Identificando plásticos

POR:
novaescola

Objetivo(s) 

- Entender o avanço de alguns materiais em objetos que facilitam a vida cotidiana.
- Saber como se pode produzir um plástico a partir de uma reação química.

Conteúdo(s) 

- Características dos plástico.

Ano(s) 

1º, 2º, 3º, 4º, 5º

Tempo estimado 

Cinco aulas.

Material necessário 

Objetos feitos com plástico reciclável e baquelite, borracha branca, vela, caixa de fósforos, pregador de roupa de madeira, tigela de plástico ou metal, água, cola branca (feita com PVA ou poliacetato de vinila), água boricada (encontrada em farmácias), palitos de sorvete e copos de plástico rígido.

Desenvolvimento 

1ª etapa 

Comece pedindo que os alunos observem todos os objetos e tentem identificar de que material eles são feitos. Em seguida, solicite que os mesmos objetos sejam agrupados de acordo com a aparência. Você pode sugerir as seguintes categorias: 1) Metais; 2) Plásticos; 3) Vidros; 4) Papéis; 5) Outros (nesta última, enquadram-se materiais como couro, seda e algodão). Objetos constituídos de mais de um material podem ser classificados em duas ou mais categorias. Enquanto os alunos identificam, organize no quadro uma tabela com as categorias. Quando ela já estiver com vários itens, peça que os estudantes apontem a categoria que tem mais objetos. Eles devem perceber que há uma grande quantidade de objetos feitos de plástico. Então, pergunte: "Como seria a nossa vida se esse material não existisse?". A intenção é que percebam quão importantes e presentes são os diferentes tipos de plástico.

2ª etapa 

Separe alguns objetos feitos de três tipos de plástico: copos descartáveis (que tenham o símbolo de reciclável no fundo), objetos de baquelite (plástico rígido, de cor preta, utilizado em cabos de panela e soquetes de lâmpada) e borrachas brancas (que os alunos utilizam para apagar). Informe que todos esses itens são exemplos de diferentes tipos de plásticos (polímeros). Distribua-os e peça que as crianças observem quais são as diferenças. Elas podem indicar, por exemplo, que a amostra de baquelite é o plástico mais duro, enquanto a borracha branca é a mais flexível. Registre as observações em uma tabela para que os estudantes possam consultá-la na 4ª etapa.

3ª etapa 

Antes de iniciar essa atividade, fixe uma vela no centro de uma tigela, pingando algumas gotas de parafina derretida. Depois, coloque água dentro da tigela até cobrir cerca de 3 centímetros da vela. Explique que você fará um teste de aquecimento com os plásticos e que, como todo experimento que envolve fogo, é preciso tomar o máximo de cuidado para não se queimar. Pegue um pedaço de plástico reciclável e, segurando-o com o pregador de madeira, aproxime-o da chama da vela. Os alunos notarão que esse tipo de plástico, quando submetido ao fogo, derrete (caso alguma gota de plástico incandescente se desprenda, ela vai cair na água e se apagará, não oferecendo risco algum de queimadura a você ou aos seus alunos). Faça o mesmo com a borracha branca e o baquelite. Com esses dois tipos de plásticos, os alunos perceberão que eles queimam, mas não se derretem.

4ª etapa 

Proponha aos alunos a produção de um plástico à base de cola branca e água boricada. O primeiro passo é colocar um pouco de cola em um copo de plástico rígido. Em seguida, acrescente um pouco de água boricada (apenas o suficiente para cobrir a cola) e mexa com o palito de madeira. Vá acrescentando a água boricada aos poucos, sempre mexendo a mistura. Você observará a formação de uma massa branca, mais espessa que a cola. Retire o excesso de líquido que há dentro do copo e continue acrescentando água boricada, até que a massa adquira uma consistência semelhante à de um chiclete. Depois, coloque-a sobre uma folha de papel toalha para secar.

Avaliação 

Divida o plástico feito com a cola entre os alunos e peça que indiquem a qual grupo ele pertence: "É mais semelhante ao plástico reciclável, ao baquelite ou à borracha branca?". Verifique se as crianças sugerem os mesmos testes realizados com esses três tipos de plástico e se comparam com as características que observaram para determinar com qual deles o plástico da cola se assemelha. Devido a sua grande flexibilidade e ao fato de não se fundir em contato com a chama da vela, os estudantes perceberão que esse novo plástico é semelhante à borracha branca.

Flexibilização 

1ª etapa  Adepte a atividade, colocando variados materiais sobre uma mesa e pedindo que o aluno os classifique conforme sua percepção de textura, cheiro e peso. Ele pode cumprir a tarefa sozinho ou a classe pode ser dividida em grupos, cabendo à equipe da criança com deficiência visual a missão de trabalhar com os olhos vendados durante a classificação. 2ª etapa Apresente outros objetos que tenham o símbolo de reciclagem mais saliente para que ele o identifique pelo tato e verifique a necessidade de ampliar seu repertório sobre o tema. No final da etapa, verbalize todos os registros coletivos. 3ª etapa Nesta e na próxima etapas, faça uma introdução que explicite em detalhes quais são os materiais, como eles estão dispostos sobre a mesa e como serão utilizados. Verbalize cada ação e seus resultados.   

Deficiências 

Visual

Créditos: Cristian Annunciato Formação: Professor de Física e pesquisador da Sangari Brasil, em São Paulo.

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias