14913
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 6º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - Flexões dos substantivos - Trabalhando a coesão e a coerência

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 6º ano do EF sobre Flexões dos substantivos - Trabalhando a coesão e a coerência

Plano 02 de 3 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Kelli Cristina Olbi De Moraes

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a segunda aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. A finalidade desse conjunto de planos é perceber as funções e flexões dos substantivos, além dos efeitos de sentido produzidos por essas flexões.

Materiais necessários:

  • Projetor
  • Quadro e giz.
  • Envelopes (número de alunos dividido por 4)
  • Cartões com palavras que possam formar frases. (Imprima as folhas em n° de alunos dividido por 4. Coloque todos os cartões de cada folha em um envelope)
  • Folhas A4 e caneta hidrocor para a escrita de novas palavras.
  • Fita adesiva para a fixação dos papéis na camisa dos estudantes (altura do peito).

Dificuldades antecipadas: O aluno pode ter dificuldade na formação de frases, já que estas não foram retiradas de um texto anteriormente conhecido por eles. Caso isso ocorra, chamar a atenção para a inicial maiúscula de uma das palavras e o uso do ponto final após outra.

Referências sobre o assunto: CUNHA, Antônio Sérgio Cavalcante de. A flexão de gêneros do substantivo. Disponível em: <https://docplayer.com.br/68031891-A-flexao-de-genero-dos-substantivos-antonio-sergio-cavalcante-da-cunha-uerj.html>. Acesso em: 6 out. 2018.

KLEIMAN, Ângela B; SEPÚLVEDA, Cida. Oficina de gramática - metalinguagem para principiantes. Campinas, SP: Pontes Editores, 2014.

MENDES, Camila Costa Rabello Mendes e VICENTE, Helena da Silva Guerra Vicente. O tratamento do substantivo e do adjetivo em livros didáticos. Disponível em: <https://www.publicacoesacademicas.uniceub.br/universitashumanas/article/download/2399/2112>. Acesso em: 6 out. 2018.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Apresente o slide para os alunos, dizendo que o objetivo da aula é estudar de que maneira a flexão do substantivo interfere na compreensão do texto.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Exiba as palavras do slide ou escreva-as no quadro.
  • Diga à turma que as palavras do slide estão desorganizadas e que a tarefa da turma é ajudar o professor a colocá-las.
  • Vá formando a frase com os alunos. Caso tenham dificuldade no início, vá orientando o pensamento deles, com perguntas que os levem a pensar na formação da frase, como, por exemplo, com que tipo de letra começamos uma frase. (Letra maiúscula). Peça, então, que identifique qual a palavra que está com inicial maiúscula. (Na.) Continue, dizendo que, em uma frase, falamos de alguém ou de alguma coisa. Pergunte, então, de quem se estaria falando na frase. (Das cadelas brancas. Talvez, nesse ponto, os alunos podem dizer que se está falando de uma prima. Se isso acontecer, pergunte-lhes qual seria o verbo da frase. (Tiveram.) Se não acontecer, provoque o pensamento, perguntando se a frase poderia estar falando de uma prima. Aguarde a resposta e prossiga, questionando se o verbo “tiveram” se refere a um ser ou a mais de um ser. (A mais de um.) Conclua, então, por nova pergunta, se a frase está falando das cadelas ou da minha prima. (Das cadelas.) Prossiga até que a frase esteja pronta e correta: “Na semana passada, as cadelas brancas de minha prima tiveram filhotes marrons e brancos.” (Nesse ponto, algum aluno poderá afirmar que o fato de se falar de filhotes marrons e brancos - veja que nada impede de ser brancos e marrons - também indica que estaria falando de “cadelas”. Confirme, dizendo que mesmo que alguém chame seus filhos de filhote, normalmente não dizem que eles são marrons ou brancos.)
  • Pergunte por que a palavra “passada” está no feminino e no singular. (Porque se refere à “semana”.) Questione por que temos “brancas” no plural e no feminino e “brancos” no masculino e plural. (“Brancas” está se referindo a “cadelas” e “brancos” está se referindo a “filhotes”.) Instigue o pensamento dos alunos, observando que a palavra “filhotes” está no plural. Pergunte-lhes, então, se “tiveram” poderia estar concordando com “filhotes”. (Não, porque quem fez a ação foram as cadelas e não os filhotes.)
  • Termine a atividade, parabenizando a turma pela participação.

Materiais complementares: Projetor ou quadro e giz.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Apresente-lhes o slide acima, leia-o e pergunte à turma se entendeu o que é para ser feito. Para certificar-se de que sim, peça a um aluno para falar, com as próprias palavras, o que entendeu. (Eles receberão um texto com as frases fora de ordem e faltando palavras. Deverão completar o texto com as palavras faltosas e numerar as frases na ordem certa. Depois, deverão explicar como conseguiram saber as palavras que faltavam nos espaços.)
  • Entregue as folhas aos alunos para que façam o exercício de forma individual (é importante que eles o façam isoladamente, a fim de que possam tentar sanar consigo mesmos as dúvidas que porventura surgirem e, se sentirem necessidade, buscar a ajuda do professor).
  • Ande pela sala, observando os trabalhos dos alunos e a linha de pensamento destes. Caso algum aluno lhe peça ajuda, problematize as situações. Por exemplo, se na primeira frase “Dama é uma________”, o aluno não sabe que palavra usar, pergunte se “Dama” é uma personagem só ou é mais de uma. (Uma.) Questione como é que ele sabe disso. (A palavra está no singular.) Pergunte, ainda, se é uma palavra que está no feminino ou no masculino. (No feminino) e como ele sabe disso. (Fala-se a dama, não o “damo”.) Pergunte, por fim, que palavra entre parênteses combina com uma que está no singular e no feminino. (Cachorrinha.)
  • Socialize as respostas (o gabarito você encontra aqui), primeiramente perguntando as palavras que devem compor as frases. Para cada uma delas, indague o porquê de se usar os termos no singular, no plural, no masculino ou no feminino.
  • Peça que um aluno fale a numeração das frases. Caso não acerte, pergunte se alguém numerou as frases de outra forma, até obter a numeração correta. Se isso não acontecer, chegue à numeração correta, por meio de perguntas, como de que fala o texto? (De uma animação.), que frase viria primeiro, considerando essa resposta, qual frase vai dizer do que ela - a animação - trata, até chegar à numeração completa e correta.
  • Peça a um aluno que leia todo o texto na ordem em que ele ficou após a numeração.
  • Diga que em dois momentos do texto, nós temos a expressão “a Dama e o Vagabundo” e que, na primeira, nós falamos “A Dama e o Vagabundo é…”; na frase 6, falamos “A Dama e o Vagabundo vão morar”… Questione por que, na primeira frase, o verbo ficou no singular e na segunda ficou no plural. (Na primeira, a expressão se refere ao nome da animação e na segunda aos nomes das personagens.)
  • Diga que, no começo do texto, temos “A Dama e o Vagabundo é uma magnífica animação.” Pergunte se a palavra “animação”, no sentido do texto, é a mesma coisa que “desenho”. (Sim.) Considerando essa resposta, pergunte se é possível usar, então, a palavra “desenho” em vez de “animação”. (Isso não é possível, porque foi usada a palavra “uma” para definir o que o clássico seria.)
  • Pergunte se quando Dama foi para a rua, Vagabundo foi o único cão que a ajudou. (Não.) Pergunte aos alunos como eles sabem disso. (O texto fala que ele foi um dos cães que a ajudam; então, houve outros também.)
  • Continue a conversa, dizendo que o texto fala da animação e, consequentemente, das personagens. Pergunte aos alunos se conseguem identificar que palavras foram usadas para evitar a repetição de “Dama” e “Vagabundo”. (Cães, ela, cachorros).
  • Peça que um aluno fale a resposta da questão 2. (Ver gabarito.) Pergunte se, afinal, o verbo e o adjetivo é que devem concordar com o substantivo, ou o substantivo é que deve concordar com o verbo e o adjetivo. (O verbo e o adjetivo é que devem concordar com o substantivo, porque é dele que o texto fala.)

Materiais complementares: folhas de exercícios

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Diga aos alunos que, para terminar a aula, você vai fazer duas perguntas.
  • Mostre-lhes o slide com as perguntas, fazendo uma de cada vez e cronometrando o tempo (dois minutos) para cada.
  • Sorteie um aluno para dizer a resposta do primeiro desafio. Volte a resposta para a turma e pergunte se ela concorda com o que foi dito, fazendo-a chegar à conclusão de que, no primeiro caso, destacou-se a ajuda de Vagabundo, por ele ser uma das personagens principais, pelo fato de ele também ser importante na história. No segundo caso, a intenção é mostrar que Vagabundo foi só mais um dos animais que teriam ajudado Dama a viver nas ruas.
  • Sorteie outro aluno para resolver o desafio 2 (Sabemos que a Dama e o Vagabundo é que tiveram filhotes, porque “filhotes” é um termo que se refere a animais. Mesmo que se considerasse que algumas pessoas chamem os filhos, carinhosamente, de “filhotes”, a frase, logo em seguida, fala que Banzé - um dos filhotes - é um cãozinho; portanto, os filhotes só poderiam ser dos cães.)
  • Termine a aula parabenizando a turma pelo empenho e pela participação.

Materiais complementares: projetor para a exibição da pergunta (caso queira, poderá ser escrita no quadro ou apenas falada).

Sugestão: Caso haja aulas disponíveis, pode-se assistir ao clássico “A Dama e o Vagabundo”.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a segunda aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. A finalidade desse conjunto de planos é perceber as funções e flexões dos substantivos, além dos efeitos de sentido produzidos por essas flexões.

Materiais necessários:

  • Projetor
  • Quadro e giz.
  • Envelopes (número de alunos dividido por 4)
  • Cartões com palavras que possam formar frases. (Imprima as folhas em n° de alunos dividido por 4. Coloque todos os cartões de cada folha em um envelope)
  • Folhas A4 e caneta hidrocor para a escrita de novas palavras.
  • Fita adesiva para a fixação dos papéis na camisa dos estudantes (altura do peito).

Dificuldades antecipadas: O aluno pode ter dificuldade na formação de frases, já que estas não foram retiradas de um texto anteriormente conhecido por eles. Caso isso ocorra, chamar a atenção para a inicial maiúscula de uma das palavras e o uso do ponto final após outra.

Referências sobre o assunto: CUNHA, Antônio Sérgio Cavalcante de. A flexão de gêneros do substantivo. Disponível em: <https://docplayer.com.br/68031891-A-flexao-de-genero-dos-substantivos-antonio-sergio-cavalcante-da-cunha-uerj.html>. Acesso em: 6 out. 2018.

KLEIMAN, Ângela B; SEPÚLVEDA, Cida. Oficina de gramática - metalinguagem para principiantes. Campinas, SP: Pontes Editores, 2014.

MENDES, Camila Costa Rabello Mendes e VICENTE, Helena da Silva Guerra Vicente. O tratamento do substantivo e do adjetivo em livros didáticos. Disponível em: <https://www.publicacoesacademicas.uniceub.br/universitashumanas/article/download/2399/2112>. Acesso em: 6 out. 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Apresente o slide para os alunos, dizendo que o objetivo da aula é estudar de que maneira a flexão do substantivo interfere na compreensão do texto.
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Exiba as palavras do slide ou escreva-as no quadro.
  • Diga à turma que as palavras do slide estão desorganizadas e que a tarefa da turma é ajudar o professor a colocá-las.
  • Vá formando a frase com os alunos. Caso tenham dificuldade no início, vá orientando o pensamento deles, com perguntas que os levem a pensar na formação da frase, como, por exemplo, com que tipo de letra começamos uma frase. (Letra maiúscula). Peça, então, que identifique qual a palavra que está com inicial maiúscula. (Na.) Continue, dizendo que, em uma frase, falamos de alguém ou de alguma coisa. Pergunte, então, de quem se estaria falando na frase. (Das cadelas brancas. Talvez, nesse ponto, os alunos podem dizer que se está falando de uma prima. Se isso acontecer, pergunte-lhes qual seria o verbo da frase. (Tiveram.) Se não acontecer, provoque o pensamento, perguntando se a frase poderia estar falando de uma prima. Aguarde a resposta e prossiga, questionando se o verbo “tiveram” se refere a um ser ou a mais de um ser. (A mais de um.) Conclua, então, por nova pergunta, se a frase está falando das cadelas ou da minha prima. (Das cadelas.) Prossiga até que a frase esteja pronta e correta: “Na semana passada, as cadelas brancas de minha prima tiveram filhotes marrons e brancos.” (Nesse ponto, algum aluno poderá afirmar que o fato de se falar de filhotes marrons e brancos - veja que nada impede de ser brancos e marrons - também indica que estaria falando de “cadelas”. Confirme, dizendo que mesmo que alguém chame seus filhos de filhote, normalmente não dizem que eles são marrons ou brancos.)
  • Pergunte por que a palavra “passada” está no feminino e no singular. (Porque se refere à “semana”.) Questione por que temos “brancas” no plural e no feminino e “brancos” no masculino e plural. (“Brancas” está se referindo a “cadelas” e “brancos” está se referindo a “filhotes”.) Instigue o pensamento dos alunos, observando que a palavra “filhotes” está no plural. Pergunte-lhes, então, se “tiveram” poderia estar concordando com “filhotes”. (Não, porque quem fez a ação foram as cadelas e não os filhotes.)
  • Termine a atividade, parabenizando a turma pela participação.

Materiais complementares: Projetor ou quadro e giz.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Apresente-lhes o slide acima, leia-o e pergunte à turma se entendeu o que é para ser feito. Para certificar-se de que sim, peça a um aluno para falar, com as próprias palavras, o que entendeu. (Eles receberão um texto com as frases fora de ordem e faltando palavras. Deverão completar o texto com as palavras faltosas e numerar as frases na ordem certa. Depois, deverão explicar como conseguiram saber as palavras que faltavam nos espaços.)
  • Entregue as folhas aos alunos para que façam o exercício de forma individual (é importante que eles o façam isoladamente, a fim de que possam tentar sanar consigo mesmos as dúvidas que porventura surgirem e, se sentirem necessidade, buscar a ajuda do professor).
  • Ande pela sala, observando os trabalhos dos alunos e a linha de pensamento destes. Caso algum aluno lhe peça ajuda, problematize as situações. Por exemplo, se na primeira frase “Dama é uma________”, o aluno não sabe que palavra usar, pergunte se “Dama” é uma personagem só ou é mais de uma. (Uma.) Questione como é que ele sabe disso. (A palavra está no singular.) Pergunte, ainda, se é uma palavra que está no feminino ou no masculino. (No feminino) e como ele sabe disso. (Fala-se a dama, não o “damo”.) Pergunte, por fim, que palavra entre parênteses combina com uma que está no singular e no feminino. (Cachorrinha.)
  • Socialize as respostas (o gabarito você encontra aqui), primeiramente perguntando as palavras que devem compor as frases. Para cada uma delas, indague o porquê de se usar os termos no singular, no plural, no masculino ou no feminino.
  • Peça que um aluno fale a numeração das frases. Caso não acerte, pergunte se alguém numerou as frases de outra forma, até obter a numeração correta. Se isso não acontecer, chegue à numeração correta, por meio de perguntas, como de que fala o texto? (De uma animação.), que frase viria primeiro, considerando essa resposta, qual frase vai dizer do que ela - a animação - trata, até chegar à numeração completa e correta.
  • Peça a um aluno que leia todo o texto na ordem em que ele ficou após a numeração.
  • Diga que em dois momentos do texto, nós temos a expressão “a Dama e o Vagabundo” e que, na primeira, nós falamos “A Dama e o Vagabundo é…”; na frase 6, falamos “A Dama e o Vagabundo vão morar”… Questione por que, na primeira frase, o verbo ficou no singular e na segunda ficou no plural. (Na primeira, a expressão se refere ao nome da animação e na segunda aos nomes das personagens.)
  • Diga que, no começo do texto, temos “A Dama e o Vagabundo é uma magnífica animação.” Pergunte se a palavra “animação”, no sentido do texto, é a mesma coisa que “desenho”. (Sim.) Considerando essa resposta, pergunte se é possível usar, então, a palavra “desenho” em vez de “animação”. (Isso não é possível, porque foi usada a palavra “uma” para definir o que o clássico seria.)
  • Pergunte se quando Dama foi para a rua, Vagabundo foi o único cão que a ajudou. (Não.) Pergunte aos alunos como eles sabem disso. (O texto fala que ele foi um dos cães que a ajudam; então, houve outros também.)
  • Continue a conversa, dizendo que o texto fala da animação e, consequentemente, das personagens. Pergunte aos alunos se conseguem identificar que palavras foram usadas para evitar a repetição de “Dama” e “Vagabundo”. (Cães, ela, cachorros).
  • Peça que um aluno fale a resposta da questão 2. (Ver gabarito.) Pergunte se, afinal, o verbo e o adjetivo é que devem concordar com o substantivo, ou o substantivo é que deve concordar com o verbo e o adjetivo. (O verbo e o adjetivo é que devem concordar com o substantivo, porque é dele que o texto fala.)

Materiais complementares: folhas de exercícios

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Diga aos alunos que, para terminar a aula, você vai fazer duas perguntas.
  • Mostre-lhes o slide com as perguntas, fazendo uma de cada vez e cronometrando o tempo (dois minutos) para cada.
  • Sorteie um aluno para dizer a resposta do primeiro desafio. Volte a resposta para a turma e pergunte se ela concorda com o que foi dito, fazendo-a chegar à conclusão de que, no primeiro caso, destacou-se a ajuda de Vagabundo, por ele ser uma das personagens principais, pelo fato de ele também ser importante na história. No segundo caso, a intenção é mostrar que Vagabundo foi só mais um dos animais que teriam ajudado Dama a viver nas ruas.
  • Sorteie outro aluno para resolver o desafio 2 (Sabemos que a Dama e o Vagabundo é que tiveram filhotes, porque “filhotes” é um termo que se refere a animais. Mesmo que se considerasse que algumas pessoas chamem os filhos, carinhosamente, de “filhotes”, a frase, logo em seguida, fala que Banzé - um dos filhotes - é um cãozinho; portanto, os filhotes só poderiam ser dos cães.)
  • Termine a aula parabenizando a turma pelo empenho e pela participação.

Materiais complementares: projetor para a exibição da pergunta (caso queira, poderá ser escrita no quadro ou apenas falada).

Sugestão: Caso haja aulas disponíveis, pode-se assistir ao clássico “A Dama e o Vagabundo”.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 6º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 6º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF06LP04 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano