Plano de Aula

Plano de aula: Danças do Brasil - região Norte

Descrição

Neste plano propomos levar os alunos a experiências e discussões sobre as danças da região Norte.

Habilidades BNCC:

Objeto de conhecimento

  • Danças do Brasil e do mundo.
  • Danças de matriz indígena e africana.

Objetivos de aprendizagem

  • Experimentar atividades rítmicas, expressivas e gestuais das danças brasileiras da região Norte.
  • Valorizar os diferentes sentidos e significados das danças brasileiras da região Norte.
  • Recriar as danças populares do Brasil por meio de exercícios de improvisação.
  • Fruir as músicas das danças, individual e coletivamente.
  • Experimentar os movimentos rítmicos, passos e evoluções coreográficas tradicionais das danças brasileiras da região Norte.
  • Criar adaptações e novas contextualizações das evoluções coreográficas tradicionais das danças brasileiras da região Norte.
  • Utilizar movimentos nos planos: alto, médio e baixo presentes nas danças brasileiras da região Norte.
  • Elaborar sequências coreográficas simples das danças brasileiras da região Norte, e compartilhá-las com os demais estudantes.
  • Conhecer o contexto e as matrizes culturais e historicamente constituídas,  presentes nas danças brasileiras marabaixo e carimbó.
  • Comparar o contexto e as matrizes historicamente constituídas presentes nas danças brasileiras, nos locais nos quais elas se manifestam.
  • Reconhecer as diferenças entre os seus movimentos e os movimentos dos colegas.

Competências gerais

1. Conhecimento

2. Pensamento científico, crítico e criativo

3. Repertório cultural

7. Argumentação

9. Empatia e cooperação

10. Responsabilidade e cidadania

Aula

Materiais sugeridos
  • Mapa do Brasil, de preferência, um mapeamento cultural com os cinco Brasis de Darcy Ribeiro. Disponível em: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/X95U7yUcpVfJEbV8vgb7nhbwW74HZquUXvXVmVzpjsEHP2AyTUM5sGKNKUTf/geo4-02und08-os-brasis-de-darcy-ribeiro.pdf
  • Equipamento para reproduzir música.
  • Equipamento para reproduzir vídeos, todos opcionais, para possível uso nos desdobramentos. Caso haja possibilidade, reproduzir para os estudantes.
  • Fitas coloridas, faixas, instrumentos de percussão, saias rodadas e chapéus. Esses materiais não são necessários para a primeira aula do plano e são opcionais para o seu desdobramento. No entanto, como serão solicitados, vale tê-los como “coringas” caso algum estudante não os tenha trazido para a sequência da aula em questão. A antecipação, nesse caso, merece ser considerada.
  • Flip chart com as letras das canções.
  • Folhas de papel A4 grampeadas em forma de livreto: Passaporte cultural (opcional).

Aqui trazemos algumas sugestões de materiais. De acordo com a sua realidade, utilize materiais similares, alternativos ou adaptados para a prática.  

Conversa inicial

Faça uma roda e converse sobre o que conhecem sobre a sua região de origem, particularmente suas danças. Caso julgue necessário, se perceber que os estudantes não têm esse conhecimento prévio, selecione antecipadamente algum material da sua região, tais como imagens, áudios ou vídeos de danças. Lembre-se de escolher os recursos de sensibilização de acordo com as características da sua turma, superando possíveis barreiras sensoriais.

Explicite para todos os objetivos da aprendizagem das danças brasileiras do Norte do Brasil, que culminará no produto final deste processo, pode ser uma apresentação de coreografia para a turma ou até mesmo para a comunidade escolar.

Considere as características dos passos das danças a serem estudadas, tais como os passos arrastados do marabaixo ou as referências aos animais amazônicos no carimbó. Esses recursos abrem possibilidades de movimentos, que estão além dos passos tradicionais. Conhecê-los é importante para que haja um diálogo com a cultura da região Norte, sempre lembrando que os atores principais da aula são os estudantes.

Aproxime essas referências culturais e de movimentos possíveis nas danças, de acordo com as características da sua turma, e convide-os a superar, coletivamente, possíveis barreiras sensoriais ou motoras durante a atividade.

Exponha o mapa cultural e indique a região Norte, chamada aqui de Brasil Caboclo. Convide-os para uma “viagem” até lá.  Pergunte se sabem o que são instrumentos de percussão, adereços e indumentárias das suas danças regionais. Complete as informações dos estudantes e peça para que relatem quais são. Caso necessário, desenvolva o significado desses termos. Se estiver na região Norte, peça que digam o nome de uma comida, dança, ou tipo de instrumento que conhecem.

Nos dois casos, informe que as danças do Norte do Brasil são feitas em um ambiente com muitas cores, adereços, tais como saias rodadas, chapéus, fitas e faixas coloridas, que são movimentadas pelos dançantes, que também podem tocar os instrumentos enquanto dançam. Explorar a riqueza desses elementos sonoros, proprioceptivos, visuais e motores, oferece caminhos diversos para encontrar soluções coletivas para que todos dancem, à sua maneira. Lembre-os de que não basta convidar para a festa: é necessário tirar para dançar. Esses dados prévios são importantes para a atividade a seguir.