15359
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Plano de aula - Organizando a lista de nomes da turma

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 1º ano do Ensino Fundamental sobre organizar a lista de nomes da turma alfabeticamente, reconhecendo o sistema de escrita alfabética como representação dos sons da fala.

Plano 02 de 3 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Claudia Novais Lima

 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor(a), possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a segunda aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. A finalidade desse conjunto de planos é o reconhecimento do sistema de escrita alfabética como representação dos sons da fala através do trabalho com listas.

Materiais necessários: Papel metro ou cartolina, tesoura, cola, fita adesiva cópias dos materiais listados nas orientações.

Dificuldades antecipadas: As crianças que estiverem nos níveis pré-silábico e silábico podem apresentar dificuldades para relacionar algumas letras aos seus valores sonoros, pois as crianças nos níveis pré-silábico, por exemplo, ainda não relacionam os sons da fala a grafia das letras correspondentes.Compreender a ordem alfabética dos nomes da turma, também pode representar desafios para as crianças.

Referências sobre o assunto:

ALBUQUERQUE, E.B.C.; LEITE, T.M.R. Explorando as letras na educação infantil. In: BRANDÃO, A.C.P.; ROSA, E.C.S. (orgs). Ler e escrever na educação infantil: discutindo práticas pedagógicas. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2011.

BREDA, Tadeu. Leitura feita pelo aluno, antes de saber ler convencionalmente. Nova Escola. Disponível em: <https://novaescola.org.br/conteudo/2486/leitura-feita-pelo-aluno-antes-de-saber-ler-convencionalmente>. Acesso em: 30 ago. 2018.

MANSANI, M. O menino que pediu um aniversário com o tema do alfabeto. Nova Escola. Disponível em: . Acesso em: 08 dez. 2018,

MASSUCATO, M.; MAYRINK, E.D. A função das listas na alfabetização. Nova Escola. Disponível em: <https://gestaoescolar.org.br/conteudo/1360/a-funcao-das-listas-na-alfabetizacao>. Acesso em: 26 nov. 2018..

__________. Alfabetização: por que fazer agrupamentos positivos? Nova Escola. Disponível em: >. Acesso em: 04 out. 2018.

MORAIS, A.G. Sistema de escrita alfabética. São Paulo: Melhoramentos, 2012.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Explique às crianças que nesta aula iremos organizar alfabeticamente os nomes das crianças da turma, identificando os sons que os formam e a semelhanças existente entre eles. Em seguida, organizaremos num quadro os nomes dos estudantes iniciados com o mesmo som.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • A finalidade desta aula é organizar a lista de nomes da turma alfabeticamente, reconhecendo o sistema de escrita alfabética como representação dos sons da fala.
  • Pergunte às crianças: Quem conhece alguma parlenda de pular corda? (Respostas pessoais). Qual vocês conhecem? (Respostas pessoais). Quem gostaria de recitar para a turma? (Respostas pessoais).
  • Convide as crianças para irem ao pátio (ou na quadra) brincar de pular corda.
  • Apresente a parlenda que iremos usar na brincadeira.
  • Afixe no quadro o cartaz com a parlenda e convide uma criança para junto com você fazer a leitura de ajuste, enquanto a turma recita a parlenda. Clique aqui para acessar o material para impressão.
  • Atenção: Mesmo sem ainda dominar o sistema de escrita as crianças estão sempre antecipando o que está escrito, fazendo uso das informações sobre a escrita do próprio nome, ou, de outros que trazem de suas experiências. Nesse sentido a leitura de ajuste vai ajudar as crianças a construir as relações entre o que se fala e a escrita correspondente. Portanto, para realizar a leitura de ajuste proceda da seguinte forma:
  • Ao recitar a parlenda com toda a turma, a criança convidada - com ajuda do(a) professor(a), se necessário - vai acompanhando o texto escrito, apontando com o dedo e fazendo o ajuste do falado com o escrito enquanto recita o poema.
  • Caso necessário acesse o link abaixo para maiores esclarecimentos acerca dos procedimentos em relação à atividade de leitura de ajuste:

https://novaescola.org.br/conteudo/2486/leitura-feita-pelo-aluno-antes-de-saber-ler-convencionalmente

  • Em seguida, se dirija ao pátio com as crianças. Escolha uma criança para junto com você girar a corda.
  • Pergunte: Quem gostaria de iniciar a brincadeira? (Respostas pessoais).
  • Comece com uma criança que sabe pular corda, mas motive todas a participarem.
  • Depois que todos que quiserem, tiverem participado da brincadeira, chame as crianças para voltarem para a sala.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Peça para as crianças sentarem e converse com elas sobre a atividade realizada no pátio.
  • Pergunte: Gostaram de brincar de corda? (respostas pessoais). Quem nunca tinha brincado de pular corda? (respostas pessoais). Você conseguiu participar da brincadeira? Como foi a experiência? (respostas pessoais).
  • Continue a conversa perguntando: Enquanto um colega pulava corda, o que recitamos? (O alfabeto). Para que íamos dizendo as letras do alfabeto? (Para saber qual seria a letra do nome do namorado de quem pulava corda). Explique às crianças que com as letras do alfabeto escrevemos os nomes das pessoas, das coisas, dos lugares, dos sentimentos, etc. E, que nesta aula iremos organizar alfabeticamente os nomes das crianças da turma, identificando os sons que os formam e a semelhanças existente entre eles.
  • É sabido que a melhor maneira de começar a aprendizagem de forma significativa na alfabetização é explorar os nomes das crianças. O nome próprio é um modelo estável e significativo, além de marcar nossa identidade como indivíduo, sendo um dos primeiros repertórios de letras e referência para outras escritas. O estudo dos nomes na alfabetização leva ao alfabeto e a outras escritas, pois a lista com os nomes dos alunos da turma é uma rica fonte para o desenvolvimento de atividades de leitura e escrita. Clique aqui para aprofundar mais no assunto, caso necessário.
  • Entregue para cada criança a ficha com seu nome. Clique aqui para imprimir um modelo de ficha, caso necessite.
  • Afixe no quadro uma cartolina ou um pedaço de papel metro onde as crianças irão colocar os seus nomes em ordem alfabética. Clique aqui para acessar uma sugestão de título para o cartaz.
  • Diga para as crianças: Vamos ler o alfabeto e recordar a sequência em que as letras aparecem? Coloque no quadro o cartaz com a parlenda: Qual é a letra do seu namorado e convide uma criança para ir apontando as letras que a turma deverá dizer o som.
  • Mantenha o cartaz da parlenda num local que seja visível a todos os alunos. Continue a aula perguntando para a turma: Com que letra inicia o nosso alfabeto? (Com a letra A). Tem alguma criança aqui na sala que tem o seu nome iniciado com essa letra? (As crianças deverão dizer o nome do colega ou da colega iniciado com a letra A, por exemplo, Adrielle). Convide a criança a colocar a ficha com o nome dela no cartaz. Use fita adesiva para prender o nome no cartaz, assim você poderá usar as mesmas fichas em outras atividades. Caso não tenha nenhuma criança com o nome iniciado pela letra A, pergunte paras as crianças: Quem conhece um nome de pessoa iniciado com essa letra? (Por exemplo: Amanda, André, Ana…)
  • Continue perguntando para a turma: Qual a próxima letra do alfabeto? (B).Temos algum colega na sala que o nome se inicie com essa letra? (B de Bernardo, as crianças podem responder, por exemplo). Caso tenha mais de uma criança com o nome iniciado pela letra B (As crianças pode dizer: B de Bernardo e de Beatriz, por exemplo). Convide as duas crianças para levarem seus nomes para serem colados na lista. Pergunte para a turma: Qual o nome será colocado primeiro na lista? (As crianças em hipótese de escrita mais avançadas podem se antecipar e responder: Beatriz). Se isso acontecer pergunte: Como vocês sabem? (Elas poderão responder que depois do Be de Beatriz vem a letra A e depois do Be de Bernardo vem a letra R, por isso Beatriz vem antes de Bernardo). Mas se as crianças não souberem responder, errarem na resposta, ou não souberem justificar a resposta dada, convide a turma a analisar o alfabeto. Pergunte: Depois do BE de Bernardo vem que letra? (Vem a letra R). E depois do BE de Beatriz que letra vem? (A letra A). Agora olhem no alfabeto, que letra vem primeiro: O “A” que está no nome Beatriz ou o R que está no nome Bernardo? (Os alunos podem responder o R de Bernardo). Se isso acontecer peça: Consultem o alfabeto no cartaz e respondam: Que letra aparece primeiro na lista do alfabeto, o R que está presente no nome de Bernardo ou o A que está presente em Beatriz? (O A de Beatriz). Então, na lista alfabética vem primeiro Bernardo ou Beatriz? (Beatriz). Peça às crianças para colocarem os nomes na lista.
  • Explique para as crianças que quando estamos colocando os nomes em ordem alfabética, ou seja na ordem do alfabeto, precisamos observar as letras desse nome: primeira as letras iniciais, depois se tiver nome iniciado com a mesma letra observamos a segunda letra, se essas forem iguais, observamos a terceira letra e assim por diante.
  • Pergunte: Para colocar os nomes de Beatriz e Bernardo na ordem alfabética, qual a letra que precisamos observar? (A terceira letra). Por que isso aconteceu? (Porque as outras letras eram iguais).
  • Continue a construção da lista de nomes da turma na ordem alfabética. Pergunte: Qual a próxima letra do alfabeto? (C). Temos algum colega que o nome inicie com essa letra? (Caso não haja criança com o nome começado pela letra C, pergunte às crianças quem poderia dizer um nome iniciado com essa letra. (Elas podem dizer: Caio, por exemplo). Pergunte: Que outro nome tem o mesmo som inicial de Caio? (Camila, Cauã...)
  • Continue perguntando à turma: Depois do C que letra vem? (A letra D). Tem algum colega que o nome começa com essa letra? (D de Danilo, as crianças podem responder, por exemplo). Pergunte: Quem saberia me dizer um nome com o som final de Danilo? (Lorena, Lorane). Convide a criança a colocar o crachá com o nome dela na lista que está sendo organizada.
  • Continue procedendo da mesma forma, até que todos os nomes das crianças tenham sido colocado na lista. Em seguida, convide a turma para fazer a leitura da lista de nome construída.
  • Escolha alguns nomes para trabalhar o sistema de escrita alfabética. Pergunte: Qual o som inicial do nome Adriele? (A). Depois do A que som pronunciamos? (DRI). Quais as letras que formam esse som? (D+R+I). E depois, que som dizemos? (E). Com que som termina esse nome? (LE). Quais as letras que formam esse som? (LE). Vamos ler mais uma vez devagar o nome da colega? (A-DRI-E-LE). Quantas sílabas tem o nome ADRIELE? (4 sílabas).
  • Continue perguntando: Tem algum nome na sala iniciado com o som final do nome ADRIELE? (Letícia, Leandro, Leonardo, por exemplo). Se a resposta for não, pergunte: Alguém saberia me dizer um nome começado com essas letras? (Levi, por exemplo).
  • Com os nomes FABIANA, ADRIANA e JULIANA você pode fazer as seguintes intervenções: Quem saberia me dizer que nome encontramos dentro de Adriana se tirarmos as sílabas Adri? (O nome Ana). Alguém poderia me dizer outro nome que termine com Ana? (Juliana, Fabiana, Eliana…). E no mome Mariana, por exemplo, quais os nomes que encontramos dentro dele? (Maria e Ana). Alguém saberia me dizer outro nome de pessoa com o qual podemos formar dois nomes? (Juliana, por exemplo, forma os nomes Júlia e Ana).
  • Adeque as intervenções acima de acordo com lista de nomes da sua turma.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • No fechamento da aula as crianças em duplas irão completar o quadro com os nomes dos colegas iniciados com o mesmo som.
  • Explique para as crianças que elas terão que completar o quadro com os nomes dos colegas que tenham o mesmo som inicial. Esta atividade será com agrupamentos produtivos, porque as crianças aprendem na interação com os colegas. Clique aqui para aprofundar um pouco mais sobre o assunto.
  • Organize a turma em duplas produtivas segundo o nível de escrita de cada criança. Por exemplo: Crianças pré silábica junto com crianças com escrita silábica sem valor sonoro convencional, crianças com escrita silábica sem valor convencional junto com crianças com escrita silábica com valor sonoro convencional. Crianças com escrita silábica com valor sonoro convencional junto com crianças com escrita silábico alfabética. Crianças com escrita silábico alfabética junto com crianças alfabética.
  • Distribua uma cópia da atividade para cada uma das crianças. Clique aqui para ter acesso a uma sugestão de atividade para impressão. Os nomes presentes nesta atividade deverão ser modificados de acordo com a lista de nomes da sua turma. No material para impressão tem também sugestões de outros quadros com diferentes iniciais que podem ser utilizados caso contemple sua turma.
  • Assim que as crianças estiverem com a atividade, faça a leitura da mesma. Em seguida, circule pela sala e observe as estratégias usadas pelas duplas para fazer a atividade proposta. Caso observe duplas apresentando dificuldades, faça as seguintes intervenções:
  • Qual o primeiro som apresentado no quadro de nomes? (A)
  • Tem criança na sala com o nome iniciado com esse som? (Sim).
  • Quem são essas crianças? (Adrielle e Adriana).
  • Tem mais algum nome iniciado com a letra A? (Não).
  • Circulem pra mim os nomes Adriana e Adrielle. Agora complete o colocando os nomes Adriana e Adrielle na coluna correspondente.
  • Continue a intervenção perguntando:
  • Que som inicial deve ter os nomes que colocaremos na próxima coluna? (CA).
  • O nome de quem aqui da turma inicia com CA? ( Camila).
  • Só o nome de Camila começa com CA? (Não).
  • Que outros nomes começam com CA de Camila? (Catarina e Carolina).
  • Circulem pra mim os nomes Camila, Catarina e Carolina. Agora complete o colocando os nomes que vocês acabaram de circular, colocando na coluna correspondente.
  • Continue a intervenção perguntando:
  • Quais os nomes que podemos colocar próxima coluna? (Os nomes iniciados com LU).
  • LU de que nome? (Lu de Luciana).
  • Só o nome de Luciana começa com LU? (Não).
  • Que outros nomes começam com LU de Luciana? (Lucas e Ludmila).
  • Vamos circular os nomes de Lucas, Ludmila e Luciana? Agora complete o quadro colocando os nomes que vocês acabaram de circular na coluna correspondente.
  • Para a última coluna faça as seguintes intervenções:
  • Vocês saberiam me dizer o nome de algum colega iniciado pela sílaba VI? (Uma criança na hipótese de escrita pré silábica pode Responder Rita). Pergunte: Qual o som inicial do nome Rita? (Ri). Eu quero nomes iniciados com a sílaba VI. Você sabe algum? (Vi de Victor). Muito bem, Vi de Victor.
  • Tem outros nomes iniciados com o Vi de Victor? (Tem). Quais são? (Vínicius e Vitória).
  • Vamos circular os nomes de Victor, Vinícius e Vitória? Agora complete o quadro colocando os nomes que vocês acabaram de circular na coluna correspondente.
  • Finalize a aula conversando com as crianças sobre suas aprendizagens na aula de hoje, suas dificuldades e o que mais elas gostaram de fazer durante a aula.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor(a), possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a segunda aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. A finalidade desse conjunto de planos é o reconhecimento do sistema de escrita alfabética como representação dos sons da fala através do trabalho com listas.

Materiais necessários: Papel metro ou cartolina, tesoura, cola, fita adesiva cópias dos materiais listados nas orientações.

Dificuldades antecipadas: As crianças que estiverem nos níveis pré-silábico e silábico podem apresentar dificuldades para relacionar algumas letras aos seus valores sonoros, pois as crianças nos níveis pré-silábico, por exemplo, ainda não relacionam os sons da fala a grafia das letras correspondentes.Compreender a ordem alfabética dos nomes da turma, também pode representar desafios para as crianças.

Referências sobre o assunto:

ALBUQUERQUE, E.B.C.; LEITE, T.M.R. Explorando as letras na educação infantil. In: BRANDÃO, A.C.P.; ROSA, E.C.S. (orgs). Ler e escrever na educação infantil: discutindo práticas pedagógicas. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2011.

BREDA, Tadeu. Leitura feita pelo aluno, antes de saber ler convencionalmente. Nova Escola. Disponível em: <https://novaescola.org.br/conteudo/2486/leitura-feita-pelo-aluno-antes-de-saber-ler-convencionalmente>. Acesso em: 30 ago. 2018.

MANSANI, M. O menino que pediu um aniversário com o tema do alfabeto. Nova Escola. Disponível em: . Acesso em: 08 dez. 2018,

MASSUCATO, M.; MAYRINK, E.D. A função das listas na alfabetização. Nova Escola. Disponível em: <https://gestaoescolar.org.br/conteudo/1360/a-funcao-das-listas-na-alfabetizacao>. Acesso em: 26 nov. 2018..

__________. Alfabetização: por que fazer agrupamentos positivos? Nova Escola. Disponível em: >. Acesso em: 04 out. 2018.

MORAIS, A.G. Sistema de escrita alfabética. São Paulo: Melhoramentos, 2012.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Explique às crianças que nesta aula iremos organizar alfabeticamente os nomes das crianças da turma, identificando os sons que os formam e a semelhanças existente entre eles. Em seguida, organizaremos num quadro os nomes dos estudantes iniciados com o mesmo som.
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • A finalidade desta aula é organizar a lista de nomes da turma alfabeticamente, reconhecendo o sistema de escrita alfabética como representação dos sons da fala.
  • Pergunte às crianças: Quem conhece alguma parlenda de pular corda? (Respostas pessoais). Qual vocês conhecem? (Respostas pessoais). Quem gostaria de recitar para a turma? (Respostas pessoais).
  • Convide as crianças para irem ao pátio (ou na quadra) brincar de pular corda.
  • Apresente a parlenda que iremos usar na brincadeira.
  • Afixe no quadro o cartaz com a parlenda e convide uma criança para junto com você fazer a leitura de ajuste, enquanto a turma recita a parlenda. Clique aqui para acessar o material para impressão.
  • Atenção: Mesmo sem ainda dominar o sistema de escrita as crianças estão sempre antecipando o que está escrito, fazendo uso das informações sobre a escrita do próprio nome, ou, de outros que trazem de suas experiências. Nesse sentido a leitura de ajuste vai ajudar as crianças a construir as relações entre o que se fala e a escrita correspondente. Portanto, para realizar a leitura de ajuste proceda da seguinte forma:
  • Ao recitar a parlenda com toda a turma, a criança convidada - com ajuda do(a) professor(a), se necessário - vai acompanhando o texto escrito, apontando com o dedo e fazendo o ajuste do falado com o escrito enquanto recita o poema.
  • Caso necessário acesse o link abaixo para maiores esclarecimentos acerca dos procedimentos em relação à atividade de leitura de ajuste:

https://novaescola.org.br/conteudo/2486/leitura-feita-pelo-aluno-antes-de-saber-ler-convencionalmente

  • Em seguida, se dirija ao pátio com as crianças. Escolha uma criança para junto com você girar a corda.
  • Pergunte: Quem gostaria de iniciar a brincadeira? (Respostas pessoais).
  • Comece com uma criança que sabe pular corda, mas motive todas a participarem.
  • Depois que todos que quiserem, tiverem participado da brincadeira, chame as crianças para voltarem para a sala.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Peça para as crianças sentarem e converse com elas sobre a atividade realizada no pátio.
  • Pergunte: Gostaram de brincar de corda? (respostas pessoais). Quem nunca tinha brincado de pular corda? (respostas pessoais). Você conseguiu participar da brincadeira? Como foi a experiência? (respostas pessoais).
  • Continue a conversa perguntando: Enquanto um colega pulava corda, o que recitamos? (O alfabeto). Para que íamos dizendo as letras do alfabeto? (Para saber qual seria a letra do nome do namorado de quem pulava corda). Explique às crianças que com as letras do alfabeto escrevemos os nomes das pessoas, das coisas, dos lugares, dos sentimentos, etc. E, que nesta aula iremos organizar alfabeticamente os nomes das crianças da turma, identificando os sons que os formam e a semelhanças existente entre eles.
  • É sabido que a melhor maneira de começar a aprendizagem de forma significativa na alfabetização é explorar os nomes das crianças. O nome próprio é um modelo estável e significativo, além de marcar nossa identidade como indivíduo, sendo um dos primeiros repertórios de letras e referência para outras escritas. O estudo dos nomes na alfabetização leva ao alfabeto e a outras escritas, pois a lista com os nomes dos alunos da turma é uma rica fonte para o desenvolvimento de atividades de leitura e escrita. Clique aqui para aprofundar mais no assunto, caso necessário.
  • Entregue para cada criança a ficha com seu nome. Clique aqui para imprimir um modelo de ficha, caso necessite.
  • Afixe no quadro uma cartolina ou um pedaço de papel metro onde as crianças irão colocar os seus nomes em ordem alfabética. Clique aqui para acessar uma sugestão de título para o cartaz.
  • Diga para as crianças: Vamos ler o alfabeto e recordar a sequência em que as letras aparecem? Coloque no quadro o cartaz com a parlenda: Qual é a letra do seu namorado e convide uma criança para ir apontando as letras que a turma deverá dizer o som.
  • Mantenha o cartaz da parlenda num local que seja visível a todos os alunos. Continue a aula perguntando para a turma: Com que letra inicia o nosso alfabeto? (Com a letra A). Tem alguma criança aqui na sala que tem o seu nome iniciado com essa letra? (As crianças deverão dizer o nome do colega ou da colega iniciado com a letra A, por exemplo, Adrielle). Convide a criança a colocar a ficha com o nome dela no cartaz. Use fita adesiva para prender o nome no cartaz, assim você poderá usar as mesmas fichas em outras atividades. Caso não tenha nenhuma criança com o nome iniciado pela letra A, pergunte paras as crianças: Quem conhece um nome de pessoa iniciado com essa letra? (Por exemplo: Amanda, André, Ana…)
  • Continue perguntando para a turma: Qual a próxima letra do alfabeto? (B).Temos algum colega na sala que o nome se inicie com essa letra? (B de Bernardo, as crianças podem responder, por exemplo). Caso tenha mais de uma criança com o nome iniciado pela letra B (As crianças pode dizer: B de Bernardo e de Beatriz, por exemplo). Convide as duas crianças para levarem seus nomes para serem colados na lista. Pergunte para a turma: Qual o nome será colocado primeiro na lista? (As crianças em hipótese de escrita mais avançadas podem se antecipar e responder: Beatriz). Se isso acontecer pergunte: Como vocês sabem? (Elas poderão responder que depois do Be de Beatriz vem a letra A e depois do Be de Bernardo vem a letra R, por isso Beatriz vem antes de Bernardo). Mas se as crianças não souberem responder, errarem na resposta, ou não souberem justificar a resposta dada, convide a turma a analisar o alfabeto. Pergunte: Depois do BE de Bernardo vem que letra? (Vem a letra R). E depois do BE de Beatriz que letra vem? (A letra A). Agora olhem no alfabeto, que letra vem primeiro: O “A” que está no nome Beatriz ou o R que está no nome Bernardo? (Os alunos podem responder o R de Bernardo). Se isso acontecer peça: Consultem o alfabeto no cartaz e respondam: Que letra aparece primeiro na lista do alfabeto, o R que está presente no nome de Bernardo ou o A que está presente em Beatriz? (O A de Beatriz). Então, na lista alfabética vem primeiro Bernardo ou Beatriz? (Beatriz). Peça às crianças para colocarem os nomes na lista.
  • Explique para as crianças que quando estamos colocando os nomes em ordem alfabética, ou seja na ordem do alfabeto, precisamos observar as letras desse nome: primeira as letras iniciais, depois se tiver nome iniciado com a mesma letra observamos a segunda letra, se essas forem iguais, observamos a terceira letra e assim por diante.
  • Pergunte: Para colocar os nomes de Beatriz e Bernardo na ordem alfabética, qual a letra que precisamos observar? (A terceira letra). Por que isso aconteceu? (Porque as outras letras eram iguais).
  • Continue a construção da lista de nomes da turma na ordem alfabética. Pergunte: Qual a próxima letra do alfabeto? (C). Temos algum colega que o nome inicie com essa letra? (Caso não haja criança com o nome começado pela letra C, pergunte às crianças quem poderia dizer um nome iniciado com essa letra. (Elas podem dizer: Caio, por exemplo). Pergunte: Que outro nome tem o mesmo som inicial de Caio? (Camila, Cauã...)
  • Continue perguntando à turma: Depois do C que letra vem? (A letra D). Tem algum colega que o nome começa com essa letra? (D de Danilo, as crianças podem responder, por exemplo). Pergunte: Quem saberia me dizer um nome com o som final de Danilo? (Lorena, Lorane). Convide a criança a colocar o crachá com o nome dela na lista que está sendo organizada.
  • Continue procedendo da mesma forma, até que todos os nomes das crianças tenham sido colocado na lista. Em seguida, convide a turma para fazer a leitura da lista de nome construída.
  • Escolha alguns nomes para trabalhar o sistema de escrita alfabética. Pergunte: Qual o som inicial do nome Adriele? (A). Depois do A que som pronunciamos? (DRI). Quais as letras que formam esse som? (D+R+I). E depois, que som dizemos? (E). Com que som termina esse nome? (LE). Quais as letras que formam esse som? (LE). Vamos ler mais uma vez devagar o nome da colega? (A-DRI-E-LE). Quantas sílabas tem o nome ADRIELE? (4 sílabas).
  • Continue perguntando: Tem algum nome na sala iniciado com o som final do nome ADRIELE? (Letícia, Leandro, Leonardo, por exemplo). Se a resposta for não, pergunte: Alguém saberia me dizer um nome começado com essas letras? (Levi, por exemplo).
  • Com os nomes FABIANA, ADRIANA e JULIANA você pode fazer as seguintes intervenções: Quem saberia me dizer que nome encontramos dentro de Adriana se tirarmos as sílabas Adri? (O nome Ana). Alguém poderia me dizer outro nome que termine com Ana? (Juliana, Fabiana, Eliana…). E no mome Mariana, por exemplo, quais os nomes que encontramos dentro dele? (Maria e Ana). Alguém saberia me dizer outro nome de pessoa com o qual podemos formar dois nomes? (Juliana, por exemplo, forma os nomes Júlia e Ana).
  • Adeque as intervenções acima de acordo com lista de nomes da sua turma.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • No fechamento da aula as crianças em duplas irão completar o quadro com os nomes dos colegas iniciados com o mesmo som.
  • Explique para as crianças que elas terão que completar o quadro com os nomes dos colegas que tenham o mesmo som inicial. Esta atividade será com agrupamentos produtivos, porque as crianças aprendem na interação com os colegas. Clique aqui para aprofundar um pouco mais sobre o assunto.
  • Organize a turma em duplas produtivas segundo o nível de escrita de cada criança. Por exemplo: Crianças pré silábica junto com crianças com escrita silábica sem valor sonoro convencional, crianças com escrita silábica sem valor convencional junto com crianças com escrita silábica com valor sonoro convencional. Crianças com escrita silábica com valor sonoro convencional junto com crianças com escrita silábico alfabética. Crianças com escrita silábico alfabética junto com crianças alfabética.
  • Distribua uma cópia da atividade para cada uma das crianças. Clique aqui para ter acesso a uma sugestão de atividade para impressão. Os nomes presentes nesta atividade deverão ser modificados de acordo com a lista de nomes da sua turma. No material para impressão tem também sugestões de outros quadros com diferentes iniciais que podem ser utilizados caso contemple sua turma.
  • Assim que as crianças estiverem com a atividade, faça a leitura da mesma. Em seguida, circule pela sala e observe as estratégias usadas pelas duplas para fazer a atividade proposta. Caso observe duplas apresentando dificuldades, faça as seguintes intervenções:
  • Qual o primeiro som apresentado no quadro de nomes? (A)
  • Tem criança na sala com o nome iniciado com esse som? (Sim).
  • Quem são essas crianças? (Adrielle e Adriana).
  • Tem mais algum nome iniciado com a letra A? (Não).
  • Circulem pra mim os nomes Adriana e Adrielle. Agora complete o colocando os nomes Adriana e Adrielle na coluna correspondente.
  • Continue a intervenção perguntando:
  • Que som inicial deve ter os nomes que colocaremos na próxima coluna? (CA).
  • O nome de quem aqui da turma inicia com CA? ( Camila).
  • Só o nome de Camila começa com CA? (Não).
  • Que outros nomes começam com CA de Camila? (Catarina e Carolina).
  • Circulem pra mim os nomes Camila, Catarina e Carolina. Agora complete o colocando os nomes que vocês acabaram de circular, colocando na coluna correspondente.
  • Continue a intervenção perguntando:
  • Quais os nomes que podemos colocar próxima coluna? (Os nomes iniciados com LU).
  • LU de que nome? (Lu de Luciana).
  • Só o nome de Luciana começa com LU? (Não).
  • Que outros nomes começam com LU de Luciana? (Lucas e Ludmila).
  • Vamos circular os nomes de Lucas, Ludmila e Luciana? Agora complete o quadro colocando os nomes que vocês acabaram de circular na coluna correspondente.
  • Para a última coluna faça as seguintes intervenções:
  • Vocês saberiam me dizer o nome de algum colega iniciado pela sílaba VI? (Uma criança na hipótese de escrita pré silábica pode Responder Rita). Pergunte: Qual o som inicial do nome Rita? (Ri). Eu quero nomes iniciados com a sílaba VI. Você sabe algum? (Vi de Victor). Muito bem, Vi de Victor.
  • Tem outros nomes iniciados com o Vi de Victor? (Tem). Quais são? (Vínicius e Vitória).
  • Vamos circular os nomes de Victor, Vinícius e Vitória? Agora complete o quadro colocando os nomes que vocês acabaram de circular na coluna correspondente.
  • Finalize a aula conversando com as crianças sobre suas aprendizagens na aula de hoje, suas dificuldades e o que mais elas gostaram de fazer durante a aula.
Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 1º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 1º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF01LP05 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano