Como lidar com a sexualização precoce das crianças?

Sexualidade

POR:
NOVA ESCOLA
Telma Vinha. Foto: Marina Piedade E agora, Telma?

Telma Vinha é professora de Psicologia Educacional na Unicamp e tira dúvidas sobre comportamento.

Clique aqui para mandar a sua dúvida

Pergunta enviada por Marizane Martins, Barra da Estiva, BA

Marizane, conversei com Claudia Ribeiro, que pesquisa essa temática na Universidade Federal de Lavras (Ufla). Ela explica que as crianças manifestam sua sexualidade desde pequenas e que, geralmente, o que entendemos como precocidade é a reprodução das manifestações adultas. Os pequenos repetem o que veem em casa, na rua e na TV. Por meio dessa imitação, das brincadeiras e dos jogos corporais, eles organizam seu mundo e descobrem a si mesmos e aos outros. Não podemos negar tais manifestações. Temos de estar preparados para promover discussões sobre sexualidade com os mais novos e proporcionar o contato com livros e músicas, por exemplo, que abordem o tema de maneira adequada. As crianças têm curiosidade sobre o assunto, mas nem sempre têm chance de falar sobre ele. Nosso desafio é desencadear processos educativos em que elas possam falar do corpo e de inquietações, medos e alegrias ligados à descoberta da sexualidade. Para saber mais, sugiro o artigo Crianças, Gênero e Sexualidade, de Claudia Ribeiro, disponível aqui.

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias

Tags

Guias