Como ajudar uma garota insegura, que pede confirmação para tudo o que faz?

Autoconfiança

POR:
NOVA ESCOLA
Telma Vinha. Foto: Marina Piedade E agora, Telma?

Telma Vinha é professora de Psicologia Educacional na Unicamp e tira dúvidas sobre comportamento.

Clique aqui para mandar a sua dúvida

Pergunta enviada por Selma Rodriguez, São Paulo

Crianças assim, normalmente, são muito exigentes consigo mesmas e têm dificuldade para lidar com situações em que erram ou não atendem às expectativas dos outros. Críticas excessivas contribuem para torná-las inseguras, com receio de ter iniciativa ou tomar decisões. O mesmo acontece com o uso frequente de elogios valorativos - relacionados à personalidade. Dizer constantemente a uma aluna que ela é inteligente, comportada ou caprichosa, apesar de soar agradável, pode causar dependência, fazendo com que ela aja visando o reconhecimento do outro. Na tentativa de agradar o professor e obter aprovação, a garota pede retornos frequentes. E, se a resposta positiva não vem, se decepciona. Em situações como essa, a criança precisa do julgamento exterior para se sentir valorizada, pois não desenvolveu a capacidade de avaliar a si própria. Para ajudá-la, sugiro que você evite responder aos questionamentos e devolva a pergunta: "O que você acha da forma como resolveu a tarefa?". Quando sua avaliação for necessária, use uma linguagem descritiva e evite julgar a personalidade da criança: "Essa sua ideia de separar as anotações em tópicos tornou a leitura mais fácil". Opte, também, por atividades em que a validação das respostas possa ser feita pelos próprios alunos, valorize o esforço e estimule as diferentes resoluções e as trocas entre eles, acolhendo as ideias apresentadas. Com esse fortalecimento da autoconfiança, a estudante perceberá que suas produções e ações são respeitadas e legitimadas. Ela passará, assim, a agir cada vez mais por si mesma, diminuindo progressivamente a solicitação de aprovação exterior.

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias