19233
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Educação Empreendedora > 1º ano > Unidade

Plano de aula - Apresentando as novas histórias

Plano de aula de Educação Empreendedora para Ensino Fundamental 1 sobre Compartilhar histórias reais e divertidas vivenciadas em família. Produzir histórias que misturam a vida real com ficção, adaptando-as em diversos formatos.

Plano 03 de 3 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Cíntia Diógenes,

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre esse plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Resumo da sequência: nessa sequência, os estudantes vão compartilhar histórias que misturam a vida real com ficção. A partir de um levantamento de histórias reais e divertidas vividas em família, trabalharão para transformá-las, introduzindo elementos ficcionais e traduzindo-as em formatos diversos, que serão compartilhados e apresentados a outras turmas da escola. A sequência é composta de 3 planos de aula que se relacionam entre si. O primeiro plano com tempo previsto para 1 aula (50 minutos) e o segundo e terceiro planos com tempo previsto para 2 aulas (100 minutos).

Sobre esse plano: previsto para ser realizado no decorrer de duas aulas (totalizando 100 minutos), este plano de aula será dedicado à produção das narrativas pelos grupos, conforme o planejamento, e para a apresentação dos grupos às turmas destinadas. Para a circulação das produções dos estudantes, os professores, em conjunto com os estudantes, organizarão uma dinâmica em que circularão por outros espaços e turmas da escola, compartilhando as histórias. Ao final de cada apresentação, acontecerá uma conversa com os espectadores para saber o que acharam da performance.

Esse plano de aula aborda aspectos que fazem parte do trabalho com as habilidades EF35LP10, EF35LP20 e EF04MA28, contemplando os componentes Matemática e Língua Portuguesa que constam na BNCC. Como as habilidades devem ser desenvolvidas ao longo de todo o ano, você observará que elas não serão contempladas na totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes. Além disso, a sequência contempla as seguintes Competências Gerais da Educação Básica previstas na BNCC:

3 - Repertório cultural - Valorizar e fruir as diversas manifestações artísticas e culturais, das locais às mundiais, e também participar de práticas diversificadas da produção artístico-cultural.

4 - Comunicação - Utilizar diferentes linguagens – verbal (oral ou visual-motora, como Libras, e escrita), corporal, visual, sonora e digital –, bem como conhecimentos das linguagens artística, matemática e científica, para se expressar e partilhar informações, experiências, ideias e sentimentos em diferentes contextos e produzir sentidos que levem ao entendimento mútuo.

Como adequar à sua realidade: o intento dessa sequência é promover a circulação dos estudantes e das produções por diferentes turmas, fortalecendo um processo de reconhecimento, exploração, produção e exposição de trabalhos autorais. Essa estrutura permite o uso de diferentes estratégias de mobilização e o trabalho com variados gêneros textuais e linguagens artísticas. Nessa proposição, sugerimos a construção de narrativas que misturem histórias reais a elementos ficcionais. Também é viável recorrer a outras formas artísticas, como, por exemplo, danças, pintura, desenho, artesanato etc. É importante ressaltar que, ao trabalhar com histórias reais dos estudantes, tenha cuidado na mediação docente para que as crianças e os adolescentes lidem com tais narrativas de modo respeitoso, evitando que sejam expostas à situações ou reações desrespeitosas, invasivas e vexaminosas. Uma boa estratégia para construir o cuidado em relação à história do outro é, no início da aula, você trazer algo que você e sua família vivenciaram e que seja curioso, inesperado e engraçado.

Organização das aulas: Essa sequência pode acontecer no contexto de um único componente ou combinar encontros de Matemática e Língua Portuguesa. O primeiro e o segundo planos podem ser realizados em aulas separadas. Já as aulas 3 e 4 podem ser sequenciadas, no mesmo dia. Se não for possível, organize as aulas de outra forma, tendo em vista os objetivos e as especificidades da sequência.

Ação prévia: baseados no planejamento feito na aula anterior, os alunos deverão produzir os materiais necessários e trazer os recursos que serão utilizados durante a apresentação para outras turmas da escola. Ressalte a necessidade de os grupos levarem todos esses materiais, sem esquecerem de nada, pois, se não dispuserem desses materiais no dia dessa aula, precisarão realizar adaptações improvisadas que podem prejudicar a qualidade da apresentação. Caso julgue mais proveitoso, os grupos podem ter um momento de preparação desses recursos em uma outra aula, anterior a esta, para já deixarem os materiais produzidos sob a tutela do professor. Além disso, faz-se necessária a negociação com a equipe gestora e demais professores da escola sobre o dia, local e horário propício para a apresentação dos alunos. Medeie a formação de uma comissão de alunos que vão realizar essa negociação e decidir, em parceria com toda a turma, os pontos que farão parte da pauta a ser discutida.

Alinhamento da sequência com a Educação Empreendedora: a sequência favorece a colaboração e a iniciativa por oportunizar que os estudantes trabalhem em grupos e acordem sobre as decisões acerca das produções. Ela prevê um lugar de protagonismo, pois as histórias pessoais deverão ser a base para a construção de novas narrativas, sempre partindo de ideias dos próprios estudantes. Também envolve planejamento, criatividade e imaginação no processo de construção das narrativas.

Materiais necessários: planejamento produzido na aula anterior e os materiais e recursos especificados nele para a organização da apresentação; folha: “O que eu fiz que nunca havia feito antes?” (Disponível nos materiais complementares deste plano.) De preferência, imprima em folha A3; lápis, borracha; Post-its.

Material complementar:

  • Tabela: O que eu fiz que nunca havia feito antes? Disponível nos materiais complementares. Acesso em: 29 abr. 2020.

Para você saber mais: aqui disponibilizamos materiais de embasamento e aprofundamento para que o professor possa utilizar para conhecimento próprio ou, caso julgue interessante, com a turma.

#novaescolaemcasa: para que essa sequência seja realizada fora de escola, oriente que algum adulto converse com o estudante sobre histórias reais e divertidas, vividas em família. É interessante que sejam utilizados recursos como fotografias e objetos que remetam a esses momentos. O aluno deve selecionar uma das histórias para realizar uma adaptação, utilizando um formato que não seja narrativo e incluindo elementos ficcionais à história original. Oriente o adulto a levantar os seguintes questionamentos:

- Qual história você vai adaptar?

- Em qual formato você vai adaptar a história? Por que escolheu esse formato?

- Está sentindo alguma dificuldade na produção da adaptação da história?

- Lembre-se de que você precisa incluir elementos ficcionais na adaptação da história. Você já pensou em quais elementos introduzirá?

- Quais elementos reais você acha que devem permanecer na história? Por quê?

- Como fará a apresentação?

- Precisará de algum recurso?

Após essa discussão, oriente o adulto a colaborar no planejamento da apresentação. Para isso, pode utilizar meios digitais, como vídeos em redes sociais, caso disponham de recursos tecnológicos, ou ser uma apresentação para os membros da família que convivem na mesma casa.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: exponha para a turma o objetivo dessa atividade: produzir histórias que misturam a vida real com ficção, traduzindo-as em diversos formatos e apresentando-as para outras turmas da escola. Para isso, oriente que os mesmos grupos que se reuniram na aula anterior devem se reunir novamente e retomar o planejamento que idealizaram. Solicite que eles verifiquem se dispõem de todos os materiais/recursos para a apresentação da história e/ou o que precisam adaptar. Peça que registrem as possíveis alterações na folha de planejamento, a fim de que produzam a nova história tendo como base esse planejamento.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: o objetivo dessa atividade é organizar como será a apresentação dos grupos, de acordo com as turmas que estão disponíveis para assistir. Exponha o objetivo para os alunos antes de iniciar a orientação da atividade. Apresente para todos os grupos as turmas que vão assistir à apresentação. Então, de acordo com o número de turmas e com o tempo destinado às apresentações para as outras turmas (15 minutos), lance as seguintes perguntas:

- Como podemos organizar os grupos para se apresentarem para as turmas?

- Quantos grupos vão se apresentar por turma?

- Em quais turmas cada grupo vai se apresentar?

- Algum grupo vai se apresentar em um espaço aberto da escola para todas as turmas?

- Em que dia e horário ocorrerão as apresentações?

- Ao fim de cada apresentação, o que pode ser realizado para que o público avalie a performance?

- Em 15 minutos, será possível realizar todas as apresentações?

Lance as perguntas em uma roda de discussão. As opiniões de cada aluno devem ser ouvidas, respeitadas e acolhidas, conforme a aprovação da maioria da turma e da viabilidade da proposta. Registre o que ficar acertado sobre as apresentações para que os grupos possam se organizar melhor para a apresentação.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações: esse é o momento da sequência em que os grupos vão realizar a tradução das histórias, a partir do planejamento produzido na aula anterior e retomado no início desta. Compartilhe o objetivo dessa atividade com a turma antes de iniciar as orientações dessa atividade. Caminhe entre os grupos durante esse momento de produção, avaliando e apoiando o que está sendo realizado por eles e fazendo mediações por meio de questionamentos. Algumas sugestões:

- Que formato de texto vocês estão produzindo?

- Quais as maiores dificuldades vocês estão enfrentando para produzirem seus textos?

- Foi possível seguir o esboço do enredo, conforme o planejamento, na íntegra?

- Quais adaptações foram necessárias?

- O que vocês acharam mais interessante no texto que estão produzindo?

- O elemento fictício do texto é um elemento fantástico ou reapropriado de outras histórias contadas na sala ou conhecidas por vocês na internet ou outros meios?

Lance outros questionamentos conforme for mediando o trabalho nos grupos.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: disponibilize cerca de 10 minutos, quando todos os grupos tiverem terminado a produção, para que um grupo apresente a outro a performance. O grupo que assistiu terá dois minutos para tecer comentários, podendo sugerir melhorias, que podem ser acatadas ou não, de acordo com o desejo dos autores da história. Caminhe entre os grupos durante as apresentações e aprecie as performances, elogiando o trabalho dos grupos e questionando quais melhorias foram sugeridas pelo grupo espectador. Valorize o envolvimento, atenção e sugestões dos espectadores, que podem contribuir bastante com a qualidade do produto final a ser apresentado.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações: relembre os grupos que eles terão 15 minutos para realizar as apresentações nas turmas que haviam planejado previamente. Oriente para que eles só entrem nas salas com sua autorização e que deem uma palavra inicial, antes da apresentação, explicando o projeto e o caminho percorrido até chegarem a essa culminância. Cada grupo deve apresentar a temática de acordo com o planejamento estabelecido por ele, já com as possíveis adequações validadas por você. Ao fim das apresentações, peça que os alunos façam uma breve discussão com a plateia, por meio das ideias de avaliação discutidas e planejadas previamente nesta aula, bem como por meio de outros questionamentos. Por exemplo:

- Qual parte da história vocês mais gostaram? Por quê?

- Quais elementos vocês acham que são reais nessa história? Por quê?

- Quais elementos vocês acham que são fictícios? Por quê?

- Vocês gostaram do formato como as histórias foram contadas? Fariam de forma diferente? Como?

- Vocês gostaram da organização do grupo para a apresentação? Sentiram falta de algo? O quê?

- Vocês teriam alguma sugestão para a apresentação ficar ainda melhor?

Peça, antes de os alunos se encaminharem para as turmas, para que um membro do grupo se responsabilize por registrar por escrito a opinião, as críticas e as sugestões dos espectadores, para discutirem no retorno à sala de aula.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos

 

Orientações: após a apresentação dos grupos uns para os outros e para as turmas da escola, os alunos terão a oportunidade de avaliar as habilidades desenvolvidas no decorrer desta sequência. Inicialmente, os grupos que se apresentaram uns aos outros em sala de aula devem se reunir novamente para compartilharem a devolutiva do público. Circule entre os grupos durante essa troca e lance os seguintes questionamentos, a fim de auxiliar os alunos:

- Como foi a experiência de apresentar a história para as turmas?

- Como vocês se sentiram?

- O que foi mais difícil?

- Todos participaram da apresentação?

- Como foi a experiência de ouvir as devolutivas do público?

- Vocês conseguiram registrar as opiniões do público?

- O que foi de interessante que o público sugeriu?

- Como vocês avaliam as apresentações?

- Se tivessem a oportunidade de se apresentarem novamente, o que manteriam ou mudariam?

Após essa troca, mostre (impressa, de preferência em uma folha A3 ou A2) uma cópia da tabela: O que eu fiz que nunca havia feito antes? (disponível nos materiais complementares desse plano). Ponha essa cópia em um local da sala de fácil visualização para todos. Entregue os Post-its para os alunos e peça que eles pensem e registrem nos Post-its algo que tenham feito pela primeira vez nas etapas dessa sequência. É importante que fique claro para os alunos que esse registro não é para que eles escrevam o que aprenderam acerca de conteúdos formais do currículo, como os gêneros textuais ou ortografia, por exemplo, já que esse não é o objetivo dessa sequência. Mas, sim, que consigam especificar quais elementos da Educação Empreendedora eles foram capazes de desenvolver por meio das propostas de cada aula. Por exemplo, durante o relato da própria história, algum estudante pode afirmar que é a primeira vez que ele é protagonista de uma história e que compartilha essa história com alguém.

Durante o planejamento da nova história, em que os alunos tiveram de trabalhar em grupos, algum estudante pode citar que algo totalmente novo que realizou nesse momento foi acatar a decisão da maioria, mesmo que seja divergente da dele, ou organizar as tarefas para que a produção seja realizada por todos os membros do grupo. Durante a apresentação, os alunos podem citar novamente o protagonismo e o fazer criativo, e assim por diante.

No primeiro Post-it, peça para que registrem o que fizeram pela primeira vez ao relatar a história pessoal na primeira aula desta sequência. Eles devem pensar na experiência desde o planejamento de que história vai relatar, conversar com familiares para escolhê-la, procurar um objeto que a simbolize, registrar a história na forma de narrativa, compartilhar com um colega de sala e ouvir o relato apresentado por outra pessoa.

No segundo, o aluno pensará no momento de escolher quais histórias fariam parte da coletânea, desde o momento da votação até a apuração e organização dos votos por meio de um gráfico. No terceiro momento, eles devem registrar o que fizeram de novo ao planejar a tradução da história. Eles podem relembrar o trabalhar em grupo, a divisão de tarefas, os registros na tabela de planejamento, a criação da nova história. Talvez esse seja o momento em que os alunos terão mais facilidade de reconhecer as novas habilidades que foram desenvolvidas.

O quarto e último momento a ser avaliado é o da apresentação da história para os colegas. Peça para que os alunos registrem a experiência de apresentar para outro grupo da própria turma. Diga que seria ainda mais interessante que esse espaço da tabela fosse preenchido após a apresentação para as outras turmas, pois é provável que seja uma experiência mais desafiadora para eles.

Ao final, peça para que os alunos colem seus Post-its na tabela. Leia o que ali foi registrado, valorizando cada habilidade desenvolvida e retomando o que foi apreendido com cada ação. Diante desse quadro, proponha um replanejamento das etapas da sequência ou a discussão de novas propostas de apresentações com a turma. Separe um breve momento, ao final, para que os alunos que viveram as histórias originais (que foram transformadas) relatem o que acharam do resultado final. Levante os seguintes questionamentos:

- Como foi para vocês verem suas histórias ganhando outros rumos e inspirando o processo de criação dos colegas?

Caso tenha disponibilidade, os grupos podem promover uma nova apresentação, dessa vez para outros membros da comunidade escolar.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Resumo da sequência: nessa sequência, os estudantes vão compartilhar histórias que misturam a vida real com ficção. A partir de um levantamento de histórias reais e divertidas vividas em família, trabalharão para transformá-las, introduzindo elementos ficcionais e traduzindo-as em formatos diversos, que serão compartilhados e apresentados a outras turmas da escola. A sequência é composta de 3 planos de aula que se relacionam entre si. O primeiro plano com tempo previsto para 1 aula (50 minutos) e o segundo e terceiro planos com tempo previsto para 2 aulas (100 minutos).

Sobre esse plano: previsto para ser realizado no decorrer de duas aulas (totalizando 100 minutos), este plano de aula será dedicado à produção das narrativas pelos grupos, conforme o planejamento, e para a apresentação dos grupos às turmas destinadas. Para a circulação das produções dos estudantes, os professores, em conjunto com os estudantes, organizarão uma dinâmica em que circularão por outros espaços e turmas da escola, compartilhando as histórias. Ao final de cada apresentação, acontecerá uma conversa com os espectadores para saber o que acharam da performance.

Esse plano de aula aborda aspectos que fazem parte do trabalho com as habilidades EF35LP10, EF35LP20 e EF04MA28, contemplando os componentes Matemática e Língua Portuguesa que constam na BNCC. Como as habilidades devem ser desenvolvidas ao longo de todo o ano, você observará que elas não serão contempladas na totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes. Além disso, a sequência contempla as seguintes Competências Gerais da Educação Básica previstas na BNCC:

3 - Repertório cultural - Valorizar e fruir as diversas manifestações artísticas e culturais, das locais às mundiais, e também participar de práticas diversificadas da produção artístico-cultural.

4 - Comunicação - Utilizar diferentes linguagens – verbal (oral ou visual-motora, como Libras, e escrita), corporal, visual, sonora e digital –, bem como conhecimentos das linguagens artística, matemática e científica, para se expressar e partilhar informações, experiências, ideias e sentimentos em diferentes contextos e produzir sentidos que levem ao entendimento mútuo.

Como adequar à sua realidade: o intento dessa sequência é promover a circulação dos estudantes e das produções por diferentes turmas, fortalecendo um processo de reconhecimento, exploração, produção e exposição de trabalhos autorais. Essa estrutura permite o uso de diferentes estratégias de mobilização e o trabalho com variados gêneros textuais e linguagens artísticas. Nessa proposição, sugerimos a construção de narrativas que misturem histórias reais a elementos ficcionais. Também é viável recorrer a outras formas artísticas, como, por exemplo, danças, pintura, desenho, artesanato etc. É importante ressaltar que, ao trabalhar com histórias reais dos estudantes, tenha cuidado na mediação docente para que as crianças e os adolescentes lidem com tais narrativas de modo respeitoso, evitando que sejam expostas à situações ou reações desrespeitosas, invasivas e vexaminosas. Uma boa estratégia para construir o cuidado em relação à história do outro é, no início da aula, você trazer algo que você e sua família vivenciaram e que seja curioso, inesperado e engraçado.

Organização das aulas: Essa sequência pode acontecer no contexto de um único componente ou combinar encontros de Matemática e Língua Portuguesa. O primeiro e o segundo planos podem ser realizados em aulas separadas. Já as aulas 3 e 4 podem ser sequenciadas, no mesmo dia. Se não for possível, organize as aulas de outra forma, tendo em vista os objetivos e as especificidades da sequência.

Ação prévia: baseados no planejamento feito na aula anterior, os alunos deverão produzir os materiais necessários e trazer os recursos que serão utilizados durante a apresentação para outras turmas da escola. Ressalte a necessidade de os grupos levarem todos esses materiais, sem esquecerem de nada, pois, se não dispuserem desses materiais no dia dessa aula, precisarão realizar adaptações improvisadas que podem prejudicar a qualidade da apresentação. Caso julgue mais proveitoso, os grupos podem ter um momento de preparação desses recursos em uma outra aula, anterior a esta, para já deixarem os materiais produzidos sob a tutela do professor. Além disso, faz-se necessária a negociação com a equipe gestora e demais professores da escola sobre o dia, local e horário propício para a apresentação dos alunos. Medeie a formação de uma comissão de alunos que vão realizar essa negociação e decidir, em parceria com toda a turma, os pontos que farão parte da pauta a ser discutida.

Alinhamento da sequência com a Educação Empreendedora: a sequência favorece a colaboração e a iniciativa por oportunizar que os estudantes trabalhem em grupos e acordem sobre as decisões acerca das produções. Ela prevê um lugar de protagonismo, pois as histórias pessoais deverão ser a base para a construção de novas narrativas, sempre partindo de ideias dos próprios estudantes. Também envolve planejamento, criatividade e imaginação no processo de construção das narrativas.

Materiais necessários: planejamento produzido na aula anterior e os materiais e recursos especificados nele para a organização da apresentação; folha: “O que eu fiz que nunca havia feito antes?” (Disponível nos materiais complementares deste plano.) De preferência, imprima em folha A3; lápis, borracha; Post-its.

Material complementar:

  • Tabela: O que eu fiz que nunca havia feito antes? Disponível nos materiais complementares. Acesso em: 29 abr. 2020.

Para você saber mais: aqui disponibilizamos materiais de embasamento e aprofundamento para que o professor possa utilizar para conhecimento próprio ou, caso julgue interessante, com a turma.

#novaescolaemcasa: para que essa sequência seja realizada fora de escola, oriente que algum adulto converse com o estudante sobre histórias reais e divertidas, vividas em família. É interessante que sejam utilizados recursos como fotografias e objetos que remetam a esses momentos. O aluno deve selecionar uma das histórias para realizar uma adaptação, utilizando um formato que não seja narrativo e incluindo elementos ficcionais à história original. Oriente o adulto a levantar os seguintes questionamentos:

- Qual história você vai adaptar?

- Em qual formato você vai adaptar a história? Por que escolheu esse formato?

- Está sentindo alguma dificuldade na produção da adaptação da história?

- Lembre-se de que você precisa incluir elementos ficcionais na adaptação da história. Você já pensou em quais elementos introduzirá?

- Quais elementos reais você acha que devem permanecer na história? Por quê?

- Como fará a apresentação?

- Precisará de algum recurso?

Após essa discussão, oriente o adulto a colaborar no planejamento da apresentação. Para isso, pode utilizar meios digitais, como vídeos em redes sociais, caso disponham de recursos tecnológicos, ou ser uma apresentação para os membros da família que convivem na mesma casa.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: exponha para a turma o objetivo dessa atividade: produzir histórias que misturam a vida real com ficção, traduzindo-as em diversos formatos e apresentando-as para outras turmas da escola. Para isso, oriente que os mesmos grupos que se reuniram na aula anterior devem se reunir novamente e retomar o planejamento que idealizaram. Solicite que eles verifiquem se dispõem de todos os materiais/recursos para a apresentação da história e/ou o que precisam adaptar. Peça que registrem as possíveis alterações na folha de planejamento, a fim de que produzam a nova história tendo como base esse planejamento.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: o objetivo dessa atividade é organizar como será a apresentação dos grupos, de acordo com as turmas que estão disponíveis para assistir. Exponha o objetivo para os alunos antes de iniciar a orientação da atividade. Apresente para todos os grupos as turmas que vão assistir à apresentação. Então, de acordo com o número de turmas e com o tempo destinado às apresentações para as outras turmas (15 minutos), lance as seguintes perguntas:

- Como podemos organizar os grupos para se apresentarem para as turmas?

- Quantos grupos vão se apresentar por turma?

- Em quais turmas cada grupo vai se apresentar?

- Algum grupo vai se apresentar em um espaço aberto da escola para todas as turmas?

- Em que dia e horário ocorrerão as apresentações?

- Ao fim de cada apresentação, o que pode ser realizado para que o público avalie a performance?

- Em 15 minutos, será possível realizar todas as apresentações?

Lance as perguntas em uma roda de discussão. As opiniões de cada aluno devem ser ouvidas, respeitadas e acolhidas, conforme a aprovação da maioria da turma e da viabilidade da proposta. Registre o que ficar acertado sobre as apresentações para que os grupos possam se organizar melhor para a apresentação.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações: esse é o momento da sequência em que os grupos vão realizar a tradução das histórias, a partir do planejamento produzido na aula anterior e retomado no início desta. Compartilhe o objetivo dessa atividade com a turma antes de iniciar as orientações dessa atividade. Caminhe entre os grupos durante esse momento de produção, avaliando e apoiando o que está sendo realizado por eles e fazendo mediações por meio de questionamentos. Algumas sugestões:

- Que formato de texto vocês estão produzindo?

- Quais as maiores dificuldades vocês estão enfrentando para produzirem seus textos?

- Foi possível seguir o esboço do enredo, conforme o planejamento, na íntegra?

- Quais adaptações foram necessárias?

- O que vocês acharam mais interessante no texto que estão produzindo?

- O elemento fictício do texto é um elemento fantástico ou reapropriado de outras histórias contadas na sala ou conhecidas por vocês na internet ou outros meios?

Lance outros questionamentos conforme for mediando o trabalho nos grupos.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: disponibilize cerca de 10 minutos, quando todos os grupos tiverem terminado a produção, para que um grupo apresente a outro a performance. O grupo que assistiu terá dois minutos para tecer comentários, podendo sugerir melhorias, que podem ser acatadas ou não, de acordo com o desejo dos autores da história. Caminhe entre os grupos durante as apresentações e aprecie as performances, elogiando o trabalho dos grupos e questionando quais melhorias foram sugeridas pelo grupo espectador. Valorize o envolvimento, atenção e sugestões dos espectadores, que podem contribuir bastante com a qualidade do produto final a ser apresentado.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações: relembre os grupos que eles terão 15 minutos para realizar as apresentações nas turmas que haviam planejado previamente. Oriente para que eles só entrem nas salas com sua autorização e que deem uma palavra inicial, antes da apresentação, explicando o projeto e o caminho percorrido até chegarem a essa culminância. Cada grupo deve apresentar a temática de acordo com o planejamento estabelecido por ele, já com as possíveis adequações validadas por você. Ao fim das apresentações, peça que os alunos façam uma breve discussão com a plateia, por meio das ideias de avaliação discutidas e planejadas previamente nesta aula, bem como por meio de outros questionamentos. Por exemplo:

- Qual parte da história vocês mais gostaram? Por quê?

- Quais elementos vocês acham que são reais nessa história? Por quê?

- Quais elementos vocês acham que são fictícios? Por quê?

- Vocês gostaram do formato como as histórias foram contadas? Fariam de forma diferente? Como?

- Vocês gostaram da organização do grupo para a apresentação? Sentiram falta de algo? O quê?

- Vocês teriam alguma sugestão para a apresentação ficar ainda melhor?

Peça, antes de os alunos se encaminharem para as turmas, para que um membro do grupo se responsabilize por registrar por escrito a opinião, as críticas e as sugestões dos espectadores, para discutirem no retorno à sala de aula.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos

 

Orientações: após a apresentação dos grupos uns para os outros e para as turmas da escola, os alunos terão a oportunidade de avaliar as habilidades desenvolvidas no decorrer desta sequência. Inicialmente, os grupos que se apresentaram uns aos outros em sala de aula devem se reunir novamente para compartilharem a devolutiva do público. Circule entre os grupos durante essa troca e lance os seguintes questionamentos, a fim de auxiliar os alunos:

- Como foi a experiência de apresentar a história para as turmas?

- Como vocês se sentiram?

- O que foi mais difícil?

- Todos participaram da apresentação?

- Como foi a experiência de ouvir as devolutivas do público?

- Vocês conseguiram registrar as opiniões do público?

- O que foi de interessante que o público sugeriu?

- Como vocês avaliam as apresentações?

- Se tivessem a oportunidade de se apresentarem novamente, o que manteriam ou mudariam?

Após essa troca, mostre (impressa, de preferência em uma folha A3 ou A2) uma cópia da tabela: O que eu fiz que nunca havia feito antes? (disponível nos materiais complementares desse plano). Ponha essa cópia em um local da sala de fácil visualização para todos. Entregue os Post-its para os alunos e peça que eles pensem e registrem nos Post-its algo que tenham feito pela primeira vez nas etapas dessa sequência. É importante que fique claro para os alunos que esse registro não é para que eles escrevam o que aprenderam acerca de conteúdos formais do currículo, como os gêneros textuais ou ortografia, por exemplo, já que esse não é o objetivo dessa sequência. Mas, sim, que consigam especificar quais elementos da Educação Empreendedora eles foram capazes de desenvolver por meio das propostas de cada aula. Por exemplo, durante o relato da própria história, algum estudante pode afirmar que é a primeira vez que ele é protagonista de uma história e que compartilha essa história com alguém.

Durante o planejamento da nova história, em que os alunos tiveram de trabalhar em grupos, algum estudante pode citar que algo totalmente novo que realizou nesse momento foi acatar a decisão da maioria, mesmo que seja divergente da dele, ou organizar as tarefas para que a produção seja realizada por todos os membros do grupo. Durante a apresentação, os alunos podem citar novamente o protagonismo e o fazer criativo, e assim por diante.

No primeiro Post-it, peça para que registrem o que fizeram pela primeira vez ao relatar a história pessoal na primeira aula desta sequência. Eles devem pensar na experiência desde o planejamento de que história vai relatar, conversar com familiares para escolhê-la, procurar um objeto que a simbolize, registrar a história na forma de narrativa, compartilhar com um colega de sala e ouvir o relato apresentado por outra pessoa.

No segundo, o aluno pensará no momento de escolher quais histórias fariam parte da coletânea, desde o momento da votação até a apuração e organização dos votos por meio de um gráfico. No terceiro momento, eles devem registrar o que fizeram de novo ao planejar a tradução da história. Eles podem relembrar o trabalhar em grupo, a divisão de tarefas, os registros na tabela de planejamento, a criação da nova história. Talvez esse seja o momento em que os alunos terão mais facilidade de reconhecer as novas habilidades que foram desenvolvidas.

O quarto e último momento a ser avaliado é o da apresentação da história para os colegas. Peça para que os alunos registrem a experiência de apresentar para outro grupo da própria turma. Diga que seria ainda mais interessante que esse espaço da tabela fosse preenchido após a apresentação para as outras turmas, pois é provável que seja uma experiência mais desafiadora para eles.

Ao final, peça para que os alunos colem seus Post-its na tabela. Leia o que ali foi registrado, valorizando cada habilidade desenvolvida e retomando o que foi apreendido com cada ação. Diante desse quadro, proponha um replanejamento das etapas da sequência ou a discussão de novas propostas de apresentações com a turma. Separe um breve momento, ao final, para que os alunos que viveram as histórias originais (que foram transformadas) relatem o que acharam do resultado final. Levante os seguintes questionamentos:

- Como foi para vocês verem suas histórias ganhando outros rumos e inspirando o processo de criação dos colegas?

Caso tenha disponibilidade, os grupos podem promover uma nova apresentação, dessa vez para outros membros da comunidade escolar.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Unidade do 1º ano :

MAIS AULAS DE Educação Empreendedora do 1º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF35LP20 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF35LP10 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF04MA28 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Empreendedora

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano