16371
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 9º ano > O nascimento da República no Brasil e os processos históricos até a metade do século XX

Plano de aula - Greves e movimento operário na Primeira República no Brasil

Plano de aula de História com atividades para 9º ano do EF sobre Greves e movimento operário na Primeira República no Brasil

Plano 01 de 2 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Guilherme Gonzaga Bento

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF09HI09 de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Cópias impressas dos textos do material complementar; folhas em branco; fita adesiva; data show se possível, mas não é obrigatório, podendo ser utilizado o quadro.

Material complementar:

Notícia: “Trabalhadores fazem menos greve em 2017; 81% são por direitos descumpridos”.

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/e4XDSNSC6PtUzj35YED3VVqNjhpHeW9xaWZPENsUUKz3UbcUHhqV4848uJKJ/his9-09und01-trabalhadores-fazem-menos-greve-em-2017-81-sao-por-direitos-descumpridos.pdf

Veiculada na plataforma online da revista Veja, na seção de economia, no dia 18 de setembro de 2018.

Trechos da Notícia: “O porquê das Gréves”, veiculada no Jornal “A Plebe” em 09 de julho de 1917.

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/BkXPXh4NMBNRajurmU2F34abPVauerKSTDYFNgdvkQPsK2yUgscf5FBaxQqu/his9-09und01-o-porque-das-greves.pdf

“A Plebe” foi um jornal anarquista lançado em São Paulo em 1917, sob o comando do líder anarquista Edgard Leuenroth. Se colocava como um periódico destinado a luta dos trabalhadores contra a opressão e a miséria no Brasil, participando ativamente da greve geral de 1917, sendo extinto em 1951.

Tabela Comparativa entre a Fonte 1 (Contexto) e a Fonte 2 (Problematização):

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/uteVNyhaQTqWA33yfxTetYF3sBEAvhQHKRgCEh3rp3zUba3dYesEQ9HEscqa/his9-09und01.pdf

Desenvolvida para ser adaptada para o professor.

Para você saber mais:

Para conhecer mais sobre o Jornal “A Plebe”, acesse:

https://cpdoc.fgv.br/sites/default/files/verbetes/primeira-republica/PLEBE,%20A.pdf (Acesso em 13 de fevereiro de 2019)

Para a notícia “O porquê das Gréves” completa, acesse:

https://bibdig.biblioteca.unesp.br/bitstream/handle/10/7045/a-plebe-1917-0005.pdf?sequence=2&isAllowed=y (Acesso em 13 de fevereiro de 2019)

Para a definição do conceito de anarco-sindicalismo, acesse:

http://www.histedbr.fe.unicamp.br/navegando/glossario/verb_c_anarco_sindicalismo.htm (Acesso em 13 de fevereiro de 2019)

Para mais informações sobre o Movimento operário e o anarco-sindicalismo na Primeira República, acesse:

https://historiadomundo.uol.com.br/idade-contemporanea/anarquismo-na-republica-velha.htm (Acesso em 13 de fevereiro de 2019)

https://brasilescola.uol.com.br/historiab/movimento-operario-brasileiro.htm (Acesso em 13 de fevereiro de 2019)

Para mais informações sobre o Movimento operário e as greves gerais da década de 1910, consultar:

BATALHA, Cláudio H.M. Formação da classe operária e projetos de identidade coletiva. In: FERREIRA, Jorge; DELGADO, Lucilia de Almeida Neves. (Org.). O Brasil Republicano - O tempo do liberalismo excludente, da Proclamação da República à Revolução de 1930. V. 1. 7ª ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2014. p. 161-189.

FAUSTO, Boris. Os movimentos sociais. In:___. História do Brasil. 13ª ed. São Paulo: Edusp, 2010. p. 295-303.

NAPOLITANO, Marcos. “Questão Social” e o Movimento Operário. In:___. História do Brasil República - da queda da Monarquia ao Fim do Estado Novo. São Paulo: Contexto, 2016. p. 75-80.

SCHWARCZ, Lilia M.; STARLING, Heloisa M. Os outros e nós - as greves operárias sacodem o país. In:___. Brasil - uma Biografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2015. p. 334-337.

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações ao professor: Projete, escreva no quadro ou leia o objetivo da aula apresentando-o aos alunos. A intenção nesse momento é que os alunos conheçam qual a finalidade da aula e o que deverão aprender ao final desta. No entanto, não antecipe nenhuma questão específica que será tratada durante a aula, possibilitando aos alunos construir o conhecimento por conta própria, sendo o professor apenas um mediador dessa construção.

O objetivo central da aula é a partir de um exemplo contemporâneo de greve, compreender os movimentos grevistas da Primeira República, estabelecendo nesse sentido, aproximações e diferenças entre as greves em dois períodos históricos distintos, de forma com que os alunos percebam a importância da greve como meio de conquista e manutenção de direitos dos trabalhadores, de forma que esta deve ser sempre respeitada e compreendida.

Dessa maneira, busque intermediar o processo de aprendizagem, buscando sempre estabelecer essa relação entre greve e conquista e/ou manutenção de direitos, de forma a demonstrar sua importância na luta dos trabalhadores, tanto na Primeira República, quanto nos dias de hoje.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos.

Orientações: Neste momento é hora de estimular o protagonismo do aluno. Sendo assim, não discorra sobre o assunto e sim medeie a reflexão do mesmo com os alunos, visto que estes devem estar no centro do processo de aprendizagem, exercendo seu protagonismo e sua atitude historiadora.

Para tanto, separe a turma em grupos de quatro alunos, de forma que possam se ajudar mutuamente no grupo em que estiverem localizados, orientando-os para que sempre busquem o diálogo, o compartilhamento e a construção conjunta do conhecimento, respeitando a divergência de opiniões.

Entregue impresso a notícia “Trabalhadores fazem menos greve em 2017; 81% são por direitos descumpridos”. O link de acesso para notícia está disponível no endereço eletrônico: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/e4XDSNSC6PtUzj35YED3VVqNjhpHeW9xaWZPENsUUKz3UbcUHhqV4848uJKJ/his9-09und01-trabalhadores-fazem-menos-greve-em-2017-81-sao-por-direitos-descumpridos.pdf . Logo abaixo do print (imagem) contida no arquivo acessado, está o link do site com a notícia completa, que deve ser entregue na íntegra aos alunos, para que a leitura possa ser realizada. A notícia é curta e de rápida leitura, estando localizada no web site da revista Veja e aberta para não assinantes.

Projete a imagem do presente slide; escreva o questionamento nele contido no quadro ou entregue uma folha com a pergunta aos alunos, solicitando que durante a leitura da notícia, eles reflitam acerca do questionamento realizado, e anotem em uma folha em branco uma resposta sintética ao questionamento.

É importante deixar bem claro aos alunos que o tempo de realização da atividade é de 13 minutos, não podendo ser ultrapassado, para que não prejudique o andamento das etapas seguintes da aula.

Nesse momento os alunos devem perceber a importância das greves para a reivindicação da manutenção ou conquista de direitos para os trabalhadores na contemporaneidade, enxergando-as como um instrumentos de luta por parte desses trabalhadores. Nesse sentido devem debater entre o grupo essa relevância e realizar apontamentos sobre a questão, especialmente se atentando aos dados trazidos pela reportagem, que os ajudaram a interpretar os principais motivos das greves nos dias de hoje.

Solicite que os grupos ou cada um dos alunos anotem em uma folha em branco qual é na concepção deles da relação entre as greves e a conquista ou manutenção e direitos, de forma que no desenvolvimento da problematização e principalmente da sistematização possam ter a sua visão de forma objetiva e comparar com o que foi apreendido ao fim da aula.

A percepção sobre a questão da importância das greves na luta pelo direito dos trabalhadores nesse momento é bem contemporânea, e é importante que os alunos possam refletir sobre a questão proposta, baseados nos dados apresentados pela reportagem, a fim de conhecer os objetivos das greves nos dias de hoje, e depois poder comparar se há diferença ou não dos objetivos desse instrumento de luta em um período pretérito, no caso em estudo a Primeira República.

Os alunos podem chegar a conclusão que as greves atualmente tem como grande objetivo a manutenção de direitos, especialmente aqueles que são descumpridos pelas empresas. Se tal conclusão ocorrer, o objetivo dessa etapa da aula estará alcançado.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 18 minutos.

Orientações: Mantenha os grupos formados e entregue os trechos da notícia “O Porquê das Gréves” publicada no Jornal “A Plebe”, disponível no seguinte endereço eletrônico:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/BkXPXh4NMBNRajurmU2F34abPVauerKSTDYFNgdvkQPsK2yUgscf5FBaxQqu/his9-09und01-o-porque-das-greves.pdf

Peça aos alunos que realizem em grupo uma leitura minuciosa do fragmento selecionado, buscando refletir sobre o papel das greves durante a Primeira República e se esses movimentos de reivindicação dos trabalhadores buscavam conquistar ou manter direitos, pensando também sua importância para o movimento operário naquele período histórico, em comparação com os dias de hoje.

Outra alternativa é fazer a leitura em conjunto com os grupos, tendo em vista que, apesar do glossário apresentado junto a notícia (no link indicado acima), há uma grande diferença de grafia da época para a de hoje, bem como palavras com difícil significado. No entanto, é possível optar ou não por realizar a leitura em conjunto com a turma, ou até mesmo se colocar à disposição para esclarecimentos quanto à grafia e o significado das palavras, até mesmo com o fim de estimular a atitude investigativa e historiadora dos alunos.

É importante deixar bem claro aos alunos que o tempo de realização da atividade é de 18 minutos, não podendo ser ultrapassado, para que não prejudique o andamento das etapas seguintes da aula.

Esse momento é destinado para que os alunos mantenham contato com uma fonte histórica, no caso um jornal anarco-sindicalista, que representa a necessidade de realização da greve geral de 1917, como instrumento de luta para a conquista de direitos pelos trabalhadores e o movimento operário durante a Primeira República. Nesse sentido, como já dito, eles serão estimulados a exercer sua atitude historiadora de investigar a partir de uma fonte da época, qual era o significado e a importância da realização de uma greve.

Solicite aos alunos que durante a leitura e análise do documento tenham em mente a pergunta feita no slide, que pode ser projetada no data show; escrita no quadro ou entregue impressa para os grupos. Peça que refletindo sobre o questionamento, anotem em uma folha (pode ser a mesma utilizada no contexto) uma breve resposta possível e coletiva sobre o referido questionamento.

Com o objetivo de facilitar a sistematização, entregue uma tabela comparativa com a observação sobre alguns itens referentes ao contexto geral do tema da aula, ou seja, as greves e sua importância na conquista e manutenção de direitos, tanto nos dias de hoje, quanto no período da Primeira República, realizando assim uma comparação entre a greve nos dois momentos históricos. O modelo de tabela sugerida, mas que pode ser adaptado pelo professor, pode ser encontrado no seguinte endereço eletrônico https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/uteVNyhaQTqWA33yfxTetYF3sBEAvhQHKRgCEh3rp3zUba3dYesEQ9HEscqa/his9-09und01.pdf

A referida tabela, juntamente com as respostas anotadas tanto no contexto (primeira parte da aula) como na problematização (segunda parte da aula) servirão de base para os alunos elaborarem a sistematização (terceira parte da aula) ao final da aula.

Espera-se nesse momento, que os alunos consigam perceber que as greves na Primeira República visavam não só a garantia de manutenção dos poucos direitos existentes para os trabalhadores, mas principalmente a conquista de novos direitos, bem como o fortalecimento do movimento operário. Percebido isso, o objetivo desse momento da aula terá sido atingido. É importante salientar que essa percepção deve partir dos alunos, a partir da análise do documento histórico trabalhado.

Por fim, é importante também que eles realizem o exercício de comparação entre os dois momentos históricos, e para isso a referida tabela auxiliará nesse processo.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 17 minutos.

Orientações: Ainda com os grupos formados, peça aos alunos que criem uma manchete de jornal que traduza o entendimento formado por eles durante a reflexão e análise das fontes trabalhadas anteriormente, ou seja, uma manchete que mostre se as greves hoje e durante a Primeira República possuem alguma importância na manutenção de direitos e na conquista de novos direitos a partir da organização desses movimentos pelos trabalhadores.

Para isso, os alunos devem se utilizar das respostas aos questionamentos realizados na primeira (contexto) e segunda (problematização) parte da aula, bem como da tabela preenchida por eles, de forma a facilitar a elaboração da manchete.

Entregue uma folha em branco para cada um dos grupos, que terão 8 (oito) minutos para elaborar a referida manchete, visando sempre a partir do entendimento construído na leitura das fontes representar na manchete qual o nível de importância das greves para a conquista e/ou manutenção dos direitos dos trabalhadores.

A manchete consiste em um título de notícia, formatado em letras grandes, que normalmente apresenta o texto noticiado ao leitor, sendo um dos principais elementos deste texto jornalístico, deixando isso claro também aos alunos. Tal definição de manchete pode ser escrita no quadro para conhecimento dos alunos.

Após a produção das manchetes pelos alunos, em um momento de compartilhamento coletivo, do entendimento de cada grupo e para o conhecimento das manchetes por todos, chame um integrante de cada grupo para ler rapidamente a manchete e fixá-la em: algum local da sala; em vários locais da sala; ou em algum lugar da escola, de modo a expor por um período determinado, o entendimento da turma sobre a relação entre as greves e a conquista/manutenção de direitos. Assim o compartilhamento e a reflexão sobre o tema será “permanente” e irá além do momento de desenvolvimento da atividade em sala de aula.

É importante deixar bem claro aos alunos que o tempo total de realização da atividade é de 17 minutos, não podendo ser ultrapassado, para que não prejudique a finalização da aula e da atividade proposta.

A sistematização, portanto, deve ser o momento de testar se o objetivo inicial da aula foi atingido, e se os alunos compreenderam a relação das greves operárias na Primeira República com a conquista de direitos, comparando-as com os movimentos grevistas realizados nos dias de hoje.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF09HI09 de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Cópias impressas dos textos do material complementar; folhas em branco; fita adesiva; data show se possível, mas não é obrigatório, podendo ser utilizado o quadro.

Material complementar:

Notícia: “Trabalhadores fazem menos greve em 2017; 81% são por direitos descumpridos”.

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/e4XDSNSC6PtUzj35YED3VVqNjhpHeW9xaWZPENsUUKz3UbcUHhqV4848uJKJ/his9-09und01-trabalhadores-fazem-menos-greve-em-2017-81-sao-por-direitos-descumpridos.pdf

Veiculada na plataforma online da revista Veja, na seção de economia, no dia 18 de setembro de 2018.

Trechos da Notícia: “O porquê das Gréves”, veiculada no Jornal “A Plebe” em 09 de julho de 1917.

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/BkXPXh4NMBNRajurmU2F34abPVauerKSTDYFNgdvkQPsK2yUgscf5FBaxQqu/his9-09und01-o-porque-das-greves.pdf

“A Plebe” foi um jornal anarquista lançado em São Paulo em 1917, sob o comando do líder anarquista Edgard Leuenroth. Se colocava como um periódico destinado a luta dos trabalhadores contra a opressão e a miséria no Brasil, participando ativamente da greve geral de 1917, sendo extinto em 1951.

Tabela Comparativa entre a Fonte 1 (Contexto) e a Fonte 2 (Problematização):

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/uteVNyhaQTqWA33yfxTetYF3sBEAvhQHKRgCEh3rp3zUba3dYesEQ9HEscqa/his9-09und01.pdf

Desenvolvida para ser adaptada para o professor.

Para você saber mais:

Para conhecer mais sobre o Jornal “A Plebe”, acesse:

https://cpdoc.fgv.br/sites/default/files/verbetes/primeira-republica/PLEBE,%20A.pdf (Acesso em 13 de fevereiro de 2019)

Para a notícia “O porquê das Gréves” completa, acesse:

https://bibdig.biblioteca.unesp.br/bitstream/handle/10/7045/a-plebe-1917-0005.pdf?sequence=2&isAllowed=y (Acesso em 13 de fevereiro de 2019)

Para a definição do conceito de anarco-sindicalismo, acesse:

http://www.histedbr.fe.unicamp.br/navegando/glossario/verb_c_anarco_sindicalismo.htm (Acesso em 13 de fevereiro de 2019)

Para mais informações sobre o Movimento operário e o anarco-sindicalismo na Primeira República, acesse:

https://historiadomundo.uol.com.br/idade-contemporanea/anarquismo-na-republica-velha.htm (Acesso em 13 de fevereiro de 2019)

https://brasilescola.uol.com.br/historiab/movimento-operario-brasileiro.htm (Acesso em 13 de fevereiro de 2019)

Para mais informações sobre o Movimento operário e as greves gerais da década de 1910, consultar:

BATALHA, Cláudio H.M. Formação da classe operária e projetos de identidade coletiva. In: FERREIRA, Jorge; DELGADO, Lucilia de Almeida Neves. (Org.). O Brasil Republicano - O tempo do liberalismo excludente, da Proclamação da República à Revolução de 1930. V. 1. 7ª ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2014. p. 161-189.

FAUSTO, Boris. Os movimentos sociais. In:___. História do Brasil. 13ª ed. São Paulo: Edusp, 2010. p. 295-303.

NAPOLITANO, Marcos. “Questão Social” e o Movimento Operário. In:___. História do Brasil República - da queda da Monarquia ao Fim do Estado Novo. São Paulo: Contexto, 2016. p. 75-80.

SCHWARCZ, Lilia M.; STARLING, Heloisa M. Os outros e nós - as greves operárias sacodem o país. In:___. Brasil - uma Biografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2015. p. 334-337.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações ao professor: Projete, escreva no quadro ou leia o objetivo da aula apresentando-o aos alunos. A intenção nesse momento é que os alunos conheçam qual a finalidade da aula e o que deverão aprender ao final desta. No entanto, não antecipe nenhuma questão específica que será tratada durante a aula, possibilitando aos alunos construir o conhecimento por conta própria, sendo o professor apenas um mediador dessa construção.

O objetivo central da aula é a partir de um exemplo contemporâneo de greve, compreender os movimentos grevistas da Primeira República, estabelecendo nesse sentido, aproximações e diferenças entre as greves em dois períodos históricos distintos, de forma com que os alunos percebam a importância da greve como meio de conquista e manutenção de direitos dos trabalhadores, de forma que esta deve ser sempre respeitada e compreendida.

Dessa maneira, busque intermediar o processo de aprendizagem, buscando sempre estabelecer essa relação entre greve e conquista e/ou manutenção de direitos, de forma a demonstrar sua importância na luta dos trabalhadores, tanto na Primeira República, quanto nos dias de hoje.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos.

Orientações: Neste momento é hora de estimular o protagonismo do aluno. Sendo assim, não discorra sobre o assunto e sim medeie a reflexão do mesmo com os alunos, visto que estes devem estar no centro do processo de aprendizagem, exercendo seu protagonismo e sua atitude historiadora.

Para tanto, separe a turma em grupos de quatro alunos, de forma que possam se ajudar mutuamente no grupo em que estiverem localizados, orientando-os para que sempre busquem o diálogo, o compartilhamento e a construção conjunta do conhecimento, respeitando a divergência de opiniões.

Entregue impresso a notícia “Trabalhadores fazem menos greve em 2017; 81% são por direitos descumpridos”. O link de acesso para notícia está disponível no endereço eletrônico: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/e4XDSNSC6PtUzj35YED3VVqNjhpHeW9xaWZPENsUUKz3UbcUHhqV4848uJKJ/his9-09und01-trabalhadores-fazem-menos-greve-em-2017-81-sao-por-direitos-descumpridos.pdf . Logo abaixo do print (imagem) contida no arquivo acessado, está o link do site com a notícia completa, que deve ser entregue na íntegra aos alunos, para que a leitura possa ser realizada. A notícia é curta e de rápida leitura, estando localizada no web site da revista Veja e aberta para não assinantes.

Projete a imagem do presente slide; escreva o questionamento nele contido no quadro ou entregue uma folha com a pergunta aos alunos, solicitando que durante a leitura da notícia, eles reflitam acerca do questionamento realizado, e anotem em uma folha em branco uma resposta sintética ao questionamento.

É importante deixar bem claro aos alunos que o tempo de realização da atividade é de 13 minutos, não podendo ser ultrapassado, para que não prejudique o andamento das etapas seguintes da aula.

Nesse momento os alunos devem perceber a importância das greves para a reivindicação da manutenção ou conquista de direitos para os trabalhadores na contemporaneidade, enxergando-as como um instrumentos de luta por parte desses trabalhadores. Nesse sentido devem debater entre o grupo essa relevância e realizar apontamentos sobre a questão, especialmente se atentando aos dados trazidos pela reportagem, que os ajudaram a interpretar os principais motivos das greves nos dias de hoje.

Solicite que os grupos ou cada um dos alunos anotem em uma folha em branco qual é na concepção deles da relação entre as greves e a conquista ou manutenção e direitos, de forma que no desenvolvimento da problematização e principalmente da sistematização possam ter a sua visão de forma objetiva e comparar com o que foi apreendido ao fim da aula.

A percepção sobre a questão da importância das greves na luta pelo direito dos trabalhadores nesse momento é bem contemporânea, e é importante que os alunos possam refletir sobre a questão proposta, baseados nos dados apresentados pela reportagem, a fim de conhecer os objetivos das greves nos dias de hoje, e depois poder comparar se há diferença ou não dos objetivos desse instrumento de luta em um período pretérito, no caso em estudo a Primeira República.

Os alunos podem chegar a conclusão que as greves atualmente tem como grande objetivo a manutenção de direitos, especialmente aqueles que são descumpridos pelas empresas. Se tal conclusão ocorrer, o objetivo dessa etapa da aula estará alcançado.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 18 minutos.

Orientações: Mantenha os grupos formados e entregue os trechos da notícia “O Porquê das Gréves” publicada no Jornal “A Plebe”, disponível no seguinte endereço eletrônico:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/BkXPXh4NMBNRajurmU2F34abPVauerKSTDYFNgdvkQPsK2yUgscf5FBaxQqu/his9-09und01-o-porque-das-greves.pdf

Peça aos alunos que realizem em grupo uma leitura minuciosa do fragmento selecionado, buscando refletir sobre o papel das greves durante a Primeira República e se esses movimentos de reivindicação dos trabalhadores buscavam conquistar ou manter direitos, pensando também sua importância para o movimento operário naquele período histórico, em comparação com os dias de hoje.

Outra alternativa é fazer a leitura em conjunto com os grupos, tendo em vista que, apesar do glossário apresentado junto a notícia (no link indicado acima), há uma grande diferença de grafia da época para a de hoje, bem como palavras com difícil significado. No entanto, é possível optar ou não por realizar a leitura em conjunto com a turma, ou até mesmo se colocar à disposição para esclarecimentos quanto à grafia e o significado das palavras, até mesmo com o fim de estimular a atitude investigativa e historiadora dos alunos.

É importante deixar bem claro aos alunos que o tempo de realização da atividade é de 18 minutos, não podendo ser ultrapassado, para que não prejudique o andamento das etapas seguintes da aula.

Esse momento é destinado para que os alunos mantenham contato com uma fonte histórica, no caso um jornal anarco-sindicalista, que representa a necessidade de realização da greve geral de 1917, como instrumento de luta para a conquista de direitos pelos trabalhadores e o movimento operário durante a Primeira República. Nesse sentido, como já dito, eles serão estimulados a exercer sua atitude historiadora de investigar a partir de uma fonte da época, qual era o significado e a importância da realização de uma greve.

Solicite aos alunos que durante a leitura e análise do documento tenham em mente a pergunta feita no slide, que pode ser projetada no data show; escrita no quadro ou entregue impressa para os grupos. Peça que refletindo sobre o questionamento, anotem em uma folha (pode ser a mesma utilizada no contexto) uma breve resposta possível e coletiva sobre o referido questionamento.

Com o objetivo de facilitar a sistematização, entregue uma tabela comparativa com a observação sobre alguns itens referentes ao contexto geral do tema da aula, ou seja, as greves e sua importância na conquista e manutenção de direitos, tanto nos dias de hoje, quanto no período da Primeira República, realizando assim uma comparação entre a greve nos dois momentos históricos. O modelo de tabela sugerida, mas que pode ser adaptado pelo professor, pode ser encontrado no seguinte endereço eletrônico https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/uteVNyhaQTqWA33yfxTetYF3sBEAvhQHKRgCEh3rp3zUba3dYesEQ9HEscqa/his9-09und01.pdf

A referida tabela, juntamente com as respostas anotadas tanto no contexto (primeira parte da aula) como na problematização (segunda parte da aula) servirão de base para os alunos elaborarem a sistematização (terceira parte da aula) ao final da aula.

Espera-se nesse momento, que os alunos consigam perceber que as greves na Primeira República visavam não só a garantia de manutenção dos poucos direitos existentes para os trabalhadores, mas principalmente a conquista de novos direitos, bem como o fortalecimento do movimento operário. Percebido isso, o objetivo desse momento da aula terá sido atingido. É importante salientar que essa percepção deve partir dos alunos, a partir da análise do documento histórico trabalhado.

Por fim, é importante também que eles realizem o exercício de comparação entre os dois momentos históricos, e para isso a referida tabela auxiliará nesse processo.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 17 minutos.

Orientações: Ainda com os grupos formados, peça aos alunos que criem uma manchete de jornal que traduza o entendimento formado por eles durante a reflexão e análise das fontes trabalhadas anteriormente, ou seja, uma manchete que mostre se as greves hoje e durante a Primeira República possuem alguma importância na manutenção de direitos e na conquista de novos direitos a partir da organização desses movimentos pelos trabalhadores.

Para isso, os alunos devem se utilizar das respostas aos questionamentos realizados na primeira (contexto) e segunda (problematização) parte da aula, bem como da tabela preenchida por eles, de forma a facilitar a elaboração da manchete.

Entregue uma folha em branco para cada um dos grupos, que terão 8 (oito) minutos para elaborar a referida manchete, visando sempre a partir do entendimento construído na leitura das fontes representar na manchete qual o nível de importância das greves para a conquista e/ou manutenção dos direitos dos trabalhadores.

A manchete consiste em um título de notícia, formatado em letras grandes, que normalmente apresenta o texto noticiado ao leitor, sendo um dos principais elementos deste texto jornalístico, deixando isso claro também aos alunos. Tal definição de manchete pode ser escrita no quadro para conhecimento dos alunos.

Após a produção das manchetes pelos alunos, em um momento de compartilhamento coletivo, do entendimento de cada grupo e para o conhecimento das manchetes por todos, chame um integrante de cada grupo para ler rapidamente a manchete e fixá-la em: algum local da sala; em vários locais da sala; ou em algum lugar da escola, de modo a expor por um período determinado, o entendimento da turma sobre a relação entre as greves e a conquista/manutenção de direitos. Assim o compartilhamento e a reflexão sobre o tema será “permanente” e irá além do momento de desenvolvimento da atividade em sala de aula.

É importante deixar bem claro aos alunos que o tempo total de realização da atividade é de 17 minutos, não podendo ser ultrapassado, para que não prejudique a finalização da aula e da atividade proposta.

A sistematização, portanto, deve ser o momento de testar se o objetivo inicial da aula foi atingido, e se os alunos compreenderam a relação das greves operárias na Primeira República com a conquista de direitos, comparando-as com os movimentos grevistas realizados nos dias de hoje.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE O nascimento da República no Brasil e os processos históricos até a metade do século XX do 9º ano :

9º ano / História / O nascimento da República no Brasil e os processos históricos até a metade do século XX

MAIS AULAS DE História do 9º ano:

9º ano / História / Modernização, ditadura civil-militar e redemocratização: o Brasil após 1946

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF09HI09 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano