13898
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Plano de aula - Reconhecimento dos sinais de pontuação em textos

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 2º ano do EF sobre Reconhecimento dos sinais de pontuação em textos

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Ingrid Da Silva Ramalho

 

Sobre este plano select-down

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é segunda aula de um conjunto de três planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. O objetivo deste conjunto de planos é trabalhar os usos e as finalidades do ponto final, do ponto de exclamação e do ponto de interrogação.

Materiais necessários: Letra de poemas escritos (Fonte: “10 poemas famosos para ler com as crianças”, Blog da Leiturinha, disponível em: http://leiturinha.com.br/blog/10-poemas-famosos-para-ler-com-as-criancas/. Acesso em: 9 de setembro de 2018. Fonte: “Os melhores poemas de Cecília Meireles para crianças”, Blog da Leiturinha, disponível em: http://leiturinha.com.br/blog/os-melhores-poemas-de-cecilia-meireles-para-criancas/. Acesso em: 9 de setembro de 2018. Textos impressos, placas contendo os sinais de pontuação que serão trabalhados nesta aula (ponto final, ponto de exclamação e ponto de interrogação) para cada criança; fichas para a atividade (modelo disponibilizado); cartelas para a atividade (modelo disponibilizado).

Cartelas para impressão aqui;

Atividade para impressão aqui;

Resolução da atividade aqui.

Dificuldades antecipadas: Dificuldade em utilizar os pontos adequados, de acordo com o sentido solicitado, por não saber qual ponto usar (desconhecimento dos sinais de pontuação); confundir os aspectos gráficos dos sinais de pontuação (exclamação e interrogação em particular), utilizando-os de forma trocada, ainda que demonstrem conhecimento do sentido que determinada frase deveria ter.

Referências sobre o assunto: Fonte: “Como usar a pontuação para melhorar a compreensão de um texto”, Fundação Lemann, disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=n8HF8jxnBNY. Acesso em: 9 de setembro de 2018.

Tema da aula select-down

Tempo sugerido: 1 minuto.

Orientações:

1. Projete ou leia o Tema da aula para a turma.

Introdução select-down

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações:

  • Para esta aula, é importante que as crianças já tenham alguma noção dos usos e das funcionalidades do ponto final, do ponto de interrogação e do ponto de exclamação. A sala deverá ser organizada em pequenos grupos (cada um com seis estudantes) para facilitar a atividade que será realizada na etapa de desenvolvimento. Opte por colocar em um mesmo grupo estudantes organizados em etapas diferentes de aprendizagem (estudantes que já demonstram certa facilidade com o conteúdo e cometam poucas inadequações e estudantes que ainda apresentam certa dificuldade e trocam sinal frequentemente, por exemplo) para que, juntas, as crianças possam trocar conhecimentos.
  • Tenha em mente que a habilidade de usar adequadamente o ponto final, o ponto de interrogação e o ponto de exclamação inclui a identificação dos sinais gráficos, o reconhecimento destes sinais na leitura e suas funcionalidades, o uso destes sinais na produção escrita para garantir legibilidade e provocar os sentidos de efeitos desejados e pondere estas questões durante toda a aula. Considere que a análise dos efeitos de sentidos provocados na leitura de textos é um momento inicial e fundamental para a organização deste saber.
  • Retome as funcionalidades destes sinais fazendo perguntas como: Para que serve o ponto final?, Para que serve o ponto de interrogação?, Para que serve o ponto de exclamação?, Como é o ponto final?, Como é o ponto de interrogação?, Como é o ponto de exclamação?. Espera-se que as crianças exponham, por exemplo, que o ponto final marca o fim de uma frase; que o ponto de interrogação serve para fazer perguntas e que o ponto de exclamação expressa uma ordem, um desejo ou uma surpresa, e que tentem explicar o formato de cada sinal ou mesmo desenhá-los no ar. Peça ainda que três estudantes desenhem no quadro cada um dos sinais trabalhados. Ressalte, ainda, que estes sinais são apenas alguns dos sinais existentes na língua portuguesa.
  • Explique detalhadamente a atividade que vai realizar: diga às crianças que entregará três plaquinhas para cada uma: uma com o ponto final, uma com o ponto de exclamação e outra com o ponto de interrogação e que elas serão utilizadas no Jogo da pontuação. Dê um exemplo para que elas possam compreender melhor a dinâmica, você pode, por exemplo, dizer a frase “Hoje estou feliz!” e solicitar que os estudantes levantem a plaquinha com o sinal que eles acreditam que acompanharia a frase falada, para transmitir o sentido expresso, caso ela estivesse escrita em um papel.
  • Distribua as três placas para cada criança, cada uma deve conter um sinal de pontuação trabalhado nesta aula (ponto final, ponto de exclamação e ponto de interrogação). Você pode fazer isso colando um pedaço de cartolina com o sinal inserido em um palito de picolé ou solicitar a criação destas placas pelas crianças em aula anterior ou como tarefa de casa.
  • Explique que primeiramente lerá dois poemas, “Pontinho de vista”, de Pedro Bandeira, e “Leilão de jardim”, de Cecília Meireles. Após a leitura dos poemas completos, diga que lerá agora apenas algumas frases das duas obras para que eles possam, logo após a sua leitura, pensarem no sinal de pontuação adequado para transmitir o sentido daquela frase e levantar a plaquinha que acreditam ser correspondente a este sentido, caso a frase estivesse escrita em uma folha de papel ou no quadro.
  • Leia cada frase devagar e com a entonação adequada para que os estudantes possam identificar o sinal adequado (como modelo usaremos o texto “Pontinho de vista”, de Pedro Bandeira, para explicitar os usos do ponto final e do ponto de exclamação e “Leilão de jardim”, de Cecília Meireles, para trabalhar o ponto de interrogação e o ponto de exclamação).
  • Após a leitura de um trecho, como “EU SOU PEQUENO.” (do texto “Pontinho de vista”, de Pedro Bandeira), solicite que as crianças levantem uma de suas plaquinhas para explicitar qual seria o sinal utilizado na frase caso ela estivesse escrita em uma folha de papel ou no quadro, perguntando também os motivos de suas escolhas. No caso do exemplo sugerido, a resposta correta seria a placa que contém um ponto final. Repita a frase, modificando seu sentido, como “EU SOU PEQUENO?”, de modo que os estudantes compreendam que a mesma frase pode receber diferentes sinais, de acordo com o contexto e a entonação. É importante que, além de levantar as placas, algumas crianças expliquem suas motivações para tais escolhas, principalmente se houver o levantar de placas diferentes, esta argumentação será fundamental para sanar as dúvidas neste contexto. Caso isso ocorra, repita novamente a frase para que as crianças que apresentaram dúvidas possam identificar o sentido expresso inicialmente.
  • Repita a atividade com outras frases para que todos os sinais de pontuação trabalhados nesta aula sejam contemplados. Você pode usar, por exemplo, o trecho “ESTE É MEU LEILÃO!” e “A CIGARRA E A SUA CANÇÃO?” (ambos situados no texto “Leilão de jardim”, de Cecília Meireles) de forma que, no final desta etapa, tenha retomado com as crianças as funcionalidades do ponto final, do ponto de exclamação e do ponto de interrogação.

Materiais complementares: Fonte: “10 poemas famosos para ler com as crianças”, Blog da Leiturinha, disponível em: http://leiturinha.com.br/blog/10-poemas-famosos-para-ler-com-as-criancas/. Acesso em: 9 de setembro de 2018.

Fonte: “Os melhores poemas de Cecília Meireles para crianças”, Blog da Leiturinha, disponível em: http://leiturinha.com.br/blog/os-melhores-poemas-de-cecilia-meireles-para-criancas/. Acesso em: 9 de setembro de 2018.

Desenvolvimento select-down

Tempo sugerido: 30 minutos.

Orientações:

  • Com base em uma dinâmica realizada com os grupos organizados já na etapa de introdução trabalharemos a identificação dos pontos (final, interrogação e exclamação), inicialmente pela oralidade (uma criança falará uma frase com a entonação adequada ao ponto utilizado) e, depois, as demais crianças do grupo, após ouvir a frase dita pelo colega, deverão selecionar, entre as opções escritas dadas em uma folha, aquela que corresponde à frase que foi falada pela outra criança, isto é, àquela que está redigida trazendo o ponto adequado.
  • Para a realização desta dinâmica, selecione previamente algumas frases dos poemas trabalhados que tragam os usos dos sinais previstos nesta aula e ordene-os em cartelas numeradas para marcar a sequência das frases pronunciadas pelas crianças em cada rodada. Estas cartelas ficarão dispostas em uma mesa no centro de cada grupo, seu verso (onde estará localizado o número) ficará virado para cima e sua frente (onde estará localizada a frase falada por um estudante) para baixo, de modo que somente o estudante orador tenha acesso ao conteúdo escrito. Para trabalhar o ponto final, temos por exemplo, EU FICO MUITO ZANGADO e OLHAR TODO MUNDO COM O QUEIXO LEVANTADO; para o ponto de exclamação, temos QUE GRANDÃO! e ESTE É MEU LEILÃO! e para o ponto de interrogação temos UMA ESTÁTUA DE PRIMAVERA? e COMPRA ESTE FORMIGUEIRO?. As frases previstas serão as mesmas para cada grupo e estarão também escritas em uma ficha individual (ver Materiais complementares), trazendo três versões de cada frase pronunciada, cada uma delas escrita com um sinal. Assim, embora os estudantes possam discutir a resposta correta com o grupo, cada criança deverá marcar suas respostas em uma folha individual.
  • O primeiro estudante orador deverá virar a cartela com o número 1 (ver Materiais complementares), pois em seu verso estará a primeira frase a ser trabalhada, no caso do exemplo sugerido EU FICO MUITO ZANGADO. Após a fala da criança, o grupo deverá, dentre as opções EU FICO MUITO ZANGADO., EU FICO MUITO ZANGADO!. e EU FICO MUITO ZANGADO?, escolher a resposta adequada e pintar na ficha a versão correspondente a ela, no caso do exemplo, EU FICO MUITO ZANGADO. Posteriormente, outro integrante do grupo assumirá o papel de orador e deverá virar a cartela com o número 2 para seguir a atividade, de modo que no fim desta etapa, todos os estudantes do grupo tenham assumido o papel de orador ao menos uma vez. Caso opte por trabalhar com mais integrantes por grupo, adicione mais frases à dinâmica, de modo que todos tenham participado como orador ao menos uma vez.

Materiais complementares: Fonte: “10 poemas famosos para ler com as crianças”, Blog da Leiturinha, disponível em: http://leiturinha.com.br/blog/10-poemas-famosos-para-ler-com-as-criancas/. Acesso em: 9 de setembro de 2018.

Fonte: “Os melhores poemas de Cecília Meireles para crianças”, Blog da Leiturinha, disponível em: http://leiturinha.com.br/blog/os-melhores-poemas-de-cecilia-meireles-para-criancas/. Acesso em: 9 de setembro de 2018.

Cartelas para impressão aqui;

Atividade para impressão aqui;

Resolução da atividade aqui.

Fechamento select-down

Tempo sugerido: 9 minutos.

Orientações:

  • No final da atividade, antes de iniciar a correção, converse com os alunos sobre as impressões em relação à atividade feita, com perguntas como:
    Vocês conheciam os poemas que trabalhamos nesta aula? Gostaram deles?; E da atividade que realizamos hoje? Gostaram também?; Tiveram dificuldades para falar a frase para os/as amigos, usando a entonação correspondente ao ponto que estava na frase da cartela?; Alguém teve dificuldade para selecionar a frase nas três opções que tínhamos?; Quando vocês discutiram no grupo sobre qual seria a resposta correta, todos concordaram ou teve alguém que não concordou?; Se teve alguém que não concordou, como chegaram a uma conclusão?; Vamos ver se todos selecionaram as frases corretas?.
  • Diga que começará a correção e leia, então, com a entonação adequada, a frase 1. Logo após, pergunte qual é o ponto que há nesta frase (neste momento, se quiser, para eles dizerem a resposta, podem usar novamente a plaquinha do início da aula). Escute as crianças e questione qual é a frase que elas selecionaram na folha do material, por que selecionaram aquela frase e qual é o nome daquele sinal. Ouça e corrija, se necessário.
  • Faça as correções da atividade de forma oral, rememorando as funcionalidades de cada ponto, evidenciando também os motivos que determinam que as outras duas frases são incorretas para o contexto da atividade. Para isso, faça perguntas como: Por que usamos o ponto de exclamação aqui?; Por que não usamos o ponto de interrogação aqui?; Por que não usamos o ponto final aqui?; Se quisermos que este trecho seja transformado em uma pergunta, qual ponto deveremos utilizar?, retome também a importância do uso dos pontos no texto escrito para marcar sentidos específicos.
  • Recolha as folhas das crianças para uma correção mais minuciosa.

Materiais complementares: Fonte: “10 poemas famosos para ler com as crianças”, Blog da Leiturinha, disponível em: http://leiturinha.com.br/blog/10-poemas-famosos-para-ler-com-as-criancas/. Acesso em: 9 de setembro de 2018.

Fonte: “Os melhores poemas de Cecília Meireles para crianças”, Blog da Leiturinha, disponível em: http://leiturinha.com.br/blog/os-melhores-poemas-de-cecilia-meireles-para-criancas/. Acesso em: 9 de setembro de 2018.

Cartelas para impressão aqui;

Atividade para impressão aqui;

Resolução da atividade aqui.

Fechamento select-down

Orientações:

  • Projete/entregue os poemas trabalhados nesta aula para os alunos e peça a eles que acompanhem a sua releitura, trabalhando bem a entonação dada em cada estrofe para continuar questionando os estudantes sobre as funcionalidades do ponto final, do ponto de exclamação e do ponto de interrogação. Ressalte que na fala as intenções são expressas por meio de uma entonação específica, mas que no texto escrito marcamos isso com os usos dos sinais de pontuação (demonstre alguns trechos para eles). Aproveite o texto escrito para mostrar também outros sinais expondo que o ponto final, o ponto de exclamação e o ponto de interrogação são apenas alguns dos sinais de pontuação da língua portuguesa.

Materiais complementares: Fonte: “10 poemas famosos para ler com as crianças”, Blog da Leiturinha, disponível em: http://leiturinha.com.br/blog/10-poemas-famosos-para-ler-com-as-criancas/. Acesso em: 9 de setembro de 2018.

Fonte: “Os melhores poemas de Cecília Meireles para crianças”, Blog da Leiturinha, disponível em: http://leiturinha.com.br/blog/os-melhores-poemas-de-cecilia-meireles-para-criancas/. Acesso em: 9 de setembro de 2018.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é segunda aula de um conjunto de três planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. O objetivo deste conjunto de planos é trabalhar os usos e as finalidades do ponto final, do ponto de exclamação e do ponto de interrogação.

Materiais necessários: Letra de poemas escritos (Fonte: “10 poemas famosos para ler com as crianças”, Blog da Leiturinha, disponível em: http://leiturinha.com.br/blog/10-poemas-famosos-para-ler-com-as-criancas/. Acesso em: 9 de setembro de 2018. Fonte: “Os melhores poemas de Cecília Meireles para crianças”, Blog da Leiturinha, disponível em: http://leiturinha.com.br/blog/os-melhores-poemas-de-cecilia-meireles-para-criancas/. Acesso em: 9 de setembro de 2018. Textos impressos, placas contendo os sinais de pontuação que serão trabalhados nesta aula (ponto final, ponto de exclamação e ponto de interrogação) para cada criança; fichas para a atividade (modelo disponibilizado); cartelas para a atividade (modelo disponibilizado).

Cartelas para impressão aqui;

Atividade para impressão aqui;

Resolução da atividade aqui.

Dificuldades antecipadas: Dificuldade em utilizar os pontos adequados, de acordo com o sentido solicitado, por não saber qual ponto usar (desconhecimento dos sinais de pontuação); confundir os aspectos gráficos dos sinais de pontuação (exclamação e interrogação em particular), utilizando-os de forma trocada, ainda que demonstrem conhecimento do sentido que determinada frase deveria ter.

Referências sobre o assunto: Fonte: “Como usar a pontuação para melhorar a compreensão de um texto”, Fundação Lemann, disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=n8HF8jxnBNY. Acesso em: 9 de setembro de 2018.

Tempo sugerido: 1 minuto.

Orientações:

1. Projete ou leia o Tema da aula para a turma.

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações:

  • Para esta aula, é importante que as crianças já tenham alguma noção dos usos e das funcionalidades do ponto final, do ponto de interrogação e do ponto de exclamação. A sala deverá ser organizada em pequenos grupos (cada um com seis estudantes) para facilitar a atividade que será realizada na etapa de desenvolvimento. Opte por colocar em um mesmo grupo estudantes organizados em etapas diferentes de aprendizagem (estudantes que já demonstram certa facilidade com o conteúdo e cometam poucas inadequações e estudantes que ainda apresentam certa dificuldade e trocam sinal frequentemente, por exemplo) para que, juntas, as crianças possam trocar conhecimentos.
  • Tenha em mente que a habilidade de usar adequadamente o ponto final, o ponto de interrogação e o ponto de exclamação inclui a identificação dos sinais gráficos, o reconhecimento destes sinais na leitura e suas funcionalidades, o uso destes sinais na produção escrita para garantir legibilidade e provocar os sentidos de efeitos desejados e pondere estas questões durante toda a aula. Considere que a análise dos efeitos de sentidos provocados na leitura de textos é um momento inicial e fundamental para a organização deste saber.
  • Retome as funcionalidades destes sinais fazendo perguntas como: Para que serve o ponto final?, Para que serve o ponto de interrogação?, Para que serve o ponto de exclamação?, Como é o ponto final?, Como é o ponto de interrogação?, Como é o ponto de exclamação?. Espera-se que as crianças exponham, por exemplo, que o ponto final marca o fim de uma frase; que o ponto de interrogação serve para fazer perguntas e que o ponto de exclamação expressa uma ordem, um desejo ou uma surpresa, e que tentem explicar o formato de cada sinal ou mesmo desenhá-los no ar. Peça ainda que três estudantes desenhem no quadro cada um dos sinais trabalhados. Ressalte, ainda, que estes sinais são apenas alguns dos sinais existentes na língua portuguesa.
  • Explique detalhadamente a atividade que vai realizar: diga às crianças que entregará três plaquinhas para cada uma: uma com o ponto final, uma com o ponto de exclamação e outra com o ponto de interrogação e que elas serão utilizadas no Jogo da pontuação. Dê um exemplo para que elas possam compreender melhor a dinâmica, você pode, por exemplo, dizer a frase “Hoje estou feliz!” e solicitar que os estudantes levantem a plaquinha com o sinal que eles acreditam que acompanharia a frase falada, para transmitir o sentido expresso, caso ela estivesse escrita em um papel.
  • Distribua as três placas para cada criança, cada uma deve conter um sinal de pontuação trabalhado nesta aula (ponto final, ponto de exclamação e ponto de interrogação). Você pode fazer isso colando um pedaço de cartolina com o sinal inserido em um palito de picolé ou solicitar a criação destas placas pelas crianças em aula anterior ou como tarefa de casa.
  • Explique que primeiramente lerá dois poemas, “Pontinho de vista”, de Pedro Bandeira, e “Leilão de jardim”, de Cecília Meireles. Após a leitura dos poemas completos, diga que lerá agora apenas algumas frases das duas obras para que eles possam, logo após a sua leitura, pensarem no sinal de pontuação adequado para transmitir o sentido daquela frase e levantar a plaquinha que acreditam ser correspondente a este sentido, caso a frase estivesse escrita em uma folha de papel ou no quadro.
  • Leia cada frase devagar e com a entonação adequada para que os estudantes possam identificar o sinal adequado (como modelo usaremos o texto “Pontinho de vista”, de Pedro Bandeira, para explicitar os usos do ponto final e do ponto de exclamação e “Leilão de jardim”, de Cecília Meireles, para trabalhar o ponto de interrogação e o ponto de exclamação).
  • Após a leitura de um trecho, como “EU SOU PEQUENO.” (do texto “Pontinho de vista”, de Pedro Bandeira), solicite que as crianças levantem uma de suas plaquinhas para explicitar qual seria o sinal utilizado na frase caso ela estivesse escrita em uma folha de papel ou no quadro, perguntando também os motivos de suas escolhas. No caso do exemplo sugerido, a resposta correta seria a placa que contém um ponto final. Repita a frase, modificando seu sentido, como “EU SOU PEQUENO?”, de modo que os estudantes compreendam que a mesma frase pode receber diferentes sinais, de acordo com o contexto e a entonação. É importante que, além de levantar as placas, algumas crianças expliquem suas motivações para tais escolhas, principalmente se houver o levantar de placas diferentes, esta argumentação será fundamental para sanar as dúvidas neste contexto. Caso isso ocorra, repita novamente a frase para que as crianças que apresentaram dúvidas possam identificar o sentido expresso inicialmente.
  • Repita a atividade com outras frases para que todos os sinais de pontuação trabalhados nesta aula sejam contemplados. Você pode usar, por exemplo, o trecho “ESTE É MEU LEILÃO!” e “A CIGARRA E A SUA CANÇÃO?” (ambos situados no texto “Leilão de jardim”, de Cecília Meireles) de forma que, no final desta etapa, tenha retomado com as crianças as funcionalidades do ponto final, do ponto de exclamação e do ponto de interrogação.

Materiais complementares: Fonte: “10 poemas famosos para ler com as crianças”, Blog da Leiturinha, disponível em: http://leiturinha.com.br/blog/10-poemas-famosos-para-ler-com-as-criancas/. Acesso em: 9 de setembro de 2018.

Fonte: “Os melhores poemas de Cecília Meireles para crianças”, Blog da Leiturinha, disponível em: http://leiturinha.com.br/blog/os-melhores-poemas-de-cecilia-meireles-para-criancas/. Acesso em: 9 de setembro de 2018.

Tempo sugerido: 30 minutos.

Orientações:

  • Com base em uma dinâmica realizada com os grupos organizados já na etapa de introdução trabalharemos a identificação dos pontos (final, interrogação e exclamação), inicialmente pela oralidade (uma criança falará uma frase com a entonação adequada ao ponto utilizado) e, depois, as demais crianças do grupo, após ouvir a frase dita pelo colega, deverão selecionar, entre as opções escritas dadas em uma folha, aquela que corresponde à frase que foi falada pela outra criança, isto é, àquela que está redigida trazendo o ponto adequado.
  • Para a realização desta dinâmica, selecione previamente algumas frases dos poemas trabalhados que tragam os usos dos sinais previstos nesta aula e ordene-os em cartelas numeradas para marcar a sequência das frases pronunciadas pelas crianças em cada rodada. Estas cartelas ficarão dispostas em uma mesa no centro de cada grupo, seu verso (onde estará localizado o número) ficará virado para cima e sua frente (onde estará localizada a frase falada por um estudante) para baixo, de modo que somente o estudante orador tenha acesso ao conteúdo escrito. Para trabalhar o ponto final, temos por exemplo, EU FICO MUITO ZANGADO e OLHAR TODO MUNDO COM O QUEIXO LEVANTADO; para o ponto de exclamação, temos QUE GRANDÃO! e ESTE É MEU LEILÃO! e para o ponto de interrogação temos UMA ESTÁTUA DE PRIMAVERA? e COMPRA ESTE FORMIGUEIRO?. As frases previstas serão as mesmas para cada grupo e estarão também escritas em uma ficha individual (ver Materiais complementares), trazendo três versões de cada frase pronunciada, cada uma delas escrita com um sinal. Assim, embora os estudantes possam discutir a resposta correta com o grupo, cada criança deverá marcar suas respostas em uma folha individual.
  • O primeiro estudante orador deverá virar a cartela com o número 1 (ver Materiais complementares), pois em seu verso estará a primeira frase a ser trabalhada, no caso do exemplo sugerido EU FICO MUITO ZANGADO. Após a fala da criança, o grupo deverá, dentre as opções EU FICO MUITO ZANGADO., EU FICO MUITO ZANGADO!. e EU FICO MUITO ZANGADO?, escolher a resposta adequada e pintar na ficha a versão correspondente a ela, no caso do exemplo, EU FICO MUITO ZANGADO. Posteriormente, outro integrante do grupo assumirá o papel de orador e deverá virar a cartela com o número 2 para seguir a atividade, de modo que no fim desta etapa, todos os estudantes do grupo tenham assumido o papel de orador ao menos uma vez. Caso opte por trabalhar com mais integrantes por grupo, adicione mais frases à dinâmica, de modo que todos tenham participado como orador ao menos uma vez.

Materiais complementares: Fonte: “10 poemas famosos para ler com as crianças”, Blog da Leiturinha, disponível em: http://leiturinha.com.br/blog/10-poemas-famosos-para-ler-com-as-criancas/. Acesso em: 9 de setembro de 2018.

Fonte: “Os melhores poemas de Cecília Meireles para crianças”, Blog da Leiturinha, disponível em: http://leiturinha.com.br/blog/os-melhores-poemas-de-cecilia-meireles-para-criancas/. Acesso em: 9 de setembro de 2018.

Cartelas para impressão aqui;

Atividade para impressão aqui;

Resolução da atividade aqui.

Tempo sugerido: 9 minutos.

Orientações:

  • No final da atividade, antes de iniciar a correção, converse com os alunos sobre as impressões em relação à atividade feita, com perguntas como:
    Vocês conheciam os poemas que trabalhamos nesta aula? Gostaram deles?; E da atividade que realizamos hoje? Gostaram também?; Tiveram dificuldades para falar a frase para os/as amigos, usando a entonação correspondente ao ponto que estava na frase da cartela?; Alguém teve dificuldade para selecionar a frase nas três opções que tínhamos?; Quando vocês discutiram no grupo sobre qual seria a resposta correta, todos concordaram ou teve alguém que não concordou?; Se teve alguém que não concordou, como chegaram a uma conclusão?; Vamos ver se todos selecionaram as frases corretas?.
  • Diga que começará a correção e leia, então, com a entonação adequada, a frase 1. Logo após, pergunte qual é o ponto que há nesta frase (neste momento, se quiser, para eles dizerem a resposta, podem usar novamente a plaquinha do início da aula). Escute as crianças e questione qual é a frase que elas selecionaram na folha do material, por que selecionaram aquela frase e qual é o nome daquele sinal. Ouça e corrija, se necessário.
  • Faça as correções da atividade de forma oral, rememorando as funcionalidades de cada ponto, evidenciando também os motivos que determinam que as outras duas frases são incorretas para o contexto da atividade. Para isso, faça perguntas como: Por que usamos o ponto de exclamação aqui?; Por que não usamos o ponto de interrogação aqui?; Por que não usamos o ponto final aqui?; Se quisermos que este trecho seja transformado em uma pergunta, qual ponto deveremos utilizar?, retome também a importância do uso dos pontos no texto escrito para marcar sentidos específicos.
  • Recolha as folhas das crianças para uma correção mais minuciosa.

Materiais complementares: Fonte: “10 poemas famosos para ler com as crianças”, Blog da Leiturinha, disponível em: http://leiturinha.com.br/blog/10-poemas-famosos-para-ler-com-as-criancas/. Acesso em: 9 de setembro de 2018.

Fonte: “Os melhores poemas de Cecília Meireles para crianças”, Blog da Leiturinha, disponível em: http://leiturinha.com.br/blog/os-melhores-poemas-de-cecilia-meireles-para-criancas/. Acesso em: 9 de setembro de 2018.

Cartelas para impressão aqui;

Atividade para impressão aqui;

Resolução da atividade aqui.

Orientações:

  • Projete/entregue os poemas trabalhados nesta aula para os alunos e peça a eles que acompanhem a sua releitura, trabalhando bem a entonação dada em cada estrofe para continuar questionando os estudantes sobre as funcionalidades do ponto final, do ponto de exclamação e do ponto de interrogação. Ressalte que na fala as intenções são expressas por meio de uma entonação específica, mas que no texto escrito marcamos isso com os usos dos sinais de pontuação (demonstre alguns trechos para eles). Aproveite o texto escrito para mostrar também outros sinais expondo que o ponto final, o ponto de exclamação e o ponto de interrogação são apenas alguns dos sinais de pontuação da língua portuguesa.

Materiais complementares: Fonte: “10 poemas famosos para ler com as crianças”, Blog da Leiturinha, disponível em: http://leiturinha.com.br/blog/10-poemas-famosos-para-ler-com-as-criancas/. Acesso em: 9 de setembro de 2018.

Fonte: “Os melhores poemas de Cecília Meireles para crianças”, Blog da Leiturinha, disponível em: http://leiturinha.com.br/blog/os-melhores-poemas-de-cecilia-meireles-para-criancas/. Acesso em: 9 de setembro de 2018.

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 2º ano:

2º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 2º ano:

2º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano