17967
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Geografia > 9º ano > Mundo do trabalho

Plano de aula - Urbanização e mudanças no campo

Plano de aula de Geografia com atividades para 9° ano do Fundamental sobre Entender o processo de urbanização à luz das transformações da produção agropecuária brasileira: o caso de Matopiba

Plano 01 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Murilo Rossi

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF09GE12 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Nas etapas deste plano será permitido desenvolver tal habilidade relacionando o processo de urbanização à expansão da fronteira agrícola brasileira, num processo de reorganização socioespacial do território. A urbanização, como um processo histórico, vem acontecendo por diversos motivos em nosso país, sempre condicionado a questões ligadas ao trabalho. A industrialização brasileira, mesmo que concentrada em sua região sudeste, foi um processo que urbanizou o país, formando cidades muito grandes tais como São Paulo e Rio de Janeiro. Porém, ao mesmo tempo, houve o desenvolvimento de cidades grandes, mas não metropolizadas, conhecidas como cidades médias. Tais cidades foram impulsionadas por atividades agrícolas que, de certa forma, são ligadas ao urbano, sendo este seu centro de comercialização e produção dos bens materiais necessários para a sociedade. Em pleno século XXI, as frentes de expansão do agronegócio, essencialmente para exportação, tem gerado novas cidades, ou seja, novos centros de atração de populações que buscam trabalho, redefinindo áreas que antes nem eram ocupadas ou pouco densa. Diante disso, há uma mudança no campo ocorrendo alterando o tecido espacial brasileiro, tornando mais complexo o atual ensino sobre cidade e campo na geografia. Para entender isso, será feita atividades e questionamentos junto ao aluno sobre a localização cartográfica de Matopiba, um cinturão agroindustrial do norte e nordeste brasileiro, procurando ofertar a oportunidade de entender as frentes de expansão agropecuária globalizada e o processo de urbanização ao seu entorno e decorrente disso através da análise de um audiovisual que versa sobre o assunto.

Importante: assistir o audiovisual previamente, elencando trechos que sejam pertinentes à proposta. Verificar se há internet no seu estabelecimento de ensino e mídia para reproduzir o vídeo. Caso não haja, fazer previamente o download (utilizar um pendrive, CD Rom ou bluetooth) e utilizar celulares da escola ou dos próprios alunos para visualização.

Materiais necessários: Projetor de slides e/ou impressora, mídia para reproduzir audiovisual (computador, celular, tablet, etc), caneta. Caso necessário, celulares dos alunos, da escola e pendrive/CD.

Material complementar:

Imagens da contextualização

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/X5eBKVHGA9W6tfQvPBETEyasvRNMB29D5qUawBatFz7y9S9VnQy2kzcS7T9X/ge09-12und01-imagens-contextualizacao.pdf

Atividade audiovisual - Ação Propositiva

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/yt3ydGDXqsx64hNQR2fhwRwyYkyC45Cx5THFSBDtVRaxxe2T2KNxN394AARg/ge09-12und01-audiovisual-acao-propositiva.pdf

Imagem mapa/satélite

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/nyDxkbM8dekyEdVm4wrNgRMKACmurkB2UmVmfwDKHwyZREEq6W5Qg7edRS2D/ge09-12und01-mapa-satelite-problematizacao.pdf

Link do audiovisual (10m23s)

https://www.youtube.com/watch?v=uFsZNENGos8

Para você saber mais:

População, Urbanização e Globalização da Agricultura: Notas Sobre o Rural Paulista no Século 21

Disponível em: http://www.proceedings.blucher.com.br/article-details/populao-urbanizao-e-globalizao-da-agricultura-notas-sobre-o-rural-paulista-no-sculo-21-27591 Acesso em 19 abr. 2019.

QUESTÃO AGRÁRIA, MODERNIZAÇÃO DA AGROPECUÁRIA E URBANIZAÇÃO EM MATO GROSSO

Disponível em: http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/geografia/article/view/770 Acesso em 19 abr. 2019.

Urbanização: desafio à produtividade agrícola.

Disponível em: http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/geografia/article/view/770 Acesso em 19 abr. 2019.

REDES AGROINDUSTRIAIS E URBANIZAÇÃO DISPERSA NO BRASIL

Disponível em: http://www.ub.edu/geocrit/-xcol/270.htm Acesso em 19 abr. 2019.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações: Projete o tema de aula para os alunos ou, caso não seja possível, escreva no quadro ou fale para a turma. Comente que nesta aula vocês vão discutir processos de urbanização decorrentes de expansões agrícolas no Brasil pós século XX, ou seja, redes agroindustriais globalizadas que atraem multidões em decorrência da oferta precarizada de trabalho. Nesse processo, novas cidades são formadas, juntamente com cidades que anteriormente já existiam, vivendo do comércio e da agricultura familiar, mas que se tornaram cidades maiores, aumentando o investimento, a população e os problemas decorrentes de um processo de urbanização rápido, desequilibrado e precário.

Como adequar à sua realidade: Caso residam em áreas de expansão agrícola, relacione os problemas locais de sua cidade/área rural à aula, facilitando o aprendizado em decorrência de uma vivência do aluno à temática.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos

Orientações: Nesse momento da aula, é importante levantar os conhecimentos prévios dos alunos, sensibilizando-os junto a temática. Sabe-se que, principalmente no interior brasileiro, as cidades geralmente são pequenas e vivem sob uma questão histórica que envolvem a relação cidade - campo. A agricultura geralmente é familiar, utilizando algumas máquinas (trator, arado animal, etc). Na cidade, o processo de verticalização não se consolidou e geralmente o índice populacional não tem muita volatilidade. Entretanto, esse processo tem mudado em algumas localidades no interior brasileiro, impulsionado pela frentes agrícolas que seguem o rumo de uma produtividade para exportação moldado no capitalismo globalizado. As cidades crescem ou mesmo aparecem rapidamente, se verticalizam e o trabalho no campo se torna mecanizado. A relação campo-cidade se modifica, lançando novos traços de dependência, ou seja, aquilo que é produzido na agricultura não se volta mais à cidade que está próxima. Dado isso, verifique o que os alunos já sabem sobre isso propondo as seguintes questões em relação às imagens expostas no slide:

Vamos observar o que se tem em cada imagem.

1- Descreva o que você vê em cada imagem exposta.

2- Você sabe falar qual a relação de uma paisagem com a outra?

3- Por que está exposto uma imagem com um colheitadeira e outra com um trabalhador do campo?

4 - Por que está exposto uma imagem com prédios e outra com poucas casas esparsas?

É esperado que os alunos reconheçam todas as paisagens, mas talvez não reconheçam a relação entre elas propostas aqui. O caráter subjetivo das imagens pode ajudar a reconhecer o papel dos diferentes tipos de urbanização e suas relações com o campo. Geralmente a agropecuária mecanizada globalizada está ligada aos grandes centros, ou mesmo cidades médias formadas nas frentes de expansão do agronegócio. Já a agricultura familiar, geralmente utilizada sem máquinas mais modernas ainda está relacionada a cidades pequenas, com um processo de urbanização que nos remonta ao período colonial ainda. Porém isso vem mudando. Explore isso com os alunos, sempre considerando suas opiniões e respostas sobre a proposta de contextualização. Esse é um primeiro passo para continuarmos.

Material complementar

Imagens: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/X5eBKVHGA9W6tfQvPBETEyasvRNMB29D5qUawBatFz7y9S9VnQy2kzcS7T9X/ge09-12und01-imagens-contextualizacao.pdf

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Há muitas frentes de expansão do agronegócio no país. Mas uma tem chamado a atenção: a MATOPIBA. Essas são as iniciais dos estados onde está alocada (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia) Historicamente essa área, que está dentro do bioma cerrado, viveu da agricultura familiar apresentando cidades pequenas e recentes (por exemplo Luís Eduardo Guimarães, na Bahia, Araguaína, no Tocantins, Balsas, no Maranhão, Uruçuí, no Piauí, etc). Mas isso tem mudado, com a plantação mecanizada principalmente de soja, milho e algodão. As cidades dantes pequenas (principalmente as citadas anteriormente) hoje se consolidam como locais com alto índice de urbanização (verticalização, aumento populacional, aumento do PIB e investimentos), impulsionado pela agropecuária voltada para a exportação. Mas é preciso se atentar das diferenças entre a relação campo-cidade nesse novo momento (se for preciso retome a discussão da contextualização). Diante disso, problematize a temática lançando as questões expostas no slide. É provável que os alunos não reconheçam a MATOPIBA, mas reconheçam traços do mapa e localizem a região. Caso isso aconteça, faça uma leitura do mapa e explore as delimitações e fronteiras. Exponha que o cerrado é um ambiente propício para plantar, pois há uma redução do custo no preparo da terra, que é bem pobre, requerendo investimentos em tecnologia de plantio e irrigação. Não deixe de falar sobre os desastres ambientais dessa nova face do campo, principalmente no cerrado, mas brevemente, pois isso poderá ser abordado numa aula específica.

Material complementar

Imagem: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/nyDxkbM8dekyEdVm4wrNgRMKACmurkB2UmVmfwDKHwyZREEq6W5Qg7edRS2D/ge09-12und01-mapa-satelite-problematizacao.pdf

Como adequar à sua realidade: Caso sejam da região do MAPITOBA ou adjacências, adeque o conteúdo/mapa/imagem a sua realidade local.

Ação Propositiva select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 28 minutos

Orientações: O audiovisual é um instrumento importante e que traz, através das imagens em movimento, um encadeamento de ideias com um início, meio e fim que estimule e desenvolva a reflexão do aluno. Os audiovisuais são cada vez mais utilizados na compreensão e entendimento de uma dada temática nos dias de hoje, como um verdadeiro contador de histórias que dinamiza os conteúdos trabalhados na aula. Ele pode ser reproduzido numa sala de vídeo da escola ou mesmo num smartphone comum. Visto isso, prepare antecipadamente a reprodução do vídeo (faça o download caso não tenha internet em sua escola) e o assista previamente, definindo pontos que avalie como importantes na discussão em questão, como por exemplo o desenvolvimento urbanístico das cidades ao entorno das plantações e suas influências mútuas. A região do MAPOTIBA era inóspito até meados da década de 1980, apresentando o bioma cerrado como central em sua paisagem, com cidades bem pequenas esparsas em seu território. Isso começa a mudar com a vinda de migrantes de todo país - e especialmente do Rio Grande do Sul - que deixaram suas casas em busca de oportunidades na lavoura. Essa migração é impulsionada também por projetos governamentais e entidades patronais da agricultura na região, estimulando a produção agrícola em terras que não são tão produtivas, mas que com as tecnologias específicas e as condições do relevo aumentam a produtividade, principalmente da soja. Divida a sala em pequenos grupos (3 a 4 pessoas) com o intuito de enriquecer o debate.

A atividade está proposta no link abaixo, possibilitando que você possa imprimi-la também:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/yt3ydGDXqsx64hNQR2fhwRwyYkyC45Cx5THFSBDtVRaxxe2T2KNxN394AARg/ge09-12und01-audiovisual-acao-propositiva.pdf

Link do audiovisual (tempo: 10m23s)

https://www.youtube.com/watch?v=uFsZNENGos8 Acesso em 19 abr. 2019.

É esperado que os alunos entendam a dinâmica populacional sob o viés da migração e do crescimento urbano condicionado a produção agrícola do local. Passe pelos grupos ouvindo e observando as discussões, se disponibilizando a ajudar caso eles precisem. Fique atento as informações do audiovisual que não são tão explícitas (cadeia e escoamento de produção, empresas que compram a colheita, condições de infraestrutura abordada nas falas dos personagens, destruição do cerrado, condições de vivência da região no passado, etc), podendo serem trabalhadas assim avalie necessário.

Para você saber mais:

O vídeo nos processos de ensino e aprendizagem

Disponível em:http://proec.ufabc.edu.br/uab/index.php/modulo-1-producao-video/aula-4/47rpv/aulas-producao-de-video/modulo-1/282-texto-4 Acesso em 20 abr. 2019.

Ao analisarmos um vídeo é preciso verificar todas as suas potencialidades para o processo de ensino e aprendizagem. A partir desta análise é que se torna possível a construção dos planos de aula. Destacamos a seguir alguns pontos a serem considerados no planejamento de uma aula com vídeo:

Ao explorar um vídeo, deve-se fazer analogias com outras concepções, métodos, técnicas e resultados que já foram ou podem ser explorados em sala de aula;

O vídeo pode ter a função de apresentar conceitos novos ou já estudados no sentido de motivar o aluno, despertar a curiosidade e interesse, além de transmitir as idéias básicas relacionadas com o conteúdo da aula;

O vídeo deve ser complementado pela apresentação dos conceitos/conteúdos na forma textual. O texto pode ser mais linear, detalhado e acrescido de exercícios de fixação e aplicação. Vídeos e textos devem se complementar mutuamente;

O vídeo tem a capacidade de aproximar o conhecimento científico do cotidiano, fazendo com que algumas concepções do senso comum passem a se fundamentar nas ciências;

A dinâmica e o tempo de aula devem ser bem planejados, pois o uso do vídeo pressupõe sempre a atuação do professor;

O vídeo pode ser usado como instrumento de leitura crítica do mundo, do conhecimento popular, do conhecimento científico e da própria mídia.

Disponível em: http://www.pucrs.br/ciencias/viali/recursos/offline/videos/Mandarino_Monica.pdf Acesso em 20 abr. 2019.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos

Orientações: Chegou o momento de verificar o aprendizado de aula, explorando a opinião e o resultado dos alunos nas discussões feitas. Proponha aos alunos falarem um pouco das questões trabalhadas na atividade da ação propositiva. Caso eles saiam muito da temática, os conduza de volta aos objetivos de aula, trazendo os pontos positivos e negativos da ideia de uma região que é intencionalizada, a partir de ações públicas e privadas, para o desenvolvimento de uma rede agroindustrial globalizada. Isso certamente gera desenvolvimento para a região, porém, ao mesmo tempo, gera também muitos problemas humanos de cunho urbano, concentrando ainda mais a renda numa população de cidades que cresce rápido, com uma infraestrutura urbana precária e sempre inacabada. Diante disso, é esperado que a pergunta exposta no slide seja relativizada pelos alunos, construindo um aprendizado a partir de uma reflexão dos alunos sobre fenômenos que não podem ser encarados de uma forma absoluta, pois o processo de Matopiba ainda é recente e em andamento.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF09GE12 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Nas etapas deste plano será permitido desenvolver tal habilidade relacionando o processo de urbanização à expansão da fronteira agrícola brasileira, num processo de reorganização socioespacial do território. A urbanização, como um processo histórico, vem acontecendo por diversos motivos em nosso país, sempre condicionado a questões ligadas ao trabalho. A industrialização brasileira, mesmo que concentrada em sua região sudeste, foi um processo que urbanizou o país, formando cidades muito grandes tais como São Paulo e Rio de Janeiro. Porém, ao mesmo tempo, houve o desenvolvimento de cidades grandes, mas não metropolizadas, conhecidas como cidades médias. Tais cidades foram impulsionadas por atividades agrícolas que, de certa forma, são ligadas ao urbano, sendo este seu centro de comercialização e produção dos bens materiais necessários para a sociedade. Em pleno século XXI, as frentes de expansão do agronegócio, essencialmente para exportação, tem gerado novas cidades, ou seja, novos centros de atração de populações que buscam trabalho, redefinindo áreas que antes nem eram ocupadas ou pouco densa. Diante disso, há uma mudança no campo ocorrendo alterando o tecido espacial brasileiro, tornando mais complexo o atual ensino sobre cidade e campo na geografia. Para entender isso, será feita atividades e questionamentos junto ao aluno sobre a localização cartográfica de Matopiba, um cinturão agroindustrial do norte e nordeste brasileiro, procurando ofertar a oportunidade de entender as frentes de expansão agropecuária globalizada e o processo de urbanização ao seu entorno e decorrente disso através da análise de um audiovisual que versa sobre o assunto.

Importante: assistir o audiovisual previamente, elencando trechos que sejam pertinentes à proposta. Verificar se há internet no seu estabelecimento de ensino e mídia para reproduzir o vídeo. Caso não haja, fazer previamente o download (utilizar um pendrive, CD Rom ou bluetooth) e utilizar celulares da escola ou dos próprios alunos para visualização.

Materiais necessários: Projetor de slides e/ou impressora, mídia para reproduzir audiovisual (computador, celular, tablet, etc), caneta. Caso necessário, celulares dos alunos, da escola e pendrive/CD.

Material complementar:

Imagens da contextualização

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/X5eBKVHGA9W6tfQvPBETEyasvRNMB29D5qUawBatFz7y9S9VnQy2kzcS7T9X/ge09-12und01-imagens-contextualizacao.pdf

Atividade audiovisual - Ação Propositiva

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/yt3ydGDXqsx64hNQR2fhwRwyYkyC45Cx5THFSBDtVRaxxe2T2KNxN394AARg/ge09-12und01-audiovisual-acao-propositiva.pdf

Imagem mapa/satélite

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/nyDxkbM8dekyEdVm4wrNgRMKACmurkB2UmVmfwDKHwyZREEq6W5Qg7edRS2D/ge09-12und01-mapa-satelite-problematizacao.pdf

Link do audiovisual (10m23s)

https://www.youtube.com/watch?v=uFsZNENGos8

Para você saber mais:

População, Urbanização e Globalização da Agricultura: Notas Sobre o Rural Paulista no Século 21

Disponível em: http://www.proceedings.blucher.com.br/article-details/populao-urbanizao-e-globalizao-da-agricultura-notas-sobre-o-rural-paulista-no-sculo-21-27591 Acesso em 19 abr. 2019.

QUESTÃO AGRÁRIA, MODERNIZAÇÃO DA AGROPECUÁRIA E URBANIZAÇÃO EM MATO GROSSO

Disponível em: http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/geografia/article/view/770 Acesso em 19 abr. 2019.

Urbanização: desafio à produtividade agrícola.

Disponível em: http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/geografia/article/view/770 Acesso em 19 abr. 2019.

REDES AGROINDUSTRIAIS E URBANIZAÇÃO DISPERSA NO BRASIL

Disponível em: http://www.ub.edu/geocrit/-xcol/270.htm Acesso em 19 abr. 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações: Projete o tema de aula para os alunos ou, caso não seja possível, escreva no quadro ou fale para a turma. Comente que nesta aula vocês vão discutir processos de urbanização decorrentes de expansões agrícolas no Brasil pós século XX, ou seja, redes agroindustriais globalizadas que atraem multidões em decorrência da oferta precarizada de trabalho. Nesse processo, novas cidades são formadas, juntamente com cidades que anteriormente já existiam, vivendo do comércio e da agricultura familiar, mas que se tornaram cidades maiores, aumentando o investimento, a população e os problemas decorrentes de um processo de urbanização rápido, desequilibrado e precário.

Como adequar à sua realidade: Caso residam em áreas de expansão agrícola, relacione os problemas locais de sua cidade/área rural à aula, facilitando o aprendizado em decorrência de uma vivência do aluno à temática.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos

Orientações: Nesse momento da aula, é importante levantar os conhecimentos prévios dos alunos, sensibilizando-os junto a temática. Sabe-se que, principalmente no interior brasileiro, as cidades geralmente são pequenas e vivem sob uma questão histórica que envolvem a relação cidade - campo. A agricultura geralmente é familiar, utilizando algumas máquinas (trator, arado animal, etc). Na cidade, o processo de verticalização não se consolidou e geralmente o índice populacional não tem muita volatilidade. Entretanto, esse processo tem mudado em algumas localidades no interior brasileiro, impulsionado pela frentes agrícolas que seguem o rumo de uma produtividade para exportação moldado no capitalismo globalizado. As cidades crescem ou mesmo aparecem rapidamente, se verticalizam e o trabalho no campo se torna mecanizado. A relação campo-cidade se modifica, lançando novos traços de dependência, ou seja, aquilo que é produzido na agricultura não se volta mais à cidade que está próxima. Dado isso, verifique o que os alunos já sabem sobre isso propondo as seguintes questões em relação às imagens expostas no slide:

Vamos observar o que se tem em cada imagem.

1- Descreva o que você vê em cada imagem exposta.

2- Você sabe falar qual a relação de uma paisagem com a outra?

3- Por que está exposto uma imagem com um colheitadeira e outra com um trabalhador do campo?

4 - Por que está exposto uma imagem com prédios e outra com poucas casas esparsas?

É esperado que os alunos reconheçam todas as paisagens, mas talvez não reconheçam a relação entre elas propostas aqui. O caráter subjetivo das imagens pode ajudar a reconhecer o papel dos diferentes tipos de urbanização e suas relações com o campo. Geralmente a agropecuária mecanizada globalizada está ligada aos grandes centros, ou mesmo cidades médias formadas nas frentes de expansão do agronegócio. Já a agricultura familiar, geralmente utilizada sem máquinas mais modernas ainda está relacionada a cidades pequenas, com um processo de urbanização que nos remonta ao período colonial ainda. Porém isso vem mudando. Explore isso com os alunos, sempre considerando suas opiniões e respostas sobre a proposta de contextualização. Esse é um primeiro passo para continuarmos.

Material complementar

Imagens: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/X5eBKVHGA9W6tfQvPBETEyasvRNMB29D5qUawBatFz7y9S9VnQy2kzcS7T9X/ge09-12und01-imagens-contextualizacao.pdf

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Há muitas frentes de expansão do agronegócio no país. Mas uma tem chamado a atenção: a MATOPIBA. Essas são as iniciais dos estados onde está alocada (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia) Historicamente essa área, que está dentro do bioma cerrado, viveu da agricultura familiar apresentando cidades pequenas e recentes (por exemplo Luís Eduardo Guimarães, na Bahia, Araguaína, no Tocantins, Balsas, no Maranhão, Uruçuí, no Piauí, etc). Mas isso tem mudado, com a plantação mecanizada principalmente de soja, milho e algodão. As cidades dantes pequenas (principalmente as citadas anteriormente) hoje se consolidam como locais com alto índice de urbanização (verticalização, aumento populacional, aumento do PIB e investimentos), impulsionado pela agropecuária voltada para a exportação. Mas é preciso se atentar das diferenças entre a relação campo-cidade nesse novo momento (se for preciso retome a discussão da contextualização). Diante disso, problematize a temática lançando as questões expostas no slide. É provável que os alunos não reconheçam a MATOPIBA, mas reconheçam traços do mapa e localizem a região. Caso isso aconteça, faça uma leitura do mapa e explore as delimitações e fronteiras. Exponha que o cerrado é um ambiente propício para plantar, pois há uma redução do custo no preparo da terra, que é bem pobre, requerendo investimentos em tecnologia de plantio e irrigação. Não deixe de falar sobre os desastres ambientais dessa nova face do campo, principalmente no cerrado, mas brevemente, pois isso poderá ser abordado numa aula específica.

Material complementar

Imagem: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/nyDxkbM8dekyEdVm4wrNgRMKACmurkB2UmVmfwDKHwyZREEq6W5Qg7edRS2D/ge09-12und01-mapa-satelite-problematizacao.pdf

Como adequar à sua realidade: Caso sejam da região do MAPITOBA ou adjacências, adeque o conteúdo/mapa/imagem a sua realidade local.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 28 minutos

Orientações: O audiovisual é um instrumento importante e que traz, através das imagens em movimento, um encadeamento de ideias com um início, meio e fim que estimule e desenvolva a reflexão do aluno. Os audiovisuais são cada vez mais utilizados na compreensão e entendimento de uma dada temática nos dias de hoje, como um verdadeiro contador de histórias que dinamiza os conteúdos trabalhados na aula. Ele pode ser reproduzido numa sala de vídeo da escola ou mesmo num smartphone comum. Visto isso, prepare antecipadamente a reprodução do vídeo (faça o download caso não tenha internet em sua escola) e o assista previamente, definindo pontos que avalie como importantes na discussão em questão, como por exemplo o desenvolvimento urbanístico das cidades ao entorno das plantações e suas influências mútuas. A região do MAPOTIBA era inóspito até meados da década de 1980, apresentando o bioma cerrado como central em sua paisagem, com cidades bem pequenas esparsas em seu território. Isso começa a mudar com a vinda de migrantes de todo país - e especialmente do Rio Grande do Sul - que deixaram suas casas em busca de oportunidades na lavoura. Essa migração é impulsionada também por projetos governamentais e entidades patronais da agricultura na região, estimulando a produção agrícola em terras que não são tão produtivas, mas que com as tecnologias específicas e as condições do relevo aumentam a produtividade, principalmente da soja. Divida a sala em pequenos grupos (3 a 4 pessoas) com o intuito de enriquecer o debate.

A atividade está proposta no link abaixo, possibilitando que você possa imprimi-la também:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/yt3ydGDXqsx64hNQR2fhwRwyYkyC45Cx5THFSBDtVRaxxe2T2KNxN394AARg/ge09-12und01-audiovisual-acao-propositiva.pdf

Link do audiovisual (tempo: 10m23s)

https://www.youtube.com/watch?v=uFsZNENGos8 Acesso em 19 abr. 2019.

É esperado que os alunos entendam a dinâmica populacional sob o viés da migração e do crescimento urbano condicionado a produção agrícola do local. Passe pelos grupos ouvindo e observando as discussões, se disponibilizando a ajudar caso eles precisem. Fique atento as informações do audiovisual que não são tão explícitas (cadeia e escoamento de produção, empresas que compram a colheita, condições de infraestrutura abordada nas falas dos personagens, destruição do cerrado, condições de vivência da região no passado, etc), podendo serem trabalhadas assim avalie necessário.

Para você saber mais:

O vídeo nos processos de ensino e aprendizagem

Disponível em:http://proec.ufabc.edu.br/uab/index.php/modulo-1-producao-video/aula-4/47rpv/aulas-producao-de-video/modulo-1/282-texto-4 Acesso em 20 abr. 2019.

Ao analisarmos um vídeo é preciso verificar todas as suas potencialidades para o processo de ensino e aprendizagem. A partir desta análise é que se torna possível a construção dos planos de aula. Destacamos a seguir alguns pontos a serem considerados no planejamento de uma aula com vídeo:

Ao explorar um vídeo, deve-se fazer analogias com outras concepções, métodos, técnicas e resultados que já foram ou podem ser explorados em sala de aula;

O vídeo pode ter a função de apresentar conceitos novos ou já estudados no sentido de motivar o aluno, despertar a curiosidade e interesse, além de transmitir as idéias básicas relacionadas com o conteúdo da aula;

O vídeo deve ser complementado pela apresentação dos conceitos/conteúdos na forma textual. O texto pode ser mais linear, detalhado e acrescido de exercícios de fixação e aplicação. Vídeos e textos devem se complementar mutuamente;

O vídeo tem a capacidade de aproximar o conhecimento científico do cotidiano, fazendo com que algumas concepções do senso comum passem a se fundamentar nas ciências;

A dinâmica e o tempo de aula devem ser bem planejados, pois o uso do vídeo pressupõe sempre a atuação do professor;

O vídeo pode ser usado como instrumento de leitura crítica do mundo, do conhecimento popular, do conhecimento científico e da própria mídia.

Disponível em: http://www.pucrs.br/ciencias/viali/recursos/offline/videos/Mandarino_Monica.pdf Acesso em 20 abr. 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos

Orientações: Chegou o momento de verificar o aprendizado de aula, explorando a opinião e o resultado dos alunos nas discussões feitas. Proponha aos alunos falarem um pouco das questões trabalhadas na atividade da ação propositiva. Caso eles saiam muito da temática, os conduza de volta aos objetivos de aula, trazendo os pontos positivos e negativos da ideia de uma região que é intencionalizada, a partir de ações públicas e privadas, para o desenvolvimento de uma rede agroindustrial globalizada. Isso certamente gera desenvolvimento para a região, porém, ao mesmo tempo, gera também muitos problemas humanos de cunho urbano, concentrando ainda mais a renda numa população de cidades que cresce rápido, com uma infraestrutura urbana precária e sempre inacabada. Diante disso, é esperado que a pergunta exposta no slide seja relativizada pelos alunos, construindo um aprendizado a partir de uma reflexão dos alunos sobre fenômenos que não podem ser encarados de uma forma absoluta, pois o processo de Matopiba ainda é recente e em andamento.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Mundo do trabalho do 9º ano :

MAIS AULAS DE Geografia do 9º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF09GE12 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Geografia

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano