14849
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Atividade - Brincadeiras com espuma colorida

Nesta atividade, as crianças observarão transformação na cor, na temperatura e na aparência da água ao fazer espumar coloridas.

Plano 03 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Rozemar Messias Candido dos Santos

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Esta atividade foi planejada para que todos brinquem juntos. Como a proposta envolve espuma, é importante que haja mais de um professor, de modo que todas as crianças tenham apoio e explorem as possibilidades com segurança. Se o chão for escorregadio, forre-o com tapetes. A ideia é a transformação da água em várias cores e espumas, em temperaturas fria e morna. O professor deve preparar os sacos de espuma antecipadamente, misturando água, xampu ou sabonete para bebês e corantes de cores diferentes para cada saco. Em alguns saquinhos, coloque pequenos objetos, glíter ou purpurina.

Materiais:

Baldes com água em temperaturas fria e morna, anilina ou corante colorido, xampu ou sabonete líquido neutro para bebês, sacos plásticos grossos e que possibilitem vedação, fita adesiva larga transparente, corda para varal, grampos para roupa, recipientes (caixas plásticas, bacias, piscininhas infláveis redondas) grandes e baixos, para facilitar o acesso dos bebês,purpurina ou glíter e objetos pequenos, como pedrinhas ou folhas, uma caixa de isopor com gelos coloridos, batedor tipo fuê, mix elétrico ou outro utensílio para fazer espuma.

Espaços:

Organize o espaço externo da seguinte forma: estique um varal e nele coloque saquinhos plásticos transparentes com espuma dentro (pendure-os com grampos de roupa). É interessante que cada saco tenha uma espuma de cor diferente e que a consistência da espuma seja fina, para que, quando parada, pareça água, e quando agitada, a espuma se forme, tornando evidente a transformação pela ação. Além da vedação própria do saco, reforce-o com fita adesiva larga transparente. Perto deles, disponibilize baldes com água morna e fria. Deixe também anilina de várias cores e o xampu ou sabonete líquido (mas não disponível). Na hora da atividade, traga cubos de gelo coloridos dentro de uma caixa de isopor, feitos um dia antes com água e anilina.

Tempo sugerido:

Entre 40 e 50 minutos.

Perguntas para guiar suas observações:

1.De que forma a proposta desafia os bebês na interação com crianças e adultos, ao explorar as espumas coloridas em suas diversas formas?

2. Como o bebê observa, manipula e experimenta os sacos de espumas pendurados no varal? Como ele posiciona seu corpo nessa brincadeira? Quais são suas descobertas?

3. Que tipos de experimentações corporais o bebê desenvolve, transformando a água de cores e temperaturas diferentes em espuma? Como interage com as outras crianças nesse ambiente?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender às necessidades e às diferenças de cada criança ou do grupo. Organize para que todos tenham asseguradas as condições de participar. Nesse contexto, cuide para que os bebês muito pequenos e que não se sentam com autonomia tenham o apoio necessário e estejam dispostos com o grande grupo. Garanta um espaço seguro e de mobilidade para todos.

O que fazer durante?

ilustracao

1

A medida que o grupo de bebês for chegando, converse com eles e convide-os para que explorem os materiais dispostos no espaço, deixando que escolham onde querem ficar, com quais objetos e com quem querem interagir. Permita que haja um tempo para exploração e experimentação dos elementos e evidencie as ações das crianças para os demais. Observe e faça registros fotográficos e/ou pequenos vídeos. Leve os bebês menores individualmente para explorar os sacos com espuma no varal ou tenha alguns a mais e traga-os para perto deles, possibilitando que todos os manipulem, se assim quiserem.

Possíveis ações das crianças: uma das crianças pode balançar os sacos pendurados no varal, notando a transformação da água em espuma. Outro bebê vira o saco de um lado para o outro procurando as pedrinhas escondidas em meio a espuma e glíter. Um dos bebês que não se locomove com autonomia se inclina para frente e alcança o saco que está disponível estrategicamente próximo a ele e consegue puxá-lo para perto, mexe nele percebendo que sua ação transforma o líquido colorido que se espalha e faz a espuma, ocupando todo espaço.


2

Assim que um grupo de bebês iniciar suas explorações com os baldes de água, se direcione para esse mesmo canto a fim de potencializar suas ações. Destaque as diferenças de temperatura entre a água de um balde e outro, incentivando os bebês a tirarem a mão de um e colocarem-na no outro. Disponibilize os cubos de gelo coloridos para que os bebês os despejem na água morna, dizendo: Olha o que temos aqui, cubos de gelo coloridos. O que será que acontece se os colocarmos na água morna? Nossa! O gelo está sumindo, por que será? E se os colocarmos nesse balde de água fria? Disponibilize mais gelo aos bebês, para que todos possam repetir a experiência e levantar as próprias hipóteses. Se for necessário, acrescente mais água morna no balde.


3

Convide o grupo de bebês para a experiência da transformação da água em espuma (fora dos sacos no varal). Peça que um dos pequenos auxilie-o na colocação da água em um dos recipientes, e do corante na água. Destaque a mudança de cor, deixe os bebês explorarem a proposta e, só depois, chame um deles para a colocação do xampu na mistura de água com o corante. Batam bem com um utensílio para misturar,até que a espuma se forme. Disponibilize outros recipientes com a espuma já preparada anteriormente. Permita aos bebês escolherem a cor da espuma que querem manipular e assim que um deles misturar espumas de cores diferentes, destaque essa ação, a fim de que outros bebês a repitam, se assim desejarem.

Possíveis ações das crianças: Ao perceberem a espuma colorida, os bebês podem ter curiosidade em tocá-la, esticando os bracinhos, balbuciando e sorrindo. Um dos bebês pode pegar espuma e passar pelo corpo, olhando admirado a perna mudar de cor e depois as bolinhas estourarem e a espuma desaparecer devagar… Incentive o grupo de bebês a usarem seus corpos para tocarem na espuma, explorando suas características, como textura, cheiro e temperatura.


Para finalizar:Para o encerramento da atividade, com dez minutos de antecedência, informe qual será a próxima proposta e convidetodos para a organização dos materiais. Você pode cantar uma canção nesse momento, como por exemplo Nós vamos arrumar a bagunceira, de Fabiana Goddoy. Diga que a seguir vocês retornarão à sala. Deixe-a organizada para o retorno, com uma cesta de elementos da natureza (como pedras, gravetos, folhas), disponível para aqueles que retornaram brincarem, enquanto aguardam a volta dos colegas.

Desdobramentos

Uma variação para esta proposta é encher garrafas pet transparentes de 200 ou 600 ml ou potes transparentes de plástico (tipo de maionese) com a espuma colorida. Essas garrafas e potes bem fechados poderão compor diversos momentos de atividades, como por exemplo, um novo canto na sala, propiciando a continuidade das pesquisas exploratórias com as transformações desses elementos.

Engajando as famílias

1) Podemos convidar a família para repetir a brincadeira em casa, enviando relatos sobre como foi a experiência ou fotos que serão expostos no mural da escola.

2) Podemos contar uma história da proposta no mural, selecionando as imagens em sequência, desde a saída da sala até o novo canto montado na sala de referência, passando por todas as etapas (é importante que existam fotos de todos os bebês em pelo menos um momento da atividade). Em cada foto acrescente um texto escrito com suas observações. Compartilhe com toda a comunidade escolar o percurso de descobertas dos processos de transformação que essa atividade proporcionou aos pequenos.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Bebês :

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01CG02 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01ET03 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01EO03 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano