9436
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Plano de aula - Organizando as frutas (longe ou perto?)

POR: Juliana Portella de Freitas 10/12/2018
Código: MAT1_08GEO02

1º ano / Matemática / Geometria

Plano de aula alinhado à BNCC:

(EF01MA11) Descrever a localização de pessoas e de objetos no espaço em relação à sua própria posição, utilizando termos como à direita, à esquerda, em frente, atrás.

(EF01MA12) Descrever a localização de pessoas e de objetos no espaço segundo um dado ponto de referência, compreendendo que, para a utilização de termos que se referem à posição, como direita, esquerda, em cima, em baixo, é necessário explicitar-se o referencial.

Plano de aula de Matemática com atividades para 1º ano do Fundamental sobre Localizar e/ou posicionar um objeto a partir de informações.

 

Objetivo select-down

Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor: Juliana Portella de Freitas

Mentor:  Cibele Diogo Kimura

Especialista de área: Pricilla Cristina Mendes Cerqueira



Habilidade da BNCC

(EF01MA11) Descrever a localização de pessoas e de objetos no espaço em relação à sua própria posição, utilizando termos como à direita, à esquerda, em frente, atrás.

(EF01MA12) Descrever a localização de pessoas e de objetos no espaço segundo um dado ponto de referência, compreendendo que, para a utilização de termos que se referem à posição, como direita, esquerda, em cima, em baixo, é necessário explicitar-se o referencial.

Objetivos específicos

Posicionar objetos e identificá-los utilizando a linguagem posicional.

Conceito-chave

Longe e Perto

Materiais Necessários:

  • Papel manilha, pardo ou cartolina;
  • Imagem de castelo (impressa conforme o modelo outra);
  • Lápis de cor ou canetinha;
  • Impressão da atividade de raio-x.

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientação: Projetar ou ler o objetivo para a turma.

Propósito: Compartilhar o objetivo da aula com a turma.

Retomada select-down

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: O professor deve retomar que só conseguimos determinar a posição de algo se tivermos uma referência.

Para isso deve ler o slide (se possível projetar) e fazer a pergunta contida nele.

Se não houver a possibilidade de projetar o slide, na hora da pergunta o professor deve ser a referência em relação a um objeto que determinar.

Solução: A solução é o cachorro está perto e a casa está longe.

Se o professor for a referência deverá determinar um objeto perto e um longe.

Propósito: Retomar que para identificarmos uma posição é fundamental ter um ponto de referência.

Atividade Principal select-down

Tempo sugerido: 20 minutos

O que é necessário:

Para realização dessa atividade é necessário a impressão das folhas, uma contendo as instruções da atividade e a outra com as fichas de frutas, Cola, Tesoura.

Orientações: Conversar com as crianças que agora é hora de trabalhar em equipe e que para isso temos que aprender a ouvir o que o outro tem a dizer. Antecipar que para conseguir organizar as frutas precisam ficar atentos a posição e a referência contida no cartão de instrução. Para a posição serão utilizados os conceitos perto e longe.

Separar as crianças em grupos de até quatro crianças (tentar garantir que em cada grupo tenha pelo menos uma criança alfabética para assumir a função de leitora). Se não houver crianças que façam o papel de leitoras, o professor deverá assumir essa função.

Cada grupo receberá duas folhas: uma folha contendo 7 fichas com imagens de frutas (maçã, banana, laranja, limão, pera, abacaxi e coco) para recorte e a outra para realização da atividade contendo 5 cartões de instrução, sendo que dois cartões estão sem informações (em branco).

O professor deve fazer a leitura da folha que contém os cartões instrucionais para toda turma.

Discuta com a turma:

  • Será que somente com essas informações conseguiremos organizar as frutas?
  • Será que ao final os grupos organizarão as frutas do mesmo jeito? Já que os cartões de instruções são iguais para todos os grupos? (anotar no quadro se os alunos acham ou não que as frutas ficarão na mesma posição).

Agora é hora de começar a atividade!

Explicar para a turma que eles devem primeiro recortar as fichas de frutas.

Em seguida devem começar a organizar as frutas na folha de atividade com base nas informações contidas nos dos cartões de instrução.

Durante a organização, os alunos perceberão que não há informações para duas frutas (abacaxi e coco).

Conforme os grupos forem percebendo o professor deve orientar que são eles que irão decidir onde ficarão essas frutas e após a decisão devem registrar essas posições nos cartões de instruções vazios (utilizando a linguagem posicional perto e longe).

Sugestão de intervenções:

É importante que o professor circule pelos grupos e pergunte:

  • Quais informações devem constar no cartão de instrução para que consigamos posicionar essas frutas?
  • Para posicionar perto ou longe é necessário ter uma referência?

Ao final da organização de todas as frutas e do registro dos cartões, os grupos devem conferir uma última vez se as mesmas estão dispostas de forma que atenda as instruções e então colar as frutas nas posições decididas.

Propósito: Proporcionar a experiência aos alunos de organizar alguns objetos a partir de informações, bem como, decidir a posição e a referência de outros e registrá-las.

Materiais complementares para impressão:
Atividade para impressão

Resolução da atividade

Guia de intervenção

Discussão da Solução select-down

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Após o término da atividade, o professor deve fixar o trabalho dos grupos em um local onde todos os alunos possam visualizar. Pedir para os alunos observarem se os registros dos grupo estão iguais. Começar escolhendo uma fruta, por exemplo a pêra e pedir para os alunos compararem se em todas as folhas ela está posicionada num mesmo lugar. Os alunos irão perceber que as pêras não necessariamente estão num mesmo lugar. Fazer a mesma coisa com as outras frutas.

Em seguida o professor deve retomar a pergunta e a resposta anotada no quadro.

Retomando a questão:

  • Já que os cartões de instruções são iguais para todos os grupos, será que todos organizarão as frutas do mesmo jeito?

Os alunos levantarão suas hipóteses sobre o porque as frutas não estão no mesmo lugar.

O professor deve ajudar os alunos a concluírem que mesmo todos seguindo uma mesma instrução, o ponto de referência que cada grupo escolheu para iniciar a organização das frutas faz a diferença na disposição das mesmas.

Propósito: Comparar a posição de um objeto em relação a outro a partir de uma mesma informação.

Encerramento select-down

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientações: O professor deve retomar que para localizar alguém ou algo é necessário ter um ponto de referência.

As imagens do slide servem somente de ilustração , o professor pode fazer uso para perguntar a posição dos objetos dispostos sobre a mesa.

Propósito: Relembrar o que foi aprendido nesta aula.

Raio X select-down

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Compartilhar com as crianças que esse será um momento para colocar em prática o que sabem. O professor deverá separar alguns objetos (material escolar, brinquedos, formas geométricas ou outros) . Em seguida organizará esses objetos sobre uma mesa onde todos os alunos consigam visualizá-los. O professor chamará um aluno de cada vez na mesa de objetos.

Em seguida irá propor para cada criança um desafio de mudar a posição do objeto conforme a sua instrução.

O Raio X é um momento para você avaliar se todos os estudantes conseguiram atingir o conteúdo proposto, então procure identificar e anotar os comentários de cada um, bem como, as suas observações para futuras ações.

Discuta com a turma:

Para cada pergunta o professor deve apontar para um objeto que será a referência.

  • Onde você colocaria o caderno para ficar longe da calculadora?
  • Qual o objeto está perto do caderno? Tem mais algum objeto perto?
  • Coloque a régua perto do caderno e longe da calculadora.

Importante:

Durante as perguntas o aluno pode mudar a posição dos objetos para atender o que lhe foi solicitado.

Não é necessário utilizar os objetos referendados na “sugestão de perguntas”. O professor pode utilizar objetos que estejam de fácil acesso. A figura do slide é somente uma ilustração, não necessariamente precisa ser utilizada.

Propósito: Perceber se a partir de uma problemática o aluno consegue localizar e/ou posicionar objetos por meio de uma referência.

Materiais Complementares:

Resolução do raio x

Atividade complementar

Resolução do atividade complementar

Resumo da aula

download Baixar plano

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientação: Projetar ou ler o objetivo para a turma.

Propósito: Compartilhar o objetivo da aula com a turma.


Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor: Juliana Portella de Freitas

Mentor:  Cibele Diogo Kimura

Especialista de área: Pricilla Cristina Mendes Cerqueira



Habilidade da BNCC

(EF01MA11) Descrever a localização de pessoas e de objetos no espaço em relação à sua própria posição, utilizando termos como à direita, à esquerda, em frente, atrás.

(EF01MA12) Descrever a localização de pessoas e de objetos no espaço segundo um dado ponto de referência, compreendendo que, para a utilização de termos que se referem à posição, como direita, esquerda, em cima, em baixo, é necessário explicitar-se o referencial.

Objetivos específicos

Posicionar objetos e identificá-los utilizando a linguagem posicional.

Conceito-chave

Longe e Perto

Materiais Necessários:

  • Papel manilha, pardo ou cartolina;
  • Imagem de castelo (impressa conforme o modelo outra);
  • Lápis de cor ou canetinha;
  • Impressão da atividade de raio-x.

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: O professor deve retomar que só conseguimos determinar a posição de algo se tivermos uma referência.

Para isso deve ler o slide (se possível projetar) e fazer a pergunta contida nele.

Se não houver a possibilidade de projetar o slide, na hora da pergunta o professor deve ser a referência em relação a um objeto que determinar.

Solução: A solução é o cachorro está perto e a casa está longe.

Se o professor for a referência deverá determinar um objeto perto e um longe.

Propósito: Retomar que para identificarmos uma posição é fundamental ter um ponto de referência.

Tempo sugerido: 20 minutos

O que é necessário:

Para realização dessa atividade é necessário a impressão das folhas, uma contendo as instruções da atividade e a outra com as fichas de frutas, Cola, Tesoura.

Orientações: Conversar com as crianças que agora é hora de trabalhar em equipe e que para isso temos que aprender a ouvir o que o outro tem a dizer. Antecipar que para conseguir organizar as frutas precisam ficar atentos a posição e a referência contida no cartão de instrução. Para a posição serão utilizados os conceitos perto e longe.

Separar as crianças em grupos de até quatro crianças (tentar garantir que em cada grupo tenha pelo menos uma criança alfabética para assumir a função de leitora). Se não houver crianças que façam o papel de leitoras, o professor deverá assumir essa função.

Cada grupo receberá duas folhas: uma folha contendo 7 fichas com imagens de frutas (maçã, banana, laranja, limão, pera, abacaxi e coco) para recorte e a outra para realização da atividade contendo 5 cartões de instrução, sendo que dois cartões estão sem informações (em branco).

O professor deve fazer a leitura da folha que contém os cartões instrucionais para toda turma.

Discuta com a turma:

  • Será que somente com essas informações conseguiremos organizar as frutas?
  • Será que ao final os grupos organizarão as frutas do mesmo jeito? Já que os cartões de instruções são iguais para todos os grupos? (anotar no quadro se os alunos acham ou não que as frutas ficarão na mesma posição).

Agora é hora de começar a atividade!

Explicar para a turma que eles devem primeiro recortar as fichas de frutas.

Em seguida devem começar a organizar as frutas na folha de atividade com base nas informações contidas nos dos cartões de instrução.

Durante a organização, os alunos perceberão que não há informações para duas frutas (abacaxi e coco).

Conforme os grupos forem percebendo o professor deve orientar que são eles que irão decidir onde ficarão essas frutas e após a decisão devem registrar essas posições nos cartões de instruções vazios (utilizando a linguagem posicional perto e longe).

Sugestão de intervenções:

É importante que o professor circule pelos grupos e pergunte:

  • Quais informações devem constar no cartão de instrução para que consigamos posicionar essas frutas?
  • Para posicionar perto ou longe é necessário ter uma referência?

Ao final da organização de todas as frutas e do registro dos cartões, os grupos devem conferir uma última vez se as mesmas estão dispostas de forma que atenda as instruções e então colar as frutas nas posições decididas.

Propósito: Proporcionar a experiência aos alunos de organizar alguns objetos a partir de informações, bem como, decidir a posição e a referência de outros e registrá-las.

Materiais complementares para impressão:
Atividade para impressão

Resolução da atividade

Guia de intervenção

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Após o término da atividade, o professor deve fixar o trabalho dos grupos em um local onde todos os alunos possam visualizar. Pedir para os alunos observarem se os registros dos grupo estão iguais. Começar escolhendo uma fruta, por exemplo a pêra e pedir para os alunos compararem se em todas as folhas ela está posicionada num mesmo lugar. Os alunos irão perceber que as pêras não necessariamente estão num mesmo lugar. Fazer a mesma coisa com as outras frutas.

Em seguida o professor deve retomar a pergunta e a resposta anotada no quadro.

Retomando a questão:

  • Já que os cartões de instruções são iguais para todos os grupos, será que todos organizarão as frutas do mesmo jeito?

Os alunos levantarão suas hipóteses sobre o porque as frutas não estão no mesmo lugar.

O professor deve ajudar os alunos a concluírem que mesmo todos seguindo uma mesma instrução, o ponto de referência que cada grupo escolheu para iniciar a organização das frutas faz a diferença na disposição das mesmas.

Propósito: Comparar a posição de um objeto em relação a outro a partir de uma mesma informação.

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientações: O professor deve retomar que para localizar alguém ou algo é necessário ter um ponto de referência.

As imagens do slide servem somente de ilustração , o professor pode fazer uso para perguntar a posição dos objetos dispostos sobre a mesa.

Propósito: Relembrar o que foi aprendido nesta aula.

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Compartilhar com as crianças que esse será um momento para colocar em prática o que sabem. O professor deverá separar alguns objetos (material escolar, brinquedos, formas geométricas ou outros) . Em seguida organizará esses objetos sobre uma mesa onde todos os alunos consigam visualizá-los. O professor chamará um aluno de cada vez na mesa de objetos.

Em seguida irá propor para cada criança um desafio de mudar a posição do objeto conforme a sua instrução.

O Raio X é um momento para você avaliar se todos os estudantes conseguiram atingir o conteúdo proposto, então procure identificar e anotar os comentários de cada um, bem como, as suas observações para futuras ações.

Discuta com a turma:

Para cada pergunta o professor deve apontar para um objeto que será a referência.

  • Onde você colocaria o caderno para ficar longe da calculadora?
  • Qual o objeto está perto do caderno? Tem mais algum objeto perto?
  • Coloque a régua perto do caderno e longe da calculadora.

Importante:

Durante as perguntas o aluno pode mudar a posição dos objetos para atender o que lhe foi solicitado.

Não é necessário utilizar os objetos referendados na “sugestão de perguntas”. O professor pode utilizar objetos que estejam de fácil acesso. A figura do slide é somente uma ilustração, não necessariamente precisa ser utilizada.

Propósito: Perceber se a partir de uma problemática o aluno consegue localizar e/ou posicionar objetos por meio de uma referência.

Materiais Complementares:

Resolução do raio x

Atividade complementar

Resolução do atividade complementar

Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor: Juliana Portella de Freitas

Mentor:  Cibele Diogo Kimura

Especialista de área: Pricilla Cristina Mendes Cerqueira



Habilidade da BNCC

(EF01MA11) Descrever a localização de pessoas e de objetos no espaço em relação à sua própria posição, utilizando termos como à direita, à esquerda, em frente, atrás.

(EF01MA12) Descrever a localização de pessoas e de objetos no espaço segundo um dado ponto de referência, compreendendo que, para a utilização de termos que se referem à posição, como direita, esquerda, em cima, em baixo, é necessário explicitar-se o referencial.

Objetivos específicos

Posicionar objetos e identificá-los utilizando a linguagem posicional.

Conceito-chave

Longe e Perto

Materiais Necessários:

  • Papel manilha, pardo ou cartolina;
  • Imagem de castelo (impressa conforme o modelo outra);
  • Lápis de cor ou canetinha;
  • Impressão da atividade de raio-x.

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

OUTRAS AULAS DESSA UNIDADE:

AULAS DESSA DISCIPLINA:

AULAS RELACIONADAS:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Resolução de Problemas em Matemática com Esforço Produtivo

Neste curso, Kátia Smole ensina como estimular o raciocínio matemático dos alunos, por meio de sugestões de atividade, textos com dicas e a realização de uma prática de sala de aula.

Ver mais detalhes