17717
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 7º ano > A organização do poder e as dinâmicas do mundo colonial americano

Plano de aula - A burguesia no Estado Moderno

Plano de aula de História com atividades para 7º ano do EF sobre A burguesia no Estado Moderno

Plano 03 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Julia Bittencourt Barbosa Correa

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF07HI07, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Para a realização desta aula, você irá precisar de:

  • Projetor de slides.
  • imagens impressas.
  • Textos impressos para análise.
  • Caderno, lápis, caneta, borracha.

Material complementar:

Para você saber mais: Aqui estão sugestões de leitura caso ache necessário aprofundar seus conhecimentos sobre o assunto.

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Leia coletivamente o objetivo da aula com a sala, se for possível, projetando o slide. Se não for possível projetá-lo, escreva o objetivo no quadro e oriente os alunos a copiá-lo nos cadernos. Certifique-se de que todos compreenderam e sane as eventuais dúvidas que possam aparecer.

Para você saber mais: Aqui estão sugestões de leitura caso ache necessário aprofundar seus conhecimentos sobre o assunto.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos.

Orientações: Nesta etapa você irá introduzir a discussão com os alunos. Para isso, os alunos deverão realizar uma análise de duas fontes de imagens, um meme que ilustra a crise do feudalismo e o surgimento da burguesia e um quadro O cambista e a sua esposa, de Quentin Matsys.

  • Separe as salas em grupos de até cinco alunos e distribua as imagens impressas para cada grupo.

Link para impressão: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/SPQ7RHeWaRgb8krDYk8684qYXncHqaDkSZxmSxyqZFErQSUXfQsPKBRkxJfe/his7-07und03-imagens-contexto.pdf

  • Oriente os alunos a realizar a análise das imagens, reparando nas diferenças entre as duas, inclusive na linguagem utilizada. Comente que o meme faz uma sátira à crise do feudalismo e à ascensão da burguesia enquanto classe social. Aqui os alunos devem identificar que o personagem representado no meme é, provavelmente, um senhor feudal, que se preocupa com a crise no campo.
  • Na segunda imagem auxilie os alunos na análise, apontando os elementos presentes no quadro que são representativos da classe burguesa durante o Estado Moderno. Os alunos devem conseguir identificar a burguesia, neste contexto, como uma classe mercantil, ou seja, ligada ao comércio e a forma como isso está representado no quadro com o homem - “o cambista” - contando as moedas junto com sua esposa.

É importante que os alunos consigam compreender a relação da crise do feudalismo com a ascensão da burguesia enquanto classe social, e também conseguir contextualizar o papel social que a burguesia cumpre neste momento da História, sendo uma classe sem poder político estabelecido e fortemente ligada ao comércio. É necessário que haja essa contextualização, pois os alunos tendem a compreender o conceito de burguesia à partir da ideia e função social contemporânea da mesma.

Para você saber mais: Aqui estão sugestões de leitura para caso ache necessário aprofundar seus conhecimentos sobre o assunto.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Nesta etapa você irá introduzir a discussão com os alunos. Para isso, os alunos deverão realizar uma análise de duas fontes de imagens,
um meme que ilustra a crise do feudalismo e o surgimento da burguesia e um quadro O cambista e a sua esposa, de Quentin Matsys.

  • Separe as salas em grupos de até cinco alunos e distribua as imagens impressas para cada grupo.

Link para impressão: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/SPQ7RHeWaRgb8krDYk8684qYXncHqaDkSZxmSxyqZFErQSUXfQsPKBRkxJfe/his7-07und03-imagens-contexto.pdf

  • Oriente os alunos a realizar a análise das imagens, reparando nas diferenças entre as duas, inclusive na linguagem utilizada. Comente que o meme faz uma sátira à crise do feudalismo e à ascensão da burguesia enquanto classe social. Aqui os alunos devem identificar que o personagem representado no meme é, provavelmente, um senhor feudal, que se preocupa com a crise no campo.
  • Na segunda imagem auxilie os alunos na análise, apontando os elementos presentes no quadro que são representativos da classe burguesa durante o Estado Moderno. Os alunos devem conseguir identificar a burguesia, neste contexto, como uma classe mercantil, ou seja, ligada ao comércio e a forma como isso está representado no quadro com o homem - “o cambista” - contando as moedas junto com sua esposa.

É importante que os alunos consigam compreender a relação da crise do feudalismo com a ascensão da burguesia enquanto classe social, e também conseguir contextualizar o papel social que a burguesia cumpre neste momento da História, sendo uma classe sem poder político estabelecido e fortemente ligada ao comércio. É necessário que haja esta contextualização, pois os alunos tendem a compreender o conceito de burguesia à partir da ideia e função social contemporânea da mesma.

Para você saber mais: Aqui estão sugestões de leitura caso ache necessário aprofundar seus conhecimentos sobre o assunto.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Nesta etapa os alunos devem aprofundar a discussão proposta para esta aula, para isso irão realizar a análise de fonte textual sobre as origens da burguesia dentro do Estado Moderno Absolutista.

  • Ainda com a sala dividida em grupos, distribua os textos para leitura e análise impressos para cada grupo.

Link para impressão: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/K8gcUhF3pedfhXCwsV8RXjjcJStV6zPGK9nvhssU8nvwzvqBcbxDNNfJ2Fwa/his7-07und03-texto-problematizacao.pdf

  • Oriente os grupos a realizar a leitura coletiva, garantindo que todos do grupo participem da atividade de leitura e análise do documento histórico.
  • Auxilie os alunos na leitura, esclarecendo eventuais dúvidas.
  • Questione se há alguma palavra ou expressão nos textos que eles não conheçam o significado e ajude com as definições. Há um Glossário que contém possíveis palavras e expressões que possam gerar dúvidas nos alunos e que você pode usar, imprimindo e distribuindo uma cópia para
    cada grupo. Caso seja possível, você também pode orientá-los a usar dicionários para pesquisar os significados das palavras desconhecidas.

Link para impressão:

  • Ajude os alunos na análise das fontes, apontando trechos importantes dos textos que devem ser lidos com mais atenção, por exemplo
  • Texto 1: “Simultaneamente, porém, a aristocracia tinha que se adaptar a um segundo antagonista: a burguesia mercantil que se desenvolvera nas cidades medievais”. Aqui, relembre os alunos sobre como eram organizadas as cidades medievais, surgidas dos burgos, e relacione com a imagem analisada durante o contexto, o meme que sugere a crise do feudalismo e a ascensão da burguesia. Os alunos deverão compreender que a burguesia dentro do Estado Moderno Absolutista, apesar de não possuir os poderes políticos e privilégios da nobreza, originária da aristocracia feudal, é determinante na configuração do Estado Moderno, sendo um dos alicerces para sua formação e consolidação.
  • Texto 2: “Mas ela foi secundariamente sobredeterminada pela ascensão de uma burguesia urbana que, depois de uma série de avanços técnicos e comerciais, evoluía agora em direção às manufaturas pré-industriais numa escala considerável”. Aqui, novamente os alunos deverão perceber a importância da função social da burguesia dentro da formação das monarquias européias. Além disso, é importante que os grupos consigam relacionar com o quadro analisado onde retrata a classe burguesa ligada ao comércio, como narra o texto ser a função social da mesma.

É importante que você reforce como no processo de transição do feudalismo para o Estado Moderno há um fenômeno de fortalecimento das cidades medievais que tinham como base a burguesia mercantil, que se consolida no Estado Absolutista como classe determinante para a manutenção do equilíbrio das monarquias europeias.

Para você saber mais: Aqui estão sugestões de leitura para caso ache necessário aprofundar seus conhecimentos sobre o assunto.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Nesta etapa os alunos devem aprofundar a discussão proposta para esta aula, para isso irão realizar a análise de fonte textual sobre as origens da burguesia dentro do Estado Moderno Absolutista.

  • Ainda com a sala dividida em grupos, distribua os textos para leitura e análise impressos para cada grupo.

Link para impressão: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/K8gcUhF3pedfhXCwsV8RXjjcJStV6zPGK9nvhssU8nvwzvqBcbxDNNfJ2Fwa/his7-07und03-texto-problematizacao.pdf

  • Oriente os grupos a realizar a leitura coletiva, garantindo que todos do grupo participem da atividade de leitura e análise do documento histórico.
  • Auxilie os alunos na leitura, esclarecendo eventuais dúvidas.
  • Questione se há alguma palavra ou expressão nos textos que eles não conheçam o significado e ajude com as definições. Há um Glossário que contém possíveis palavras e expressões que possam gerar dúvidas nos alunos e que você pode usar, imprimindo e distribuindo uma cópia para cada grupo. Caso seja possível, você também pode orientá-los a usar dicionários para pesquisar os significados das palavras desconhecidas.

Link para impressão:

  • Ajude os alunos na análise das fontes, apontando trechos importantes dos textos que devem ser lidos com mais atenção, por exemplo
  • Texto 1: “Simultaneamente, porém, a aristocracia tinha que se adaptar a um segundo antagonista: a burguesia mercantil que se desenvolvera nas cidades medievais”. Aqui, relembre os alunos sobre como eram organizadas as cidades medievais, surgidas dos burgos, e relacione com a imagem analisada durante o Contexto, o meme que sugere a crise do feudalismo e a ascensão da burguesia. Os alunos deverão compreender que a burguesia dentro do Estado Moderno Absolutista, apesar de não possuir os poderes políticos e privilégios da nobreza, originária da aristocracia feudal, é determinante na configuração do Estado Moderno, sendo um dos alicerces para sua formação e consolidação.
  • Texto 2: “Mas ela foi secundariamente sobredeterminada pela ascensão de uma burguesia urbana que, depois de uma série de avanços técnicos e comerciais, evoluía agora em direção às manufaturas pré-industriais numa escala considerável”. Aqui, novamente os alunos deverão perceber a importância da função social da burguesia dentro da formação das monarquias européias. Além disso, é importante que os grupos consigam relacionar com o quadro analisado onde retrata a classe burguesa ligada ao comércio, como narra o texto ser a função social da mesma.

É importante que você reforce como no processo de transição do feudalismo para o Estado Moderno há um fenômeno de fortalecimento das cidades medievais que tinham como base a burguesia mercantil, que se consolida no Estado Absolutista como classe determinante para a manutenção do
equilíbrio das monarquias europeias.

Para você saber mais: Aqui estão sugestões de leitura para caso ache necessário aprofundar seus conhecimentos sobre o assunto.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações: Nesta etapa os alunos devem realizar uma atividade que sintetize os conhecimentos adquiridos durante as reflexões da aula. Os grupos deverão, então, criar uma história em quadrinhos que conte o papel da burguesia dentro do Estado Absolutista Moderno. Eles podem, por exemplo, criar uma narrativa sobre o cotidiano de uma família burguesa no século XVI, ligada ao comércio. Os grupos devem criar de forma livre e coletiva, garantindo que todos participem do processo de elaboração da história. É importante que o quadrinho aborde a função social da classe burguesa dentro dos Estados monárquicos, abrangendo desde o seu surgimento até sua evolução enquanto classe social. Após o término da atividade, o professor pode agrupar todos os quadrinhos formando um gibi, onde todos possam ler as histórias criadas pelos grupos.

Para você saber mais: Aqui estão sugestões de leitura para caso ache necessário aprofundar seus conhecimentos sobre o assunto.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF07HI07, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Para a realização desta aula, você irá precisar de:

  • Projetor de slides.
  • imagens impressas.
  • Textos impressos para análise.
  • Caderno, lápis, caneta, borracha.

Material complementar:

Para você saber mais: Aqui estão sugestões de leitura caso ache necessário aprofundar seus conhecimentos sobre o assunto.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Leia coletivamente o objetivo da aula com a sala, se for possível, projetando o slide. Se não for possível projetá-lo, escreva o objetivo no quadro e oriente os alunos a copiá-lo nos cadernos. Certifique-se de que todos compreenderam e sane as eventuais dúvidas que possam aparecer.

Para você saber mais: Aqui estão sugestões de leitura caso ache necessário aprofundar seus conhecimentos sobre o assunto.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos.

Orientações: Nesta etapa você irá introduzir a discussão com os alunos. Para isso, os alunos deverão realizar uma análise de duas fontes de imagens, um meme que ilustra a crise do feudalismo e o surgimento da burguesia e um quadro O cambista e a sua esposa, de Quentin Matsys.

  • Separe as salas em grupos de até cinco alunos e distribua as imagens impressas para cada grupo.

Link para impressão: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/SPQ7RHeWaRgb8krDYk8684qYXncHqaDkSZxmSxyqZFErQSUXfQsPKBRkxJfe/his7-07und03-imagens-contexto.pdf

  • Oriente os alunos a realizar a análise das imagens, reparando nas diferenças entre as duas, inclusive na linguagem utilizada. Comente que o meme faz uma sátira à crise do feudalismo e à ascensão da burguesia enquanto classe social. Aqui os alunos devem identificar que o personagem representado no meme é, provavelmente, um senhor feudal, que se preocupa com a crise no campo.
  • Na segunda imagem auxilie os alunos na análise, apontando os elementos presentes no quadro que são representativos da classe burguesa durante o Estado Moderno. Os alunos devem conseguir identificar a burguesia, neste contexto, como uma classe mercantil, ou seja, ligada ao comércio e a forma como isso está representado no quadro com o homem - “o cambista” - contando as moedas junto com sua esposa.

É importante que os alunos consigam compreender a relação da crise do feudalismo com a ascensão da burguesia enquanto classe social, e também conseguir contextualizar o papel social que a burguesia cumpre neste momento da História, sendo uma classe sem poder político estabelecido e fortemente ligada ao comércio. É necessário que haja essa contextualização, pois os alunos tendem a compreender o conceito de burguesia à partir da ideia e função social contemporânea da mesma.

Para você saber mais: Aqui estão sugestões de leitura para caso ache necessário aprofundar seus conhecimentos sobre o assunto.

Slide Plano Aula

Orientações: Nesta etapa você irá introduzir a discussão com os alunos. Para isso, os alunos deverão realizar uma análise de duas fontes de imagens,
um meme que ilustra a crise do feudalismo e o surgimento da burguesia e um quadro O cambista e a sua esposa, de Quentin Matsys.

  • Separe as salas em grupos de até cinco alunos e distribua as imagens impressas para cada grupo.

Link para impressão: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/SPQ7RHeWaRgb8krDYk8684qYXncHqaDkSZxmSxyqZFErQSUXfQsPKBRkxJfe/his7-07und03-imagens-contexto.pdf

  • Oriente os alunos a realizar a análise das imagens, reparando nas diferenças entre as duas, inclusive na linguagem utilizada. Comente que o meme faz uma sátira à crise do feudalismo e à ascensão da burguesia enquanto classe social. Aqui os alunos devem identificar que o personagem representado no meme é, provavelmente, um senhor feudal, que se preocupa com a crise no campo.
  • Na segunda imagem auxilie os alunos na análise, apontando os elementos presentes no quadro que são representativos da classe burguesa durante o Estado Moderno. Os alunos devem conseguir identificar a burguesia, neste contexto, como uma classe mercantil, ou seja, ligada ao comércio e a forma como isso está representado no quadro com o homem - “o cambista” - contando as moedas junto com sua esposa.

É importante que os alunos consigam compreender a relação da crise do feudalismo com a ascensão da burguesia enquanto classe social, e também conseguir contextualizar o papel social que a burguesia cumpre neste momento da História, sendo uma classe sem poder político estabelecido e fortemente ligada ao comércio. É necessário que haja esta contextualização, pois os alunos tendem a compreender o conceito de burguesia à partir da ideia e função social contemporânea da mesma.

Para você saber mais: Aqui estão sugestões de leitura caso ache necessário aprofundar seus conhecimentos sobre o assunto.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Nesta etapa os alunos devem aprofundar a discussão proposta para esta aula, para isso irão realizar a análise de fonte textual sobre as origens da burguesia dentro do Estado Moderno Absolutista.

  • Ainda com a sala dividida em grupos, distribua os textos para leitura e análise impressos para cada grupo.

Link para impressão: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/K8gcUhF3pedfhXCwsV8RXjjcJStV6zPGK9nvhssU8nvwzvqBcbxDNNfJ2Fwa/his7-07und03-texto-problematizacao.pdf

  • Oriente os grupos a realizar a leitura coletiva, garantindo que todos do grupo participem da atividade de leitura e análise do documento histórico.
  • Auxilie os alunos na leitura, esclarecendo eventuais dúvidas.
  • Questione se há alguma palavra ou expressão nos textos que eles não conheçam o significado e ajude com as definições. Há um Glossário que contém possíveis palavras e expressões que possam gerar dúvidas nos alunos e que você pode usar, imprimindo e distribuindo uma cópia para
    cada grupo. Caso seja possível, você também pode orientá-los a usar dicionários para pesquisar os significados das palavras desconhecidas.

Link para impressão:

  • Ajude os alunos na análise das fontes, apontando trechos importantes dos textos que devem ser lidos com mais atenção, por exemplo
  • Texto 1: “Simultaneamente, porém, a aristocracia tinha que se adaptar a um segundo antagonista: a burguesia mercantil que se desenvolvera nas cidades medievais”. Aqui, relembre os alunos sobre como eram organizadas as cidades medievais, surgidas dos burgos, e relacione com a imagem analisada durante o contexto, o meme que sugere a crise do feudalismo e a ascensão da burguesia. Os alunos deverão compreender que a burguesia dentro do Estado Moderno Absolutista, apesar de não possuir os poderes políticos e privilégios da nobreza, originária da aristocracia feudal, é determinante na configuração do Estado Moderno, sendo um dos alicerces para sua formação e consolidação.
  • Texto 2: “Mas ela foi secundariamente sobredeterminada pela ascensão de uma burguesia urbana que, depois de uma série de avanços técnicos e comerciais, evoluía agora em direção às manufaturas pré-industriais numa escala considerável”. Aqui, novamente os alunos deverão perceber a importância da função social da burguesia dentro da formação das monarquias européias. Além disso, é importante que os grupos consigam relacionar com o quadro analisado onde retrata a classe burguesa ligada ao comércio, como narra o texto ser a função social da mesma.

É importante que você reforce como no processo de transição do feudalismo para o Estado Moderno há um fenômeno de fortalecimento das cidades medievais que tinham como base a burguesia mercantil, que se consolida no Estado Absolutista como classe determinante para a manutenção do equilíbrio das monarquias europeias.

Para você saber mais: Aqui estão sugestões de leitura para caso ache necessário aprofundar seus conhecimentos sobre o assunto.

Slide Plano Aula

Orientações: Nesta etapa os alunos devem aprofundar a discussão proposta para esta aula, para isso irão realizar a análise de fonte textual sobre as origens da burguesia dentro do Estado Moderno Absolutista.

  • Ainda com a sala dividida em grupos, distribua os textos para leitura e análise impressos para cada grupo.

Link para impressão: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/K8gcUhF3pedfhXCwsV8RXjjcJStV6zPGK9nvhssU8nvwzvqBcbxDNNfJ2Fwa/his7-07und03-texto-problematizacao.pdf

  • Oriente os grupos a realizar a leitura coletiva, garantindo que todos do grupo participem da atividade de leitura e análise do documento histórico.
  • Auxilie os alunos na leitura, esclarecendo eventuais dúvidas.
  • Questione se há alguma palavra ou expressão nos textos que eles não conheçam o significado e ajude com as definições. Há um Glossário que contém possíveis palavras e expressões que possam gerar dúvidas nos alunos e que você pode usar, imprimindo e distribuindo uma cópia para cada grupo. Caso seja possível, você também pode orientá-los a usar dicionários para pesquisar os significados das palavras desconhecidas.

Link para impressão:

  • Ajude os alunos na análise das fontes, apontando trechos importantes dos textos que devem ser lidos com mais atenção, por exemplo
  • Texto 1: “Simultaneamente, porém, a aristocracia tinha que se adaptar a um segundo antagonista: a burguesia mercantil que se desenvolvera nas cidades medievais”. Aqui, relembre os alunos sobre como eram organizadas as cidades medievais, surgidas dos burgos, e relacione com a imagem analisada durante o Contexto, o meme que sugere a crise do feudalismo e a ascensão da burguesia. Os alunos deverão compreender que a burguesia dentro do Estado Moderno Absolutista, apesar de não possuir os poderes políticos e privilégios da nobreza, originária da aristocracia feudal, é determinante na configuração do Estado Moderno, sendo um dos alicerces para sua formação e consolidação.
  • Texto 2: “Mas ela foi secundariamente sobredeterminada pela ascensão de uma burguesia urbana que, depois de uma série de avanços técnicos e comerciais, evoluía agora em direção às manufaturas pré-industriais numa escala considerável”. Aqui, novamente os alunos deverão perceber a importância da função social da burguesia dentro da formação das monarquias européias. Além disso, é importante que os grupos consigam relacionar com o quadro analisado onde retrata a classe burguesa ligada ao comércio, como narra o texto ser a função social da mesma.

É importante que você reforce como no processo de transição do feudalismo para o Estado Moderno há um fenômeno de fortalecimento das cidades medievais que tinham como base a burguesia mercantil, que se consolida no Estado Absolutista como classe determinante para a manutenção do
equilíbrio das monarquias europeias.

Para você saber mais: Aqui estão sugestões de leitura para caso ache necessário aprofundar seus conhecimentos sobre o assunto.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações: Nesta etapa os alunos devem realizar uma atividade que sintetize os conhecimentos adquiridos durante as reflexões da aula. Os grupos deverão, então, criar uma história em quadrinhos que conte o papel da burguesia dentro do Estado Absolutista Moderno. Eles podem, por exemplo, criar uma narrativa sobre o cotidiano de uma família burguesa no século XVI, ligada ao comércio. Os grupos devem criar de forma livre e coletiva, garantindo que todos participem do processo de elaboração da história. É importante que o quadrinho aborde a função social da classe burguesa dentro dos Estados monárquicos, abrangendo desde o seu surgimento até sua evolução enquanto classe social. Após o término da atividade, o professor pode agrupar todos os quadrinhos formando um gibi, onde todos possam ler as histórias criadas pelos grupos.

Para você saber mais: Aqui estão sugestões de leitura para caso ache necessário aprofundar seus conhecimentos sobre o assunto.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE A organização do poder e as dinâmicas do mundo colonial americano do 7º ano :

MAIS AULAS DE História do 7º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF07HI07 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano