17896
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Geografia > 9º ano > Conexões e escalas

Plano de aula - O papel geopolítico e econômico de Hong Kong no contexto asiático

Plano de aula de Geografia com atividades para 9° ano do Fundamental sobre Compreender Hong Kong enquanto exemplo de colonização europeia, ao entendimento de um centro econômico e geopolítico na Ásia

Plano 03 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Ricardo Quirino Alves De Sousa

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF09GE06 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes. Neste sentido, associar Hong Kong enquanto exemplo de colonização europeia, ao entendimento de um centro econômico e geopolítico na Ásia.

Materiais necessários: Lápis, borracha, material impresso.

Material complementar:

Tema da Aula:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/MuPwmUqyBSj6ZDDuFCFJSG6v6PRmEhkCqbyeBWf6Epazbn8B6ACKwk2SvD5M/geo9-06und03-tema-da-aula.pdf

Contextualização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YJtn5hYzXxXTMmP3mARmGMTvfaXyfV8HesQHBHpSqJtYQurF9gYqnMwZkxn9/geo9-06und03-contextualizacao.pdf

Problematização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/9yntZP8WVx9Y4cJp6K7NzSteynSAZup2mf5sVwVy3639fMzvkahp2558KZHZ/geo9-06und03-problematizacao.pdf

Atividade Ação Propositiva:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/jhEwMCvHZxZmNWHHmNnwPRHbX2NvVAMZuspyV3rDbm5pAGreMVP65CwgHhaA/geo9-06und03-acao-propositiva.pdf

Para você saber mais:

AMORIM. C. Os avanços de Hong Kong. Ministérios das Relações Exteriores. Disponível em: <http://www.itamaraty.gov.br/pt-BR/discursos-artigos-e-entrevistas-categoria/7789-os-avancos-de-hong-kong-artigo-do-ministro-de-estado-das-relacoes-exteriores-embaixador-celso-amorim-publicado-no-jornal-folha-de-sao-paulo>. Acesso em: 17 abr 2019.

OLIVEIRA, H.A de. A região administrativa de Hong Kong: aspectos estruturais pós-97. In: Instituto de Estudos Avançados, USP. Disponível em: <http://www.iea.usp.br/publicacoes/textos/oliveirahongkong.pdf>. Acesso em: 17 abr 2019.

Contextos prévios:

Imperialismo: Capacidade de poder imperial, ação de um país sobre outro para impor seu domínio, seja financeiro, administrativo e/ou ideológico.

Neocolonialismo Europeu: Ação dos países europeus ao longo do século XIX - principalmente Reino Unido e França, na conquista de territórios da África e Ásia, e assim consolidar seu mercado consumidor e fornecimento de matéria prima, características necessárias ao desenvolvimento do capitalismo.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 4 minutos

Orientações: Explique aos alunos que Hong Kong é um bom exemplo de colonização europeia. A cidade foi ocupada pela Grã-Bretanha no século XIX após os episódios que ficaram conhecidos como I e II Guerra do Ópio. Estes conflitos tiveram como fato gerador a necessidade de venda de produtos industrializados ingleses que foram barrados pela resistência protecionista da China. Dessa forma, os ingleses comercializavam o ópio extraído na Índia e vendiam de maneira ilegal em Hong Kong, o que forçou a China a confiscar o produto e, consequentemente, fez ao Reino Unido declarar guerra à China. Uma curiosidade é o banco HSBC, uma empresa global atualmente que também surgiu deste conflito. Os chineses entregaram Hong Kong aos ingleses, mas sabiam que um dia esse território seria devolvido. A princípio o Reino Unido devolveria Hong Kong em 99 anos, a partir de 1839.

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/MuPwmUqyBSj6ZDDuFCFJSG6v6PRmEhkCqbyeBWf6Epazbn8B6ACKwk2SvD5M/geo9-06und03-tema-da-aula.pdf

Para você saber mais:

Drogas e Lucros: HSBC, origem do ópio. Le Monde Diplomatique, Brasil. Disponível em: <https://diplomatique.org.br/hsbc-origem-do-opio/>. Acesso em: 17 abr 2019.

Guerra do ópio. Sua Pesquisa. Disponível em: <https://www.suapesquisa.com/historia/guerra_do_opio.htm>. Acesso em: 17 abr 2019.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Chame atenção dos alunos para as mudanças na paisagem da cidade que marcaram a influência ocidental. O modelo de desenvolvimento pautado no liberalismo econômico gerou uma economia desenvolvida e avançada, ao longo do século XX e XXI, totalmente diferente do contexto chinês que iniciou a abertura para economia de mercado a partir da década de 90 e vive o boom econômico chinês até os dias atuais.

Hong Kong era considerada uma joia britânica, um exemplo de modelo de desenvolvimento liberal, por isso a devolução para a China passou a ser vista com tanta desconfiança pelos investidores. Em 1984 foi assinado um acordo em que a Grã-Bretanha devolveria o território para China em 1997, porém como território autônomo, muito diferente da ordem estatal e ditatorial imposta na China. De 1997 em diante a China deu continuidade no processo de abertura econômica e foi se aproximando cada vez mais do modelo de Hong Kong.

Imagens da Contextualização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YJtn5hYzXxXTMmP3mARmGMTvfaXyfV8HesQHBHpSqJtYQurF9gYqnMwZkxn9/geo9-06und03-contextualizacao.pdf

Para você saber mais:

1984: Tratado para devolver Hong Kong. Terra. Disponível em: <https://www.terra.com.br/noticias/1984-tratado-para-devolver-hong-kong,e4f1179b5f804972dfc5b0ea54950b2d4wsz64om.html>. Acesso em: 17 abr 2019.

SANTIAGO. E. Hong Kong. Disponível em: <https://www.infoescola.com/asia/hong-kong/>. Acesso em: 17 abr 2019.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Chame atenção dos alunos para as mudanças na paisagem da cidade que marcaram a influência ocidental. O modelo de desenvolvimento pautado no liberalismo econômico gerou uma economia desenvolvida e avançada, ao longo do século XX e XXI, totalmente diferente do contexto chinês que iniciou a abertura para economia de mercado a partir da década de 90 e vive o boom econômico chinês até os dias atuais.

Hong Kong era considerada uma joia britânica, um exemplo de modelo de desenvolvimento liberal, por isso a devolução para a China passou a ser vista com tanta desconfiança pelos investidores. Em 1984 foi assinado um acordo em que a Grã-Bretanha devolveria o território para China em 1997, porém como território autônomo, muito diferente da ordem estatal e ditatorial imposta na China. De 1997 em diante a China deu continuidade no processo de abertura econômica e foi se aproximando cada vez mais do modelo de Hong Kong.

Imagens da Contextualização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YJtn5hYzXxXTMmP3mARmGMTvfaXyfV8HesQHBHpSqJtYQurF9gYqnMwZkxn9/geo9-06und03-contextualizacao.pdf

Para você saber mais:

1984: Tratado para devolver Hong Kong. Terra. Disponível em: <https://www.terra.com.br/noticias/1984-tratado-para-devolver-hong-kong,e4f1179b5f804972dfc5b0ea54950b2d4wsz64om.html>. Acesso em: 17 abr 2019.

SANTIAGO. E. Hong Kong. Disponível em: <https://www.infoescola.com/asia/hong-kong/>. Acesso em: 17 abr 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações: Questione os alunos sobre a importância estratégica que Hong Kong construiu ao longo de sua história até os dias atuais em relação a sua atuação nas atividades econômicas e geopolíticas para o ocidente enquanto reduto de práticas capitalistas pautada pelo modelo desenvolvimentista.

Problematização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/9yntZP8WVx9Y4cJp6K7NzSteynSAZup2mf5sVwVy3639fMzvkahp2558KZHZ/geo9-06und03-problematizacao.pdf

Para você saber mais:

China faz alerta a Hong Kong duas décadas após saída dos britânicos. BBC News, 01/07/2017. Disponível em: <https://www.bbc.com/portuguese/internacional-40463566>. Acesso em: 18 abr 2019.

ROUSSET. P. A Geopolítica da China: continuidades, inflexões e incertezas. Movimento, 23/11/2018. Disponível em: <https://movimentorevista.com.br/2018/11/a-geopolitica-da-china-continuidades-inflexoes-e-incertezas/>. Acesso em 18 abr 2019.

Ação Propositiva select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 31 minutos

Orientações: Oriente os alunos a promoverem um debate conforme os passos:

1. Reúnam em duplas, cada dupla receberá de maneira intercalada um tema.

2. Distribua os temas:

Tema 1: Defender a hipótese da volta de Hong Kong para o domínio do Reino Unido;

Tema 2: Defender a hipótese de Hong Kong ser mantida sob domínio da China.

3. Monte um argumento e exponha. Cada dupla terá um tempo para a produção, e para isso use o texto base - “Porque Hong Kong é tão importante” e o mapa. Depois, cada dupla deverá expor a sala o argumento construído para um debate mais amplo.

Lembre os alunos que estamos fazendo um exercício hipotético e incentive-os a usar a criatividade. Durante o debate circule pela sala, orientando os alunos a buscarem o conhecimento prévio sobre a China e o Reino Unido, sobre a influência do ocidente para as potências asiáticas. Incentive ainda, o respeito a opinião contrária, que são fundamentais para a produção do conhecimento.

O texto base traz toda referência necessária pois ele apresenta características econômicas bem alinhadas ao modelo ocidental, o liberalismo econômico, o modelo de industrialização, e a forma de administração globalizada. Durante atividade circule pela sala e oriente que é possível que os aluno se atentem na posição geográfica de Hong Kong para fundamentar o grau de influência seja para a China, seja para o Reino Unido. A posição estratégica reforça o alinhamento ideológico diferenciado entre Hong Kong e a China, e essa característica reforça e solidifica o colonialismo e o imperialismo na região.

Texto:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/jhEwMCvHZxZmNWHHmNnwPRHbX2NvVAMZuspyV3rDbm5pAGreMVP65CwgHhaA/geo9-06und03-acao-propositiva.pdf

Para você saber mais:

AMORIM. C. Os avanços de Hong Kong. Ministérios das Relações Exteriores. Disponível em: <http://www.itamaraty.gov.br/pt-BR/discursos-artigos-e-entrevistas-categoria/7789-os-avancos-de-hong-kong-artigo-do-ministro-de-estado-das-relacoes-exteriores-embaixador-celso-amorim-publicado-no-jornal-folha-de-sao-paulo>. Acesso em: 17 abr 2019.

BRASIL, Ministério das Relações Exteriores. Divisão de Inteligência Comercial. Como exportar: Hong Kong. Ministério das Relações Exteriores, Brasília-DF: MRE, 2012. Documento disponível em: <http://www.fecomerciomg.org.br/wp-content/uploads/2014/07/Hong-Kong.pdf>. Acesso em:17 abr 2019.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos

Orientações: Solicite que algumas duplas falem como foi o debate, retome a ideia do colonialismo europeu na Ásia, que ainda é uma questão muito latente na esfera da geopolítica. Pontue as apresentações retomando a ideia inicial sobre o histórico do neocolonialismo europeu e sua influência no continente. Por fim, comente que atualmente EUA e China são protagonistas dos embates entre oriente e ocidente, seja em questões econômicas e/ou territoriais.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF09GE06 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes. Neste sentido, associar Hong Kong enquanto exemplo de colonização europeia, ao entendimento de um centro econômico e geopolítico na Ásia.

Materiais necessários: Lápis, borracha, material impresso.

Material complementar:

Tema da Aula:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/MuPwmUqyBSj6ZDDuFCFJSG6v6PRmEhkCqbyeBWf6Epazbn8B6ACKwk2SvD5M/geo9-06und03-tema-da-aula.pdf

Contextualização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YJtn5hYzXxXTMmP3mARmGMTvfaXyfV8HesQHBHpSqJtYQurF9gYqnMwZkxn9/geo9-06und03-contextualizacao.pdf

Problematização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/9yntZP8WVx9Y4cJp6K7NzSteynSAZup2mf5sVwVy3639fMzvkahp2558KZHZ/geo9-06und03-problematizacao.pdf

Atividade Ação Propositiva:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/jhEwMCvHZxZmNWHHmNnwPRHbX2NvVAMZuspyV3rDbm5pAGreMVP65CwgHhaA/geo9-06und03-acao-propositiva.pdf

Para você saber mais:

AMORIM. C. Os avanços de Hong Kong. Ministérios das Relações Exteriores. Disponível em: <http://www.itamaraty.gov.br/pt-BR/discursos-artigos-e-entrevistas-categoria/7789-os-avancos-de-hong-kong-artigo-do-ministro-de-estado-das-relacoes-exteriores-embaixador-celso-amorim-publicado-no-jornal-folha-de-sao-paulo>. Acesso em: 17 abr 2019.

OLIVEIRA, H.A de. A região administrativa de Hong Kong: aspectos estruturais pós-97. In: Instituto de Estudos Avançados, USP. Disponível em: <http://www.iea.usp.br/publicacoes/textos/oliveirahongkong.pdf>. Acesso em: 17 abr 2019.

Contextos prévios:

Imperialismo: Capacidade de poder imperial, ação de um país sobre outro para impor seu domínio, seja financeiro, administrativo e/ou ideológico.

Neocolonialismo Europeu: Ação dos países europeus ao longo do século XIX - principalmente Reino Unido e França, na conquista de territórios da África e Ásia, e assim consolidar seu mercado consumidor e fornecimento de matéria prima, características necessárias ao desenvolvimento do capitalismo.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 4 minutos

Orientações: Explique aos alunos que Hong Kong é um bom exemplo de colonização europeia. A cidade foi ocupada pela Grã-Bretanha no século XIX após os episódios que ficaram conhecidos como I e II Guerra do Ópio. Estes conflitos tiveram como fato gerador a necessidade de venda de produtos industrializados ingleses que foram barrados pela resistência protecionista da China. Dessa forma, os ingleses comercializavam o ópio extraído na Índia e vendiam de maneira ilegal em Hong Kong, o que forçou a China a confiscar o produto e, consequentemente, fez ao Reino Unido declarar guerra à China. Uma curiosidade é o banco HSBC, uma empresa global atualmente que também surgiu deste conflito. Os chineses entregaram Hong Kong aos ingleses, mas sabiam que um dia esse território seria devolvido. A princípio o Reino Unido devolveria Hong Kong em 99 anos, a partir de 1839.

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/MuPwmUqyBSj6ZDDuFCFJSG6v6PRmEhkCqbyeBWf6Epazbn8B6ACKwk2SvD5M/geo9-06und03-tema-da-aula.pdf

Para você saber mais:

Drogas e Lucros: HSBC, origem do ópio. Le Monde Diplomatique, Brasil. Disponível em: <https://diplomatique.org.br/hsbc-origem-do-opio/>. Acesso em: 17 abr 2019.

Guerra do ópio. Sua Pesquisa. Disponível em: <https://www.suapesquisa.com/historia/guerra_do_opio.htm>. Acesso em: 17 abr 2019.

Slide Plano Aula

Orientações: Chame atenção dos alunos para as mudanças na paisagem da cidade que marcaram a influência ocidental. O modelo de desenvolvimento pautado no liberalismo econômico gerou uma economia desenvolvida e avançada, ao longo do século XX e XXI, totalmente diferente do contexto chinês que iniciou a abertura para economia de mercado a partir da década de 90 e vive o boom econômico chinês até os dias atuais.

Hong Kong era considerada uma joia britânica, um exemplo de modelo de desenvolvimento liberal, por isso a devolução para a China passou a ser vista com tanta desconfiança pelos investidores. Em 1984 foi assinado um acordo em que a Grã-Bretanha devolveria o território para China em 1997, porém como território autônomo, muito diferente da ordem estatal e ditatorial imposta na China. De 1997 em diante a China deu continuidade no processo de abertura econômica e foi se aproximando cada vez mais do modelo de Hong Kong.

Imagens da Contextualização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YJtn5hYzXxXTMmP3mARmGMTvfaXyfV8HesQHBHpSqJtYQurF9gYqnMwZkxn9/geo9-06und03-contextualizacao.pdf

Para você saber mais:

1984: Tratado para devolver Hong Kong. Terra. Disponível em: <https://www.terra.com.br/noticias/1984-tratado-para-devolver-hong-kong,e4f1179b5f804972dfc5b0ea54950b2d4wsz64om.html>. Acesso em: 17 abr 2019.

SANTIAGO. E. Hong Kong. Disponível em: <https://www.infoescola.com/asia/hong-kong/>. Acesso em: 17 abr 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Chame atenção dos alunos para as mudanças na paisagem da cidade que marcaram a influência ocidental. O modelo de desenvolvimento pautado no liberalismo econômico gerou uma economia desenvolvida e avançada, ao longo do século XX e XXI, totalmente diferente do contexto chinês que iniciou a abertura para economia de mercado a partir da década de 90 e vive o boom econômico chinês até os dias atuais.

Hong Kong era considerada uma joia britânica, um exemplo de modelo de desenvolvimento liberal, por isso a devolução para a China passou a ser vista com tanta desconfiança pelos investidores. Em 1984 foi assinado um acordo em que a Grã-Bretanha devolveria o território para China em 1997, porém como território autônomo, muito diferente da ordem estatal e ditatorial imposta na China. De 1997 em diante a China deu continuidade no processo de abertura econômica e foi se aproximando cada vez mais do modelo de Hong Kong.

Imagens da Contextualização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YJtn5hYzXxXTMmP3mARmGMTvfaXyfV8HesQHBHpSqJtYQurF9gYqnMwZkxn9/geo9-06und03-contextualizacao.pdf

Para você saber mais:

1984: Tratado para devolver Hong Kong. Terra. Disponível em: <https://www.terra.com.br/noticias/1984-tratado-para-devolver-hong-kong,e4f1179b5f804972dfc5b0ea54950b2d4wsz64om.html>. Acesso em: 17 abr 2019.

SANTIAGO. E. Hong Kong. Disponível em: <https://www.infoescola.com/asia/hong-kong/>. Acesso em: 17 abr 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações: Questione os alunos sobre a importância estratégica que Hong Kong construiu ao longo de sua história até os dias atuais em relação a sua atuação nas atividades econômicas e geopolíticas para o ocidente enquanto reduto de práticas capitalistas pautada pelo modelo desenvolvimentista.

Problematização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/9yntZP8WVx9Y4cJp6K7NzSteynSAZup2mf5sVwVy3639fMzvkahp2558KZHZ/geo9-06und03-problematizacao.pdf

Para você saber mais:

China faz alerta a Hong Kong duas décadas após saída dos britânicos. BBC News, 01/07/2017. Disponível em: <https://www.bbc.com/portuguese/internacional-40463566>. Acesso em: 18 abr 2019.

ROUSSET. P. A Geopolítica da China: continuidades, inflexões e incertezas. Movimento, 23/11/2018. Disponível em: <https://movimentorevista.com.br/2018/11/a-geopolitica-da-china-continuidades-inflexoes-e-incertezas/>. Acesso em 18 abr 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 31 minutos

Orientações: Oriente os alunos a promoverem um debate conforme os passos:

1. Reúnam em duplas, cada dupla receberá de maneira intercalada um tema.

2. Distribua os temas:

Tema 1: Defender a hipótese da volta de Hong Kong para o domínio do Reino Unido;

Tema 2: Defender a hipótese de Hong Kong ser mantida sob domínio da China.

3. Monte um argumento e exponha. Cada dupla terá um tempo para a produção, e para isso use o texto base - “Porque Hong Kong é tão importante” e o mapa. Depois, cada dupla deverá expor a sala o argumento construído para um debate mais amplo.

Lembre os alunos que estamos fazendo um exercício hipotético e incentive-os a usar a criatividade. Durante o debate circule pela sala, orientando os alunos a buscarem o conhecimento prévio sobre a China e o Reino Unido, sobre a influência do ocidente para as potências asiáticas. Incentive ainda, o respeito a opinião contrária, que são fundamentais para a produção do conhecimento.

O texto base traz toda referência necessária pois ele apresenta características econômicas bem alinhadas ao modelo ocidental, o liberalismo econômico, o modelo de industrialização, e a forma de administração globalizada. Durante atividade circule pela sala e oriente que é possível que os aluno se atentem na posição geográfica de Hong Kong para fundamentar o grau de influência seja para a China, seja para o Reino Unido. A posição estratégica reforça o alinhamento ideológico diferenciado entre Hong Kong e a China, e essa característica reforça e solidifica o colonialismo e o imperialismo na região.

Texto:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/jhEwMCvHZxZmNWHHmNnwPRHbX2NvVAMZuspyV3rDbm5pAGreMVP65CwgHhaA/geo9-06und03-acao-propositiva.pdf

Para você saber mais:

AMORIM. C. Os avanços de Hong Kong. Ministérios das Relações Exteriores. Disponível em: <http://www.itamaraty.gov.br/pt-BR/discursos-artigos-e-entrevistas-categoria/7789-os-avancos-de-hong-kong-artigo-do-ministro-de-estado-das-relacoes-exteriores-embaixador-celso-amorim-publicado-no-jornal-folha-de-sao-paulo>. Acesso em: 17 abr 2019.

BRASIL, Ministério das Relações Exteriores. Divisão de Inteligência Comercial. Como exportar: Hong Kong. Ministério das Relações Exteriores, Brasília-DF: MRE, 2012. Documento disponível em: <http://www.fecomerciomg.org.br/wp-content/uploads/2014/07/Hong-Kong.pdf>. Acesso em:17 abr 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos

Orientações: Solicite que algumas duplas falem como foi o debate, retome a ideia do colonialismo europeu na Ásia, que ainda é uma questão muito latente na esfera da geopolítica. Pontue as apresentações retomando a ideia inicial sobre o histórico do neocolonialismo europeu e sua influência no continente. Por fim, comente que atualmente EUA e China são protagonistas dos embates entre oriente e ocidente, seja em questões econômicas e/ou territoriais.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Conexões e escalas do 9º ano :

MAIS AULAS DE Geografia do 9º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF09GE06 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Geografia

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano