região.



 
Fundamental 2

  • A proposta para os anos finais é de avançar no entendimento sobre a atuação do ser humano no ambiente, discutindo as implicações do consumo excessivo e do descarte inadequado dos resíduos para que os alunos sejam capazes de analisar e propor, por meio de conhecimento científico, maneiras mais eficientes de utilização dos recursos naturais. No estudo dos ecossistemas brasileiros, a caracterização deles pode gerar oportunidade de trabalho interdisciplinar com Geografia.
  • Também entra nesta unidade o aprendizado relacionado à reprodução e sexualidade humana para que os jovens entendam a necessidade do cuidado integral à saúde física, mental, sexual e reprodutiva. O estudo deve abranger o conhecimento das condições de saúde que afetam a sociedade, como saneamento básico, qualidade do ar e condições nutricionais da população e o papel do Estado na criação, manutenção e aprimoramento de políticas públicas que permitam o desenvolvimento de condições propícias à saúde.

Na prática

Ao tratar sobre doenças sexualmente transmissíveis, o professor pode promover debates sobre casos reais, apresentar as novidades sobre estratégias de proteção e explorar as estatísticas, por exemplo. Esta reportagem traz sugestões nesta linha.



Foto: GettyImages.