15751
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 9º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - A colocação pronominal e o português brasileiro na carta pessoal

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 9º ano do EF sobre A colocação pronominal e o português brasileiro na carta pessoal

Plano 03 de 3 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Francisca Rebeca de Lima Xavier

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a terceira aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. A finalidade desse conjunto de planos é promover a percepção e compreensão de como se comportam os pronomes pessoais oblíquos com relação ao verbo, comparando as regras de colocação pronominal da norma-padrão com o uso no português brasileiro coloquial, por meio da carta pessoal.

Materiais necessários: Data-show e equipamento de multimídia ou xérox da atividade; papel almaço ou folha de caderno.

Dificuldades antecipadas: Os alunos podem…

  • Diferenciar os usos de ênclise no português padrão e não padrão;
  • Identificar o português não padrão como errado e o padrão como certo;
  • Não fazer uso dos pronomes em adequação ao leitor;
  • Fazer uso da mesóclise, uma vez que esta se encontra em desuso no português brasileiro.

Referências sobre o assunto:

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 02 minutos

Orientações:

  • Mostrar aos alunos o tema da aula.
  • Falar para os alunos, de forma sucinta, que, nessa aula, eles irão por em prática os conhecimentos a respeito da sintaxe de colocação no português brasileiro, associando-a ao gênero carta pessoal. Por esse motivo, sugerimos que o assunto tenha sido estudado previamente. Essa não é uma aula de descoberta ou de sistematização.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 08 minutos

Orientações:

  • Entregue uma cópia da atividade aos alunos ou exiba o texto para que eles possam lê-lo.
  • Informe que o texto foi retirado do livro Retratos Narrados, de Adriano Bitarães Netto, e fale um pouco sobre o livro.
  • Faça a leitura coletiva do texto com os alunos.

Materiais complementares: Para saber mais sobre o livro, clique aqui. Para acessar a atividade para imprimir, clique aqui. Para acessar as expectativas de resposta, clique aqui.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Entregue uma cópia da atividade aos alunos ou exiba o texto para que eles possam lê-lo.
  • Informe que o texto foi retirado do livro Retratos Narrados, de Adriano Bitarães Netto, e fale um pouco sobre o livro.
  • Faça a leitura coletiva do texto com os alunos.

Materiais complementares: Para saber mais sobre o livro, clique aqui. Para acessar a atividade para imprimir, clique aqui. Para acessar as expectativas de resposta, clique aqui.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Entregue uma cópia da atividade aos alunos ou exiba o texto para que eles possam lê-lo.
  • Informe que o texto foi retirado do livro Retratos Narrados, de Adriano Bitarães Netto, e fale um pouco sobre o livro.
  • Faça a leitura coletiva do texto com os alunos.

Materiais complementares: Para saber mais sobre o livro, clique aqui. Para acessar a atividade para imprimir, clique aqui. Para acessar as expectativas de resposta, clique aqui.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Informe aos alunos que a primeira questão, exibida no slide, será respondida oralmente.
  • Ao chegar no item C, após as respostas dos alunos, comente como a carta oferece apenas a visão de um dos interlocutores, impossibilitando o leitor de conhecer os fatos em sua totalidade. Cite, também, alguns romances que trazem essa mesma característica, como Dom Casmurro, de Machado de Assis.
  • Os interlocutores têm um laço familiar bem marcado na carta: são mãe e filho. Que marcas textuais comprovam essa afirmação?

Expectativa de resposta: Na saudação, ela usa o aposto “meu filho” e ao longo da carta, ela repete a informação, além de se referir a outros membros da família.

  • Que pronomes oblíquos são utilizados para se referir aos interlocutores?

Expectativa de resposta: Para se referir à mãe, o pronome de primeira pessoa “me” e, para se referir a João, os pronomes de terceira pessoa “o” e “se”.

  • Socialmente (e regionalmente) também há uma distinção bem marcada na carta. Qual é essa distinção? Cite trechos que comprovem sua resposta.

Expectativa de resposta: A mãe parece ser do interior e de uma geração que não aceita bem as tecnologias e comportamentos da modernidade, além disso parece ter feito parte de uma camada social privilegiada, enquanto o filho foi embora para a capital, aparentemente, para usufruir dessa modernidade. Isso pode ser comprovado por trechos como “Aqui, estão de mal a pior. Estamos realmente falidos, por isso está cada dia mais difícil mandar dinheiro. Seu pai terá mesmo que vender nossa fazenda.”, “Por favor, João, cuidado com essas manias de modernidade. Não fique como essa gente.”. Não há um trecho que comprove a posição social ocupada por João, uma vez que todas as informações que temos dele são suposições a partir da fala de Liberata.

  • Que parte da carta chamou mais a sua atenção? Por qual motivo?

Expectativa de resposta: Resposta pessoal.

Materiais complementares: Para acessar a atividade para imprimir, clique aqui. Para acessar as expectativas de resposta, clique aqui.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Peça que os alunos se organizem em duplas e respondam à questão 02.
  • Estipule um tempo para que essa tarefa seja realizada. Procure estipular um tempo curto, que, no entanto, seja suficiente para que os alunos façam o que é pedido. Essa tarefa deve ocupar um espaço muito pequeno do desenvolvimento da aula.
  • Socialize as respostas. Permita que os alunos negociem entre si suas colocações, em caso de divergências, interferindo apenas se a turma não conseguir chegar a um consenso (ou se o consenso não estiver correto).
  • Há algum caso de ênclise? Se sim, identifique-os.

Expectativa de resposta: Sim. São eles:

  • Dói-me o coração pensar…
  • Prometa-me que aparecerá algum dia…
  • Você poderia tanto visitá-las
  • Você é sonâmbulo, lembra-se?
  • Há algum caso de próclise? Se sim, identifique-os.

Expectativa de resposta: Sim. São eles:

  • Há quantos anos não o vejo, Joãozinho!
  • … meu filho não virá mais me visitar.
  • Tem se alimentado direito?
  • … já encontrou alguma moça decente para se casar?
  • Não se descuide, meu filho!
  • … as pessoas veem um defunto humano e o tratam como se fosse cachorro.
  • Não deixe a sua ternura se perder, meu filho.
  • Em algum momento Liberata fez uso coloquial dos pronomes oblíquos? Se sim, qual?

Expectativa de resposta: Sim. Em “… já encontrou alguma moça decente para se casar?”.

  • Considerando a posição familiar e social de Liberata, pelo que consta na carta lida, como pode se justificar o uso (formal ou coloquial) que ela faz dos pronomes?

Expectativa de resposta: Dada a sua posição social (de ex membro da elite), espera-se que ela faça uso formal dos pronomes, o que se confirma ao longo da carta, com exceção da oração destacada na resposta do item C. No entanto, esse uso pode ser considerado adequado ao gênero, que não exige grande formalidade.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Peça que os alunos, individualmente, façam o que é pedido na questão 03.
  • Para essa tarefa, disponibilize um pouco mais de tempo, assegurando-se de reservar os dez minutos finais para o fechamento da aula.
  • Oriente que os alunos a respondam em uma folha de caderno separada, ou entregue a eles uma folha avulsa.
  • Oriente que busquem respeitar o gênero, em especial, no que diz respeito ao uso dos pronomes oblíquos átonos.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Para finalizar, após a troca de cartas, oriente que os alunos respondam à questão 04.
  • Socialize as respostas, buscando dar espaço para que colocações diferentes sejam escutadas.
  • Comente os casos em que os alunos fizeram uma análise equivocada da carta escrita pelo colega.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a terceira aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. A finalidade desse conjunto de planos é promover a percepção e compreensão de como se comportam os pronomes pessoais oblíquos com relação ao verbo, comparando as regras de colocação pronominal da norma-padrão com o uso no português brasileiro coloquial, por meio da carta pessoal.

Materiais necessários: Data-show e equipamento de multimídia ou xérox da atividade; papel almaço ou folha de caderno.

Dificuldades antecipadas: Os alunos podem…

  • Diferenciar os usos de ênclise no português padrão e não padrão;
  • Identificar o português não padrão como errado e o padrão como certo;
  • Não fazer uso dos pronomes em adequação ao leitor;
  • Fazer uso da mesóclise, uma vez que esta se encontra em desuso no português brasileiro.

Referências sobre o assunto:

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 02 minutos

Orientações:

  • Mostrar aos alunos o tema da aula.
  • Falar para os alunos, de forma sucinta, que, nessa aula, eles irão por em prática os conhecimentos a respeito da sintaxe de colocação no português brasileiro, associando-a ao gênero carta pessoal. Por esse motivo, sugerimos que o assunto tenha sido estudado previamente. Essa não é uma aula de descoberta ou de sistematização.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 08 minutos

Orientações:

  • Entregue uma cópia da atividade aos alunos ou exiba o texto para que eles possam lê-lo.
  • Informe que o texto foi retirado do livro Retratos Narrados, de Adriano Bitarães Netto, e fale um pouco sobre o livro.
  • Faça a leitura coletiva do texto com os alunos.

Materiais complementares: Para saber mais sobre o livro, clique aqui. Para acessar a atividade para imprimir, clique aqui. Para acessar as expectativas de resposta, clique aqui.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Entregue uma cópia da atividade aos alunos ou exiba o texto para que eles possam lê-lo.
  • Informe que o texto foi retirado do livro Retratos Narrados, de Adriano Bitarães Netto, e fale um pouco sobre o livro.
  • Faça a leitura coletiva do texto com os alunos.

Materiais complementares: Para saber mais sobre o livro, clique aqui. Para acessar a atividade para imprimir, clique aqui. Para acessar as expectativas de resposta, clique aqui.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Entregue uma cópia da atividade aos alunos ou exiba o texto para que eles possam lê-lo.
  • Informe que o texto foi retirado do livro Retratos Narrados, de Adriano Bitarães Netto, e fale um pouco sobre o livro.
  • Faça a leitura coletiva do texto com os alunos.

Materiais complementares: Para saber mais sobre o livro, clique aqui. Para acessar a atividade para imprimir, clique aqui. Para acessar as expectativas de resposta, clique aqui.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Informe aos alunos que a primeira questão, exibida no slide, será respondida oralmente.
  • Ao chegar no item C, após as respostas dos alunos, comente como a carta oferece apenas a visão de um dos interlocutores, impossibilitando o leitor de conhecer os fatos em sua totalidade. Cite, também, alguns romances que trazem essa mesma característica, como Dom Casmurro, de Machado de Assis.
  • Os interlocutores têm um laço familiar bem marcado na carta: são mãe e filho. Que marcas textuais comprovam essa afirmação?

Expectativa de resposta: Na saudação, ela usa o aposto “meu filho” e ao longo da carta, ela repete a informação, além de se referir a outros membros da família.

  • Que pronomes oblíquos são utilizados para se referir aos interlocutores?

Expectativa de resposta: Para se referir à mãe, o pronome de primeira pessoa “me” e, para se referir a João, os pronomes de terceira pessoa “o” e “se”.

  • Socialmente (e regionalmente) também há uma distinção bem marcada na carta. Qual é essa distinção? Cite trechos que comprovem sua resposta.

Expectativa de resposta: A mãe parece ser do interior e de uma geração que não aceita bem as tecnologias e comportamentos da modernidade, além disso parece ter feito parte de uma camada social privilegiada, enquanto o filho foi embora para a capital, aparentemente, para usufruir dessa modernidade. Isso pode ser comprovado por trechos como “Aqui, estão de mal a pior. Estamos realmente falidos, por isso está cada dia mais difícil mandar dinheiro. Seu pai terá mesmo que vender nossa fazenda.”, “Por favor, João, cuidado com essas manias de modernidade. Não fique como essa gente.”. Não há um trecho que comprove a posição social ocupada por João, uma vez que todas as informações que temos dele são suposições a partir da fala de Liberata.

  • Que parte da carta chamou mais a sua atenção? Por qual motivo?

Expectativa de resposta: Resposta pessoal.

Materiais complementares: Para acessar a atividade para imprimir, clique aqui. Para acessar as expectativas de resposta, clique aqui.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Peça que os alunos se organizem em duplas e respondam à questão 02.
  • Estipule um tempo para que essa tarefa seja realizada. Procure estipular um tempo curto, que, no entanto, seja suficiente para que os alunos façam o que é pedido. Essa tarefa deve ocupar um espaço muito pequeno do desenvolvimento da aula.
  • Socialize as respostas. Permita que os alunos negociem entre si suas colocações, em caso de divergências, interferindo apenas se a turma não conseguir chegar a um consenso (ou se o consenso não estiver correto).
  • Há algum caso de ênclise? Se sim, identifique-os.

Expectativa de resposta: Sim. São eles:

  • Dói-me o coração pensar…
  • Prometa-me que aparecerá algum dia…
  • Você poderia tanto visitá-las
  • Você é sonâmbulo, lembra-se?
  • Há algum caso de próclise? Se sim, identifique-os.

Expectativa de resposta: Sim. São eles:

  • Há quantos anos não o vejo, Joãozinho!
  • … meu filho não virá mais me visitar.
  • Tem se alimentado direito?
  • … já encontrou alguma moça decente para se casar?
  • Não se descuide, meu filho!
  • … as pessoas veem um defunto humano e o tratam como se fosse cachorro.
  • Não deixe a sua ternura se perder, meu filho.
  • Em algum momento Liberata fez uso coloquial dos pronomes oblíquos? Se sim, qual?

Expectativa de resposta: Sim. Em “… já encontrou alguma moça decente para se casar?”.

  • Considerando a posição familiar e social de Liberata, pelo que consta na carta lida, como pode se justificar o uso (formal ou coloquial) que ela faz dos pronomes?

Expectativa de resposta: Dada a sua posição social (de ex membro da elite), espera-se que ela faça uso formal dos pronomes, o que se confirma ao longo da carta, com exceção da oração destacada na resposta do item C. No entanto, esse uso pode ser considerado adequado ao gênero, que não exige grande formalidade.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Peça que os alunos, individualmente, façam o que é pedido na questão 03.
  • Para essa tarefa, disponibilize um pouco mais de tempo, assegurando-se de reservar os dez minutos finais para o fechamento da aula.
  • Oriente que os alunos a respondam em uma folha de caderno separada, ou entregue a eles uma folha avulsa.
  • Oriente que busquem respeitar o gênero, em especial, no que diz respeito ao uso dos pronomes oblíquos átonos.
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Para finalizar, após a troca de cartas, oriente que os alunos respondam à questão 04.
  • Socialize as respostas, buscando dar espaço para que colocações diferentes sejam escutadas.
  • Comente os casos em que os alunos fizeram uma análise equivocada da carta escrita pelo colega.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 9º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 9º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF09LP10 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano