15074
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Atividade - Cesta de toques

Nesta atividade, organize uma cesta com objetivos de diferentes texturas e temperaturas e permita que as crianças a explorem.

Plano 01 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Tamira Paula Torres Martins

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Selecione vários materiais de diferentes texturas (lisos e rugosos, macios e ásperos) e temperaturas (frios e quentes). Organize-os em uma cesta de tamanho médio. Caso prefira, você pode confeccionar uma cesta com rolinhos de jornal, na internet há boas sugestões.

Materiais:

Texturas: tecidos, plástico bolha, esponjas, escovas, objetos de metais, madeira e plástico, entre outros.

Temperaturas: sacos plásticos, zipados ou lacrados, um contendo gel de cabelo gelado e outro com massinha morna.

Cesta de tamanho médio e rasa para organizar os materiais selecionados (aproximadamente 40 cm x 40 cm de comprimento e 20 cm de altura).

Celular ou máquina fotog?afica para registrar.

Espaços:

Organize um espaço na sala para que a cesta de toque e seus elementos sejam explorados por pequenos grupos de aproximadamente quatro bebês. Enquanto os pequenos grupos exploram, os demais se envolvem em outras atividades do cotidiano como, por exemplo, a exploração nos cantos de referência ou a manipulação de livros de histórias ou brinquedos preferidos.

Tempo sugerido:

Aproximadamente 40 minutos .

Perguntas para guiar suas observações:

Como os bebês interagem com os objetos da cesta? Manipulam, experimentam e exploram os materiais e o espaço por meio de experiências de deslocamentos de si e dos objetos?

Os bebês mostram-se interessados em explorar os elementos da cestas realizando ações de pesquisas que remete à comparação de diferenças e semelhanças?

De que modo os materiais da cesta potencializam as descobertas quanto às possibilidades corporais e sensoriais do bebê?

Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender as necessidades e diferenças de cada criança ou do grupo. Garanta o apoio necessário à participação de cada bebê. Fique atento às especificidades motoras daqueles que precisam permanecer deitados ou sentados, bem como antecipando espaços de mobilidade àqueles que têm independência quanto a locomoção, seja se arrastando, engatinhando e andando com ou sem apoio. É importante conhecer as singularidades de cada bebê e viabilizar a participação de todos considerando aspectos que estão além dos motores, sociais, culturais, físicos etc.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Enquanto os bebês estão envolvidos em explorações e brincadeiras a exploração nos cantos de referência da sala ou na exploração de livros de histórias, de seus brinquedos preferidos, inicie a proposta colocando a cesta de toques em um local previamente definido da sala onde será o território desta experiência. Observe se esta ação de incluir um elemento novo no espaço desperta o interesse de alguns bebês. Caso algum bebê se aproxime, encoraje-o para que chegue mais próximo. Se outro mostrar-se interessado, porém detendo-se a uma observação a distância, convide-o. Se atente também aos bebês que não têm independência para se aproximar com autonomia e auxilie-os garantindo um espaço para que a participação deles se efetive. Nesta dinâmica, favoreça a participação de quatro bebês por vez.


2

Valide as iniciativas dos bebês ao pegarem os elementos dispostos na cesta e deixe que explorem conforme seus interesses. Apoie os menores para que possam participar manipulando e explorando os objetos. Para isso, entregue os materiais de diferentes texturas nas mãos daqueles que não conseguem pegá-los sozinhos mas que possuem destreza para segurar. Favoreça a experiência aos bebês muito pequenos passando alguns destes materiais por suas mãos, pés e rosto, a fim de que percebam as especificidades de textura e/ou temperatura de cada elemento.

Possíveis ações da criança neste momento: o bebê pega uma escova de cabelo e toca as cerdas em seu braços, repetindo movimentos de vai e vem. Outro pega um tecido leve, fino e macio e coloca sobre suas pernas. Outro se interessa pelo saco zipado contendo gel gelado e o aperta, sentindo a textura e expressa surpresa. Outro sorri ao sentir a textura das penas em seus pés.


3

Potencialize as descobertas dos bebês, interaja com eles e sugira trocas e comparações. Ao notar que o bebê está envolvido com o gel gelado, brinque com ele e diga que está frio. Pegue o saco com a massinha morna e dirija-se a ele perguntando:

“Será que este está gelado também? Vamos sentir? Você gostaria de tocar?”

Veja também o bebê que brinca com a escova passando em seus braços, aproxime-se e peça a ele para pentear seus cabelos. Questione se ele gostaria que você penteasse os dele também. Na situação de passar as penas nos pés do pequeno bebê, caso observe que outra criança mostra-se interessada, convide-a para tirar os sapatos e experimentar passar a pena nos pés também. Ao longo da atividade, siga observando as ações dos bebê e interagindo com eles mediante às ações de cada um.


4

Enquanto brinca com os bebês, instigue-os a descobrir o que mais tem na cesta. Note o bebê que está realizando mais trocas e chame a atenção dos demais, para que, inspirados pela ação do colega, ampliem suas descobertas.

Possíveis falas do professor neste momento: olhem o colega está tirando vários objetos da cesta! Quantas coisas tem nessa cesta? Será que é tudo igual? Vamos descobrir? Quem quer ajudar a retirar mais materiais da cesta?


5

Com mais materiais fora da cesta é possível que a curiosidade dos bebês tenha sido aguçada. Desafie-os a ampliarem as pesquisas, encorajando ações como tocar com as mãos e com os pés a caixa de ovos, passar o corpo em diversos tecidos (veludo, lã, seda etc), apertar esponjas sintéticas e vegetal, caixas lisas e corrugadas, escorredor de macarrão com furos evidentes e potes lisos, plástico bolha e papelão. É importante que este incentivo se dê por meio da sua ação enquanto professor ao se colocar como participante ativo deste momento junto aos bebês.


Para finalizar:

Observe o tempo de interesse dos bebês e, conforme mostram-se interessados em participar de outras propostas, sinalize que podem brincar nos outros espaços da sala. Assim, alterne os grupos considerando o interesse dos bebês, note quem está observando a atividade a distância e quem se aproxima, convidando eles para essa proposta. Faça esse movimento de alternar os bebês até que todos sejam contemplados e peça ao último grupo para que, dentro de suas competências, ajudem a guardar os objetos nas cesta.

Desdobramentos

Combine com a professora da turma das crianças bem pequenas para vivenciar juntamente com a turma dos bebês a proposta de exploração da cesta dos toques. É interessante que a turma convidada também organize uma cesta para que brinquem, troquem e compartilhem os materiais. Como o número de crianças será maior, é importante prever um local mais amplo para a realização desta atividade.

Engajando as famílias

Com os registros fotográficos da proposta, organize um cartaz, contando o objetivo da atividade. Coloque-o próximo a sala e, juntamente com este material, deixe a cesta exposta para que as famílias possam interagir com os objetos propostos nos horários de saída.


Sobre o plano select-down

Compartilhe este conteúdo:

facebook-color pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Bebês :

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01CG02 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01ET04 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01ET05 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Educação Infantil Bebês Crianças bem pequenas Crianças pequenas

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Educação Infantil Matemática Língua Portuguesa Ciências História Geografia Inglês
Baixar plano