16832
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 9º ano > Modernização, ditadura civil-militar e redemocratização: o Brasil após 1946

Plano de aula - Desigualdades sociais no governo JK

Plano de aula de História com atividades para 9º ano do EF sobre Desigualdades sociais no governo JK

Plano 02 de 3 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Pablo Jeovane Santos Farias

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF09HI18, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Cópias impressas dos textos.

Material complementar:

Charge período JK

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/BMnPjbtZX7jze4TZAqCtfcBN5CXc9wUre4EAkMMjuwHnrz25U9hdjtxWC7zr/his9-18und02-charge-periodo-jk.pdf

Propaganda Carro 1

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/b6BBXX8k38dMNbRDRS5Qq2TxZUTdsHQmmR49GR8BfWnnhUuM3KYBYDKaKWQK/his9-18und02-propaganda-carro-jk-1.pdf

Propaganda Carro 2

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/yagtsgj65zeyR2fSRM3DQ9DbtqdQzM7PBWf4xquEGDcxa3dqKfM96bbgQHr6/his9-18und02-propaganda-carro-jk.pdf

Para que os alunos aprendam a interpretar fontes históricas, é muito importante que você não forneça a eles as informações básicas sobre a fonte histórica antes da leitura de cada uma delas. Não comece a aula com uma exposição sobre o contexto histórico destes documentos, pois isso os impediria de construir o Contexto com base nas fontes, que é o objetivo central da aula de História.

Para você saber mais:

http://memorialdademocracia.com.br/card/passagem-aumenta-e-o-rio-para#card-87

http://memorialdademocracia.com.br/card/nacional-desenvolvimentismo#page-4

https://cpdoc.fgv.br/producao/dossies/JK/artigos/Economia/Desenvolvimentismo

https://cpdoc.fgv.br/producao/dossies/JK/artigos/Economia/PlanodeMetas

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações:

Projete, escreva no quadro ou leia o objetivo da aula para a turma. É muito importante começar com a apresentação do objetivo para que os estudantes entendam o que farão e compreendam aonde se quer chegar no fim da aula. Contudo, tome cuidado para, ao fazer isso, não antecipar respostas desde o começo. É necessário sempre garantir que os alunos construam o raciocínio por conta própria.

Para o professor:

Juscelino Kubitschek foi presidente do Brasil de 1956 a 1961. Seu Plano de Governo pautou-se na industrialização como ferramenta para o crescimento, sobretudo com o Plano de Metas, que consistia num projeto de desenvolvimento para o Brasil.

Os setores que seu governo priorizou foram: energia, transportes, indústrias de base, alimentação e educação. Também foi incluído no Plano de Metas a construção de Brasília bem como a mudança para lá, como Capital Federal, ocorrendo um concurso organizado por Oscar Niemeyer para o Plano Piloto de Brasília, organizado por Lúcio Costa.

No entanto, a desigualdade produzida fez parte deste projeto desenvolvimentista. E se de um lado houve grandes obras e oportunidades de empregos, houve também muitas pessoas que trabalharam bastante nesta conquista, mas que muitas vezes não tinham acesso a este mundo moderno. E os documentos desta aula retratam um pouco disso, como o personagem “Jeca”, que pede um prato de feijão, em vez do desenvolvimento por meio dos automóveis no documento “Charge Período JK”. Ou nos documentos “Propaganda Carro 1” e “Propaganda Carro 2” que retratam a grande diferença entre aqueles que produzem e os que usufruem deste modernismo desenvolvimentista.

Assim, o retrato proposto por meio da leitura dos documentos traz a reflexão sobre a produção das desigualdades em contraponto com a cidade grande, o moderno, nacional, automóveis e estradas, hidrelétricas.

Para você saber mais:

A política, a propaganda e o ensino de História - http://www.scielo.br/pdf/ccedes/v25n67/a05v2567 Acesso em: 5/3/2019.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos.

Orientações: Para garantir o protagonismo dos alunos, é necessário que você não vá diretamente para a razão que motivou a formulação desta atividade (discutir a desigualdade e o ideal de uma nação moderna no governo Jk). Por isso faça as intervenções passo a passo, conforme descrito abaixo.

Organize a sala em grupos de cinco. Diga para a turma que você vai propor uma divisão. O seu critério deve ser deixar no mesmo grupo alunos que possam se apoiar mutuamente para a realização da atividade.

Em seguida, projete ou imprima, a charge, que está disponível aqui:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/BMnPjbtZX7jze4TZAqCtfcBN5CXc9wUre4EAkMMjuwHnrz25U9hdjtxWC7zr/his9-18und02-charge-periodo-jk.pdf

Permita que todos observem a imagem e leiam o texto. Peça que os alunos digam uns aos outros o que chamou sua atenção na charge.

Para você saber mais:

O gênero textual “charge” em sala de aula: leitura, interação e criticidade - http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/cadernospde/pdebusca/producoes_pde/2014/2014_unicentro_port_pdp_renilda_severa_lazoski.pdf Acesso em: 5/3/2019.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

Após a observação da charge no slide anterior, projete ou entregue aos alunos as perguntas deste slide.

É esperado que os alunos respondam:

- Qual o contraste entre a fala das personagens? (Enquanto JK enaltece a construção de estradas, automóveis e combustíveis como fatores de progresso, a população carece de itens de subsistência como arroz e feijão.)

- Qual a base do progresso para o país, com base na fala de JK? (O investimento na industrialização, como fabricação de automóveis, obras de infraestrutura e de produção de fontes de energia.)

- O progresso anunciado pelo presidente beneficiaria todos os brasileiros? (Não, pois a maioria população ainda carece de itens básicos para sobreviver.)

Caso os alunos não cheguem à resposta, volte e leia a charge, refazendo as perguntas.

Os comentários devem ser registrados no caderno. Durante o trabalho, caminhe pela sala e esteja disponível para auxiliar os grupos que solicitarem sua presença.

A expectativa é que o aluno se surpreenda com o contraste entre o desenvolvimento do país, alcançado, segundo o texto,por meio de estradas e automóveis, mas que o personagem pede um prato de feijão, pede o básico.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações:

Projete ou imprima os documentos abaixo.

Sem desfazer os grupos com cinco estudantes, selecione três alunos da classe para analisar, respectivamente, os documentos a seguir:

Propaganda Carro 1

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/b6BBXX8k38dMNbRDRS5Qq2TxZUTdsHQmmR49GR8BfWnnhUuM3KYBYDKaKWQK/his9-18und02-propaganda-carro-jk-1.pdf

Propaganda Carro 2

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/yagtsgj65zeyR2fSRM3DQ9DbtqdQzM7PBWf4xquEGDcxa3dqKfM96bbgQHr6/his9-18und02-propaganda-carro-jk.pdf

Orientações:

Após a análise dos documentos, direcionar as perguntas aos alunos.

É esperado que os alunos respondam:

- Como as pessoas são retratadas nas propagandas? (Pessoas felizes, bem vestidas, brancas, com alto padrão de consumo.)

- Quais as características da paisagem? (Paisagens urbanas, de arquitetura moderna, uma das propagandas tem como fundo, inclusive, o Palácio da Alvorada.)

- Quais os termos/palavras usadas nas propagandas associam a mercadoria anunciada ao progresso e ao desenvolvimento? (Usam palavras como beleza, elegância, distinção, requinte, entre outras.)

- Como as propagandas fazem menção ao governo JK? (Uma das propagandas tem como fundo o Palácio da Alvorada e traz no slogan a menção a Brasília como “moderna paisagem brasileira”. Outra propaganda tem o próprio modelo do carro como JK.)

Caso os alunos não cheguem à resposta, volte ao texto e leia por partes, refazendo as perguntas.

O esperado nesta etapa é que os alunos observem que as propagandas fazem alusão a um estilo de vida presente em grandes centros urbanos, acessível a poucas pessoas e que associava o automóvel ao progresso e ao desenvolvimento do período, fazendo também propaganda indireta do governo JK, seja colocando imagens de Brasília ao fundo ou adotando as próprias iniciais do nome do presidente como nome de um dos modelos de automóvel.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 16 minutos.

Orientações:

Continuando com os mesmos grupos das outras etapas da aula, pedir que produzam uma charge que demonstrem a relação entre progresso e pobreza. A charge produzida deve demonstrar que mesmo com o progresso e o desenvolvimento, isso tudo não era acessível a todos. Que algumas pessoas não tinham nem mesmo o básico. Os alunos devem apresentar e explicar suas charges.

O ideal é que os alunos produzam o que vivenciaram nas etapas anteriores, ou seja, a dicotomia expressada por meio do moderno, do plano de metas, talvez nas grandes cidades, do progresso do governo JK; e a desigualdade retratada por meio da charge, que não eram acessíveis à maior parte da população, que carecia de condições mínimas de existência. Também pode questionar os alunos se esta desigualdade e este desenvolvimento eram da realidade das várias partes do país, do interior e da capital, das pequenas e grandes cidades.

Desigualdade indica a falta de um padrão na vida de seus habitantes, ocorre em diferentes realidades. Principalmente a desigualdade econômica, onde é encontrada a abundância numa parte e a miséria em outra. Para combater a desigualdade é preciso criar políticas públicas de distribuição
de renda, investir na educação de qualidade, saúde e qualificação bem como na oportunidade de empregos.

Durante as mudanças que estavam ocorrendo no Brasil, durante o governo JK, principalmente na construção de Brasília, vislumbram-se grandes obras e a busca da conquista de um sonho, de construção e mudança da Capital Federal. Mas muitas pessoas não puderam usufruir de tais avanços, devido a origens e desigualdades somadas às suas jornadas. É neste ponto que os documentos permitem tal leitura e provocam quanto a reflexão na produção ou reprodução das desigualdades no Brasil.

A charge é uma ilustração que tem a intenção de satirizar ou criticar determinado acontecimento. O termo charge significa “carga”, do francês “charger”. Para fazer uma ilustração como a charge é preciso está por dentro do assunto bem como a pessoa que irá interpretá-la.

Características de uma charge:

  • Retrata acontecimentos contemporâneos.
  • Retratação do exagero.
  • Possui caráter cômico, satírico e irônico.

Como adequar à sua realidade: (Se necessário, acrescente aqui orientações específicas para o professor adaptar o plano à região dele. Este item não é obrigatório em todas as etapas)

Para você saber mais:

https://www.dicio.com.br/chargista/

https://www.dicio.com.br/charge/

https://www.humorpolitico.com.br/tag/charges-desigualdade-social/page/2/

http://www.arionaurocartuns.com.br/2016/06/charge-desigualdade-social.html

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF09HI18, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Cópias impressas dos textos.

Material complementar:

Charge período JK

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/BMnPjbtZX7jze4TZAqCtfcBN5CXc9wUre4EAkMMjuwHnrz25U9hdjtxWC7zr/his9-18und02-charge-periodo-jk.pdf

Propaganda Carro 1

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/b6BBXX8k38dMNbRDRS5Qq2TxZUTdsHQmmR49GR8BfWnnhUuM3KYBYDKaKWQK/his9-18und02-propaganda-carro-jk-1.pdf

Propaganda Carro 2

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/yagtsgj65zeyR2fSRM3DQ9DbtqdQzM7PBWf4xquEGDcxa3dqKfM96bbgQHr6/his9-18und02-propaganda-carro-jk.pdf

Para que os alunos aprendam a interpretar fontes históricas, é muito importante que você não forneça a eles as informações básicas sobre a fonte histórica antes da leitura de cada uma delas. Não comece a aula com uma exposição sobre o contexto histórico destes documentos, pois isso os impediria de construir o Contexto com base nas fontes, que é o objetivo central da aula de História.

Para você saber mais:

http://memorialdademocracia.com.br/card/passagem-aumenta-e-o-rio-para#card-87

http://memorialdademocracia.com.br/card/nacional-desenvolvimentismo#page-4

https://cpdoc.fgv.br/producao/dossies/JK/artigos/Economia/Desenvolvimentismo

https://cpdoc.fgv.br/producao/dossies/JK/artigos/Economia/PlanodeMetas

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações:

Projete, escreva no quadro ou leia o objetivo da aula para a turma. É muito importante começar com a apresentação do objetivo para que os estudantes entendam o que farão e compreendam aonde se quer chegar no fim da aula. Contudo, tome cuidado para, ao fazer isso, não antecipar respostas desde o começo. É necessário sempre garantir que os alunos construam o raciocínio por conta própria.

Para o professor:

Juscelino Kubitschek foi presidente do Brasil de 1956 a 1961. Seu Plano de Governo pautou-se na industrialização como ferramenta para o crescimento, sobretudo com o Plano de Metas, que consistia num projeto de desenvolvimento para o Brasil.

Os setores que seu governo priorizou foram: energia, transportes, indústrias de base, alimentação e educação. Também foi incluído no Plano de Metas a construção de Brasília bem como a mudança para lá, como Capital Federal, ocorrendo um concurso organizado por Oscar Niemeyer para o Plano Piloto de Brasília, organizado por Lúcio Costa.

No entanto, a desigualdade produzida fez parte deste projeto desenvolvimentista. E se de um lado houve grandes obras e oportunidades de empregos, houve também muitas pessoas que trabalharam bastante nesta conquista, mas que muitas vezes não tinham acesso a este mundo moderno. E os documentos desta aula retratam um pouco disso, como o personagem “Jeca”, que pede um prato de feijão, em vez do desenvolvimento por meio dos automóveis no documento “Charge Período JK”. Ou nos documentos “Propaganda Carro 1” e “Propaganda Carro 2” que retratam a grande diferença entre aqueles que produzem e os que usufruem deste modernismo desenvolvimentista.

Assim, o retrato proposto por meio da leitura dos documentos traz a reflexão sobre a produção das desigualdades em contraponto com a cidade grande, o moderno, nacional, automóveis e estradas, hidrelétricas.

Para você saber mais:

A política, a propaganda e o ensino de História - http://www.scielo.br/pdf/ccedes/v25n67/a05v2567 Acesso em: 5/3/2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos.

Orientações: Para garantir o protagonismo dos alunos, é necessário que você não vá diretamente para a razão que motivou a formulação desta atividade (discutir a desigualdade e o ideal de uma nação moderna no governo Jk). Por isso faça as intervenções passo a passo, conforme descrito abaixo.

Organize a sala em grupos de cinco. Diga para a turma que você vai propor uma divisão. O seu critério deve ser deixar no mesmo grupo alunos que possam se apoiar mutuamente para a realização da atividade.

Em seguida, projete ou imprima, a charge, que está disponível aqui:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/BMnPjbtZX7jze4TZAqCtfcBN5CXc9wUre4EAkMMjuwHnrz25U9hdjtxWC7zr/his9-18und02-charge-periodo-jk.pdf

Permita que todos observem a imagem e leiam o texto. Peça que os alunos digam uns aos outros o que chamou sua atenção na charge.

Para você saber mais:

O gênero textual “charge” em sala de aula: leitura, interação e criticidade - http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/cadernospde/pdebusca/producoes_pde/2014/2014_unicentro_port_pdp_renilda_severa_lazoski.pdf Acesso em: 5/3/2019.

Slide Plano Aula

Orientações:

Após a observação da charge no slide anterior, projete ou entregue aos alunos as perguntas deste slide.

É esperado que os alunos respondam:

- Qual o contraste entre a fala das personagens? (Enquanto JK enaltece a construção de estradas, automóveis e combustíveis como fatores de progresso, a população carece de itens de subsistência como arroz e feijão.)

- Qual a base do progresso para o país, com base na fala de JK? (O investimento na industrialização, como fabricação de automóveis, obras de infraestrutura e de produção de fontes de energia.)

- O progresso anunciado pelo presidente beneficiaria todos os brasileiros? (Não, pois a maioria população ainda carece de itens básicos para sobreviver.)

Caso os alunos não cheguem à resposta, volte e leia a charge, refazendo as perguntas.

Os comentários devem ser registrados no caderno. Durante o trabalho, caminhe pela sala e esteja disponível para auxiliar os grupos que solicitarem sua presença.

A expectativa é que o aluno se surpreenda com o contraste entre o desenvolvimento do país, alcançado, segundo o texto,por meio de estradas e automóveis, mas que o personagem pede um prato de feijão, pede o básico.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações:

Projete ou imprima os documentos abaixo.

Sem desfazer os grupos com cinco estudantes, selecione três alunos da classe para analisar, respectivamente, os documentos a seguir:

Propaganda Carro 1

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/b6BBXX8k38dMNbRDRS5Qq2TxZUTdsHQmmR49GR8BfWnnhUuM3KYBYDKaKWQK/his9-18und02-propaganda-carro-jk-1.pdf

Propaganda Carro 2

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/yagtsgj65zeyR2fSRM3DQ9DbtqdQzM7PBWf4xquEGDcxa3dqKfM96bbgQHr6/his9-18und02-propaganda-carro-jk.pdf

Orientações:

Após a análise dos documentos, direcionar as perguntas aos alunos.

É esperado que os alunos respondam:

- Como as pessoas são retratadas nas propagandas? (Pessoas felizes, bem vestidas, brancas, com alto padrão de consumo.)

- Quais as características da paisagem? (Paisagens urbanas, de arquitetura moderna, uma das propagandas tem como fundo, inclusive, o Palácio da Alvorada.)

- Quais os termos/palavras usadas nas propagandas associam a mercadoria anunciada ao progresso e ao desenvolvimento? (Usam palavras como beleza, elegância, distinção, requinte, entre outras.)

- Como as propagandas fazem menção ao governo JK? (Uma das propagandas tem como fundo o Palácio da Alvorada e traz no slogan a menção a Brasília como “moderna paisagem brasileira”. Outra propaganda tem o próprio modelo do carro como JK.)

Caso os alunos não cheguem à resposta, volte ao texto e leia por partes, refazendo as perguntas.

O esperado nesta etapa é que os alunos observem que as propagandas fazem alusão a um estilo de vida presente em grandes centros urbanos, acessível a poucas pessoas e que associava o automóvel ao progresso e ao desenvolvimento do período, fazendo também propaganda indireta do governo JK, seja colocando imagens de Brasília ao fundo ou adotando as próprias iniciais do nome do presidente como nome de um dos modelos de automóvel.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 16 minutos.

Orientações:

Continuando com os mesmos grupos das outras etapas da aula, pedir que produzam uma charge que demonstrem a relação entre progresso e pobreza. A charge produzida deve demonstrar que mesmo com o progresso e o desenvolvimento, isso tudo não era acessível a todos. Que algumas pessoas não tinham nem mesmo o básico. Os alunos devem apresentar e explicar suas charges.

O ideal é que os alunos produzam o que vivenciaram nas etapas anteriores, ou seja, a dicotomia expressada por meio do moderno, do plano de metas, talvez nas grandes cidades, do progresso do governo JK; e a desigualdade retratada por meio da charge, que não eram acessíveis à maior parte da população, que carecia de condições mínimas de existência. Também pode questionar os alunos se esta desigualdade e este desenvolvimento eram da realidade das várias partes do país, do interior e da capital, das pequenas e grandes cidades.

Desigualdade indica a falta de um padrão na vida de seus habitantes, ocorre em diferentes realidades. Principalmente a desigualdade econômica, onde é encontrada a abundância numa parte e a miséria em outra. Para combater a desigualdade é preciso criar políticas públicas de distribuição
de renda, investir na educação de qualidade, saúde e qualificação bem como na oportunidade de empregos.

Durante as mudanças que estavam ocorrendo no Brasil, durante o governo JK, principalmente na construção de Brasília, vislumbram-se grandes obras e a busca da conquista de um sonho, de construção e mudança da Capital Federal. Mas muitas pessoas não puderam usufruir de tais avanços, devido a origens e desigualdades somadas às suas jornadas. É neste ponto que os documentos permitem tal leitura e provocam quanto a reflexão na produção ou reprodução das desigualdades no Brasil.

A charge é uma ilustração que tem a intenção de satirizar ou criticar determinado acontecimento. O termo charge significa “carga”, do francês “charger”. Para fazer uma ilustração como a charge é preciso está por dentro do assunto bem como a pessoa que irá interpretá-la.

Características de uma charge:

  • Retrata acontecimentos contemporâneos.
  • Retratação do exagero.
  • Possui caráter cômico, satírico e irônico.

Como adequar à sua realidade: (Se necessário, acrescente aqui orientações específicas para o professor adaptar o plano à região dele. Este item não é obrigatório em todas as etapas)

Para você saber mais:

https://www.dicio.com.br/chargista/

https://www.dicio.com.br/charge/

https://www.humorpolitico.com.br/tag/charges-desigualdade-social/page/2/

http://www.arionaurocartuns.com.br/2016/06/charge-desigualdade-social.html

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Modernização, ditadura civil-militar e redemocratização: o Brasil após 1946 do 9º ano :

9º ano / História / Modernização, ditadura civil-militar e redemocratização: o Brasil após 1946

9º ano / História / Modernização, ditadura civil-militar e redemocratização: o Brasil após 1946

MAIS AULAS DE História do 9º ano:

9º ano / História / Modernização, ditadura civil-militar e redemocratização: o Brasil após 1946

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF09HI18 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano