13953
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Plano de aula - Com que letra começa a palavra

POR: Heloísa Jordão, Tania Rios 03/12/2018
Código: LPO1_02ATS01

1º ano / Língua Portuguesa / Atividade de Sistematização

Plano de aula alinhado à BNCC:

(EF01LP07) Identificar fonemas e sua representação por letras.

(EF01LP10) Nomear as letras do alfabeto e recitá-lo na ordem das letras.

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 1º ano do EF sobre Com que letra começa a palavra

 

Sobre este plano select-down

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é primeira aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. A finalidade desse conjunto de planos é identificar a letra inicial de palavras.

Materiais necessários: Computador on-line; projetor multimídia, caixas de som; cópias dos materiais listados nas orientações.

Vídeo ‘Colecionador’ de frutas raras cultiva 1,3 mil espécies em sítio de SP, BBC Brasil Link: https://www.youtube.com/watch?v=5ePhURSmLMc Acesso em 21 de março de 2018.

Dificuldades antecipadas: Como as crianças encontram-se no início do ciclo de alfabetização, elas podem ter dificuldades para identificar o conjunto de letras do alfabeto, saber nomeá-las e estabelecer relações entre letra e som.

Referências sobre o assunto:

LEAL, T. F.; ALBUQUERQUE, E. B.; LEITE, T. M. R. Jogos: alternativas didáticas para brincar alfabetizando (ou alfabetizar brincando?) In: MORAIS, A. G. de; ALBUQUERQUE, E. B. (Orgs.). Alfabetização: apropriação do sistema alfabético. Belo Horizonte: Autêntica, 2005, p. 111-132. Disponível em http://www.serdigital.com.br/gerenciador/clientes/ceel/arquivos/20.pdf

Tema da aula select-down

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Conte para a turma qual é a proposta da aula do dia.

Introdução select-down

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: A atividade será introduzida por meio da apresentação de uma reportagem sobre frutas exóticas, com duração de cerca de 5 minutos. Acesse o vídeo aqui: https://www.youtube.com/watch?v=5ePhURSmLMc

  • Prepare as crianças para assistir ao programa, proporcionando informações sobre o tema da reportagem - a coleção de frutas - e sobre Helton, um jovem pesquisador de frutas muito diferentes.
  • Explique que, desde os 14 anos, ele coleciona frutas num sítio onde vive. São mais de 1300 espécies plantadas. Antecipe que Helton tem dificuldades para falar e se movimentar, por um problema sofrido durante o parto. Destaque a história de superação do rapaz, que hoje é um dos maiores colecionadores de frutas do mundo, tornou-se um frutólogo!
  • Vamos assistir a uma reportagem sobre um jovem brasileiro que coleciona frutas no sítio onde vive. Seu pomar tem mais de 1300 espécies diferentes! Helton coleciona essas frutas desde os 14 anos.
  • Quantas frutas vocês conhecem? Sabiam que havia tantas frutas diferentes no mundo? No Brasil, são mais de 700 espécies nativas!
  • Após a reportagem, converse com as crianças e incentive-as a dizerem o que mais chamou a atenção delas. Caso as crianças comentem sobre a fala e os movimentos de Helton, retome a história de vida dele e a forma como o rapaz superou suas dificuldades. Na reportagem, Helton comenta sobre isso.
  • Caso você não tenha como exibir o vídeo, conte a história de Helton para a turma e pergunte que frutas diferentes eles conhecem ou já experimentaram. Deixe que falem e destaque a diversidade de espécies.

Desenvolvimento select-down

Tempo sugerido: 35 minutos

Orientações:

  • Proponha aos alunos a organização de um “pomar”, com uma boa coleção de frutas. E como não há espaço para plantar tantas árvores frutíferas na sala de aula, vamos colecionar fotografias de frutas que ficarão expostas no mural da sala.
  • Vamos montar um pomar? Nosso desafio será o de encontrar frutas variadas que comecem com todas as letras do alfabeto. Será que conseguimos pelo menos uma fruta que comece com cada uma das letras do alfabeto?
  • Observem o alfabeto. Quantas letras têm?
  • De quantas frutas precisaríamos para montar uma lista que começa na letra A e vai até a letra Z?
  • Para ajudar nesse desafio, já pesquisei algumas que estão neste envelope (pode usar também uma sacola de feira ou cesto de frutas de modo a criar um contexto lúdico). Vou sortear uma a uma e, além de dizerem o nome da fruta, vocês devem indicar a letra inicial de cada uma delas.
  • Depois, vamos escrever o nome dessas frutas no caderno.

Se as crianças ainda não sabem quantas e quais são as letras do alfabeto ou apresentam dúvidas, aponte para as letras expostas na sala de aula. Nas turmas de alfabetização, é importante expor as letras do alfabeto, em imprensa, maiúsculas e minúsculas, para que os alunos as tomem como referência.

  • Mostre o slide ou a imagem da primeira fruta disponível no material complementar para que todos possam visualizá-la. Por exemplo, “MELANCIA”. Em seguida, pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?
  • Para que todos participem, você pode escolher uma criança para identificar a fruta e outra para identificar a letra inicial. Afixe no mural ou projete a imagem. Repita o nome da fruta, incentive-as a consultar o alfabeto no mural ou afixado na sala. Em seguida, anote a letra inicial identificada pelas crianças. Por fim, proponha que escrevam no caderno o nome da fruta:
  • Vamos copiar a lista de frutas que compõem nosso pomar.
  • Proceda da mesma maneira com todas os demais nomes de frutas, apresentados nos slides seguintes.

Materiais complementares:

Clique aqui para acessar. Nesse documento, não há frutas suficientes para todas as letras. Essas frutas foram intencionalmente selecionadas. A letra inicial de cada fruta representa seu valor de base: o fonema que aquela letra representa com maior frequência. Desse modo, em vez de CEREJA para letra C, escolhemos CAJU, porque o valor mais frequente representado pela letra C é o fonema /k/. Há dois motivos para essa seleção. Primeiro, porque as crianças podem realizar descobertas sobre as relações letra-fonema. São palavras que se tornam conhecidas pelas crianças e transformam-se em matéria-prima para analisar unidades menores que as compõem, por exemplo, para identificar letras e os fonemas que representam. Segundo, porque conforme a autora Maria José Nóbrega coloca no livro Ortografia (São Paulo: Melhoramentos, 2013. Coleção Como Eu Ensino), crianças que ainda não dominam o sistema de escrita alfabética, mas que empregam algumas letras com valores sonoros convencionais, operam com o valor de base das letras (o fonema que a letra representa com maior frequência).

Desenvolvimento select-down

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Desenvolvimento select-down

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Desenvolvimento select-down

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Desenvolvimento select-down

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Desenvolvimento select-down

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Desenvolvimento select-down

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Desenvolvimento select-down

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Desenvolvimento select-down

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Desenvolvimento select-down

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Desenvolvimento select-down

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Desenvolvimento select-down

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Desenvolvimento select-down

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Desenvolvimento select-down

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Desenvolvimento select-down

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Fechamento select-down

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Para finalizar, pergunte às crianças: Para formar um pomar de A a Z, quais letras faltam? De quantas frutas precisamos ainda para completar nosso pomar?
  • Solicite que copiem as letras que ainda faltam no caderno e que, para a aula seguinte, procurem imagens de novas frutas para completar o “pomar”. Agende o dia que devem trazer o material para a sala e envie um bilhete avisando os familiares das crianças sobre a tarefa.
  • Caso antecipe que as crianças terão dificuldades para realizar essa tarefa em casa, promova uma consulta coletiva a sites para selecionar as frutas que comporão o pomar. Caso falte alguma letra, você também pode colaborar com a coleção e selecionar algumas frutas para completar a atividade.

Materiais complementares:

Para pesquisar novas frutas de a a z, consulte: http://www.blog.mcientifica.com.br/frutas-de-a-a-z/ Acesso em 21/02/2018.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é primeira aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. A finalidade desse conjunto de planos é identificar a letra inicial de palavras.

Materiais necessários: Computador on-line; projetor multimídia, caixas de som; cópias dos materiais listados nas orientações.

Vídeo ‘Colecionador’ de frutas raras cultiva 1,3 mil espécies em sítio de SP, BBC Brasil Link: https://www.youtube.com/watch?v=5ePhURSmLMc Acesso em 21 de março de 2018.

Dificuldades antecipadas: Como as crianças encontram-se no início do ciclo de alfabetização, elas podem ter dificuldades para identificar o conjunto de letras do alfabeto, saber nomeá-las e estabelecer relações entre letra e som.

Referências sobre o assunto:

LEAL, T. F.; ALBUQUERQUE, E. B.; LEITE, T. M. R. Jogos: alternativas didáticas para brincar alfabetizando (ou alfabetizar brincando?) In: MORAIS, A. G. de; ALBUQUERQUE, E. B. (Orgs.). Alfabetização: apropriação do sistema alfabético. Belo Horizonte: Autêntica, 2005, p. 111-132. Disponível em http://www.serdigital.com.br/gerenciador/clientes/ceel/arquivos/20.pdf

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Conte para a turma qual é a proposta da aula do dia.

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: A atividade será introduzida por meio da apresentação de uma reportagem sobre frutas exóticas, com duração de cerca de 5 minutos. Acesse o vídeo aqui: https://www.youtube.com/watch?v=5ePhURSmLMc

  • Prepare as crianças para assistir ao programa, proporcionando informações sobre o tema da reportagem - a coleção de frutas - e sobre Helton, um jovem pesquisador de frutas muito diferentes.
  • Explique que, desde os 14 anos, ele coleciona frutas num sítio onde vive. São mais de 1300 espécies plantadas. Antecipe que Helton tem dificuldades para falar e se movimentar, por um problema sofrido durante o parto. Destaque a história de superação do rapaz, que hoje é um dos maiores colecionadores de frutas do mundo, tornou-se um frutólogo!
  • Vamos assistir a uma reportagem sobre um jovem brasileiro que coleciona frutas no sítio onde vive. Seu pomar tem mais de 1300 espécies diferentes! Helton coleciona essas frutas desde os 14 anos.
  • Quantas frutas vocês conhecem? Sabiam que havia tantas frutas diferentes no mundo? No Brasil, são mais de 700 espécies nativas!
  • Após a reportagem, converse com as crianças e incentive-as a dizerem o que mais chamou a atenção delas. Caso as crianças comentem sobre a fala e os movimentos de Helton, retome a história de vida dele e a forma como o rapaz superou suas dificuldades. Na reportagem, Helton comenta sobre isso.
  • Caso você não tenha como exibir o vídeo, conte a história de Helton para a turma e pergunte que frutas diferentes eles conhecem ou já experimentaram. Deixe que falem e destaque a diversidade de espécies.

Tempo sugerido: 35 minutos

Orientações:

  • Proponha aos alunos a organização de um “pomar”, com uma boa coleção de frutas. E como não há espaço para plantar tantas árvores frutíferas na sala de aula, vamos colecionar fotografias de frutas que ficarão expostas no mural da sala.
  • Vamos montar um pomar? Nosso desafio será o de encontrar frutas variadas que comecem com todas as letras do alfabeto. Será que conseguimos pelo menos uma fruta que comece com cada uma das letras do alfabeto?
  • Observem o alfabeto. Quantas letras têm?
  • De quantas frutas precisaríamos para montar uma lista que começa na letra A e vai até a letra Z?
  • Para ajudar nesse desafio, já pesquisei algumas que estão neste envelope (pode usar também uma sacola de feira ou cesto de frutas de modo a criar um contexto lúdico). Vou sortear uma a uma e, além de dizerem o nome da fruta, vocês devem indicar a letra inicial de cada uma delas.
  • Depois, vamos escrever o nome dessas frutas no caderno.

Se as crianças ainda não sabem quantas e quais são as letras do alfabeto ou apresentam dúvidas, aponte para as letras expostas na sala de aula. Nas turmas de alfabetização, é importante expor as letras do alfabeto, em imprensa, maiúsculas e minúsculas, para que os alunos as tomem como referência.

  • Mostre o slide ou a imagem da primeira fruta disponível no material complementar para que todos possam visualizá-la. Por exemplo, “MELANCIA”. Em seguida, pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?
  • Para que todos participem, você pode escolher uma criança para identificar a fruta e outra para identificar a letra inicial. Afixe no mural ou projete a imagem. Repita o nome da fruta, incentive-as a consultar o alfabeto no mural ou afixado na sala. Em seguida, anote a letra inicial identificada pelas crianças. Por fim, proponha que escrevam no caderno o nome da fruta:
  • Vamos copiar a lista de frutas que compõem nosso pomar.
  • Proceda da mesma maneira com todas os demais nomes de frutas, apresentados nos slides seguintes.

Materiais complementares:

Clique aqui para acessar. Nesse documento, não há frutas suficientes para todas as letras. Essas frutas foram intencionalmente selecionadas. A letra inicial de cada fruta representa seu valor de base: o fonema que aquela letra representa com maior frequência. Desse modo, em vez de CEREJA para letra C, escolhemos CAJU, porque o valor mais frequente representado pela letra C é o fonema /k/. Há dois motivos para essa seleção. Primeiro, porque as crianças podem realizar descobertas sobre as relações letra-fonema. São palavras que se tornam conhecidas pelas crianças e transformam-se em matéria-prima para analisar unidades menores que as compõem, por exemplo, para identificar letras e os fonemas que representam. Segundo, porque conforme a autora Maria José Nóbrega coloca no livro Ortografia (São Paulo: Melhoramentos, 2013. Coleção Como Eu Ensino), crianças que ainda não dominam o sistema de escrita alfabética, mas que empregam algumas letras com valores sonoros convencionais, operam com o valor de base das letras (o fonema que a letra representa com maior frequência).

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Orientações:

  • Pergunte: Qual o nome desta fruta? Com que letra começa?

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Para finalizar, pergunte às crianças: Para formar um pomar de A a Z, quais letras faltam? De quantas frutas precisamos ainda para completar nosso pomar?
  • Solicite que copiem as letras que ainda faltam no caderno e que, para a aula seguinte, procurem imagens de novas frutas para completar o “pomar”. Agende o dia que devem trazer o material para a sala e envie um bilhete avisando os familiares das crianças sobre a tarefa.
  • Caso antecipe que as crianças terão dificuldades para realizar essa tarefa em casa, promova uma consulta coletiva a sites para selecionar as frutas que comporão o pomar. Caso falte alguma letra, você também pode colaborar com a coleção e selecionar algumas frutas para completar a atividade.

Materiais complementares:

Para pesquisar novas frutas de a a z, consulte: http://www.blog.mcientifica.com.br/frutas-de-a-a-z/ Acesso em 21/02/2018.

Este plano de aula foi produzido pelo Time de Autores NOVA ESCOLA
Professor-autor: Heloísa Jordão / Tânia Rios
Tema da aula: Com que letra começa a palavra
Finalidade da aula: Associar uma palavra (o nome da fruta) à imagem e identificar letra inicial.
Ano: 1º ano do Ensino Fundamental
Objetos do conhecimento: Construção do sistema alfabético e da ortografia; conhecimento do alfabeto do português do Brasil
Prática de linguagem: Análise linguística e semiótica
Habilidade(s) da BNCC: EF01LP10, EF01LP07
Esta é primeira aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. Recomendamos o uso desse plano em sequência.  

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

OUTRAS AULAS DESSA UNIDADE:

AULAS DESSA DISCIPLINA:

1º ano / Língua Portuguesa / Atividade de Sistematização

AULAS RELACIONADAS:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes