Identificação de marcadores temporais

POR:
novaescola

Objetivo(s) 

Reconhecer diferentes maneiras possíveis de periodizar a História.

Conteúdo(s) 

Diferentes maneiras possíveis de periodizar a História

 

Ano(s) 

Material necessário 

  • Justiniano, o Imperador Teórico, do livro A Caminho da Idade Média (Waldir Freitas Oliveira, 80 págs., Ed. Brasiliense, tel. 11/3087-0000, 19 reais);
  • O Problema dos Pobres no Século XVI, do livro As Revoluções Burguesas (Paulo Miceli, 108 págs., Ed. Atual, tel. 0800-011-7875, 28,90 reais).

Desenvolvimento 

1ª etapa 
Realize uma leitura compartilhada do primeiro texto. Para facilitar o trabalho, divida-o em capítulos. Depois, organize a turma em duplas e entregue para cada uma cópia do trecho entre as páginas 28 e 29 ("Seguiu a expedição para o norte (...)" até "(...) recebido de Bizâncio os reforços necessários.") e peça que encontrem e destaquem marcadores temporais como "depois de", "antes de", "durante", "enquanto isso" e outros que também representem as ideias de sucessão, duração e simultaneidade.
 

Faça o mesmo trabalho com o segundo texto. Por fim, solicite que os estudantes analisem as diferenças entre os marcadores usados em cada um. O objetivo é que eles notem que o primeiro apresenta uma sucessão de eventos, enquanto o segundo remete à ideia de simultaneidade, relacionando eventos distintos, mas que ocorreram no mesmo período.

 

Avaliação 

Observe se os alunos identificam os marcadores temporais e se conseguem definir se os textos tratam de fatos históricos simultâneos ou se prevalece a ideia de sucessão e linearidade.

Flexibilização 

O ideal é sempre ter um intérprete de Libras em sala para que ele fale com o aluno sobre a noção de tempo. Se o aluno for capaz de fazer a leitura orofacial, faça com que ele sente-se na frente para ver o que você fala. Amplie as cópias do texto e fixe nas paredes da sala para que fiquem visíveis para todos. O trabalho em duplas também ajuda o aluno surdo. Outra sugestão importante é fazer as marcações de elementos diferentes do texto com cores diferentes. Isso ajuda na memorização dos conteúdos pela criança.

Deficiências 

Visual

Créditos: Jaime Baratz Formação: Mestre em Educação e docente da Universidade do Estado da Bahia (Uneb).

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias