Ana Siro trata da reescrita com personagem-narrador

Especialista argentina expõe sua pesquisa sobre a aproximação das crianças ao texto literário na Semana da Educação 2010

POR:
Paula Takada
Foto: Marina Piedade

Ana Siro na Semana de Educação 2010.
Foto: Marina Piedade

Desde aqui, no mais profundo do inferno, lhes fala o lobo. Com muita fome porque sempre, na hora de comer os personagens, uma casa de tijolos ou um caçador me impedem. Uma das muitas vezes em que me senti envergonhado foi quando tentei comer esta doce e cruel menina chamada Chapeuzinho Vermelho.

Essa é a introdução do texto de Cristian, um aluno de 11 anos. Suas produções escritas e a de outros colegas de uma escola pública da periferia de Buenos Aires foram analisadas pela pesquisadora argentina Ana Siro, que participou da Semana da Educação 2010, organizada pela Fundação Victor Civita, apresentando a palestra "Narrar por escrito do ponto de vista de um personagem", uma síntese dos resultados de sua investigação de mestrado, orientada pela psicolinguista, também argentina, Emilia Ferreiro.

Ana analisou minuciosamente os textos produzidos por alunos de 9 a 11 anos, no contexto de um projeto didático que tinha como propósito comunicativo a produção de uma antologia de relatos tradicionais narrados em primeira pessoa por um de seus personagens. O material tinha como público leitor os próprios alunos da escola, já que a coletânea seria doada à biblioteca.

O projeto foi desenvolvido em oito meses. Durante esse tempo, os alunos puderam ler e comparar diferentes versões de contos tradicionais como Chapeuzinho Vermelho, João e Maria, Cinderela e A Branca de Neve, analisando, principalmente, as características dos personagens.

Depois de estudar o enredo e a estrutura canônica das histórias, cada aluno escolheu um dos contos para reescrever, assumindo o ponto de vista de um dos personagens para ser o narrador. A primeira versão produzida foi lida por colegas da própria turma, que realizaram um trabalho muito rico de revisão, levantando questões para que o aluno-autor pudesse melhorar a narrativa na segunda versão. O resultado final foi a produção de textos como o de Cristian, que escolheu contar a história da Chapeuzinho Vermelho, tendo o lobo como narrador.

Leia a apresentação de slides usada por Ana Siro na palestra: parte 1 e parte 2.

Quer saber mais?

BIBLIOGRAFIA

Narrar por escrito do ponto de vista de um personagem, Emilia Ferreiro e Ana Siro, 168 págs., Ed. Ática, tel. 0800-115152, R$ 34,90

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias