14828
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Atividade - Motivar a interação dos bebês por elementos de histórias

Nesta proposta, prepare um cesto de descobertas com materiais e portadores de texto que remetam a aves.

Plano 02 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Bruna Bonfá Terra da Silva

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Utilize uma caixa de papelão nas dimensões: L 31cm x A 25cm x C 42cm. Decore-a com artes de histórias infantis e coloque todo o material que será utilizado dentro dela. Selecione diversificados portadores de textos e elementos que possam caracterizar o contexto escolhido. Na primeira infância, os bebês se fascinam principalmente por temas relacionadas à natureza. Desse modo, a sugestão de abordagem é pela temática dos animais. Para exemplificação deste plano de atividade, a opção será pela classe dos pássaros, como modo de demonstrar possibilidades quanto ao desenvolvimento da proposta. Utilizaremos o livro Tô indo, da editora SM, para relacionar as brincadeiras com uma história de pássaros. As sugestões de materiais e brincadeiras poderão ser substituídas de acordo com a temática selecionada, utilizando objetos disponibilizados na creche ou outros que sejam de fácil acesso.

Materiais:

Tapete confortável, almofadas para dar suporte aos bebês, lanterna com celofane azul, para representar o céu, e caixa de histórias. Portadores de textos sobre pássaros, como por exemplo: cartas tipo supertrunfo e/ou imagens reais, revistas, livros (de fantoches, táteis, sonoros, banho e pano ou outros) disponíveis na creche e o livro Tô indo. Elementos de caracterização do contexto, como pássaros (plástico, tecido ou sucata), gravetos, penas, fantoches de pássaros, manta acrílica ou algodão para fazer a representação de algumas nuvens e apitos de madeira que imitam sons de pássaros ou gravações de cantos encontrados em CDs e vídeos na internet. Câmera fotográfica para os registros de documentação pedagógica.

Espaços:

Selecione um local da área externa, como solário ou varanda, e organize com o tapete, as almofadas, a lanterna com celofane azul, a caixa de histórias com os portadores de textos e com os elementos de caracterização. Pendure a manta acrílica e os pássaroscom os gravetos a uma altura que compreenda o campo visual dos bebês.

Tempo sugerido:

Aproximadamente 40 minutos.

Perguntas para guiar suas observações:

1. De que forma os bebês comunicam seus desejos e emoções nas brincadeiras?

2. Como os bebês demonstram interesse pela temática das histórias? Como vivenciam as interações e as brincadeiras com histórias?

3. Quais descobertas fazem com os materiais disponibilizados? Como eles observam e interagem com a leitura que o adulto faz dos portadores de texto?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender às necessidades e às diferenças de cada criança ou do grupo. Envolva todos os bebês nos momentos de exploração, promovendo a interação deles com as outras crianças, os espaços e os materiais. Apoie as descobertas e incentive a imitação dos movimentos e sons dos animais. Garanta que todos manipulem os portadores de textos, de modo que vivenciem seu uso social.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Na sala de referência, convide o grupo de bebês para brincar com histórias, explicitando onde acontecerá a atividade e quais materiais poderão ser encontrados nela. Convide-os para se dirigir até o local e, se no grupo houver algum bebê que ainda não engatinha ou anda, auxilie-o no deslocamento. Nessa proposta é necessário mais de um professor na turma para garantir que todos os pequenos disponham do apoio necessário. Lembre-se de pegar a câmera fotográfica para registrar esses momentos. Na área externa preparada para a atividade, favoreça experiências de investigação e de descobertas, deixando o grupo de bebês livre em suas iniciativas de interação com o que compõe o ambiente da brincadeira (tapete, almofadas, lanterna com celofane azul, caixa de histórias, manta acrílica, pássaros e gravetos). Perceba como eles se comunicam nesses momentos. Instigue a curiosidade pela caixa de histórias e os incentive a brincar com ela, de modo que encontrem os elementos da temática (portadores de textos: cartas tipo supertrunfo e/ou imagens reais, revistas, livros diversos e o livro Tô indo; penas, fantoches e apitos de madeira que imitam sons de pássaros). Retire os elementos de dentro dela com os bebês e coloque-os pelo espaço externo, para que eles possam explorá-los. Promova momentos exploratórios e inventivos quanto ao uso desses objetos, criando novas formas de brincar e de construir o próprio aprendizado.


2

Garanta que os bebês menores estejam acomodados de forma confortável no tapete, próximos ao grupo todo, e de maneira que possam fazer tentativas de locomoção até os objetos de interesse. Quando necessário, auxilie-os a alcançar a caixa de histórias, favorecendo a manipulação dos elementos propostos na brincadeira. Destaque a presença dos apitos de madeira e mostre como são utilizados, incentivando a manipulação e a brincadeira de imitação em relação ao uso desses objetos, interferindo o menos possível no brincar do bebês. Observe como eles comunicam suas emoções e como interagem com os elementos da caixa de histórias. O professor poderá substituir os apitos pelas gravações de cantos de pássaros encontrados em CDs e vídeos na internet. Do mesmo modo, instigue a brincadeira de imitação pelos bebês em relação aos sons e aos movimentos dos animais.

Possíveis falas do professor neste momento: Vejam esses apitos, o que fazem? Imitam os sons dos pássaros! O professor pega um apito, leva em direção a boca e diz: É só assoprar assim! O som é pronunciado e o professor retoma: Vamos brincar? Experimentem!

Possíveis ações da criança neste momento: Os bebês podem se encantar ou se assustar com o material. Eles podem olhar com atenção, sorrir, balbuciar e pegar algum apito para imitar a ação do professor.


3

Enquanto o grupo estiver engajado nas situações exploratórias, instigue a curiosidade de um trio de bebês pelos portadores de textos. Promova o interesse por esses materiais, destacando as características deles e evidenciando as diferenças de cada um. Incentive a manipulação e faça a apresentação necessária para que eles vivenciem o objetivo e o uso desses materiais. Esteja atento e seja flexível para continuar ou interromper a exploração dos portadores de textos com o trio, enquanto o restante do grupo continua envolvido na interação com os outros elementos disponibilizados. Esteja atento aos bebês e, se o trio demonstrar interesse por algum portador de texto, leia algumas partes, incentivando-os a participar por meio de balbucios, palavras, gestos, movimentos e brincadeiras de imitação do ato de ler. Repita a intervenção com outros trios até que todos os bebês sejam convidados a participar desse momento de exploração dos portadores de texto.

Possíveis falas do professor neste momento: Vocês perceberam como esses livros são diferentes uns dos outros? O professor oferece um livro ao bebê e continua: Olha! Este daqui possui texturas e cores diferentes em cada um dos pássaros.

Possíveis ações da criança neste momento: Os bebês podem se alegrar com a novidade e, por estarem envolvidos na proposta, demonstram maior interesse em explorar os diferentes tipos de livros. Eles podem manusear algum e, logo após, colocar sobre o amigo a fim de mostrar suas descobertas.


4

Após esse momento, convide os bebês do grupo para se acomodarem confortavelmente em um canto do espaço, explicitando que apresentará o livro Tô indo. Auxilie-os a se organizarem, utilizando as almofadas como suporte corporal e acomodando-os bem próximo a você. Inicie a leitura do livro explorando a capa e apresentando o personagem. Durante a leitura, traga os bebês para o centro da história, apoiando as ações deles e significando seus gestos e movimentos acerca das imagens observadas. Valorize o momento da narrativa trazendo questionamentos sobre o enredo apresentado e potencializando formas de expressão e de comunicação. Gesticule, use diferentes entonações de voz e pronuncie lentamente as palavras para que eles compreendam melhor a narrativa. Faça as pausas necessárias para que possam interagir com o momento. Finalize a leitura relacionando a história e as imagens do livro com os elementos disponibilizados no contexto da brincadeira.


Para finalizar:

Comunique aos bebês que em breve a atividade será encerrada e explique qual será o próximo momento da rotina. Assim, eles estarão mais preparados para as situações de transição. O professor poderá levar para o espaço da atividade uma caixa de encaixes sólidos ou um cesto de brinquedos favoritos pertencentes à sala de referência, por exemplo, a fim de viabilizar uma atividade diferente para um bebê que porventura se interesse por outra proposta, respeitando as necessidades dele. Promova situações colaborativas ao convidar o grupo para auxiliar na organização dos materiais. Encoraje os esforços e tentativas de participação. Cante uma música para finalizar a atividade. Uma sugestão de canção dentro deste contexto é Ciranda dos Bichos, do grupo Palavra Cantada.

Desdobramentos

Esta atividade pode ser realizada ao longo de todo o anocom outro grupo de animais, como exemplificados a seguir: para os aquáticos, o professor pode planejar o uso de uma bacia com água para compor os materiais de caracterização do contexto; para os terrestres, pode utilizar um cesto de vime com folhas secas de árvores ou desenvolver a atividade no parque de areia. Além da temática sobre animais, o professor poderá realizar essa proposta com outras assuntos que sejam de apreciação do grupo ou da cultural local, alterando somente portadores de textos, elementos de caracterização e espaços da brincadeira.

Engajando as famílias

Para que as famílias se envolvam e valorizem as brincadeiras com histórias e portadores de texto, faça um mural de fotos próximo à sala de referência, utilizando cartolinas e algumas fotografias que fazem parte dos registros pedagógicos. Acrescente breves relatos do professor sobre o desenvolvimento da proposta, de modo que sensibilize os familiares a promoverem momentos de brincadeiras com histórias e diversificados portadores de texto.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Bebês :

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01EF05 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01EO04 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01CG01 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano