13387
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Educação Infantil > Creche - Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Atividade - Caça aos tesouros da natureza

Nesta atividade, as famílias participam da exploração do espaço externo com as crianças.

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Adriana Mitiko do Nascimento Takeuti

Caça aos tesouros da natureza

Apresente a proposta
Grave um pequeno vídeo mostrando uma foto do quintal da sua casa e declamando a poesia:

“Acho que o quintal onde a gente brincou é maior do que a cidade.
A gente só descobre isso depois de grande.
A gente descobre que o tamanho das coisas há que ser medido pela intimidade que temos com as coisas.
Há de ser como acontece com o amor.
Assim, as pedrinhas do nosso quintal são sempre maiores do que as outras pedras do mundo.
Justo pelo motivo da intimidade.”

(Memórias inventadas – As Infâncias de Manoel de Barros, São Paulo: Planeta do Brasil, 2010. p.67).

Mostre também a foto do parque da escola, reiterando o quanto esses espaços marcam nossas memórias afetivas, que trazemos conosco por toda vida. Destaque a importância de dar continuidade às vivências com a natureza no período de isolamento, utilizando o que tiverem disponível dentro de casa. Para mais opções de ideias, clique aqui.

De forma animada, convide as famílias para a proposta:
- Sentiram saudades ao olhar para essas imagens também? Então, que tal uma brincadeira divertida aí em casa, em busca de tesouros da natureza?

Antecipe que cada família irá localizar o próprio tesouro, de acordo com o que tiverem em casa, já que não é recomendado sair nesse momento. Oriente que o guardem após a atividade, assim, depois será possível levarem-no para a escola no retorno. Envie o material pela plataforma que estão usando em sua rede ou pelo Whatsapp.

Adaptações necessárias
A brincadeira de caça aos tesouros da natureza será realizada a partir das dicas simples que você enviar, de acordo com a região onde moram e considerando o contexto domiciliar. Clique aqui para acessar dicas que podem ser utilizadas.

Os tesouros poderão vir do quintal ou do vaso que fica na sala da família. Reitere com os familiares que sempre acompanhem a criança, para a segurança dela. Recomende que registrem esses momentos e os enviem para você, guardando os tesouros em uma caixa ou saquinho.

Sugira às famílias
Convide as famílias a orientarem a caça, a partir do que você enviar, através de dicas ou imagens. Oriente-as a permitirem a livre exploração e criação de hipóteses para a seleção dos elementos, de forma divertida, interativa e lúdica.

Sugira que favoreçam o envolvimento das crianças, pensando nas possibilidades de investigações e apoiando o que for necessário. Por exemplo, se você enviou dicas, como “elemento seco”, “objeto estranho” e “algo duro”: uma criança poderá encontrar uma pedra no chão da sacada do apartamento; outra poderá selecionar uma folha seca do vaso de planta da sala; e outra poderá recolher um galho da árvore que caiu no quintal. Dessa forma, elas vão juntando os tesouros, cada qual a partir da própria realidade de onde vivem.

Proponha momentos divertidos com arranjos entre os elementos naturais, imitando caretas e com muitas risadas geradas a partir delas!

Para compartilhar com o grupo
Peça para as famílias enviarem fotos dos tesouros achados para você. Compartilhe os registros com as demais, para que também se sintam estimuladas a realizar a atividade.

Selecione alguns registros para compor uma exposição e inspirar mais brincadeiras. No retorno das aulas presenviais, coloque-os nos momentos de entrada e saída com os tesouros que trouxerem de casa, junto aos familiares. Essa é uma forma de unir os fazeres de casa e escolar, estabelecendo conexão concreta e real entre eles. Proponha, ao final, que escrevam sobre o que sentiram nessa vivência. Essa pode ser uma interessante forma de construir base emocional positiva, como apoio para a retomada da rotina escolar.

Sugestão Enviada Por: Keli Patricia Luca


Código: EDI2_12UND02

(EI02EO03) Compartilhar os objetos e os espaços com crianças da mesma faixa etária e adultos.

(EI02EO07) Resolver conflitos nas interações e brincadeiras, com a orientação de um adulto.

Apoiador Técnico


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses):

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas