Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias
QPQuestões de Prova

Itens de prova de Matemática, Língua Portuguesa e Ciências para a primeira etapa do Ensino Fundamental.

Ciências
5º ano
Energia

Imprimir

Leia o texto a seguir.

A energia que agora move seu corpo estava armazenada nas ligações químicas das moléculas do alimento que você ingeriu, e foi colocada lá durante a fotossíntese, um processo em que as plantas usam a energia erradia pelo Sol na forma de luz.

Extraído de Ciência Hoje para crianças. Edição outubro de 2012. Disponível em http://chc.org.br/energia-que-vem-do-sol/. Acesso em 26 de maio de 2017.

  

Agora, leia a seguinte afirmação: 

“A principal característica da energia é sua conservação. Ela não pode ser criada nem destruída, só pode ser transformada.”

GIL, Ângela e FANIZZI, Sueli. Porta Aberta Ciências, 5º ano. São Paulo: FTD, p.143.


a)
Como você relaciona a afirmação com o texto inicial da questão?

b) Como a luz do sol influencia na fotossíntese?

c) Como o seu corpo transforma os alimentos que ingere em energia?

Por que perguntar
Caracterizar algumas relações estabelecidas entre os seres vivos como produtores/consumidores de energia.
Por trás da pergunta
Elaborar ideias mais articuladas acerca das relações estabelecidas entre os seres vivos, empregando conceitos químicos e biológicos.
O que fazer antes

Desde o 2º ano os alunos vêm acumulando um repertório de informações e conceitos acerca da natureza e nesse momento do 5º ano será momento de favorecer a elaboração de uma compreensão mais sistêmica das interações entre os seres vivos. Para tanto, será preciso retomar conceitos e noções já trabalhados, como fotossíntese, produção de consumo de energia no organismo humano, alimentação, nutrientes, sistema digestório e células. Faça isso com vagar, certificando-se de que os alunos realmente os dominam. Por outro lado, não permita que eles apenas manifestem que não se recordam deles, esperando que você os reapresente e os explique, uma vez que dedicaram tempo de estudo sobre todos eles. Chame atenção para o fato de que apenas memorizar informações, sem entende-las de fato, favorece que logo nos esqueçamos delas, mas quando aprendemos guardamos para sempre. Nesse momento da vida escolar eles já são capazes de reconhecer a diferença entre aprender e apenas memorizar. Lembre-se que a primeira condição para aprender é tornar significativo o objeto de estudo, o que é bastante fácil no presente caso, uma vez que o tema diz respeito ao funcionamento do próprio corpo. A observação do crescimento de duas ou mais plantas, em condições ambientais diversas (presença adequada ou não de luz natural, solo com mais ou menos nutrientes, presença adequada de água, etc) poderá favorecer a compreensão do processo da fotossíntese.  As crianças podem, inicialmente, formular suas hipóteses acerca de como cada planta se desenvolverá e, ao longo dos dias, procurar formular explicações para o que observa. Ao final, apresente a explicação teórica do processo de fotossíntese.

O que fazer depois

Peça que um aluno leia a sua resposta e que outros (indique nomeadamente o aluno) comentem, dizendo o que poderia ser acrescentado ou corrigido. Isso exigirá que todos prestem atenção à correção,  momento que muitas vezes os alunos consideram desimportante, o que está muito longe de ser, pois pode representar momento de tirar dúvida ou de compreender melhor um assunto.

Gabarito

a) Em sua resposta os alunos devem reconhecer que tanto a fotossíntese como a produção de energia em nosso corpo são na verdade processos de transformação química.

b) A energia solar, a seiva bruta e o gás carbônico absorvido da atmosfera possibilitam que a planta produza gás oxigênio e seiva, rica em açúcar (glicose) que serve de alimento para a ela. Dito de outro modo: por meio do Sol, as plantas metabolizam os sais minerais encontrados no solo, com a água e o gás carbônico produzindo assim os alimentos de que necessita.

c) No caso do nosso corpo, os alimentos ingeridos são processados pelo sistema digestório, fornecendo os nutrientes que, processados pelas células, fornecem a energia de que necessitamos.