9921
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Plano de aula - Leitura e escrita de números na sequência numérica

POR: Flávia Luz Pessoa de Barros 22/11/2018
Código: MAT1_02NUM01

1º ano / Matemática / Números

Plano de aula alinhado à BNCC:

(EF01MA04) Contar a quantidade de objetos de coleções até 100 unidades e apresentar o resultado por registros verbais e simbólicos, em situações de seu interesse, como jogos, brincadeiras, materiais da sala de aula, entre outros.

Plano de aula de Matemática com atividades para 1º ano do Fundamental sobre Refletir sobre a escrita e a leitura de números relacionando-os à quantidade. Ordenar os números através da seriação, a partir de conhecimentos do Sistema Numérico Decimal.

 

Objetivo select-down

Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor:  Flávia Luz Pessoa de Barros

Mentor: Maria Lydia Mello

Especialista de área: Luciana Tenuta

Habilidade da BNCC

(EF01MA04) Representação da quantidade de elementos de uma coleção (leitura, escrita simbólica e comparação de números até pelo menos 100)

Objetivos específicos

Refletir sobre  a escrita e a leitura de números relacionando-os à quantidade.

Ordenar os números através da seriação, a partir de conhecimentos do Sistema Numérico Decimal.

Conceito-chave

Leitura e escrita de números.

Recursos necessários

  • Folha de papel A4 branca;
  • Atividades impressas em folhas, coladas no caderno ou não;
  • Cadeiras correspondentes à quantidade de alunos presentes;
  • Cartões com números correspondentes ao números de alunos presentes (por exemplo, se vierem 24 alunos, cartões numerados de 1 a 24);
  • Fita adesiva.

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientação: Projete ou leia o objetivo para a turma, usando uma linguagem mais simples para as crianças.

Propósito: Compartilhar o objetivo da aula.

Aquecimento select-down

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientação: Projete ou leia para turma.

Propósito: Verificar se alunos conseguem relacionar a quantidade de crianças à quantidade de cadeira e observar a forma como eles fazem isso. Retomar conhecimentos prévios de contagem e pareamento.

Materiais Complementares:

Resolução do Aquecimento

Atividade principal select-down

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientação: Coloque previamente uma fita adesiva no encosto da cadeira para que eles possam colar os cartões com os números. Tenha por perto mais fita, caso alguma criança queira trocar o seu número de lugar. Deixe que as crianças tentem se organizar sozinhas, sem nenhuma intervenção. Observe e registre a conversa entre eles, dessa conversa podem surgir questionamento interessantes a serem feitos posteriormente.

Propósito: Fazer com que os alunos discutam a sequência numérica e cheguem a um consenso sobre como organizar.

Atividade principal select-down

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Peça às crianças que se sentem ao chão, de maneira aleatória em frente às cadeiras, com uma distância suficiente para que todos possam observar todas as cadeiras. Permita que todos opinem sobre a organização dos números até que o grupo chegue a uma conclusão. Assim que as crianças terminarem de organizar os números nas cadeiras, a brincadeira começa. Diga para cada criança uma dica referente ao número de qual cadeira ela irá se sentar, por exemplo: “Maria, você vai se sentar na cadeira que tem um número maior que cinco e menor que 7” ou “José, você vai se sentar na cadeira ao lado da cadeira com o número 9 e da cadeira com o número 8”. E assim por diante até que todos estejam sentados.

Propósito: Fazer com que os alunos discutam a sequência numérica e cheguem a um consenso sobre como organizar.

Discuta com a turma:

  • Como vocês concluíram que essa é melhor organização?
  • Se chegasse mais uma criança, qual número nós daríamos a ela?
  • E se uma criança fosse embora antes da brincadeira, qual número iríamos retirar da brincadeira?

Materiais Complementares:

Resolução da Atividade Principal

Guia de intervenção

Atividade principal select-down

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Peça às crianças que se sentem ao chão, de maneira aleatória em frente às cadeiras, com uma distância suficiente para que todos possam observar todas as cadeiras. Permita que todos opinem sobre a organização dos números até que o grupo chegue a uma conclusão. Assim que as crianças terminarem de organizar os números nas cadeira, a brincadeira começa. Diga para cada criança uma dica referente ao número de qual cadeira ela irá se sentar, por exemplo: “Maria, você vai se sentar na cadeira que tem um número maior que cinco e menor que 7” ou “José, você vai se sentar na cadeira ao lado da cadeira com o número 9 e da cadeira com o número 8.” E assim por diante até que todos estejam sentados.

Propósito: Fazer com que os alunos registrem a brincadeira.

Discuta com a turma:

  • Como vocês podem representar essa brincadeira de modo que uma pessoa que não brincou entenda o que aconteceu?
  • Todos que verem o seu registro saberão qual era o número da cadeira que você sentou?

Discussão da solução select-down

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Esse é o momento de compartilhar a experiência antes vivida. No grande grupo, peça que alguns alunos compartilhem seus registros, dificuldades e percepções que tiveram ao longo da brincadeira. Previamente, observe os registros produzidos pelos alunos e selecione alguns para contarem.

Propósito: Compartilhar os registros e a experiência da brincadeira.

Discuta com a turma:

  • O que ajudava a saber onde vocês deveriam se sentar?
  • No registro de vocês, o que vocês fizeram para que, quem olhasse , soubesse onde vocês se sentaram?

Discussão da solução select-down

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Você pode projetar, ou mesmo copiar este registro no quadro. Alguns alunos podem ainda não saber que organizamos os números na sequência numérica da esquerda para a direita, portanto, é possível que alguém diga que ele está sentada na cadeira de número dois. Essa pode ser uma discussão interessante.

Propósito: Discutir diferentes formas de registro.

Discuta com a turma:

  • Alguém fez o registro assim?
  • Vocês mudariam alguma coisa nesse registro?

Discussão da solução select-down

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Você pode projetar, ou mesmo copiar este registro no quadro. Ainda no grande grupo, deixe os alunos colocarem suas percepções e comparações sobre os dois registros. Estimule os alunos a conversarem sobre qual a função dos números nesse registro.

Propósito: Discutir diferentes formas de registro.

Discuta com a turma:

  • Alguém fez o registro assim, ou parecido?
  • Vocês mudariam alguma coisa nesse registro?
  • Os números ajudam ou atrapalham?
  • O que podemos saber com os números desse registro?

Sistematização do Conceito select-down

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: No grande grupo, retome o processo de organização das cadeiras e da montagem da sequência numérica.

Propósito: Retomar o conteúdo discutido nas atividades anteriores.

Encerramento select-down

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientações: No grande grupo, discuta sobre o que eles aprenderam no dia de hoje. Faça registros das falas dos alunos, em futuras aulas elas podem servir para retomar o que já foi aprendido. Também é possível sistematizar a aula com um pequeno texto coletivo sobre o que eles aprenderam hoje. Enquanto as crianças falam, você serve de escriba, redigindo o texto proposto pelos alunos no quadro.

Propósito: Retomar o conteúdo discutido nas atividades anteriores.

Discuta com a turma:

  • Na atividade que realizamos, para que serviam os números?
  • Em quais outras situações utilizamos números?
  • O que já sabemos sobre a sequência numérica?

Raio X select-down

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: Apresente a nova situação e peça que os alunos registrem suas respostas no caderno. Em seguida, peça que compartilhem oralmente suas conclusões e expliquem como chegaram à elas. O raio x é um momento para você avaliar se todos os estudantes conseguiram avançar no conteúdo proposto, então procure identificar e anotar os comentários de cada um.

Propósito: Auxiliar os alunos a perceber as relações entre quantidade e a ordem na sequência numérica.

Discuta com a turma:

  • Como sabemos que 12 é maior do que 6?
  • Como vocês descobriram que o número 12 está mais próximo do 10? Vocês usaram algum registro para descobrir?

Raio X

Resolução do Raio X

Atividade complementar

Resolução da Atividade Complementar

Resumo da aula

download Baixar plano

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientação: Projete ou leia o objetivo para a turma, usando uma linguagem mais simples para as crianças.

Propósito: Compartilhar o objetivo da aula.


Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor:  Flávia Luz Pessoa de Barros

Mentor: Maria Lydia Mello

Especialista de área: Luciana Tenuta

Habilidade da BNCC

(EF01MA04) Representação da quantidade de elementos de uma coleção (leitura, escrita simbólica e comparação de números até pelo menos 100)

Objetivos específicos

Refletir sobre  a escrita e a leitura de números relacionando-os à quantidade.

Ordenar os números através da seriação, a partir de conhecimentos do Sistema Numérico Decimal.

Conceito-chave

Leitura e escrita de números.

Recursos necessários

  • Folha de papel A4 branca;
  • Atividades impressas em folhas, coladas no caderno ou não;
  • Cadeiras correspondentes à quantidade de alunos presentes;
  • Cartões com números correspondentes ao números de alunos presentes (por exemplo, se vierem 24 alunos, cartões numerados de 1 a 24);
  • Fita adesiva.

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientação: Projete ou leia para turma.

Propósito: Verificar se alunos conseguem relacionar a quantidade de crianças à quantidade de cadeira e observar a forma como eles fazem isso. Retomar conhecimentos prévios de contagem e pareamento.

Materiais Complementares:

Resolução do Aquecimento

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientação: Coloque previamente uma fita adesiva no encosto da cadeira para que eles possam colar os cartões com os números. Tenha por perto mais fita, caso alguma criança queira trocar o seu número de lugar. Deixe que as crianças tentem se organizar sozinhas, sem nenhuma intervenção. Observe e registre a conversa entre eles, dessa conversa podem surgir questionamento interessantes a serem feitos posteriormente.

Propósito: Fazer com que os alunos discutam a sequência numérica e cheguem a um consenso sobre como organizar.

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Peça às crianças que se sentem ao chão, de maneira aleatória em frente às cadeiras, com uma distância suficiente para que todos possam observar todas as cadeiras. Permita que todos opinem sobre a organização dos números até que o grupo chegue a uma conclusão. Assim que as crianças terminarem de organizar os números nas cadeiras, a brincadeira começa. Diga para cada criança uma dica referente ao número de qual cadeira ela irá se sentar, por exemplo: “Maria, você vai se sentar na cadeira que tem um número maior que cinco e menor que 7” ou “José, você vai se sentar na cadeira ao lado da cadeira com o número 9 e da cadeira com o número 8”. E assim por diante até que todos estejam sentados.

Propósito: Fazer com que os alunos discutam a sequência numérica e cheguem a um consenso sobre como organizar.

Discuta com a turma:

  • Como vocês concluíram que essa é melhor organização?
  • Se chegasse mais uma criança, qual número nós daríamos a ela?
  • E se uma criança fosse embora antes da brincadeira, qual número iríamos retirar da brincadeira?

Materiais Complementares:

Resolução da Atividade Principal

Guia de intervenção

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Peça às crianças que se sentem ao chão, de maneira aleatória em frente às cadeiras, com uma distância suficiente para que todos possam observar todas as cadeiras. Permita que todos opinem sobre a organização dos números até que o grupo chegue a uma conclusão. Assim que as crianças terminarem de organizar os números nas cadeira, a brincadeira começa. Diga para cada criança uma dica referente ao número de qual cadeira ela irá se sentar, por exemplo: “Maria, você vai se sentar na cadeira que tem um número maior que cinco e menor que 7” ou “José, você vai se sentar na cadeira ao lado da cadeira com o número 9 e da cadeira com o número 8.” E assim por diante até que todos estejam sentados.

Propósito: Fazer com que os alunos registrem a brincadeira.

Discuta com a turma:

  • Como vocês podem representar essa brincadeira de modo que uma pessoa que não brincou entenda o que aconteceu?
  • Todos que verem o seu registro saberão qual era o número da cadeira que você sentou?

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Esse é o momento de compartilhar a experiência antes vivida. No grande grupo, peça que alguns alunos compartilhem seus registros, dificuldades e percepções que tiveram ao longo da brincadeira. Previamente, observe os registros produzidos pelos alunos e selecione alguns para contarem.

Propósito: Compartilhar os registros e a experiência da brincadeira.

Discuta com a turma:

  • O que ajudava a saber onde vocês deveriam se sentar?
  • No registro de vocês, o que vocês fizeram para que, quem olhasse , soubesse onde vocês se sentaram?

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Você pode projetar, ou mesmo copiar este registro no quadro. Alguns alunos podem ainda não saber que organizamos os números na sequência numérica da esquerda para a direita, portanto, é possível que alguém diga que ele está sentada na cadeira de número dois. Essa pode ser uma discussão interessante.

Propósito: Discutir diferentes formas de registro.

Discuta com a turma:

  • Alguém fez o registro assim?
  • Vocês mudariam alguma coisa nesse registro?

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Você pode projetar, ou mesmo copiar este registro no quadro. Ainda no grande grupo, deixe os alunos colocarem suas percepções e comparações sobre os dois registros. Estimule os alunos a conversarem sobre qual a função dos números nesse registro.

Propósito: Discutir diferentes formas de registro.

Discuta com a turma:

  • Alguém fez o registro assim, ou parecido?
  • Vocês mudariam alguma coisa nesse registro?
  • Os números ajudam ou atrapalham?
  • O que podemos saber com os números desse registro?

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: No grande grupo, retome o processo de organização das cadeiras e da montagem da sequência numérica.

Propósito: Retomar o conteúdo discutido nas atividades anteriores.

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientações: No grande grupo, discuta sobre o que eles aprenderam no dia de hoje. Faça registros das falas dos alunos, em futuras aulas elas podem servir para retomar o que já foi aprendido. Também é possível sistematizar a aula com um pequeno texto coletivo sobre o que eles aprenderam hoje. Enquanto as crianças falam, você serve de escriba, redigindo o texto proposto pelos alunos no quadro.

Propósito: Retomar o conteúdo discutido nas atividades anteriores.

Discuta com a turma:

  • Na atividade que realizamos, para que serviam os números?
  • Em quais outras situações utilizamos números?
  • O que já sabemos sobre a sequência numérica?

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: Apresente a nova situação e peça que os alunos registrem suas respostas no caderno. Em seguida, peça que compartilhem oralmente suas conclusões e expliquem como chegaram à elas. O raio x é um momento para você avaliar se todos os estudantes conseguiram avançar no conteúdo proposto, então procure identificar e anotar os comentários de cada um.

Propósito: Auxiliar os alunos a perceber as relações entre quantidade e a ordem na sequência numérica.

Discuta com a turma:

  • Como sabemos que 12 é maior do que 6?
  • Como vocês descobriram que o número 12 está mais próximo do 10? Vocês usaram algum registro para descobrir?

Raio X

Resolução do Raio X

Atividade complementar

Resolução da Atividade Complementar

Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor:  Flávia Luz Pessoa de Barros

Mentor: Maria Lydia Mello

Especialista de área: Luciana Tenuta

Habilidade da BNCC

(EF01MA04) Representação da quantidade de elementos de uma coleção (leitura, escrita simbólica e comparação de números até pelo menos 100)

Objetivos específicos

Refletir sobre  a escrita e a leitura de números relacionando-os à quantidade.

Ordenar os números através da seriação, a partir de conhecimentos do Sistema Numérico Decimal.

Conceito-chave

Leitura e escrita de números.

Recursos necessários

  • Folha de papel A4 branca;
  • Atividades impressas em folhas, coladas no caderno ou não;
  • Cadeiras correspondentes à quantidade de alunos presentes;
  • Cartões com números correspondentes ao números de alunos presentes (por exemplo, se vierem 24 alunos, cartões numerados de 1 a 24);
  • Fita adesiva.

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

OUTRAS AULAS DESSA UNIDADE:

AULAS DESSA DISCIPLINA:

AULAS RELACIONADAS:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Resolução de Problemas em Matemática com Esforço Produtivo

Neste curso, Kátia Smole ensina como estimular o raciocínio matemático dos alunos, por meio de sugestões de atividade, textos com dicas e a realização de uma prática de sala de aula.

Ver mais detalhes