Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias
Relaxe | Relaxe


Por: André de Oliveira

Obras para entender Paulo Freire

A influência do educador, um dos autores mais citados no mundo, é inquestionável, mas quais obras dele e sobre ele são imprescindíveis?

Apesar de sua influência na Pedagogia e de estar no epicentro de polêmicas, as ideias de Paulo Freire não norteiam diretamente as políticas públicas atuais para a Educação. Não há menções diretas a ele na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), por exemplo.

Duas décadas após sua morte, porém, Freire segue como um dos autores mais citados no mundo. Mas quais são as principais obras que o professor pode buscar para estudar, entender e questionar? Publicada há 50 anos, Pedagogia do Oprimido continua sendo o principal marco do pensamento freiriano, condensando boa parte das ideias do educador. Já a última obra publicada em vida por Freire,

Pedagogia da Autonomia, faz uma síntese do que o autor acreditava que deveria ser o trabalho pedagógico na prática do professor. Foi escrito após o período em que atuou como secretário de Educação na Prefeitura de São Paulo. Mais técnico, A Importância do Ato de Ler aborda a questão da leitura e da escrita encaradas sob a perspectiva de cada pessoa. Na obra, ele defende que “a leitura do mundo precede a leitura da palavra” e uma não pode estar dissociada da outra. Os três livros revelam diferentes facetas do pensamento de Paulo Freire e podem ser um primeiro passo para quem deseja conhecer mais sobre as ideias do autor.

Livros: Pedagogia do Oprimido, Pedagogia da Autonomia e A Arte de Ler
Editora: Paz e Terra
Autor: Paulo Freire


O QUE DIZEM SOBRE PAULO FREIRE

Conheça dois livros e um documentário que contextualizam o pensamento do autor

Paulo Freire - Contemporâneo
TV Escola
O documentário de 2006 disponível no site da TV Escola retoma a história da primeira experiência de alfabetização de adultos proposta por Paulo Freire, em Angicos, no Rio Grande do Norte, em 1964.

http://bit.ly/freiredoc

Dicionário Paulo Freire
Autêntica
O dicionário, que ajuda a navegar pelos conceitos do autor, reúne 276 verbetes escritos por 130 estudiosos da obra de Paulo Freire. É uma referência de consulta dos principais temas apresentados pelo educador.

Paulo Freire
Massangana
Escrito pelo sociólogo Celso Beisiegel, livro da coleção Educadores do MEC, faz uma apresentação da obra de Freire. Fora de catálogo, pode ser baixado gratuitamente no site Domínio Público.
http://bit.ly/livrofreire

3 PERGUNTAS PARA Sergio Haddad

Autor de biografia que será lançada pela editora Todavia, pesquisador fala sobre a influência e as críticas a Paulo Freire


Qual é a importância de Paulo Freire hoje?
Ele tem sido uma referência quando se fala em pedagogia crítica, por seu posicionamento contra a neutralidade da educação. Sua importância pode ser medida pelo fato de ser um dos autores mais lidos no mundo. Mas também pelo seu compromisso contra a opressão em um mundo que, além de mais desigual, vive um aumento do conservadorismo e de posições autoritárias.

Como vê as críticas ao autor?
Vejo com tristeza, pois não são críticas fundamentadas em sua maioria. “Não li e não gostei” parece ser a norma, ou críticas que demonstram desconhecimento sobre sua obra. Freire nunca se pensou como unanimidade, portanto, uma crítica fundamentada ajudaria a avançar no conhecimento e na prática pedagógica propostos por ele.

O que torna o pensamento freiriano único?
Ele construiu uma concepção pedagógica que une uma visão humanista, relacionada com uma análise crítica da realidade e a um compromisso incondicional com os mais pobres. Em sua visão, a educação deveria estar voltada à construção de uma sociedade mais justa, democrática e respeitadora.

Sergio Haddad é professor da Universidade de Caxias do Sul e pesquisador da Ação Educativa.

Fotos: Divulgação/Record, Divulgação e Acervo pessoal