13679
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Educação Infantil > Pré Escola - Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Atividade - História sonorizada

As crianças participam da contação de histórias fazendo barulhos que ajudem a compor a narrativa feita pela professora.

Plano 01 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Maira Franco Tangerino

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Para esta proposta é importante que você tenha apresentado ao grupo histórias que utilizem sons corporais ou instrumentos musicais com a narrativa. Familiarize o grupo com a utilização de sons, construindo um repertório de sonorização.

Por exemplo, na história dos Três Porquinhos, o sopro e a queda de cada uma das casas são momentos da narrativa que podem ser sonorizados. No livro Cadê o Pintinho, de Márcia Leite, publicado pela editora Pulo do Gato, cada aparição dos animais pode corresponder a um som, feito com o corpo ou com instrumentos.

Depois de garantido esse repertório do uso de sonoplastia com histórias, escolha uma uma para ler e separe-a em partes, para planejar a sonorização com as crianças.

Materiais:

Planeje os materiais sonoros conhecidos do grupo, considerando a história que será lida. Você pode prever materiais como instrumentos musicais convencionais que sejam acessíveis ao grupo, utilizar instrumentos confeccionados artesanalmente ou pelas próprias crianças, outros objetos que produzam sons ou usar um repertório sonoro produzido com o corpo. O repertório de sons do corpo pode ser representado em fichas, por meio de figuras que lembrem a ação necessária para a reprodução do som.

Espaços:

Preveja um espaço para uma roda de história. Busque um local sem muita interferência sonora, tendo em vista o cuidado para não comprometer a sonorização da proposta.

Planeje a organização da turma em pelo menos dois grupos, para que as crianças manuseiem os instrumentos e possam interagir. Caso não seja possível ter um professor em cada grupo, proponha que o grupo que não esteja na leitura da história se envolva em uma atividade com autonomia, como por exemplo, modelagem com massinha, jogos de construção, entre outros, enquanto você acompanha o que irá participar do momento da história. Depois, basta trocar os grupos.

Tempo sugerido:

Aproximadamente 40 minutos.

Perguntas para guiar suas observações:

1. Quais são os gestos e as expressões das crianças durante a contação de história?

2. Todas participam fazendo sons, ou algumas preferem apenas observar?

3. No cotidiano, as crianças tentam reproduzir a história? Como fazem isso?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem dificultar que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender às necessidades e às diferenças de cada criança ou do grupo. Convide todas as crianças para participar. Atente-se para garantir liberdade de escolha às crianças para a maneira de se sentarem. Busque estar atento às diferentes formas de interação delas, propondo alternativas para contribuições individuais e coletivas, traçando estratégias para que uma criança ajude às outras.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Reúna as crianças e conte que elas irão fazer atividades divididas em dois grupos. Explique que você acompanhará um grupo em uma roda de história e que o outro grupo fará uma atividade que já realizam com autonomia. Informe que depois trocarão de atividade com o grupo que estará com você.

Convide as crianças que participarão da história para se acomodar no local escolhido. Conte que você separou uma história e algumas possibilidades sonoras que elas já conhecem. Diga que depois de a ouvirem, vocês utilizarão os sons na narrativa.


2

Inicie a leitura da história, utilizando as entonações necessárias para a apreciação do grupo. Ao finalizar a leitura, combine com as crianças que agora vocês irão rememorar o repertório sonoro que já conhecem. Peça que escolham os sons que farão parte da sonoplastia da narrativa. Em seguida, proponha que as crianças expressem os sons conhecidos ou que apresentem novos como sugestões para a composição da história. Nesse momento, faça certos combinados com o grupos, para que as participações de todos sejam acolhidas. Apoie as sugestões, observando e ampliando a riqueza das trocas de opiniões.


3

Após as crianças expressarem as ideias quanto aos sons que poderão utilizar na sonoplastia da história, diga para o grupo que vocês irão analisar a primeira parte da narrativa, para acordarem quais sons podem ser utilizados. A cada seleção realizada pelo grupo, diga às crianças que vocês passarão para a próxima parte do texto e que, se for o caso, precisarão pensar em outras possibilidades sonoras. Após selecionarem os sons, decida com o grupo quem serão os responsáveis por reproduzi-los na narrativa. Caso seja possível, combine para que cada criança reproduza um.

Suponha que a história selecionada apresente possibilidades sonoras com o vento: Pessoal, aqui nesta parte da história, vejam o que diz: Naquela manhã o vento cantava de forma serena! Como podemos reproduzir um vento cantando de forma serena? Aqui nos fala de um vento forte ou um vento mais calmo? Em outro caso, considere um personagem caminhando: Por ali, caminha um lobo. Com passos firmes, buscava encontrar alguma comida. Você pode dizer: E aqui, que som podemos fazer para indicar os passos do lobo?


4

Após a seleção dos sons que serão utilizados, recomece a leitura para que as crianças possam sonorizar a história, apoiando o grupo, se necessário, na utilização dos recursos.


5

Encerrando a contação, investigue junto às crianças sobre como foi participar do momento. Após essa conversa, diga que, conforme explicou no início, agora elas irão fazer a troca de atividade com os colegas. Utilize as mesmas estratégias com o novo grupo de crianças.


Para finalizar:

Ao terminar a leitura para todos os grupos, convide as crianças para organizar os espaços utilizados nas atividades. Lance desafios para tornar o momento divertido! Você pode dizer que precisam guardar os materiais, mas que farão isso pulando como coelhos, por exemplo.

Desdobramentos

Considere repetir esta estratégia de leitura de história com as crianças, ampliando o tamanho do grupo e diversificando os instrumentos entre elas. Utilize-os também em parlendas ou poemas.

Você pode ainda filmar a história sonorizada ou ensaiá-la com as crianças, para que seja apresentada em momentos de partilha com outros grupos da escola.

Engajando as famílias

Envie para casa um comunicado contando às famílias que as crianças ouviram uma história cheia de surpresas. No texto, peça que os responsáveis perguntem para as crianças que história foi essa e quais foram as surpresas. Considere dividir o registro dessa proposta em momentos coletivos, tais como em reunião de pais.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses) :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03CG03 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03EF08 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano