16020
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Educação Infantil > Pré Escola - Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Atividade - Identificando palavras que rimam

Com base em uma parlenda, as crianças irão refletir sobre o uso da língua escrita.

Plano 04 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Clarice Albertina Fernandes

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >

O que fazer antes?

Contextos prévios: Para vivenciar essa proposta, é necessário que você já tenha recitado a parlenda “Hoje é Domingo” para as crianças em outras situações, e que elas já conheçam o texto de memória. Também é interessante considerar que o grupo tenha contato diário com leitura deste e outros gêneros, além de ser convidado a pensar sobre a escrita, compartilhando suas ideias e hipóteses sobre nossa língua.

Materiais:

Para a proposta dessa atividade será necessário ter um exemplar de um livro sobre parlendas. Observe, no entanto, que o texto da parlenda “Hoje é domingo” faz parte do conteúdo do livro escolhido, pois, nesta vivência, é a parlenda que será utilizada como convite para as crianças brincarem com as palavras. Como sugestão, indicamos o livro “Quem canta seus males espanta 1”, da autora Theodora Maria Mendes Almeida. Considere a preparação de um cartaz com a letra da parlenda, respeitando a organização em versos do texto e o uso da letra imprensa maiúscula. Preveja que a proposta acolherá a formação de pequenos grupos, então, organize uma folha de papel ofício e lápis para cada. Observe que ao longo da atividade você acompanhará um grupo por vez. Organize uma atividade que o grupo consiga realizar com autonomia e propicie o rodízio de atividades entre os grupos.

Espaços:

Observe que esta atividade acontece coletivamente no início. Portanto, no momento de apresentação do livro é importante garantir que as crianças estejam sentadas de forma confortável, para que seja possível a visualização e o contato com o exemplar. Preveja que nesse mesmo espaço haverá apresentação do cartaz com o texto da parlenda. É fundamental que a escrita da letra da parlenda seja visualizada por todas. Considere que, em seguida à leitura da parlenda, as crianças formarão quartetos. Para esse agrupamento, considere juntar as crianças com níveis de conhecimentos semelhantes acerca da construção da escrita, para que você, ao lançar desafios, oportunize estratégias diferenciadas para cada grupo. Sendo assim, considere a flexibilidade do espaço para beneficiar essa organização e a qualidade da proposta.

Tempo sugerido:

Aproximadamente 1 hora

Perguntas para guiar suas observações:

1. O que indicou que as crianças observaram as palavras, sons e característica rítmica? O que favoreceu que elas se atentassem para o aspecto da forma da linguagem (o componente sonoro)? Quais estratégias as crianças utilizaram para encontrar as rimas?

2. De que forma a atividade proposta oportunizou a investigação sobre como cada uma das partes do texto é registrada por escrito? Como verificaram a disposição em linhas? O que indicou que perceberam que o texto estabelecia relações entre as palavras?

3. Como aconteceu a vivência em grupo? De que forma as crianças acolheram a indicação de conversarem entre si para discutirem as hipóteses? Como trouxeram suas justificativas para sustentar as escolhas diante dos demais colegas?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender as necessidades e diferenças de cada criança ou do grupo. Proponha alternativas para a qualidade das interações, traçando estratégias para que uma criança ajude a outra. Caso considere que o desafio proposto nessa atividade seja complexo para algumas crianças, escolha uma parlenda com um texto menor ou destaque no texto as palavras que rimam. Considere as características de seu grupo e estude qual a melhor forma de apresentar a parlenda. Se for necessário, traga o áudio como opção, ao invés da escrita do texto.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Comece a vivência da proposta com leveza, trazendo o livro para o contexto do momento com certa naturalidade. Para isso, solicite às crianças que se acomodem em roda e, enquanto você e elas se organizam nos lugares, fale sobre a escolha do livro. Quando todas estiverem acomodadas, mostre o livro e investigue junto ao grupo o que sabem sobre ele. Para isso, pergunte se o conhecem, dê tempo para as crianças folhearem e questione se sabem qual tipo de texto há nele. Questione como podemos encontrar o texto que vamos ler. Se for uma prática recorrente com a turma, é possível que alguns falem do índice (em geral, livros de parlendas e poesias possuem um índice). Caso as crianças não tragam essa alternativa, faça uma breve conversa sobre ele e procure o título, mostrando com o dedo sua leitura e a página indicada. Converse sobre como, a partir do índice, encontrar a página na qual se encontra a parlenda “Hoje é domingo”. Mostre o texto ainda no livro e inicie a leitura. Leia o primeiro verso e convide o grupo a dar continuidade.

Possíveis falas do professor neste momento: quem lembra dessa parlenda? Alguém conhece uma versão diferente da que recitamos?

m>

2

Compartilhe com o grupo que, como ideia de hoje é brincar com as palavras, você registrou a letra da parlenda “Hoje é domingo” em um cartaz. Apresente o cartaz ao grupo e fixe-o em um local que seja possível a visualização por todos. Proponha uma recitação coletiva, só que, dessa vez, acompanhe com o dedo o ritmo da leitura. Após a leitura converse com o grupo sobre o texto. Instigue-o a buscar onde se inicia o primeiro verso, onde termina, do que fala essa parlenda, dentre outras questões presentes no texto. A ideia é ajudar as crianças a identificarem a sequência de palavras e ações apresentadas, bem como a estrutura do texto em versos. Busque encorajá-lasem suas investigações e potencialize para que arrisquem seus palpites.

m>

3

Ainda com o grande grupo, compartilhe com as crianças a estrutura das parlendas, dizendo que são pequenos versos repetitivos e rimados. Investigue junto ao grupo o que elas conhecem sobre rimas. Incentive as crianças a encontrarem algumas rimas, lançando perguntas que as desafiem a relacionarem e organizarem as ideias a respeito do entendimento das rimas. Uma boa ideia seria engajar um grupo em uma brincadeira de rimas com os nomes das crianças. Você pode iniciar essa brincadeira e depois pedir que as crianças façam o mesmo. Acolha a brincadeira e as estratégias que elas trazem. Observe que o importante, nesse momento, é encorajar que elas compartilhem suas hipóteses sobre rimas, mesmo que tenham equívocos como, por exemplo, dizer que Pedro combina com peixe (indicando que começam igual).

m>

4

Explique às crianças que, para continuarem o desafio de encontrarem rimas, elas terão que se reunir em pequenos grupos com, no máximo, quatro integrantes. Organize a formação dos quartetos considerando os conhecimentos de escrita das crianças. Conte que, a partir de agora e para a atividade, você irá acompanhar um grupo por vez e que preparou uma proposta para aqueles grupos que não estiverem com você realizar com autonomia. Ao fim de cada grupo, faça a troca de atividades. Entregue duas fichas de cartolina para o grupo que ficou com você e oriente as crianças para que escrevam duas palavras que o grupo considere que rimam. Pondere que é importante indicar que as crianças podem se apoiar no texto escrito no cartaz. Solicite que dialoguem com os colegas para decidirem as hipóteses que irão considerar, justificando entre si as escolhas. Observe como o grupo está construindo duas hipóteses de escrita e apoie-o, conforme a estratégia que traçou mediante o conhecimento acerca da escrita que as crianças têm. Apoie essas construções e oportunize questões que as ajudem a reorganizarem ou avançarem em suas hipóteses. Assim que os grupos considerarem que finalizaram o desafio, propicie a troca de atividade e inicie a escrita de duas novas palavras com o novo grupo, atentando-se às estratégias previamente traçadas por você.


Para finalizar:

Após todos os grupos terem escrito suas palavras, reúna as crianças no grande grupo e peça que compartilhem com todos as palavras encontradas. Neste momento, engaje as crianças a pensarem sobre as palavras escolhidas, convidando-as a dizerem, por exemplo: “Qual parte dessas palavras rimam? O que elas têm de parecido? Vamos falar em voz alta essas duas palavras para verificar se rimam?”

Após essa brincadeira reflexiva, retome o cartaz da parlenda para verificar com o grupo se todas as palavras que rimam no texto foram encontradas. Convide as crianças para circularem no texto as palavras que rimam. Nesse momento, busque apoiá-las, observando suas estratégias e fomentando que uma criança ajude a outra. Considere que não há problema se alguma palavra ficou de fora nesse momento. Caso essa seja uma realidade, considere voltar em outros momentos na parlenda, oportunizando que as crianças voltem e/ou construam novas hipóteses acerca de seus pensamentos no campo da escrita.

Desdobramentos

Você pode realizar essa atividade com outras parlendas, poemas e poesias, ou trazer o desafio de encontrar as rimas de outra maneira. Escreva o texto da parlenda no cartaz sem as palavras que rimam, ou seja, com os versos incompletos e deixe um espaço que seja adequado para a inserção das palavras que faltam. Prepare fichas com as palavras que estão faltando e as disponha para o grande grupo. Leia os versos e peça às crianças que identifiquem qual par de palavras o completaria. Procure utilizar essa diversidade de gêneros textuais no dia a dia e não esqueça de, sempre que possível, mostrá-los em seu portador.

Engajando as famílias

Prepare com as crianças uma lista de cinco palavras e envie para casa. Comunique as famílias que as crianças estão brincando de descobrir rimas e solicite que os familiares as ajudem a encontrar rimas para as palavras da lista. Compartilhe que as crianças, ao retornarem para a sala com o desafio alcançado, serão convidadas a socializarem com os demais colegas as descobertas. Assim, poderão comparar ou até mesmo descobrir que uma palavra pode ter várias rimas.


#novaescolaemcasa select-down
Sobre o plano select-down

Compartilhe este conteúdo:

facebook-color pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses) :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03EO03 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03EF07 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03EF09 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Educação Infantil Bebês Crianças bem pequenas Crianças pequenas

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Educação Infantil Matemática Língua Portuguesa Ciências História Geografia Inglês Educação Empreendedora
Baixar plano