17963
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Geografia > 9º ano > Conexões e escalas

Plano de aula - Colonização inglesa na Índia e sua divisão

Plano de aula de Geografia com atividades para 9° ano do Fundamental sobre Compreender a divisão da Índia entre hindus e muçulmanos como herança da colonização inglesa

Plano 04 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Viviane Lousada Cracel

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF09GE06 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes. Pretende-se com esta aula discutir a divisão da Índia entre hindus e muçulmanos, em Índia e Paquistão, como resultado da colonização britânica.

Materiais necessários: Projeção dos slides ou impressão dos mapas e imagens, uma folha de sulfite por dupla, lápis preto, borracha, lápis de cor (opcional) e fita adesiva.

Material complementar:

Mapa Contextualização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/VBjyd9PsH2syFbKXFuDKhtRSdj8Sh7gHdfuY44z4fuQGBTApVShNzSBSS9T2/geo9-06und04-contextualizacao-mapa.pdf

Mapa Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/MzDUFvRvxmEDc9FvkaYbEq4BCFd6Z2XU5sfc4dDDScvUPSYWGuDTErG4dhjA/geo9-06und04-problematizacao-mapa.pdf

Para você saber mais:

ALVES, Mariana Faiad B. O legado da partilha da Índia e Paquistão: violência contra muçulmanos na Índia pós-colonial. Malala. São Paulo. v. 5, n. 8, set. 2017. Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/malala/article/view/138679> Acesso em 19 abr. 2019.

LIMA, Juliana Domingos de. Por que, há 70 anos, a Índia se partiu. E o que essa divisão ainda representa. Nexo. 15 ago. 2017. Disponível em: <https://www.nexojornal.com.br/expresso/2017/08/15/Por-que-h%C3%A1-70-anos-a-%C3%8Dndia-se-partiu.-E-o-que-essa-divis%C3%A3o-ainda-representa> Acesso em 19 abr. 2019.

VILELA, Túlio. Índia - Domínio inglês na Índia mostra dois aspectos do colonialismo. UOL. Disponível em: <https://educacao.uol.com.br/disciplinas/historia/india-dominio-ingles-na-india-mostra-dois-aspectos-do-colonialismo.htm> Acesso em 17 abr. 2019.

A charge é um gênero textual, muito comum em jornais, que se utiliza da imagem e do humor para expressar uma crítica e satirizar algum acontecimento da realidade. É bastante comum também as charges apresentarem conteúdo de cunho político, envolvendo ações e disputas políticas. É uma forma de expressar graficamente a opinião do autor sobre a política ou alguma situação cotidiana.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Projete o tema da aula, escreva-o no quadro ou apenas fale-o para os alunos. Explique que nesta aula vocês irão compreender a divisão do subcontinente indiano em dois Estados-Nações independentes (Índia e Paquistão) como resultado da saída dos colonizadores britânicos após 300 anos de domínio. Isso provocou intenso fluxo migratório de um país para o outro impulsionada pela violência extrema de um grupo em relação ao outro.

Como adequar à sua realidade: É possível comentar que no Brasil também há grupos que desejam separar o país. Para outras informações, ver a reportagem no item "Para você saber mais".

Para você saber mais:

MELLO, Alessandra. Além do Sul, São Paulo e outros estados têm movimentos para se separar do Brasil. EM. 09 out. 2017. Disponível em: <https://www.em.com.br/app/noticia/politica/2017/10/09/interna_politica,907066/alem-do-sul-sao-paulo-e-estados-movimentos-para-se-separar-brasil.shtml> Acesso em 11 mar. 2019.

Contextos prévios: É interessante que os alunos conheçam o contexto e as características da colonização europeia nos continentes asiático, africano e oceania.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Projete o slide ou imprima o mapa para os alunos. Peça para que observem o mapa e comentem quais informações ele apresenta. Espera-se que eles expliquem que trata-se de uma representação da distribuição da colonização europeia na Índia. Caso não comentem, peça para que se atentem ao fato de que essa colonização ocorreu por diferentes países e em períodos diferentes também. Explique aos alunos que a Índia já despertava o interesse dos europeus antes do domínio britânico. Os primeiros a chegarem foram os portugueses no século XVI, quando estabeleceram feitorias ao longo de Malabar. Mais tarde então, vieram os holandeses, franceses e britânicos.

Quando os britânicos chegaram em 1612, estabeleceram feitorias no litoral onde eram realizadas trocas comerciais entre os produtos indianos (seda, algodão, especiarias, etc.) e produtos manufaturados da Grã-Bretanha. Durante o período de domínio, controlou os territórios que hoje correspondem à atual Índia, Paquistão, Bangladesh e Mianmar. Com a Revolução Industrial, a Índia, que antes exportava tecidos para a Grã-Bretanha, passou a ser mera fornecedora de matérias-primas e importava produtos industrializados. Ironicamente, parte do algodão que servia de matéria-prima para os produtos das indústrias de tecelagem britânicas vinha da própria Índia.

A Índia foi considerada a mais importante colônia do Império Britânico e, por isso, criou-se o termo Índia Britânica. Ela era multicultural, formado por diversas raças, línguas e religiões, em especial os indo-europeus e a raça mongólica. Neste período, o território da Índia tinha mais de 3 mil idiomas e dialetos e a religião do bramanismo (hinduísmo) era a mais importante.

Material complementar

Mapa Contextualização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/VBjyd9PsH2syFbKXFuDKhtRSdj8Sh7gHdfuY44z4fuQGBTApVShNzSBSS9T2/geo9-06und04-contextualizacao-mapa.pdf

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Projete o slide ou imprima o mapa para os alunos. Peça que observem o mapa e questione-os: Quais informações estão presentes no mapa? Questione sobre os motivos da divisão e suas consequências atuais.

Espera-se que eles tragam informações explícitas na representação, como a divisão da Índia britânica em Índia e Paquistão (Ocidental e Oriental) e os movimentos dos refugiados. Discuta com os alunos que a separação ocorreu há pouco mais de 70 anos quando a Índia deixava de ser colônia britânica. Durante o período colonial houve diversas revoltas que foram contidas pela metrópole de forma brutal. Porém, após a Segunda Guerra Mundial, os britânicos já não dispunham de recursos para controlar sua maior colônia e acabaram se retirando de forma "espontânea". Entretanto, deixaram para trás um país rachado entre hindus e muçulmanos, que acabou por se dividir de fato entre Índia, de maioria hindu, e Paquistão, de maioria muçulmana. Além dos confrontos, essa divisão provocou um intenso fluxo migratório de uma nação para a outra impulsionada pela violência extrema entre os grupos. A colonização inglesa é vista como um dos fatores para o desequilíbrio na convivência entre os dois grupos.

Na divisão, se estabeleceram "dois Paquistões": um à leste do território indiano e outro à oeste, com milhares de quilômetros de distância entre si. Em 1971 o Paquistão Oriental empreendeu uma guerra de independência apoiada pela Índia, originando um terceiro país: Bangladesh, de maioria islâmica.

O ACNUR estima que 14 milhões de hindus, sikhs e muçulmanos foram deslocados durante a divisão, caracterizando a maior migração em massa da história.

Por fim, projete o slide com a frase da professora Yasmin Khan, da Universidade de Oxford, e autora do livro "The Great Partition" e peça para que os alunos reflitam a respeito. Caso não tenha como projetar, apenas leia a frase aos alunos.

Material complementar

Mapa Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/MzDUFvRvxmEDc9FvkaYbEq4BCFd6Z2XU5sfc4dDDScvUPSYWGuDTErG4dhjA/geo9-06und04-problematizacao-mapa.pdf

Para você saber mais:

Linha Radcliffe - Foi criada em 1947 como uma linha de demarcação de fronteira entre a Índia e o Paquistão durante a separação do subcontinente indiano quando deixou de ser colônia britânica.

ALVES, Mariana Faiad B. O legado da partilha da Índia e Paquistão: violência contra muçulmanos na Índia pós-colonial. Malala. São Paulo. v. 5, n. 8, set. 2017. Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/malala/article/view/138679> Acesso em 19 abr. 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Projete o slide ou imprima o mapa para os alunos. Peça que observem o mapa e questione-os: Quais informações estão presentes no mapa? Questione sobre os motivos da divisão e suas consequências atuais.

Espera-se que eles tragam informações explícitas na representação, como a divisão da Índia britânica em Índia e Paquistão (Ocidental e Oriental) e os movimentos dos refugiados. Discuta com os alunos que a separação ocorreu há pouco mais de 70 anos quando a Índia deixava de ser colônia britânica. Durante o período colonial houve diversas revoltas que foram contidas pela metrópole de forma brutal. Porém, após a Segunda Guerra Mundial, os britânicos já não dispunham de recursos para controlar sua maior colônia e acabaram se retirando de forma "espontânea". Entretanto, deixaram para trás um país rachado entre hindus e muçulmanos, que acabou por se dividir de fato entre Índia, de maioria hindu, e Paquistão, de maioria muçulmana. Além dos confrontos, essa divisão provocou um intenso fluxo migratório de uma nação para a outra impulsionada pela violência extrema entre os grupos. A colonização inglesa é vista como um dos fatores para o desequilíbrio na convivência entre os dois grupos.

Na divisão, se estabeleceram "dois Paquistões": um à leste do território indiano e outro à oeste, com milhares de quilômetros de distância entre si. Em 1971 o Paquistão Oriental empreendeu uma guerra de independência apoiada pela Índia, originando um terceiro país: Bangladesh, de maioria islâmica.

O ACNUR estima que 14 milhões de hindus, sikhs e muçulmanos foram deslocados durante a divisão, caracterizando a maior migração em massa da história.

Por fim, projete o slide com a frase da professora Yasmin Khan, da Universidade de Oxford, e autora do livro "The Great Partition" e peça para que os alunos reflitam a respeito. Caso não tenha como projetar, apenas leia a frase aos alunos.

Material complementar

Mapa Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/MzDUFvRvxmEDc9FvkaYbEq4BCFd6Z2XU5sfc4dDDScvUPSYWGuDTErG4dhjA/geo9-06und04-problematizacao-mapa.pdf

Para você saber mais:

Linha Radcliffe - Foi criada em 1947 como uma linha de demarcação de fronteira entre a Índia e o Paquistão durante a separação do subcontinente indiano quando deixou de ser colônia britânica.

ALVES, Mariana Faiad B. O legado da partilha da Índia e Paquistão: violência contra muçulmanos na Índia pós-colonial. Malala. São Paulo. v. 5, n. 8, set. 2017. Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/malala/article/view/138679> Acesso em 19 abr. 2019.

Ação Propositiva select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 23 minutos

Orientações: Divida a sala em duplas e entregue uma folha de sulfite para cada uma. Sugerimos que essa divisão seja feita pelo professor a fim de garantir duplas heterogêneas no que se refere à aprendizagem e habilidades, mas caso prefira, pode utilizar outro critério ou até mesmo pedir que os alunos escolham e organizem as duplas. Após a divisão, projete o slide, imprima ou escreva no quadro as orientações.

Oriente os alunos que uma charge envolve uma ilustração e expressa a opinião de quem a produz sobre determinado assunto, apresentando uma crítica desse contexto. Sugira aos alunos que pensem no que representa o colonialismo, nos interesses da metrópole tinha e nas consequências que isso gerou na Índia. A charge poderá ou não ter diálogos entre pessoas ou elementos retratados. Os alunos poderão optar por deixá-la em preto e branco ou colorir. O objetivo é levar o aluno a refletir sobre as heranças que o período colonial pode deixar no país mesmo após anos da sua independência. Cuide para que todas as duplas finalizem a atividade conforme sugerido nas orientações e dentro do prazo estipulado. Circule pela sala e acompanhe a elaboração das charges. Tire as dúvidas se necessário.

Para você saber mais:

A charge é um gênero textual, muito comum em jornais, que se utiliza da imagem e do humor para expressar uma crítica e satirizar algum acontecimento da realidade. É bastante comum também as charges apresentarem conteúdo de cunho político, envolvendo ações e disputas políticas. É uma forma de expressar graficamente a opinião do autor sobre a política ou alguma situação cotidiana.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Com as charges elaboradas, organize uma exposição prendendo-as com fita adesiva no mural (se a sala de aula tiver um) ou então na parede. Dê um tempo de aproximadamente 3 minutos para que os alunos observem todas as charges produzidas. Nesse momento será necessário que os alunos se movimentem pela sala, sendo aconselhável que levantem três duplas por vez a fim de garantir que todos consigam de fato olhar as charges feitas. Depois, sentados de volta às duplas, escolha alguns alunos de forma aleatória ou então aqueles que se prontificarem para comentarem as charges produzidas por outros colegas, procurando destacar a crítica feita e outros aspectos que mais chamaram a atenção.

Para finalizar, comente que toda forma de colonialismo é uma forma de dominação, de exploração e desrespeito à soberania dos povos que são vítimas desse processo. A presença britânica na Índia deixou marcas e foi marcada por contradições, que persistem até hoje. Ao mesmo tempo em que enfrenta problemas socioeconômicos graves, é uma das principais economias emergentes.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF09GE06 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes. Pretende-se com esta aula discutir a divisão da Índia entre hindus e muçulmanos, em Índia e Paquistão, como resultado da colonização britânica.

Materiais necessários: Projeção dos slides ou impressão dos mapas e imagens, uma folha de sulfite por dupla, lápis preto, borracha, lápis de cor (opcional) e fita adesiva.

Material complementar:

Mapa Contextualização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/VBjyd9PsH2syFbKXFuDKhtRSdj8Sh7gHdfuY44z4fuQGBTApVShNzSBSS9T2/geo9-06und04-contextualizacao-mapa.pdf

Mapa Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/MzDUFvRvxmEDc9FvkaYbEq4BCFd6Z2XU5sfc4dDDScvUPSYWGuDTErG4dhjA/geo9-06und04-problematizacao-mapa.pdf

Para você saber mais:

ALVES, Mariana Faiad B. O legado da partilha da Índia e Paquistão: violência contra muçulmanos na Índia pós-colonial. Malala. São Paulo. v. 5, n. 8, set. 2017. Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/malala/article/view/138679> Acesso em 19 abr. 2019.

LIMA, Juliana Domingos de. Por que, há 70 anos, a Índia se partiu. E o que essa divisão ainda representa. Nexo. 15 ago. 2017. Disponível em: <https://www.nexojornal.com.br/expresso/2017/08/15/Por-que-h%C3%A1-70-anos-a-%C3%8Dndia-se-partiu.-E-o-que-essa-divis%C3%A3o-ainda-representa> Acesso em 19 abr. 2019.

VILELA, Túlio. Índia - Domínio inglês na Índia mostra dois aspectos do colonialismo. UOL. Disponível em: <https://educacao.uol.com.br/disciplinas/historia/india-dominio-ingles-na-india-mostra-dois-aspectos-do-colonialismo.htm> Acesso em 17 abr. 2019.

A charge é um gênero textual, muito comum em jornais, que se utiliza da imagem e do humor para expressar uma crítica e satirizar algum acontecimento da realidade. É bastante comum também as charges apresentarem conteúdo de cunho político, envolvendo ações e disputas políticas. É uma forma de expressar graficamente a opinião do autor sobre a política ou alguma situação cotidiana.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Projete o tema da aula, escreva-o no quadro ou apenas fale-o para os alunos. Explique que nesta aula vocês irão compreender a divisão do subcontinente indiano em dois Estados-Nações independentes (Índia e Paquistão) como resultado da saída dos colonizadores britânicos após 300 anos de domínio. Isso provocou intenso fluxo migratório de um país para o outro impulsionada pela violência extrema de um grupo em relação ao outro.

Como adequar à sua realidade: É possível comentar que no Brasil também há grupos que desejam separar o país. Para outras informações, ver a reportagem no item "Para você saber mais".

Para você saber mais:

MELLO, Alessandra. Além do Sul, São Paulo e outros estados têm movimentos para se separar do Brasil. EM. 09 out. 2017. Disponível em: <https://www.em.com.br/app/noticia/politica/2017/10/09/interna_politica,907066/alem-do-sul-sao-paulo-e-estados-movimentos-para-se-separar-brasil.shtml> Acesso em 11 mar. 2019.

Contextos prévios: É interessante que os alunos conheçam o contexto e as características da colonização europeia nos continentes asiático, africano e oceania.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Projete o slide ou imprima o mapa para os alunos. Peça para que observem o mapa e comentem quais informações ele apresenta. Espera-se que eles expliquem que trata-se de uma representação da distribuição da colonização europeia na Índia. Caso não comentem, peça para que se atentem ao fato de que essa colonização ocorreu por diferentes países e em períodos diferentes também. Explique aos alunos que a Índia já despertava o interesse dos europeus antes do domínio britânico. Os primeiros a chegarem foram os portugueses no século XVI, quando estabeleceram feitorias ao longo de Malabar. Mais tarde então, vieram os holandeses, franceses e britânicos.

Quando os britânicos chegaram em 1612, estabeleceram feitorias no litoral onde eram realizadas trocas comerciais entre os produtos indianos (seda, algodão, especiarias, etc.) e produtos manufaturados da Grã-Bretanha. Durante o período de domínio, controlou os territórios que hoje correspondem à atual Índia, Paquistão, Bangladesh e Mianmar. Com a Revolução Industrial, a Índia, que antes exportava tecidos para a Grã-Bretanha, passou a ser mera fornecedora de matérias-primas e importava produtos industrializados. Ironicamente, parte do algodão que servia de matéria-prima para os produtos das indústrias de tecelagem britânicas vinha da própria Índia.

A Índia foi considerada a mais importante colônia do Império Britânico e, por isso, criou-se o termo Índia Britânica. Ela era multicultural, formado por diversas raças, línguas e religiões, em especial os indo-europeus e a raça mongólica. Neste período, o território da Índia tinha mais de 3 mil idiomas e dialetos e a religião do bramanismo (hinduísmo) era a mais importante.

Material complementar

Mapa Contextualização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/VBjyd9PsH2syFbKXFuDKhtRSdj8Sh7gHdfuY44z4fuQGBTApVShNzSBSS9T2/geo9-06und04-contextualizacao-mapa.pdf

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Projete o slide ou imprima o mapa para os alunos. Peça que observem o mapa e questione-os: Quais informações estão presentes no mapa? Questione sobre os motivos da divisão e suas consequências atuais.

Espera-se que eles tragam informações explícitas na representação, como a divisão da Índia britânica em Índia e Paquistão (Ocidental e Oriental) e os movimentos dos refugiados. Discuta com os alunos que a separação ocorreu há pouco mais de 70 anos quando a Índia deixava de ser colônia britânica. Durante o período colonial houve diversas revoltas que foram contidas pela metrópole de forma brutal. Porém, após a Segunda Guerra Mundial, os britânicos já não dispunham de recursos para controlar sua maior colônia e acabaram se retirando de forma "espontânea". Entretanto, deixaram para trás um país rachado entre hindus e muçulmanos, que acabou por se dividir de fato entre Índia, de maioria hindu, e Paquistão, de maioria muçulmana. Além dos confrontos, essa divisão provocou um intenso fluxo migratório de uma nação para a outra impulsionada pela violência extrema entre os grupos. A colonização inglesa é vista como um dos fatores para o desequilíbrio na convivência entre os dois grupos.

Na divisão, se estabeleceram "dois Paquistões": um à leste do território indiano e outro à oeste, com milhares de quilômetros de distância entre si. Em 1971 o Paquistão Oriental empreendeu uma guerra de independência apoiada pela Índia, originando um terceiro país: Bangladesh, de maioria islâmica.

O ACNUR estima que 14 milhões de hindus, sikhs e muçulmanos foram deslocados durante a divisão, caracterizando a maior migração em massa da história.

Por fim, projete o slide com a frase da professora Yasmin Khan, da Universidade de Oxford, e autora do livro "The Great Partition" e peça para que os alunos reflitam a respeito. Caso não tenha como projetar, apenas leia a frase aos alunos.

Material complementar

Mapa Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/MzDUFvRvxmEDc9FvkaYbEq4BCFd6Z2XU5sfc4dDDScvUPSYWGuDTErG4dhjA/geo9-06und04-problematizacao-mapa.pdf

Para você saber mais:

Linha Radcliffe - Foi criada em 1947 como uma linha de demarcação de fronteira entre a Índia e o Paquistão durante a separação do subcontinente indiano quando deixou de ser colônia britânica.

ALVES, Mariana Faiad B. O legado da partilha da Índia e Paquistão: violência contra muçulmanos na Índia pós-colonial. Malala. São Paulo. v. 5, n. 8, set. 2017. Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/malala/article/view/138679> Acesso em 19 abr. 2019.

Slide Plano Aula

Orientações: Projete o slide ou imprima o mapa para os alunos. Peça que observem o mapa e questione-os: Quais informações estão presentes no mapa? Questione sobre os motivos da divisão e suas consequências atuais.

Espera-se que eles tragam informações explícitas na representação, como a divisão da Índia britânica em Índia e Paquistão (Ocidental e Oriental) e os movimentos dos refugiados. Discuta com os alunos que a separação ocorreu há pouco mais de 70 anos quando a Índia deixava de ser colônia britânica. Durante o período colonial houve diversas revoltas que foram contidas pela metrópole de forma brutal. Porém, após a Segunda Guerra Mundial, os britânicos já não dispunham de recursos para controlar sua maior colônia e acabaram se retirando de forma "espontânea". Entretanto, deixaram para trás um país rachado entre hindus e muçulmanos, que acabou por se dividir de fato entre Índia, de maioria hindu, e Paquistão, de maioria muçulmana. Além dos confrontos, essa divisão provocou um intenso fluxo migratório de uma nação para a outra impulsionada pela violência extrema entre os grupos. A colonização inglesa é vista como um dos fatores para o desequilíbrio na convivência entre os dois grupos.

Na divisão, se estabeleceram "dois Paquistões": um à leste do território indiano e outro à oeste, com milhares de quilômetros de distância entre si. Em 1971 o Paquistão Oriental empreendeu uma guerra de independência apoiada pela Índia, originando um terceiro país: Bangladesh, de maioria islâmica.

O ACNUR estima que 14 milhões de hindus, sikhs e muçulmanos foram deslocados durante a divisão, caracterizando a maior migração em massa da história.

Por fim, projete o slide com a frase da professora Yasmin Khan, da Universidade de Oxford, e autora do livro "The Great Partition" e peça para que os alunos reflitam a respeito. Caso não tenha como projetar, apenas leia a frase aos alunos.

Material complementar

Mapa Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/MzDUFvRvxmEDc9FvkaYbEq4BCFd6Z2XU5sfc4dDDScvUPSYWGuDTErG4dhjA/geo9-06und04-problematizacao-mapa.pdf

Para você saber mais:

Linha Radcliffe - Foi criada em 1947 como uma linha de demarcação de fronteira entre a Índia e o Paquistão durante a separação do subcontinente indiano quando deixou de ser colônia britânica.

ALVES, Mariana Faiad B. O legado da partilha da Índia e Paquistão: violência contra muçulmanos na Índia pós-colonial. Malala. São Paulo. v. 5, n. 8, set. 2017. Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/malala/article/view/138679> Acesso em 19 abr. 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 23 minutos

Orientações: Divida a sala em duplas e entregue uma folha de sulfite para cada uma. Sugerimos que essa divisão seja feita pelo professor a fim de garantir duplas heterogêneas no que se refere à aprendizagem e habilidades, mas caso prefira, pode utilizar outro critério ou até mesmo pedir que os alunos escolham e organizem as duplas. Após a divisão, projete o slide, imprima ou escreva no quadro as orientações.

Oriente os alunos que uma charge envolve uma ilustração e expressa a opinião de quem a produz sobre determinado assunto, apresentando uma crítica desse contexto. Sugira aos alunos que pensem no que representa o colonialismo, nos interesses da metrópole tinha e nas consequências que isso gerou na Índia. A charge poderá ou não ter diálogos entre pessoas ou elementos retratados. Os alunos poderão optar por deixá-la em preto e branco ou colorir. O objetivo é levar o aluno a refletir sobre as heranças que o período colonial pode deixar no país mesmo após anos da sua independência. Cuide para que todas as duplas finalizem a atividade conforme sugerido nas orientações e dentro do prazo estipulado. Circule pela sala e acompanhe a elaboração das charges. Tire as dúvidas se necessário.

Para você saber mais:

A charge é um gênero textual, muito comum em jornais, que se utiliza da imagem e do humor para expressar uma crítica e satirizar algum acontecimento da realidade. É bastante comum também as charges apresentarem conteúdo de cunho político, envolvendo ações e disputas políticas. É uma forma de expressar graficamente a opinião do autor sobre a política ou alguma situação cotidiana.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Com as charges elaboradas, organize uma exposição prendendo-as com fita adesiva no mural (se a sala de aula tiver um) ou então na parede. Dê um tempo de aproximadamente 3 minutos para que os alunos observem todas as charges produzidas. Nesse momento será necessário que os alunos se movimentem pela sala, sendo aconselhável que levantem três duplas por vez a fim de garantir que todos consigam de fato olhar as charges feitas. Depois, sentados de volta às duplas, escolha alguns alunos de forma aleatória ou então aqueles que se prontificarem para comentarem as charges produzidas por outros colegas, procurando destacar a crítica feita e outros aspectos que mais chamaram a atenção.

Para finalizar, comente que toda forma de colonialismo é uma forma de dominação, de exploração e desrespeito à soberania dos povos que são vítimas desse processo. A presença britânica na Índia deixou marcas e foi marcada por contradições, que persistem até hoje. Ao mesmo tempo em que enfrenta problemas socioeconômicos graves, é uma das principais economias emergentes.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Conexões e escalas do 9º ano :

MAIS AULAS DE Geografia do 9º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF09GE06 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Geografia

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano