12370
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Ciências > 8º ano > Terra e Universo

Plano de aula - Chuva, Perfil Pluviométrico e Pluviômetros: Como Medir uma Chuva

Plano de aula de Ciências com atividades para 8o ano do EF sobre Chuva, Perfil Pluviométrico e Pluviômetros: Como Medir uma Chuva

Plano 01 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Danilo Pereira Pinseta

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a primeira de uma sequência de cinco aulas que abordarão assuntos relacionados à climatologia e à previsão do tempo. Nesta aula, o assunto é o cálculo dos índices pluviométricos, a construção dos gráficos pluviométricos e a ocorrência de enchentes, favorecidas pela impermeabilização do solo, característica de zonas urbanas.

Materiais necessários para a aula: Para esta aula serão necessários copos (os cilíndricos são mais apropriados), trenas ou fitas métricas, fita crepe, giz ou barbante (neste caso, será necessário algo que possibilite a fixação do barbante no solo), uma mangueira ou regador.

Título da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto.

Orientações: Apresente o slide e leia o título da aula para os alunos.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 4 minutos.

Orientações: Apresente o pluviômetro aos alunos. Havendo um pluviômetro à disposição, permita que os alunos vejam o aparato. Chame atenção para o fato de que o pluviômetro dá sua indicação em milímetros (mm) e que, quanto maior a quantidade de água no interior do recipiente, maior é a indicação do aparelho. Mostre a eles um copo do tipo que será usado para a captação de água durante a atividade da aula. Explicite que, como não há a indicação de altura no copo, a medição da altura da coluna de água coletada será feita por eles com a utilização de uma régua.

Questão disparadora select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 6 minutos.

Orientações: Leia a questão disparadora para os alunos. Confronte os alunos com a ideia de que não é cabível, a priori, medir quantidades de água em milímetros (como indicará o pluviômetro). Permita que os alunos manifestem suas opiniões e ideias prévias. Sugira que se colete toda a água que cair na cidade, fazendo uso de uma grande lona ou algum sistema qualquer de captação, e averigue se há a compreensão, por parte dos alunos, da inviabilidade prática desta ideia, considerando, inclusive, que parte da água de chuva é absorvida pelo solo.

Mão na massa select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 16 minutos.

Orientações: Esta atividade deve ser convenientemente executada em área a céu aberto. Realize a atividade em solo, a fim de evitar maiores desperdícios de água. Outra opção é dispor os copos já com água antes da aula, como se a chuva já tivesse ocorrido. O volume de chuva na área delimitada deve ser calculado multiplicando-se o valor da altura da coluna de água em cada copo pelo valor da área na qual o copo se encontrava. Cuide para que não ocorram trocas dos copos e suas respectivas áreas. Material de apoio em https://docs.google.com/document/d/10p7MiQRQCzau4sgAZtEJ6OFalksCX4DhEe2wPvHIeWo/edit?usp=sharing.

Mão na massa select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 11 minutos.

Orientações: Após os alunos aprenderem sobre a medição de chuva e o funcionamento do pluviômetro, apresente o gráfico a seguir, com dados referentes à cidade de São Paulo, presente em https://www.climatempo.com.br/climatologia/558/saopaulo-sp. Leia a pergunta apresentada no slide e permita que os alunos elaborem hipóteses para explicar a ocorrência das enchentes. Comente que a cidade em questão, embora sofra com enchentes, está sofrendo com o racionamento de água. A ocorrência de enchentes está relacionada a problemas de limpeza urbana (com o lixo entupindo os bueiros coletores de águas pluviais), e ao fato de que a água da chuva cai de forma distribuída, mas concentra-se nos pontos mais baixos da cidade, problema este acentuado pela impermeabilização do solo, característica das grandes cidades.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos.

Orientações: Apresente o texto e as questões referentes aos dados apresentados. Se possível, imprima o material de apoio (semelhante ao que está apresentado no slide) disponível em https://docs.google.com/document/d/1qQXG1ncpsXzEO24YVIswtV5WvoPlhWcdUlWyjFIPR5w/edit?usp=sharing, e forneça cópias aos alunos. Discuta com os alunos a importância dos pluviômetros como instrumento de monitoramento do regime de chuvas. A reportagem alerta para os baixos índices de precipitação no outono de 2018 na cidade de São Paulo. Embora as chuvas de outono não sejam as mais importantes para reabastecer os reservatórios, o monitoramento constante das chuvas nesta estação e nas outras é fundamental para prever a disponibilidade de água para a população, determinar políticas públicas de controle da distribuição das águas, coordenar campanhas educacionais de uso consciente, justificar racionamentos, rodízios etc. É comum que dados que envolvam alterações referenciadas em porcentagens despertem alguma confusão. As respostas esperadas às questões levantadas na atividade (que poderá ser encaminhada como tarefa para casa) são:

  • Se 28,0 mm é um valor 66% abaixo da média, ou seja, 28,0 mm corresponde a 34% (praticamente um terço), o valor médio de chuvas para abril é de 84,3 mm; para maio, o valor de 10,8 corresponde a 14% do valor médio, que corresponde, portanto, a 77,1 mm. Para junho, 12,7 mm corresponde a 25%, o que implica dizer que o valor médio deste mês é de 50,8 mm.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a primeira de uma sequência de cinco aulas que abordarão assuntos relacionados à climatologia e à previsão do tempo. Nesta aula, o assunto é o cálculo dos índices pluviométricos, a construção dos gráficos pluviométricos e a ocorrência de enchentes, favorecidas pela impermeabilização do solo, característica de zonas urbanas.

Materiais necessários para a aula: Para esta aula serão necessários copos (os cilíndricos são mais apropriados), trenas ou fitas métricas, fita crepe, giz ou barbante (neste caso, será necessário algo que possibilite a fixação do barbante no solo), uma mangueira ou regador.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto.

Orientações: Apresente o slide e leia o título da aula para os alunos.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 4 minutos.

Orientações: Apresente o pluviômetro aos alunos. Havendo um pluviômetro à disposição, permita que os alunos vejam o aparato. Chame atenção para o fato de que o pluviômetro dá sua indicação em milímetros (mm) e que, quanto maior a quantidade de água no interior do recipiente, maior é a indicação do aparelho. Mostre a eles um copo do tipo que será usado para a captação de água durante a atividade da aula. Explicite que, como não há a indicação de altura no copo, a medição da altura da coluna de água coletada será feita por eles com a utilização de uma régua.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 6 minutos.

Orientações: Leia a questão disparadora para os alunos. Confronte os alunos com a ideia de que não é cabível, a priori, medir quantidades de água em milímetros (como indicará o pluviômetro). Permita que os alunos manifestem suas opiniões e ideias prévias. Sugira que se colete toda a água que cair na cidade, fazendo uso de uma grande lona ou algum sistema qualquer de captação, e averigue se há a compreensão, por parte dos alunos, da inviabilidade prática desta ideia, considerando, inclusive, que parte da água de chuva é absorvida pelo solo.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 16 minutos.

Orientações: Esta atividade deve ser convenientemente executada em área a céu aberto. Realize a atividade em solo, a fim de evitar maiores desperdícios de água. Outra opção é dispor os copos já com água antes da aula, como se a chuva já tivesse ocorrido. O volume de chuva na área delimitada deve ser calculado multiplicando-se o valor da altura da coluna de água em cada copo pelo valor da área na qual o copo se encontrava. Cuide para que não ocorram trocas dos copos e suas respectivas áreas. Material de apoio em https://docs.google.com/document/d/10p7MiQRQCzau4sgAZtEJ6OFalksCX4DhEe2wPvHIeWo/edit?usp=sharing.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 11 minutos.

Orientações: Após os alunos aprenderem sobre a medição de chuva e o funcionamento do pluviômetro, apresente o gráfico a seguir, com dados referentes à cidade de São Paulo, presente em https://www.climatempo.com.br/climatologia/558/saopaulo-sp. Leia a pergunta apresentada no slide e permita que os alunos elaborem hipóteses para explicar a ocorrência das enchentes. Comente que a cidade em questão, embora sofra com enchentes, está sofrendo com o racionamento de água. A ocorrência de enchentes está relacionada a problemas de limpeza urbana (com o lixo entupindo os bueiros coletores de águas pluviais), e ao fato de que a água da chuva cai de forma distribuída, mas concentra-se nos pontos mais baixos da cidade, problema este acentuado pela impermeabilização do solo, característica das grandes cidades.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos.

Orientações: Apresente o texto e as questões referentes aos dados apresentados. Se possível, imprima o material de apoio (semelhante ao que está apresentado no slide) disponível em https://docs.google.com/document/d/1qQXG1ncpsXzEO24YVIswtV5WvoPlhWcdUlWyjFIPR5w/edit?usp=sharing, e forneça cópias aos alunos. Discuta com os alunos a importância dos pluviômetros como instrumento de monitoramento do regime de chuvas. A reportagem alerta para os baixos índices de precipitação no outono de 2018 na cidade de São Paulo. Embora as chuvas de outono não sejam as mais importantes para reabastecer os reservatórios, o monitoramento constante das chuvas nesta estação e nas outras é fundamental para prever a disponibilidade de água para a população, determinar políticas públicas de controle da distribuição das águas, coordenar campanhas educacionais de uso consciente, justificar racionamentos, rodízios etc. É comum que dados que envolvam alterações referenciadas em porcentagens despertem alguma confusão. As respostas esperadas às questões levantadas na atividade (que poderá ser encaminhada como tarefa para casa) são:

  • Se 28,0 mm é um valor 66% abaixo da média, ou seja, 28,0 mm corresponde a 34% (praticamente um terço), o valor médio de chuvas para abril é de 84,3 mm; para maio, o valor de 10,8 corresponde a 14% do valor médio, que corresponde, portanto, a 77,1 mm. Para junho, 12,7 mm corresponde a 25%, o que implica dizer que o valor médio deste mês é de 50,8 mm.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Terra e Universo do 8º ano :

MAIS AULAS DE Ciências do 8º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF08CI15 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Ciências

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano