13775
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Plano de aula - Rodas de leitura

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 2º ano do Ensino Fundamental sobre atividades que elucidem a função social de leitura (circulação do texto na vida social), principalmente por meio de rodas de leitura.

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Jéssica Tayrine Gomes De Melo Bezerra

 

Sobre este plano select-down

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é uma proposta de atividade permanente para trabalhar rodas de leitura. Os campos de atuação priorizados nessa atividade são Artístico-literário/vida cotidiana/Todos os campos. O objetivo é enfatizar atividades que elucidem a função social de leitura (circulação do texto na vida social), principalmente por meio de rodas de leitura que façam antecipações de informações com o auxílio de recursos gráficos. A identificação e a comparação de informações são priorizadas. O professor é o principal mediador de leitura. Os gêneros priorizados são contos, fábulas, poemas e histórias em quadrinhos, textos dramáticos e cordel.

Justificativa: Rodas de leitura podem ampliar o repertório leitor e o aprofundamento da leitura autônoma. Por meio da mediação do professor, buscam-se novas interações com o livro de maneira prazerosa, entendendo as histórias como fonte de múltiplas informações e também de entretenimento. Por isso, tende-se a compartilhar experiências pelo prazer da leitura e também pela criticidade, pelo escutar o outro, pela oralidade, principalmente com a leitura coletiva e compartilhada.

Materiais necessários: Na dinâmica desta proposta de roda de leitura, será utilizada a metáfora da leitura como viagem. Por isso, o estudante usará um passaporte de leitura como pré-requisito para realizar a viagem; já o uso de um jogo de tabuleiro será necessário, pois representará os caminhos percorridos (percurso da viagem) e, por fim, o registro final das informações apreendidas com a viagem de leitura são realizadas também no passaporte. Para usar o jogo de tabuleiro de perguntas e respostas, imprimir e produzir as questões previamente. Também é importante selecionar e ler o conjunto de livros que serão explorados pelos estudantes. Se possível, criar uma cenografia do ambiente para que os estudantes adentrem na ideia do gênero (estrutura ou temática) a ser lido.

Dificuldades antecipadas: Falta de motivação para realizar as discussões coletivas. Desconcentração. Dificuldades em oralizar as impressões da leitura realizada.

Referências sobre o assunto:

CASTANHEIRA.;M.L.;MACIEL.;F.I.P.;MARTINS.;R.M.F. Alfabetização e letramento na sala de aula. Belo Horizonte: Autêntica,2008.

BRAUN, Patrícia; VIANNA, Márcia Marin. Rodas de Leitura como Estratégias de Ensino e Aprendizagem PLETSCH, M. D. & RIZO, G.(Org.). Cultura e formação: contribuições para a prática docente. Seropédica (RJ): Editora da UFRJ, 2010 (p. 59 -66).

Leitura em ambientes virtuais:

http://www.capparelli.com.br/

http://www.viniciusdemoraes.com.br/

http://www.arnaldoantunes.com.br/new/

Cordel infantil: https://marianebigio.com/tag/cordel-infantil/ e https://www.youtube.com/channel/UCGr9TFCIdQLdRPtoL7bqt8g (Página do cordel encantado no YouTube).

Dinâmica da atividade select-down

Tempo sugerido: 10 minutos.

Preparação: Professor, com os estudantes sentados em círculo ou semicírculo, organize o ambiente em que serão realizadas as rodas de leitura.
É importante criar um ambiente agradável e, se possível, fornecer tapetes ou almofadas para que os estudantes possam se sentar de maneira confortável no chão.

Introdução

Inicie pelas Questões disparadoras: Vamos realizar uma viagem para o mundo da leitura? Com esta pergunta, o estudante é convidado a entrar em uma esfera lúdica de busca de informações e conhecimentos, partindo do pressuposto de que a leitura fornece meios para adquirir novas experiências. A leitura significa viajar sem sair do lugar, permitindo que sejam experimentadas sensações (cheiros, sentimentos, imagens) como se o leitor estivesse realmente vivenciando tudo o que ocorre no texto.

Explore também a função do passaporte, explicitando sua atribuição como um documento de circulação social. O passaporte é a porta de entrada e o registro de leitura. Na metáfora da leitura como viagem, o percurso se dá pelos dados que o aluno consegue nos livros, com as informações de superfície, os elementos da narrativa e os comportamentos dos leitores.

Realize uma seleção prévia de livros (contos, fábulas, poemas, histórias em quadrinhos, textos dramáticos e cordel) e estabeleça expectativas antecipadoras de sentido com base na análise da estrutura e no universo temático da obra literária que vai ser lida.

Permita que os estudantes realizem as próprias escolhas dos livros de acordo com critérios pessoais de apreciação. Isso estimulará a prática de curadoria de conteúdo, em que os estudantes fazem seleções particulares por meio da leitura.

Indique também aos alunos os critérios que eles precisam observar na escolha do livro:

(1) Capa

(2) Contracapa

(3) Ilustrações.

Nesta fase, como os alunos estão se apropriando do sistema de escrita e se apoiam fortemente nas ilustrações para atribuir sentido, é importante convidá-los a observar esses elementos, a folhear o livro e, com o auxílio do professor, descobrir pela leitura:

(4) Título

(5) Nome do autor da obra

(6) Características das personagens

(7) As ações desses personagens por meio das ilustrações, mobilizando também os conhecimentos prévios dos estudantes.

Considere as respostas inusitadas, evitando impor um único sentido à leitura.

Dinâmica da atividade select-down

Tempo sugerido: 30 minutos.

Preparação: Escolha previamente um livro e ensaie a leitura para que possa ler em voz alta de modo expressivo. Prepare o jogo de tabuleiro com as questões que auxiliam a compreensão do texto.

Desenvolvimento:

Após as escolhas do livro, indique aos estudantes que se organizem em círculo ou semicírculo, de modo que haja uma maior interação entre todos.

Por sua vez, professor, inicie pela leitura de um livro que não foi escolhido pelos estudantes, observando os elementos da capa e quarta capa (título, autor, imagens, entre outros) e realizando uma leitura prévia das ilustrações no interior do livro.

Faça a leitura em voz alta para a turma. Sugere-se que, durante a leitura, as páginas sejam exibidas para as crianças a fim de que possam apreciar as ilustrações e articulá-las ao texto verbal. Este cuidado permite uma compreensão mais potente da obra.

Após a leitura do professor, são iniciadas as discussões das obras selecionadas pelos estudantes. Este é o momento da apresentação de pontos de vista éticos e estéticos, em que os estudantes destacam as informações mais relevantes e identificam tema, personagens, enredo, tempo e espaço, podendo também relacionar a temática da obra com a própria realidade. Para destacar estes elementos, usa-se o jogo de tabuleiro.

O jogo de tabuleiro deve ser organizado de modo que em em cada “casa” exista uma questão-guia de interpretação/apreciação textual. As seguintes sugestões de questionamentos podem ser inseridas no jogo:

  • Quem é o autor do texto/obra?
  • Qual o título do texto/livro?
  • Do que o texto/livro fala?
  • Gostei (não gostei) da parte em que…
  • Achei engraçado quando…
  • Não sabia que…
  • A ilustração que mais gostei foi…
  • Indico o texto ao meu colega porque...

Destaca-se que o jogo é utilizado após o momento de leitura, para que, de maneira lúdica, cada estudante apresente as informações solicitadas no jogo sobre o livro escolhido. Na dinâmica, o aluno faz a pergunta para um colega, que responde com o intuito de avançar no percurso e concluir a viagem. Auxilie na leitura sempre que necessário.

Converse sobre a adequação das hipóteses realizadas pelos estudantes, constatando se estão adequadas.

Dinâmica da atividade select-down

Tempo sugerido: 10 minutos.

Fechamento: Após a utilização do jogo de tabuleiro, em que os estudantes realizam um percurso de compreensão de detalhes da obra, indique o uso do passaporte da leitura para registrar as informações sobre a obra lida na etapa final da leitura, apresentada como um desembarque. Por exemplo: o registro do período de leitura (data de início e de fim), título, autor, se gostou ou não do texto e o por que, um desenho que represente a leitura. Este também é um momento para que os estudantes produzam argumentações em relação às apreciações realizadas.

Variação da atividade select-down

Orientações: Nesta variação, utilize uma mala para guardar os livros que serão utilizados na Roda de leitura. Esta é mais uma forma lúdica de remeter à viagem que os estudantes realizam ao ler um livro.

Variação da atividade select-down

Orientações:

Para o gênero cordel, por exemplo, é possível desenvolver a produção e a exposição de xilogravuras (com isopor, a isoporgravura), explorando o letramento visual por meio da leitura de imagens. Até mesmo chegar à estratégia que explore uma viagem regional por meio de imagens descobertas nos livros, atendendo à intencionalidade de gêneros da cultura popular como o cordel.

Uma proposta semelhante também pode ser adaptada para a leitura de histórias em quadrinhos, em que o estudante pode ser levado a relacionar imagens e palavras e, assim, a interpretar os recursos gráficos como os tipos balões, tipos de letras e as onomatopeias, viajando pela narrativa em quadrinhos.

Variação da atividade select-down

Orientações:

Para os gêneros dos textos dramáticos e poéticos (cordel e poesia) é possível desenvolver um trabalho de dramatização ou sarau. Nas dramatizações, propiciar a leitura dramatizada e não a encenação completa, que exige maiores habilidades artísticas de atuação. Desta maneira, priorize habilidades leitoras como a entonação (leitura em voz alta) e os efeitos de sentido do texto. Defina um para o espaço da cena (que pode ser na frente da sala) e também a divisão entre os papéis dos estudantes.

Com isso, os estudantes participam ativamente de outros tipos de atividade que envolvem leitura, recontando oralmente os textos literários lidos.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é uma proposta de atividade permanente para trabalhar rodas de leitura. Os campos de atuação priorizados nessa atividade são Artístico-literário/vida cotidiana/Todos os campos. O objetivo é enfatizar atividades que elucidem a função social de leitura (circulação do texto na vida social), principalmente por meio de rodas de leitura que façam antecipações de informações com o auxílio de recursos gráficos. A identificação e a comparação de informações são priorizadas. O professor é o principal mediador de leitura. Os gêneros priorizados são contos, fábulas, poemas e histórias em quadrinhos, textos dramáticos e cordel.

Justificativa: Rodas de leitura podem ampliar o repertório leitor e o aprofundamento da leitura autônoma. Por meio da mediação do professor, buscam-se novas interações com o livro de maneira prazerosa, entendendo as histórias como fonte de múltiplas informações e também de entretenimento. Por isso, tende-se a compartilhar experiências pelo prazer da leitura e também pela criticidade, pelo escutar o outro, pela oralidade, principalmente com a leitura coletiva e compartilhada.

Materiais necessários: Na dinâmica desta proposta de roda de leitura, será utilizada a metáfora da leitura como viagem. Por isso, o estudante usará um passaporte de leitura como pré-requisito para realizar a viagem; já o uso de um jogo de tabuleiro será necessário, pois representará os caminhos percorridos (percurso da viagem) e, por fim, o registro final das informações apreendidas com a viagem de leitura são realizadas também no passaporte. Para usar o jogo de tabuleiro de perguntas e respostas, imprimir e produzir as questões previamente. Também é importante selecionar e ler o conjunto de livros que serão explorados pelos estudantes. Se possível, criar uma cenografia do ambiente para que os estudantes adentrem na ideia do gênero (estrutura ou temática) a ser lido.

Dificuldades antecipadas: Falta de motivação para realizar as discussões coletivas. Desconcentração. Dificuldades em oralizar as impressões da leitura realizada.

Referências sobre o assunto:

CASTANHEIRA.;M.L.;MACIEL.;F.I.P.;MARTINS.;R.M.F. Alfabetização e letramento na sala de aula. Belo Horizonte: Autêntica,2008.

BRAUN, Patrícia; VIANNA, Márcia Marin. Rodas de Leitura como Estratégias de Ensino e Aprendizagem PLETSCH, M. D. & RIZO, G.(Org.). Cultura e formação: contribuições para a prática docente. Seropédica (RJ): Editora da UFRJ, 2010 (p. 59 -66).

Leitura em ambientes virtuais:

http://www.capparelli.com.br/

http://www.viniciusdemoraes.com.br/

http://www.arnaldoantunes.com.br/new/

Cordel infantil: https://marianebigio.com/tag/cordel-infantil/ e https://www.youtube.com/channel/UCGr9TFCIdQLdRPtoL7bqt8g (Página do cordel encantado no YouTube).

Tempo sugerido: 10 minutos.

Preparação: Professor, com os estudantes sentados em círculo ou semicírculo, organize o ambiente em que serão realizadas as rodas de leitura.
É importante criar um ambiente agradável e, se possível, fornecer tapetes ou almofadas para que os estudantes possam se sentar de maneira confortável no chão.

Introdução

Inicie pelas Questões disparadoras: Vamos realizar uma viagem para o mundo da leitura? Com esta pergunta, o estudante é convidado a entrar em uma esfera lúdica de busca de informações e conhecimentos, partindo do pressuposto de que a leitura fornece meios para adquirir novas experiências. A leitura significa viajar sem sair do lugar, permitindo que sejam experimentadas sensações (cheiros, sentimentos, imagens) como se o leitor estivesse realmente vivenciando tudo o que ocorre no texto.

Explore também a função do passaporte, explicitando sua atribuição como um documento de circulação social. O passaporte é a porta de entrada e o registro de leitura. Na metáfora da leitura como viagem, o percurso se dá pelos dados que o aluno consegue nos livros, com as informações de superfície, os elementos da narrativa e os comportamentos dos leitores.

Realize uma seleção prévia de livros (contos, fábulas, poemas, histórias em quadrinhos, textos dramáticos e cordel) e estabeleça expectativas antecipadoras de sentido com base na análise da estrutura e no universo temático da obra literária que vai ser lida.

Permita que os estudantes realizem as próprias escolhas dos livros de acordo com critérios pessoais de apreciação. Isso estimulará a prática de curadoria de conteúdo, em que os estudantes fazem seleções particulares por meio da leitura.

Indique também aos alunos os critérios que eles precisam observar na escolha do livro:

(1) Capa

(2) Contracapa

(3) Ilustrações.

Nesta fase, como os alunos estão se apropriando do sistema de escrita e se apoiam fortemente nas ilustrações para atribuir sentido, é importante convidá-los a observar esses elementos, a folhear o livro e, com o auxílio do professor, descobrir pela leitura:

(4) Título

(5) Nome do autor da obra

(6) Características das personagens

(7) As ações desses personagens por meio das ilustrações, mobilizando também os conhecimentos prévios dos estudantes.

Considere as respostas inusitadas, evitando impor um único sentido à leitura.

Tempo sugerido: 30 minutos.

Preparação: Escolha previamente um livro e ensaie a leitura para que possa ler em voz alta de modo expressivo. Prepare o jogo de tabuleiro com as questões que auxiliam a compreensão do texto.

Desenvolvimento:

Após as escolhas do livro, indique aos estudantes que se organizem em círculo ou semicírculo, de modo que haja uma maior interação entre todos.

Por sua vez, professor, inicie pela leitura de um livro que não foi escolhido pelos estudantes, observando os elementos da capa e quarta capa (título, autor, imagens, entre outros) e realizando uma leitura prévia das ilustrações no interior do livro.

Faça a leitura em voz alta para a turma. Sugere-se que, durante a leitura, as páginas sejam exibidas para as crianças a fim de que possam apreciar as ilustrações e articulá-las ao texto verbal. Este cuidado permite uma compreensão mais potente da obra.

Após a leitura do professor, são iniciadas as discussões das obras selecionadas pelos estudantes. Este é o momento da apresentação de pontos de vista éticos e estéticos, em que os estudantes destacam as informações mais relevantes e identificam tema, personagens, enredo, tempo e espaço, podendo também relacionar a temática da obra com a própria realidade. Para destacar estes elementos, usa-se o jogo de tabuleiro.

O jogo de tabuleiro deve ser organizado de modo que em em cada “casa” exista uma questão-guia de interpretação/apreciação textual. As seguintes sugestões de questionamentos podem ser inseridas no jogo:

  • Quem é o autor do texto/obra?
  • Qual o título do texto/livro?
  • Do que o texto/livro fala?
  • Gostei (não gostei) da parte em que…
  • Achei engraçado quando…
  • Não sabia que…
  • A ilustração que mais gostei foi…
  • Indico o texto ao meu colega porque...

Destaca-se que o jogo é utilizado após o momento de leitura, para que, de maneira lúdica, cada estudante apresente as informações solicitadas no jogo sobre o livro escolhido. Na dinâmica, o aluno faz a pergunta para um colega, que responde com o intuito de avançar no percurso e concluir a viagem. Auxilie na leitura sempre que necessário.

Converse sobre a adequação das hipóteses realizadas pelos estudantes, constatando se estão adequadas.

Tempo sugerido: 10 minutos.

Fechamento: Após a utilização do jogo de tabuleiro, em que os estudantes realizam um percurso de compreensão de detalhes da obra, indique o uso do passaporte da leitura para registrar as informações sobre a obra lida na etapa final da leitura, apresentada como um desembarque. Por exemplo: o registro do período de leitura (data de início e de fim), título, autor, se gostou ou não do texto e o por que, um desenho que represente a leitura. Este também é um momento para que os estudantes produzam argumentações em relação às apreciações realizadas.

Orientações: Nesta variação, utilize uma mala para guardar os livros que serão utilizados na Roda de leitura. Esta é mais uma forma lúdica de remeter à viagem que os estudantes realizam ao ler um livro.

Orientações:

Para o gênero cordel, por exemplo, é possível desenvolver a produção e a exposição de xilogravuras (com isopor, a isoporgravura), explorando o letramento visual por meio da leitura de imagens. Até mesmo chegar à estratégia que explore uma viagem regional por meio de imagens descobertas nos livros, atendendo à intencionalidade de gêneros da cultura popular como o cordel.

Uma proposta semelhante também pode ser adaptada para a leitura de histórias em quadrinhos, em que o estudante pode ser levado a relacionar imagens e palavras e, assim, a interpretar os recursos gráficos como os tipos balões, tipos de letras e as onomatopeias, viajando pela narrativa em quadrinhos.

Orientações:

Para os gêneros dos textos dramáticos e poéticos (cordel e poesia) é possível desenvolver um trabalho de dramatização ou sarau. Nas dramatizações, propiciar a leitura dramatizada e não a encenação completa, que exige maiores habilidades artísticas de atuação. Desta maneira, priorize habilidades leitoras como a entonação (leitura em voz alta) e os efeitos de sentido do texto. Defina um para o espaço da cena (que pode ser na frente da sala) e também a divisão entre os papéis dos estudantes.

Com isso, os estudantes participam ativamente de outros tipos de atividade que envolvem leitura, recontando oralmente os textos literários lidos.

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Leitura/Escuta do 2º ano:

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 2º ano:

2º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano